História Magia - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Joseph, Lucy, Magia, Victor
Visualizações 7
Palavras 356
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense
Avisos: Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Todos os personagens contidos aqui são de minha autoria. Qualquer semelhança encontrada é uma mera e pequena coincidência.

Agora leitores, vamos sentir na pele o que Victor viu após cair no buraco que expelia névoa.

Boa leitura.

Capítulo 3 - Tenho Medo...


A sensação era a mesma de estar caindo de um penhasco, com a adição de ter ficado momentaneamente cego por aquele clarão repentino. A fissura que abriu-se embaixo de seus pés jogou-lhe de costas em um terreno pastoso e fétido, que sujou todo o seu fardamento escolar, dos sapatos até os cabelos loiros.

A visão recuperava enquanto o garoto mais novo buscava apoio para ficar de pé novamente. Victor percebeu no final que havia caído em um pântano. Aquele não era mais o caminho que levava para sua casa. Arrastando os pés atolados ele buscou sair logo daquele lameiro, cada vez que afastava a lama para passar, o odor subia ainda mais forte, castigando o seu nariz que já não aguentava mais sentir aquele fedor.

Victor olhou ao redor para descobrir aonde estava. Viu árvores enormes, cujo o caule estava bastante seco e coberto de musgos, parecia terem sido arrancadas recentemente e enterradas no mesmo lugar de cabeça para baixo, pois suas raízes estavam visíveis na parte de cima. A areia do chão tinha uma mistura variada de cores pastosas, entre o vermelho, verde e marrom. O que seria aquilo? Fedia e era nojento. O garoto olhou para cima, o céu estava nublado e o tempo sugeria que naquele lugar o dia estivesse nascendo ou se despedindo, sabe-se lá o quê.

Está amanhecendo? Perguntou para si mesmo. Ele estava ficando ainda mais assustado.

Victor olhou o horizonte...

Naquele lugar, fora do pântano, estendia-se uma floresta onde a névoa densa pairava, para que o garoto não pudesse distinguir o que estivesse adiante. De todos os lados ele ouvia lamentos e gemidos, onde a dor era claramente representada. Parecia que as pessoas estavam sendo cortadas ou desmembradas ao meio, por algo ou por alguma coisa.

— Que lugar é esse? Como eu vim parar aqui?

Eu estou com medo. Muito medo... Onde estão meus amigos?

— Lucy... Joseph... Será que estão aí por perto? — Perguntou baixinho em direção a floresta. Mas não ouviu a voz deles.

E assim aquele garoto com muito medo continuou andando por aquele lugar estranho, na esperança de reencontrar logo os seus amigos para fugirem dali.


Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...