1. Spirit Fanfics >
  2. Mãe Maravilha >
  3. Um Problema Atrás Do Outro

História Mãe Maravilha - Capítulo 25


Escrita por:


Notas do Autor


Aproveitei, porque vou demorar algum tempo pro postar :(

🦇

Capítulo 25 - Um Problema Atrás Do Outro


Fanfic / Fanfiction Mãe Maravilha - Capítulo 25 - Um Problema Atrás Do Outro

▪️Diana Wayne▪️

▪️ Mansão Wayne, 00:00 PM▪️

As coisas em relação à Lou estavam ficam cada vez mais piores e impossíveis de não dizer nada pra ela.

"Ah Diana Prince, você não foi treinada pra lidar com esse tipo de situação."

Será que ela desconfia de algo, de alguém?

De nós?

Será que Rowan também desconfia de Stephen e Wanda?

É um assunto que requer cautela , que precisa ser estudado com prudência. Já basta os problemas com Ares, agora isso.

Conversar sobre Themyscira com Louise não foi tão difícil assim...mas tive que reverter a história entre o presente e o  passado. Talvez ela se acostume com a ideia de que a própria mãe é uma amazona e de que os avós são deuses imortais... Lou já sabe tantas outras histórias gregas e romanas que uma a mais só faria atiçar sua curiosidade.

Ela não sabe que a história é real... não sabe que a avó dela é a rainha Hipólita.

Ela não sabe de nada.

Será que me precipitei demais em relação à isso? Será que fui muito realista , a ponto de assusta-á?

Talvez ela realmente precisasse saber disso.

Ela estava tão bem com Bruce , tão a vontade, até o batsinal refletir nos céus de Gotham. 

E ela viu.

Não, Bruce não foi tratar de negócios como ele disse...ele foi fazer justiça, foi proteger aqueles que estão vulneráveis ao mal. 

Louise é extremamente apegada ao pai e a ausência dele todas as noites estavam refletindo nela. Ela se queixava constantemente da falta dele, que ele raramente disponibilizava um tempo livre pra ficar com ela.

Para ela , Bruce era o super pai , o super-herói dela.

E realmente ele era...não só dela , mas como de Gotham e de todo o mundo. 

Fiquei observando-a dormir em silêncio por um longo tempo, enquanto afagava seu cabelo. Ela acordava algumas vezes , perguntando pelo pai e a única coisa que eu conseguia responder era que ele já estava voltando pra casa.

Ela estava crescendo tão rápido , ficando mais linda  a cada dia , ficando mais esperta , inteligente e tão parecida com nós dois... Louise é cheia de si , tem suas próprias opiniões e não é de baixar a guarda tão fácil...mas ao mesmo tempo ela é tão delicada, tão ingênua e tão doce. Ela tem a coragem , a determinação, a inteligência e a disciplina  do pai e é tão amorosa e amiga quanto eu, modéstia parte. Ela se preocupa com tudo e com todos em sua volta e isso como mãe me deixa extremamente orgulhosa dela. Confesso que sou uma mãe babona e amo observá-la dormindo.

 Meu maior sonho é de treiná-la pessoalmente. Queria muito que ela recebesse o mesmo conhecimento das lutas e estratégias que herdei de Themyscira.

(...)

▪️ Batcaverna, 04:30 PM▪️

Após minha filha ter pegado num sono profundo, desci até a caverna. 

Já estava amanhecendo.

-Como está Louise princesa? - Alfred perguntou gentil.

-Tirando o fato que ela está frustrada com Bruce, ela se sente um pouco melhor…mas não sei...eu tô vendo que ela não tá legal... Lou sabe disfarçar muito bem as coisas…

-Ela sempre foi ativa, alegre... vê-la assim também me deixa mal. - ele respondeu. - ela é agitada como o patrão Bruce.

-Ela só queria ficar mais tempo com o pai, conversar mais com ele…- falei me sentando.- ela quer sair com Rowan e uma amiga dela hoje a noite...eles vão lanchar... Lou me pediu , mas o meu medo é a pneumonia dela...mas talvez eu a deixe ir...vai fazer bem pra ela conversar com os amigos , ver pessoas...acho que realmente Louise está precisando se distrair. 

-Ela se sente muito sozinha…- ele respondeu.

-...acho que ela sempre foi…apesar de todo o amor que sentimos por Louise e toda atenção...ainda acho que falta alguma coisa. - por Zeus…- ah Alfred...minha pequena é tão independente, mas ela está se sentindo abandonada... inclusive pelo pai.

Eu reconhecia meus erros , minhas falhas...mas Bruce nunca irá admitir os dele.

Não é fácil manter um disfarce quando se tem vida dupla.

Já eram quase cinco da manhã quando Bruce chegou.

O homem morcego estava visivelmente irritado e frustado.

-O que aconteceu patrão? - Alfred pediu.

-Mulher Gato acabou de furtar uma obra de Monet avaliada em milhões de dólares e mais algumas jóias….- ele disse se sentando no capô do Batmóvel, retirando o capuz. - foi isso que aconteceu! Consegui recuperar o quadro , mas ela escapou! 

-Conseguiu recuperar? - perguntei baixo. 

Essa Mulher Gato mal surge na cidade e já está causando grandes transtornos. Só pelo tom de voz de Bruce, indicava que ele a odiava de uma forma assustadora.

-A obra está nas mãos na polícia..entreguei ao comissário Gordon para que devolva ao museu e consegui recuperar as peças...mas eu queria pegá-la a qualquer custo e por ela no seu devido lugar!

-Bruce, não podemos querer fazer tudo ao mesmo tempo! Nem sempre as coisas saem conforme planejamos! - falei calma.

-ELA É MAIS UMA QUE ESCAPOU DIANA! - Bruce respondeu nervoso - VOCÊ TEM NOÇÃO DE COMO ISSO VAI REFLETIR NA CIDADE? VOCÊ SABE COMO ISSO ME AFETA?

Fiquei em silêncio.

Bruce nunca foi de se alterar , muito pelo contrário...ele tem um alto controle absurdo. 

Eu estava estranhando isso.

-O que aconteceu Diana? - perguntou se aproximando de mim.

Com certeza ele notou minha cara de decepção.

-Louise está bem chateada com você...ela chorou muito depois que você saiu…- falei olhando pra cima - sabe o que ela disse? Que você não liga mais pra ela. 

Ele bufou.

-Diana , ela tem que crescer…

Me afastei dele.

-Crescer? Ela não precisa crescer e eu tenho certeza que ela é mais madura do que nós dois juntos! - rebati - ela sente a nossa falta, sempre sentiu! Nós temos nossas vidas,  e nós somos uma família! Tudo bem salvar o mundo e ajudar a quem precisa, mas nós somos pais! Eu sou mãe, você é pai e temos uma filha de quartorze anos que precisa muito da nossa atenção e do nosso amor! 

Ele bufou.

-Louise precisa entender! - Bruce rebateu.

-Entender o que? Que você é o Batman e que eu sou a Mulher Maravilha? Que você lidera a Liga da Justiça e vigia Gotham enquanto ela dorme e que eu sou uma deusa,uma princesa que caiu de paraquedas no mundo patriarcado?  Ela nem sabe quem nós somos, e você quer que ela entenda quem você é, quem a gente é? O que você quer que nossa filha entenda? Quer que ela saiba de tudo? Nem eu que sou mãe faço isso! Nós somos pais, ela é nossa filha! A filha que você sempre quis, que nós quisemos!

Meus nervos estavam a flor da pele. Não queria e nem poderia me exceder. Em tantos anos de casamento... nós dois estávamos diante de uma crise...mas uma crise de identidade entre o pai Bruce Wayne com o Batman e eu Diana Wayne como Mulher Maravilha. 

-Tudo o que eu faço é por ela , é pra ela! - ele falou alto. - Lou já tem 14 anos! Você faz o mesmo que eu, temos o mesmo trabalho! Eu sou um mero mortal e você é uma deusa! Somos de mundos diferentes, de épocas diferentes! Os outros levam uma vida normal! Clark é um alienígena , com poderes incríveis , mas tem uma vida normal com os pais e com a Lois, Arthur é o rei de Atlântida e tem uma vida dupla , Barry é o cara mais rápido do mundo e tem uma vida normal e o Victor? DIANA , ELE É UM ROBÔ PRATICAMENTE! Até os Vingadores tem uma vida normal! A Natasha é uma assassina profissional , Bruce Banner se transforma num monstro verde , o Steve Rogers é um super soldado com quase 70 anos de idade que foi comgelado e é o professor da Lou faz anos...Wanda e Stephen são dois magos e tem o Rowan! Diana...O THOR É UM DEUS! Todos eles estão fingindo ser professores , estão disfarçados , infiltrados na escola caso algo de ruim aconteça!

Bufei.

-Não! Eles não tem filhos , assim como nós dois! Não me compare com você e muito menos com os outros! Bruce , não importa a idade que ela tenha , ela sempre vai precisar da gente...também preciso salvar o mundo , as pessoas! Você sabe o quanto ela é apegada com você, o quanto ela sente sua falta... você é o super-herói dela. 

- Não queria que fosse assim! - ele respondeu. - VOCÊ ACHA QUE TÁ SENDO FÁCIL PRA MIM CARREGAR ISSO?

Explodi.

-ENTÃO PRA QUE VOCÊ CASOU? - gritei. -SE VOCÊ FEZ ISSO É PORQUE VOCÊ TINHA NOÇÃO DAS CONSEQUÊNCIAS QUE VIRIAM DEPOIS! QUE INFERNO! BRUCE... NÃO SOMOS PAIS NORMAIS, NÃO SOMOS UMA FAMÍLIA NORMAL! NÓS FAZEMOS COISAS QUE NENHUM OUTRO PAI OU MÃE FAZEM! NÓS SOMOS O QUE SOMOS! VOCÊ PÕE ELA PRA DORMIR MAIS CEDO SÓ PRA ELA NÃO TE VER SAINDO...ELA SÓ QUER FICAR COM VOCÊ! É SÓ ISSO QUE NOSSA FILHA QUER!

Eu já estava em lágrimas. Não falei por mal, mas Bruce precisava cair na realidade.

-ELA TEM O NOSSO AMOR E É ISSO O QUE IMPORTA! ELA ESTÁ SEGURA AQUI COM A GENTE!

Tudo estava dando errado.

-EU CASEI! E ME CASEI COM VOCÊ PORQUE EU TE AMO CARALHO! CASEI E CASO DE NOVO COM VOCÊ, QUANTAS VEZES FOREM NECESSÁRIAS!  ME CASEI PORQUE EU PRECISAVA DE ALGUÉM COMIGO , EU PRECISA DE UMA FAMÍLIA PRA ME TORNAR ALGUÉM MELHOR! SE EU SOU QUEM SOU HOJE É POR VOCÊ E PELA LOUISE! 

Desabei.

-EU NÃO AGUENTO MAIS ISSO! NÃO SUPORTAIS! - gritei.

Na mesma hora ele me abraçou.

-Desculpa...eu não queria...- sussurrei.

-Shiu....eu casei com você por você é a mulher da minha vida e a Lou foi a melhor coisa que você me deu...eu não teria conseguido se não fosse por vocês duas...eu amo tanto vocês...minhas garotas ,  minhas meninas...vocês são tudo pra mim e jamais vamos nos separar um do outro...amo tanto vocês duas...

-Eu te amo tanto Bruce...- sussurrei - só quero que isso termine, essa situação horrível que nós dois vivemos com ela!

Ele beijou minha testa.

-Diana...tudo vai dar certo, mesmo que demore...tudo vai acabar bem.

Ele passou a mãos no cabelo , indicando seu nível de stress.

-Talvez eu saia com ela hoje a noite…posso sair mais tarde...- ele falou tenso. - mas nada o que eu fizer irá suprir minha falta todas as noites.

Intervi.

-Não... você não vai sair com a Lou... - respondi. - Rowan a chamou pra comer pizza com ele e a Odette...ela já vai sair com eles.

Lá vai Bruce ficar irritado outra vez.

-Ah , mas não vai mesmo! - ele disse firme. - ela não se recuperou da pneumonia!

-Lou tá tossindo bem menos, ela disse que se sente melhor! Ela vai porque eu deixei ela ir, já que não tem ninguém pra ela se distrair. - rebati. - ela só quer conversar com alguém…

-DIANA, LOUISE TÁ COM PNEUMONIA! - ele disse alto. - TÁ COM QUASE 40 GRAUS DE FEBRE!

-Nada que uma boa roupa de frio não resolva! Ela saiu cedo comigo e ficou muito bem! E você quer o que? Que ela fique perguntando onde você tá ou quer quer ela não te veja saindo pra patrulhar a cidade? Ah Bruce, faça-me o favor! Ninguém trabalha às onze da noite!

Ele ficou em silêncio.

Não falei mais nada. 

Nada o que eu dissesse ia mudar algo.

Estávamos numa saia justa, num beco sem saída.

Não queria complicar as coisas.

(...)

▪️ Mansão Wayne, 05:00 PM▪️

Parei na porta do meu quarto e a vi dormindo escondendo o rosto com as mãos.

Ela sempre faz isso quando chora.

Não tive coragem de entrar.

Minhas lágrimas desceram quando vi aquilo. Meu coração se desfez em mil pedaços.

"O que estamos fazendo com nossa filha?"

-Ah minha pequena amazona...não queria que fosse assim...não queria…- sussurrei. - não queria…você não merece passar por isso.

Ela é tão inocente…

Senti duas mãos me abraçarem por trás.

-Diana…o que tá acontecendo?

Não consegui fazer mais nada , além de me virar e desabar nos braços de Bruce. Odiava brigar com meu marido por qualquer coisa. Nunca fomos de brigar ou discutir, mesmo sendo coisas banais do dia a dia como as coisas de um casal , do trabalho ou até mesmo problemas internos com a Liga.

-Não...não faça isso, por favor…- ele sussurrou em meu ouvido. - Louise não merece...isso não é pra ela...esse mundo não é pra ela...

-Você nunca vai entender…-falei. - ela precisa muito da gente...

-...e nós dela. - ele respondeu.

Bruce foi até a cama e ficou a observando em silêncio, assim como o próprio Batman. Mas dessa vez não consegui distinguir qual personalidade ele havia adotado...o pai Bruce Wayne ou o Cavaleiro das Trevas.

-Faço isso hoje pra você crescer um mundo melhor amanhã meu amor...eu a amo tanto que você nem faz ideia...um dia você irá entender...mas nada e nem ninguém vai tirar você de mim. - Bruce disse baixo. - o papai não vai deixar...não vamos deixar.

(...)


Nós dois estávamos na cama , mas não conseguimos dormir. As preocupações e os problemas externos nos atormentavam.

Odiava discutir com ele , odiava me opor à ele, mas a situação estava ficando insustentável.

-Desculpa por ter discutido com você...- falei entrelaçando minha mão na dele.

-Desculpa por eu ter gritado com você... tô me sentindo horrível por causa disso, acredite...mas é que nossa situação não é das melhores e eu tô ficando maluco com isso. - Bruce disse após beijar minha mão.

Trocamos um beijo.

-Como ela passou a noite? - ele perguntou ao acariciar meu cabelo. - ela tá usando as meias ainda? 

-Tirando o fato que ela chorou muito, ela não estava com sono, ela tá bem... não piorou nem nada ...aí tive que contar uma história pra ela dormir…- respondi. - e sim, ela ainda está com as meias!

-Qual contou dessa vez? - perguntou com curiosidade.

-Sobre Themyscira... Themyscira , sobre as amazonas - falei calma , porém orgulhosa. - até mesmo sobre minha mãe. - contei minha história, mesmo que indiretamente!

Bruce olhou pra minha cara.

-Você não fez isso….- falou incrédulo.

Ri baixo.

-E eu tô mentindo? Louise não sabe que ela é uma semideusa , não sabe que a avó dela é a rainha Hipólita , não sabe quem sou eu…- falei. - ela adora essas coisas...é bom que ela vai se acostumando e vai causar menos impacto quando ela saber de tudo... depois de mim , ela é a sucessora do trono de Themyscira.

-Uma princesa, assim como a mãe. - ele disse me puxando mais para si.

Bruce riu.

-Será que a rainha Hipólita, ou seja , minha sogra...aprova nosso casamento? - ele falou com sarcasmo. - ela não gosta nem de homens, imagina de mim!

Mordi o lábio.

-Quer saber? Ela não tem que aprovar nada. - respondi após acariciar sua nuca. - eu nem ligo o fato dela não gostar de homens...o que importa é que eu amo um certo homem brigão, estressado, que faz coisas extremamente perigosas e que é o amor da minha vida.

Bruce sorriu outra vez me puxou para um beijo selvagem e nada delicado, me puxando de forma que eu ficasse por cima dele.

-Sem barulho…- ele disse ao morder minha orelha.

Ele sorriu de forma maldosa e desferiu um belo tapa na minha perna , o que me fez gemer baixo. 

Bruce distribuía beijos e mordidas pelo meu pescoço, mandíbula , orelha , o que me fez arfar.

-É isso o que quer? - perguntou num tom provocador.

-Muito.



"às vezes tudo está errado."

(R.E.M. - Everybody Hurts)



Notas Finais


Acho que o Pai Morcego está bem ferrado... quem concorda? 🦇🤣
Bruce vacilão sim ou não? 🤔
Será que Diana e Bruce realmente se pegaram ali mesmo, no quarto? 🌚
Preparem os corações , pois os próximos capítulos estão pesados!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...