História Mafia J.B. - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Visualizações 13
Palavras 1.000
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - Cumprindo o acordo.


 

"Eu costumava esconder meu lado selvagem, agora estou me libertando."

Demi Lovato- Cool for the summer.

 

 

 

Elizabeth Collins P.O.V

 

Bieber me irrita de uma forma surreal, e agora ainda tenho que transar com ele, não que eu não quisesse, mas eu aceitei esse acordo por que realmente não queria magoar o Zack, que é um cara incrivel, e também por que sei que com Bieber será só sexo, sem envolvimento emocional, só o desejo carnal.

 

Mas não tirava o fato de eu estar puta por ele achar que eu não era inteligente ou não era capaz de entrar na maldita casa do Nicolau sem ser descoberta. Ele me paga.

 

***

 

Acordo e vou fazer uma corrida matinal, tenho esse costume a anos, uso isso para manter minha mente no local certo.

 

Depois de 1 hora, volto a mansão e tomo um banho, coloco uma roupa simples de verão e vou a cozinha. 

 

Anne , a senhora simpática que é a cozinheira daqui já está preparando o café dos garotos, mas nenhum deles desceu para comer ainda, talvez por que eles dormem até mais tarde. 

 

Me sento na mesa e converso um pouco com Anne sobre receitas, conto para a mesma que sinto falta da comida e dos doces brasileiros, a mesma diz que sabe um pouco da culinaria pois já namorou um brasileiro na sua juventude, ficamos conversando mais um tempo até os caras descerem. 

 

-Bom dia Anne, bom dia Liz.- Dylan diz dando um beijo na testa da senhora e depois em mim.

 

-Bom dia Liz.- Zack diz e me abraça, eu retribuo e percebo Bieber olhar com cara de bunda para mim. Esse garoto é um bosta mesmo.

 

Eu estava me acostumando com os garotos, tirando o Bieber. 

Derek é sempre responsável, mas também é divertido. Dylan é um palhaço pervertido, sempre me fazendo rir ou querer dar um tiro nele, já Zack sempre é um fofo, me tratando bem, antes eu pensava que só é por que ele queria me levar para cama, como todos os outros caras, mas percebi que mesmo eu deixando claro que eu não ia ficar com ele, ele continua me tratando igual, por isso não quero ver ele magoado comigo, ele parece ser bem emotivo.

 

 

-Zack, hoje vá ver o carregamento de armas, Dylan você vai passar nas boates, e ver como tão as drogas, no último mês o movimento abaixou, quero que você resolva isso, Derek você continua com tudo sobre o Oliver Sullivan. Eu vou para o galpão resolver alguns assuntos pendentes.- Bieber fala com sua voz autoritária de sempre e os garotos concordam.

 

-Vou ir falar com o nosso informante que trabalha pro Nicolau e descobrir mais coisas sobre a festa.-Derek fala.

 

-Eu posso ir com você Derek. -digo e os garotos encaram Bieber que está com uma expressão nada boa.

 

-Hm, acho melhor não Liz, não quero que ninguém, nem mesmo nosso informante saiba quem você é, não é bom arriscar.- ele diz. 

 

-Okay, você esta certo.

 

-Você pode ir comigo gatinha, vou adorar sua presença.- Dylan diz e pisca para mim, fazendo Zack dar um tapa em sua cabeça. 

 

-Dessa vez eu passo, to vendo que vou ficar mofando aqui mesmo.- digo e vou para sala assistir algo de interresante.

 

***

 

Depois de algum tempo os garotos saem para resolver seis negócios, com excessão do Bieber, que até agora não saiu de seu quarto, desde o café da manhã.

 

Estava deitada assistindo a um filme que eu nem sei o nome, quando senti o perfume de Bieber, provavelmente ele estava descendo as escadas para sair, mas me enganei já que o garoto para na minha frente.

 

-O que foi agora Bieber? 

 

-Você precisa aprender quem manda aqui garota, você só precisa obedecer. 

 

-E você vai fazer o que se eu não obedecer, Bieber? Me bater? Me dar um tiro? -pergunto me levantando e ficando cara a cara com ele, o desafiando. 

 

O encaro esperando a resposta, e para minha surpresa, o garoto olha para minha boca e me beija, me fazendo voltar para o sofá.

 

Eu o afasto mas ele não cede e intensifica mais o beijo, me fazendo perder a noção. Ele me deita enquanto permanece em cima se mim. Sem parar o beijo.

 

Percebo seu membro duro roçar em mim, então paro o beijo.

 

-Não pense que você irá fugir denovo hoje, lembre que temos um acordo.- ele diz com os olhos ardendo em chamas e com a boca ainda roçando a minha.

 

-Vamos para o meu quarto.- digo e o mesmo sorri, me pengando no colo e subindo as escadas.

 

Assim que entramos no quarto eu fecho a porta e Bieber volta a me beijar. Tiro sua camisa e ele faz o mesmo com a minha. Ele para e analisa meus seios nús, e o abocanha, me fazendo gemer. Levo o garoto até a cama o deitando na mesma e subo em seu colo, sentando em seu pau que estava duro, fazendo movimentos vai e vem, o mesmo geme e aperta meu quadril.

 

-Foda-se, eu preciso foder você.- ele diz e me joga na cama voltando a beijar minha boca enquanto tira meu shorts junto com minha calçinha.

 

Ele desce meu corpo mordendo e chupando por onde ele passa. Ao chegar em minha virilha ele a beija, me fazendo suspirar. Com os olhos grudados nos meus, ele enfia dois de seus dedos em minha vagina, me fazendo gemer, ele começa movimentos vai e vem enquanto me chupa, eu me contorcia de prazer, enquanto ele me olhava. 

 

Me levantei, ficando de joelhos na cama, eu abria o ziper de sua calça enquanto Bieber ainda me masturbava com seus ageis dedos.

 

Depois de tirar seu membro pra fora de sua roupa, fiz leves movimentos fazendo ele suspirar, levei minha boca a sua glande e a lambi, vendo Bieber abrir a boca demonstrando prazer, então abocanhei sua estenção, arrancando gemidos roucos do tatuado.

 

 

Continua.


Notas Finais


3/3 de hoje. Bjsss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...