1. Spirit Fanfics >
  2. Máfia - MadaSaku KakaSaku >
  3. Máfia - Depoimento

História Máfia - MadaSaku KakaSaku - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Oi!
primeiramente gostaria de agradecer a todos os feedback de vocês, o alcance da fic está ABSURDO já que não divulguei ela em nenhum grupo e eisso me deixa feliz D+!
Obrigado <3

boa leitura...

Capítulo 3 - Máfia - Depoimento


Máfia 

Capitulo 3 

Sakura saiu do Konoha Club com Kakashi alguns centímetros a sua frente eles andavam devagar e despreocupadamente, pelo menos o prateado andava de forma despreocupada ela só acompanhava o ritmo calmo dele.  

— Espere aqui um momento vou buscar o meu carro que deixei ali na esquina e já venho. — Kakashi falou de forma mansa, Sakura achou no começo que era algo que ele fazia para tentar tranquiliza-la mais acabou percebendo que esse era apenas o seu jeito. Talvez ele fosse um homem calma e pacifico pensou.  

— Claro eu espero aqui, isso se, você não se importar e achar que vou sair correndo. Afinal, pra eu ir em uma delegacia responder “algumas perguntas” deve significar que sou perigosa. — Sakura usou toda sua ironia para demonstrar o quanto estava insatisfeita com aquele tratamento todo. 

Kakashi simplesmente avaliou ela de cima a baixo por alguns segundos e depois de um tempo ele abriu um sorriso ladino que mostrou uma de suas covinhas, Sakura jurou ser irônico também. 

— Duvido muito, e mesmo que tente eu te encontraria. — Bingo o platinado nem fez questão de disfarçar o deboche e ironia na voz. 

Sakura só conseguiu bufar mostrando toda sua raiva enquanto Kakashi se afastava daquela sua forma calma, a rosada cruzou os braços e ficou esperando. A rua do Konoha Club não tinha tanto movimento então as poucas pessoas que passavam não tinham vergonha de ficar encarando Sakura como se quisessem lhe tirar um pedaço com os próprios olhos, a rosada por si mesma já era bonita, fantasiada de policial ficava um espetáculo. 

Ainda no clima de sua irritação seus olhos foram atraídos para o outro lado da rua aonde uma BMW preta última geração ia se aproximando devagar, a rosada resolveu desviar o olhar, deveria ser um dos clientes da boate chegando cedo e ela não queria dar ousadia para ninguém. Seus pensamentos passaram a ser sobre toda a situação que estava metida, primeiro era testemunha de um crime, depois ser ameaçada de morte e agora um policial a levando para um interrogatório, não poderia piorar. Mas como sua pouca sorte tinha se esquecido dela essa semana escutou seu nome ser chamado por aquela voz grossa e inesquecível. 

Seu rosto foi atraído como um maldito imã para a BMW preta do outro lado da rua, era Madara com o vidro totalmente abaixado, o pânico que sentiu mais cedo voltou e Sakura ficou imóvel.  

Madara demonstrava toda sua imponência e arrogância no banco de couro branco do seu luxuoso carro, com uma expressão totalmente furiosa ele fez o mesmo sinal de silencio para Sakura colocando um dedo sobre seus próprios lábios e mexendo a boca em um "shiuuu" mudo.  

Claro que ele estaria lá, ele não iria embora mesmo a rosada prometendo por todos os deuses que não contaria nada, mesmo ele vendo o medo que provocava nela e um controle absoluto sobre o que ela “não tinha visto”. Isso só confirmava o que ela temia, Madara estaria por perto por um bom tempo ou a mataria.  

Sakura sentiu sair de seu transe quando Kakashi parou ao seu lado. 

— E então vamos? — O platinado abriu a porta do carro para ela gentilmente. 

— S-sim... — Sakura respondeu com voz tremula sentindo as palmas de sua mão suarem. 

A rosada entrou no carro tentando esquecer a BMW que a observava do outro lado da rua, seus olhos assustados foram para seus pés tentando disfarçar sua crise de pânico.  

 — Você está bem? — Sakura escutou a voz calma de Kakashi e levantou o olhar desviando alguns segundos para o carro de Madara do outro lado da rua. Seu olhar foi acompanhado pelo de Kakashi mais o vidro fume já havia subido e a BMW estava dando partida. 

— Sim claro é só que minha pressão abaixou de repente. — Sakura forçou um sorriso que Kakashi fingiu acreditar. 

No trajeto os dois ficaram quietos escutando uma música em volume baixo, diferente de policiais comuns Kakashi não usava viatura. Seu carro era um Impala 1967 com banco de couro preto e muito bem conservado, Sakura sabia qual era esse carro já que quando era adolescente simplesmente era apaixonada por dean winchester da série supernatural que tinha esse mesmo modelo de carro, era um carro que na atualidade custava uma fortuna e só colecionadores tinham.  

Quando chegaram a delegacia os passos calmos continuaram e Sakura só conseguia se sentir cada vez mais tensa, seus pensamentos ia até Madara e o medo de Kakashi farejar sua insegurança. Os poucos minutos que ficaram juntos percebeu que ele era um homem astuto que se apegava nos mínimos detalhes, precisaria ter cuidado com ele e sobre o que iria falar ou nas suas expressões.  

Quando atravessaram a porta da delegacia todos os olhares foram até eles, alguns homens cumprimentavam Kakashi que só maneava a cabeça em um comprimento silencioso, a maioria dos homens a olhavam tentando disfarçar o interesse na rosada que se sentiu acanhada e passou os braços pelo seu pequeno corpo tentando se esconder de alguma forma. 

Kakashi a guiou para uma sala que ela tinha visto só em filmes, um local pouco iluminado com uma mesa de ferro, duas cadeiras distantes uma de frente para a outra e uma grande vidraça que parecia um espelho, Sakura sabia que aquele vidro dava para ver ela nitidamente do outro lado em alguma outra sala. 

— Sente-se senhorita Haruno, gostaria de uma água ou um café? Temos um ótimo capuccino...  

— Fico grata pela gentileza mais gostaria de ir rápido! — Sakura usou seu tom rude para tentar mascarar seu medo, se sentou querendo ir o mais rápido possível naquele interrogatório. 

Kakashi só lhe sorriu ladino novamente usando seu tom debochado novamente, a rosada descobriu que odiava aquele sorriso e aquele olhar, não se importando o quão lindo aquele homem era, ele lhe dava nos nervos. 

 — Vou pegar uma água pra você, já venho.  

Kakashi saiu a deixando alguns longos minutos a espera daquela sala, tempo esse suficiente para a rosada explorar o mini local vendo seu reflexo no grande espelho se perguntando se tinha alguém do outro lado do vidro pois se sentia observada.  

Sentiu seu corpo pular quando a porta foi aberta e Kakashi passou com um copo de água em uma mão e na outra um grande envelope amarelo a deixando curiosa. 

 — Não deveria ficar andando pela sala senhorita Haruno. 

Sakura pensou em uma resposta afiada mais sentiu seu corpo travar pelo olhar frio do homem e a postura firme, agora ele estava totalmente sério. A rosada se aproximou cautelosa se sentando de frente para ele encarando os olhos negros e frios. 

— Certo, então o que está acontecendo? — Perguntou cautelosa como se pisa-se em cascas de ovos. 

— Só um momento — Sakura o viu retirar um pequeno gravador de video do bolso colocando em cima da mesa de ferro ajeitando para colocar ela em um bom ângulo depois apertou o botão de ligar — Agora podemos começar, senhorita Sakura Haruno aonde estava em 22 de março de 2020? 

Sakura olhou cautelosamente a câmera antes de começar a falar de forma nervosa, sua cabeça emitia alertas para chamar um advogado ou qualquer coisa, só que isso iria parecer suspeito. Decidiu que iria ser firme até o final. 

Negue! Negue tudo até a morte você não viu nada, seus divertidamente falavam em sua cabeça de forma unanime. 

 — Eu estava trabalhando.  

— Certo e aonde você trabalha?  

— Trabalho na boate o Konoha Club. 

— E o que a senhora faz lá? — Kakashi não desviava os olhos dela como se conseguisse ver sua alma. 

— Eu sou garçonete barra animadora de balada. — Até agora estava sendo fácil. 

— Entendi, senhorita Haruno pode me dizer se conhece esse homem? — Kakashi retirou do envelope amarelo a foto de um homem, o mesmo que tinha a assediado e que foi morto por Madara, sentiu sua pose confiante vacilar por poucos segundos.  

— Não, quer dizer, sim eu o vi mais não conhecia ele. — Seu corpo começava a lhe trair demonstrando sinais de nervosismo como um bater de pé agitado. 

— E de onde você tinha visto ele?  

— Tivemos uma breve discussão no Konoha... 

— E por qual motivo? 

 — Ele tinha assediado a mim e a minha amiga Karin. — Sakura mordeu o lábio de forma nervosa lembrando da noite em que quase socou um cara. 

— O nome dele era Kazuzu e seu corpo foi encontrado no beco ao lado do Konoha Club, mas você não me parece surpresa por isso. — E mais uma vez Kakashi usava aquele tom intimidador com olhos analíticos. 

— Eu soube antes de trabalhar, hoje em dia esse tipo de notícia corre rápido ainda mais por ser algo atípico. — Sakura falou no seu tom despreocupado, era fácil misturar a mentira com verdade, embora a maioria que estava falando fosse tudo verdade. 

— Claro! Sabe por te chamamos aqui?  

— Na verdade não. 

— Pelos relatos de uma briga ao qual muitas pessoas viram entre vocês e também senhorita Haruno por ter ido embora mais cedo naquele mesmo dia e como diz aqui a pessoa testemunhou “...Vi ela saindo pela porta da frente, estranhei nós funcionários não podemos utilizar a saída da frente...” — Kakashi jogou o papel em cima da mesa despreocupado olhando só a feição assustada de Sakura. — Pode me dizer por que foi embora mais cedo? 

— Eu já disse, eu estava mal pelo ocorrido. — Sakura sentiu sua garganta secar e bebeu a água a sua frente, suas mãos transpiravam e ela sentia sua pressão abaixar estava sendo quase impossível não transparecer seu nervosismo. 

— E por qual motivo saiu pela porta da frente? — Kakashi subiu um tom em sua voz. 

Sakura o encarou por longos segundos era uma troca intensa aonde sentia Kakashi vendo sua alma, seus pensamentos e sua mentira. Por um momento pensou em falar a verdade só que lembrou de Madara ameaçando-a, ameaçando sua mãe e sua amiga. Era um peso muito grande para perder por isso só abriu a voz tremula e disse. 

— Tenho medo daquele beco, é escuro e sempre combino com as meninas de irmos embora juntas com medo de ser assaltada ou algo pior, foi por isso que fui embora pela porta da frente aquele dia. 

Mentiu e não se arrependeu. 

Queria ter voltado no tempo e contado antes sobre o que virá, não estaria nessa situação a precisando mentir pra polícia para defender quem ela mais amava. 

Kakashi ainda a olhava sério com sua cabeça apoiada sobre sua mão. 

— Certo senhorita Haruno gostaria de me falar mais alguma coisa?  

— Não senhor seria só isso. 

O platinado suspirou alto e se levantou desligando a câmera e recolhendo a foto do Kazuzu, Sakura olhava atentamente tudo o que ele fazia.  

Após a tarefa de ajeita tudo Kakashi voltou a encarar ela rapidamente. 

 — Vamos, creio que já tenha te atrasado demais — Ele falou calmo voltando a ser o mesmo Kakashi que ela conheceu na boate o homem pacifico. 

Sakura não respondeu só foi caminhando até a saído da delegacia aonde esperou Kakashi que ia lhe dar uma carona de volta ao Konoha, uma gentileza que ela queria negar só que o platinado tinha sido muito persuasivo. Quando chegou a rua do Konoha Club o local se encontrava mais movimentado e as luzes neon da fachada brilhavam o que dava um ar gracioso ao local. 

— Obrigada senhor Hatake — A rosada agradeceu enquanto desfivelava o cinto de segurança já pronta para sair quando sentiu seu braço ser segurado de forma leve. 

— Sakura você me falou toda verdade, não é? — Sakura maneou a cabeça positivamente — Fica com meu cartão se precisar de alguma coisa não excite em me chamar. 

— Claro muito obrigada — Sakura sorriu de forma agradecida descendo do carro. 

O Konoha poderia ser um péssimo lugar para trabalhar, não pelo lugar em si mais pelas pessoas que frequentavam. 

A noite foi caótica e Sakura precisou ser mais simpática e alegre que o normal já que precisava correr atrás dos dois dias que ficou sem trabalhar garantindo uma nota em gorjetas. 

As meninas trocavam de roupa enquanto conversavam animadamente sobre um cliente em especifico a qual era estranho garantindo a risada de todas. 

— O cara era bizarro... — Konan falou entre risadas. 

— Eai qual o compromisso de amanhã? — Ino perguntou enquanto subia sua calça. 

— Dormir e ver o Pain — Konan falou. 

— Dormir, dormir e... ah dormir — Karin falava de forma exausta — e você Saky? 

— Acho que a mesma coisa que você. 

— Sabe nem tive tempo em te dizer o quanto você está sortuda — Karin falou baixo só para a rosada escutar. 

Sakura teve vontade de rir, sorte era a última coisa que ela estava tendo.  

— Por qual motivo você acha isso? — Apesar de tudo ela sorria. 

— Ué primeiro pegou um gostosão alto moreno que entrou aqui perguntando de você e depois saiu com um detetive gato pra caramba. — Karin sorria sacana enquanto Sakura sentiu seu corpo ficar tenso. 

— U-Um moreno? 

— Sim moreno alto, acho que foi um rolo naqueles por que você até deixou sua pulseira cair.  

Sakura suspirou de forma derrotada, provavelmente foi assim que Madara soube quem era ela e onde morava. 

— Fala meninas aquele detetive, ui fiquei até com calor — Karin falava alto enquanto todas a meninas riam e concordavam — Viu só, você está sortuda! 

Sakura precisou de uns instantes para se recompor, o clima agradável acabou para a rosada que ficou quieta até todas se arrumarem para sair. 

De braços dados e com o sol já clareando o dia as quatro garotas saiam pelo beco escondido da boate. Sakura sentiu seu braço ser cutucado por Karin quando levantou seu olhar para xingar a ruiva escutou seu nome. 

 — Viu amiga, está com sorte — Karin sussurrou sorrindo olhando para o mesmo lugar que a rosada.  

A BMW preta estacionada no meio fio da rua com um Madara e seu sorriso cínico encostado no capo do carro, Karin foi empurrando Sakura até próximo ao carro enquanto a rosada ia resmungando pelo caminho. 

— Bom dia meninas... — Madara falava suavemente — Sakura vim te buscar, lembra que você tinha me pedido? 

Não lembrava, na verdade nunca tinha pedido só que ele entendia aquele olhar de “concorde comigo ou as coisas ficaram feia”. 

— Sim, na verdade eu tinha me esquecido achei que fosse outro dia... 

— Sabe que não ligo em te buscar quantas vezes necessário — Sakura sentia que ele estava se divertindo com a situação — Vamos?  

A rosada olhou para Karin que estava contente com o possível crush dela. 

— Vai lá amiga me manda mensagem quando chegar. — A ruiva lhe deu uma rápida piscadela de forma cúmplice se afastando com Ino e Konan. 

Sakura sentia seu corpo duro novamente e Madara teve que guia-la até seu carro com a mão na sua cintura a fazendo entrar no carro. 

Os dois ficaram em silencio até o meio do caminho da casa da rosada quando Madara resolveu quebra-lo. 

— O que ele te perguntou? — O tom de Madara era calma. 

— Só se eu conhecia o tal Kazuzu e sobre a discussão que tivemos... 

— Não deve ter sido só isso, ele só levou você pra delegacia... — Eles pararam em um sinal vermelho e Madara colocou a mão sobre a boca pensando em algo. — Ele não te levaria lá atoa, o que mais ele perguntou? 

— Foi só isso, não espera, ele também tinha um depoimento de alguém no clube que me viu saindo pela porta da frente aquele dia. — Sakura respondeu rapidamente. 

— E o que você disse? 

— Que no dia em questão sai cedo por causa da discussão e fui pela porta da frente com medo de ser assaltada no beco escuro. O que é verdade. 

Madara olhou para Sakura em uma expressão rígida e fria como se falasse “não me teste eu sei que você viu”. 

— Mais nada? 

— Não só isso. 

— Vou precisar ficar por perto esses dias e se alguém perguntar eu serei seu namorado. — O tom sério dele denunciava que não estava de brincadeira enquanto a rosada só queria gritar um não. 

— Por favor não precisa Madara já falei eu não sei de nada e mesmo que visse não falaria. — Sakura implorava mesmo que sua vontade fosse esmurrar ele. 

— Não está aberto para discussão — Quando Sakura pensou em retrucar o carro parou em frente o seu prédio e Madara destravou as portas — Já pode ir querida. 

Sakura fixou seu olhar cheio de fúria no de Madara que não se preocupava em retribuir o mesmo olhar intenso. Sobe os olhos negros do moreno Sakura foi a primeira a desviar o olhar saindo do carro. 

Estava cada vez mais fudida. 


Notas Finais


Vamos falar uma coisa, o Madara será bem FDP no começo mais promeeto que ele vai melhorar KAKAKAKA
Ja o Kakashi.... bom não darei spoiler.

Mas é isso, não se esqueçam de comentar o que acharam.
Até sexta ;*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...