1. Spirit Fanfics >
  2. Máfia- Levi e leitora-Imagine Hot >
  3. Cap único

História Máfia- Levi e leitora-Imagine Hot - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá amores trouxe um hot com o Levi aquele gostoso kskskksksk
Sou muito cadelinha dele mano aí tive que fazer!
Leiam esse hot escutando essa música:
https://youtu.be/DxeCtx-xvVg

Capítulo 1 - Cap único


Fanfic / Fanfiction Máfia- Levi e leitora-Imagine Hot - Capítulo 1 - Cap único

Era uma noite chuvosa em Tóquio no Japão, e eu uma mulher da máfia italiana estava fazendo uma visitinha ao meu rival Levi.

Quando eu entro no salão de festas da família Ackerman várias pessoas me encaram, eles abem que eu não sou bem vinda mas aqui estou eu! Olho em volta e vejo um garçom com drinks na mão eu então pego um com a cor esverdeada.

S/n: Uh até que não é tão ruim!- eu dizia tomando outro gole da minha bebida.

Eu então me sento em um banquinho para fazer meu pedido ao barman, eu escolho whisky tomo um...dois...três goles quando sinto uma mão grande em meu ombro.

Jean: O que uma senhorita como você faz aqui?- ele parecia estar bêbado e dizia palavras sem noção.

Jean: Venha vamos até aquele canto!- ele dizia puxando o meu braço.

S/n: Você é quem sabe!- eu dizia subindo o meu vestido até a minha coxa revelando uma arma no meu acessório.

Jean: Você- ele dizia saindo rapidamente do local.

S/n: Quem ele pensa que é? – eu dizia pedindo mais uma dose de bebida ao barman.

S/n: Era só o que me faltava! – eu sussurrava vendo que o Levi vinha em minha direção com um sorriso cínico nos lábios.

Levi: Olha só o que temos aqui! – ele dizia arrumando suas luvas pretas nas mãos.

S/n: Levi! Aceita um drink?- eu dizia ironicamente.

Levi: Não se faça de sonsa eu sei o que você quer! – ele dizia chegando mais perto.

Levi: Eu o chefe da máfia japonesa não darei nada a você S/n S/S chefe da máfia italiana!- ele dizia segurando o meu queixo com certa força.

S/n: É uma pena...eu não vim pedir nada!- eu dizia deslizando meu dedo indicador pelo seu peitoral coberto pelo seu terno preto- eu já peguei! – completei.

S/n: Eu sei o quanto você queria aquele navio cheio de dinheiro ilegal vindo da Rússia, e eu peguei! – eu dizia tomando meu drink de uma vez só.

S/n: É uma pena que eu terei que sair da sua festa agora meu amor! – eu saia gargalhando.

Levi: Grh!- eu ouvia ele grunhir enquanto eu saia do salão.

Lá fora eu embarcava rapidamente em meu Mustang preto eu então piso fundo no acelerador derrapando na frente do salão eu sabia que ele viria atrás de mim.

S/n: É eu estava certa!- eu dizia para mim mesma trocando a marcha do meu carro, eu então resolvo ligar o rádio que passava uma música contagiante Felling God, a chuva ficava mais forte e quando eu percebia que Levi se aproximava com sua BMW X8 preta eu acelerava ainda mais ignorando qualquer sinalização de transito, e pelo visto ele fazia o mesmo.

Eu paro quando ouço um carro derrapar na frente do meu parando de lado para que eu não fugisse, eu então resolvo dar ré mas não adianta outro carro estava parado lá e a minha única opção era sair do carro, a rua não tinha mais saída então eu resolvo sair do carro e ergo meu vestido e pego minha arma, me aproximo do carro de Levi e bato na janela com a arma dizendo para que ele saísse.

Ele sai e nossos cabelos que antes estavam arrumados estavam completamente molhados pela chuva.

Levi: O que pensa que está fazendo?- ele dizia tirando a arma da minha mão e jogando ela pra longe.

S/n: Você- sou cortada por ele que me encurrala na frente de seu carro nossos corpos colados e ainda mais próximos por conta da chuva a luz de seu carro iluminava o seu rosto que me olhava sério.

Levi: Você foi uma garota má hoje! – ele dizia beijando meu maxilar.

Levi: E sabe o que garotas más ganham?- ele dizia beijando o meu pescoço fazendo com que eu me contorcesse e arrepios fossem mandados por todo o meu corpo e meu coração acelerasse.

S/n: O que elas ganham? – eu perguntava entrando em seu jogo.

Levi: Quer mesmo descobrir? – ele dizia subindo seus beijos até a minha boca me beijando apaixonadamente nossos lábios que antes estavam gelados por conta da chuva ficaram quentes e cheios de desejo.

A chuva pingava em nossos corpos, mas nesse momento nem ligávamos só queríamos aproveitar o momento nosso beijo se intensificava ainda mais e mãos bobas apareciam, suas grandes mãos subiam e desciam pela minha bunda dando apertões de vez em quando enquanto eu sorria durante o beijo, eu peço passagem com a língua e ele logo cede.

Quando percebo nós já estávamos no banco de trás do seu carro eu em seu colo beijando seu pescoço enquanto ele descia sua mão até meus seios os massageando e apertando-os de vez em quando.

Eu já sabia que essa seria uma noite inesquecível e eu desejava que essa noite se repetisse por muitos anos.

Ele desce uma de suas mãos e ergue o meu vestido até a minha cintura e ele então ainda por cima da calcinha que eu usava ele então começa a acariciar a minha intimidade, fazendo movimentos circulares com as mãos o que me faziam arfar em resposta e eu via ele rir satisfeito.

Ele então me deita no banco abrindo minhas pernas ele tira a minha calcinha e a lambe, fazendo com que eu sentisse minha intimidade molhar ele sorria em resposta.

Sua boca então entra em contato com a minha intimidade fazendo com que eu fechasse minhas pernas por impulso.

Levi: Shh...fique parada S/n, você vai gostar do que vou fazer com você!- ele dizia colocando novamente sua boca em minha intimidade.

S/n: E-eu n-não...tenho a menor d-dúvida sobre isso!- eu dizia entre gemidos contidos.

Ele chupa com vontade minha intimidade, logo em seguida a beijando e colocando sua língua em minha entrada me fazendo contorcer de prazer.

S/n: L-levi!- eu dizia segurando sua nuca para colar ainda mais sua boca em mim.

Levi: Você gosta quando eu faço assim? – ele dizia lambendo toda a minha intimidade logo em seguida me penetrando com dois de seus dedos.

S/n: S-sim! – eu dizia gemendo alto fazendo com que eu colocasse a mão na minha boca.

Levi: Não...não segure seus gemidos, me deixe ouvir tudo! – ele dizia aumentando a velocidade de seus dedos em mim.

Demora alguns minutos até que eu anuncie meu primeiro orgasmo.

S/n: L-levi eu vou...- não conseguindo terminar a frase eu me derramo em seus dedos seguido de um gemido alto e manhoso.

Sem demora eu tiro o meu vestido e desato meu sutiã ficando totalmente nua, eu então me sento no banco e puxo ele para um beijo quente que logo em seguida eu desço até seu pescoço e com minhas mãos tiro o seu terno e sua camisa social e o faço ficar meio sentado meio deitado no banco e começo a beijar seu peitoral definido passando meus dedos pelos seus músculos eu tento lamber cada detalhe até que ele puxa meu cabelo e leva meu rosto em direção ao seu.

Levi: Eu preciso de uma ajudinha aqui em baixo -ele apontava para seu membro que estava marcando a calça por conta da ereção.

Puxando sua calça e sua cueca boxer preta eu vejo seu membro grande e ereto apontado para mim pingando seu pré-gozo, eu então lambo toda a sua extensão e começo a chupar arrancando gemidos do mesmo que segurava meus cabelos ditando meus movimentos eu masturbo com as minhas mãos o que não coube e paro de repente o que faz com que ele me olhe feio.

S/n: Sabe Levi e se eu deixasse você nesse estado? Uhn? O que você faria?- eu dizia passando meu dedo indicador pelo seu membro.

Levi: Tsc...você se arrependeria pelo resto de sua vida, você se arrependeria por não ter tido a  melhor transa da sua vida com o seu rival mafioso. E sabe eu sei que você não aguentaria me deixar nesse e estado, sabe por que? Por que eu vejo em seus olhos a excitação e a inquietação, eu sei que você quer que eu entre em você, que eu foda você com força você não é tão diferente de mim, você me deseja tanto quanto eu te desejo S/n!

E sem aviso prévio ele me puxa para seu colo fazendo com que seu membro entrasse por inteiro em mim, arrancando gemidos altos de nós dois.

S/n: Você está certo –L-levi! Anhh- eu dizia colocando minha cabeça em seu pescoço.

Levi: Unh S-S/n- ele dizia pegando com força em minha bunda me fazendo fazer movimentos de vai e vem em seu colo.

S/n: A-anhh i-isso é tão bom Levi!- eu dizia me movimentando cada vez mais rápido.

O carro balançava e era totalmente preenchido por nossos gemidos e o barulho de nossos corpos se chocando

Levi: unh, unh S/n!

S/n: Le-levi anh, anhh eu vou...- eu gozo em seu pau e ele logo em seguida goza também.

Levi: S/n eu quero você!- ele dizia sussurrando em meu ouvido

S/n: E eu quero você Levi!- eu dizia o beijando

Logo em seguida nos vestimos eu vou para o meu carro e o sigo até a sua casa.

 


Notas Finais


DESCULPEM SE FICOU MEIO RUINZINHA.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...