História Magia Brasileira, O Guia para Bruxos do Mundo Todo - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Tags Castelobruxo, Fantasia, Guia, Harry Potter, Infanto-juvenil, Jk Rowling, Magia
Visualizações 90
Palavras 1.534
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Magia, Misticismo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Magia Brasileira Edição Britânica


Boas-vindas do Brasil aos Bruxos de todo o Mundo!

Seja muito bem-vindo ao nosso país, caro bruxo.

Esta edição é especificamente criada para os nossos amigos do Reino Unido, fazendo uma análise comparativa dos aspectos culturais mágicos de sua região com os nossos, mas caso você venha de outro país, não se preocupe. Existem outras edições do guia que irão melhor lhe atender.

O "Magia Brasileira" é um guia cultural indicado para todos os seres mágicos que vieram passar algum tempinho no Brasil. Seja você um bruxo de intercâmbio que esteja aqui para estudar na nossa renomada escola de magia e bruxaria Castelobruxo ou apenas alguém cansado dos Trasgos das Montanhas e que tenha resolvido passar um tempinho de férias no nosso caloroso Brasil. Todos são bem-vindos!

E falando em caloroso, o clima daqui é um pouco mais elevado do que vocês possam estar acostumados, então não saiam por aí com suas capas pretas se não quiserem chamar muita atenção (ou acabar desidratados!).

Leiam todas as informações atentamente e vocês não irão passar por nenhum vexame.

 

1. Sistema de Correios

Nosso sistema de correios e entregas é bem semelhante com o de vocês. As corujas fazem a maior parte das entregas, mas também usamos outras aves em outras ocasiões.

Beija-flores são usados para enviar mensagens curtas e de urgência, que precisam ser entregues ao destinatário com o máximo de rapidez possível. O motivo é pela extrema agilidade do bater de asas e pelo tamanho pequeno. Muitas vezes as pessoas nem os enxergam, só percebem que a mensagem chegou após o beija-flor já ter deixado o local. Então eles sempre têm um sininho pendurado no pescoço. Quando ouvir o barulho dos sinos mas não conseguir ver nada, não fique assustado. Não são fadas te pregando peças e você não está ficando louco, são apenas os beija-flores.

Outro diferencial é que cartas com envelope preto e lacre vermelho são sempre mensagens anunciando a morte de alguém próximo, ou que esteja com uma doença muito grave e são entregues por corvos. É por isso que ninguém gosta quando um corvo se aproxima de sua casa, pois ele é sempre portador de más notícias.

Quando há a necessidade de se fazer uma entrega internacional ou com peso um pouco maior do que as Corujas são capazes de carregar, nós usamos Falcões ou Águias. Mas se nem mesmo eles conseguirem carregar, talvez você possa usar o sistema de entregas dos trouxas mesmo. Não é recomendável e nem incentivado pela ABRUBRA (Associação dos Bruxos do Brasil), mas não há nenhum risco de ter a privacidade violada e os segredos da magia expostos, apenas um tempo de espera considerável depois que as entregas chegam em Curitiba.

 

2. Transportes e telecomunicação

Não se desespere caso queira passear pelos lugares mágicos do Brasil e não encontrar nenhuma lareira para usar a rede de Flu. O nosso clima tropical faz com que lareiras em casa seja algo completamente dispensável. Sim, o Papai Noel ainda nos visita e nós também temos um sistema de locomoção instantâneo de um ponto para outro, mas usamos outro componente da casa para isso: os guarda-roupas ou armários, chame como preferir. Basta entrar dentro de um e entrar por de trás das camisas e casacos penduradas nos cabides e dizer ou pensar o local para onde você deseja ir.

Caso queira conversar com alguém à distância, você pode usar os espelhos. Eles também podem servir como "câmeras de vigilância trouxa", como telefone, como videoconferência, ou simplesmente para te mostrar pessoas ou lugares que você desejar. E é claro, para se admirar também. Só tenha cuidado com os feitiços usados para configurar o seu espelho de forma correta. Você não vai querer sair atendendo automaticamente todos que ligarem para o seu espelho ou alguém te espiando enquanto você dorme! Houve relatos de algumas pessoas que ficaram tão obcecadas por espelhos que acabaram enlouquecendo em busca da beleza e perfeição, use-os com parcimônia.

 

3. Aspectos Magiculturais Locais

E aqui vão algumas peculiaridades dos bruxos brasileiros. Nosso poder mágico vem da ancestralidade nativa indígena do país e da sua fortíssima ligação com a natureza e os animais. Mesmo após tantos anos de miscigenação, do abandono de tradições antigas e o desprezo pela natureza e os animais, isso ainda interfere diretamente nas nossas capacidades como bruxos e reflete nossos aspectos culturais mágicos.

Um exemplo disso está na nossa taxa elevada de bruxos animagos. Estima-se que o Brasil possua um dos maiores índices (senão o maior) de animagos na população bruxa de todo o mundo. Não existe um número preciso e correto, pois a maior parte deles não são certificados e nem registrados pela ABRUBRA, devido à tradição de ser ensinado entre a própria família, de pai para filho. Algumas pessoas dizem que esses números podem variar entre 15 a 30%. O que quer dizer que, se esses dados estiverem corretos, cerca de 1 em cada 3 bruxos são animagos e podem se transformar em algum animal. Existem ainda duas variações dessa habilidade de animagia, mas que não podem ser aprendidas e a única forma de obtê-las é por descendência e herança sanguínea.

Uma dessas variações de animagia consiste na capacidade do bruxo de evocar o espírito de qualquer criatura do reino animal (mágico ou não) e usar suas habilidades para determinadas finalidades, por um certo período de tempo. Isso é bem útil quando se está atrasado e é preciso a agilidade de um coelho para se arrumar. Ou da visão de uma águia para conseguir encontrar aquele objeto perdido no meio da sua bagunça. Ou até mesmo um Bicho-Papão quando quiser dar um susto em alguém. Entretanto, é uma habilidade extremamente rara.

Outra variação da animagia é a capacidade de compreender e conseguir se comunicar com os animais, sejam eles mágicos ou não. Não chega a ser tão incomum quanto a primeira variação, mas também é bastante restrita. Alguns bruxos dizem que essa, na verdade, é uma habilidade mágica que era intrínseca a todos os bruxos do nosso país, mas que acabou se tornando rara por conta do afastamento das pessoas com a natureza e os animais.

Devido ao laço ancestral com a natureza alguns bruxos também têm a capacidade de controlar um dos elementos da natureza sem o uso de uma varinha, em um grau que varia de acordo com o poder do bruxo e da sua linhagem sanguínea. Eles são chamados de Magi Elementais. Em um grau baixo, um bruxo com afinidade com o Fogo poderia acender ou apagar velas. Mas em um grau mais elevado poderia até mesmo cuspir fogo pela boca, como um dragão. Apenas um bruxo na história do nosso país conseguiu controlar todos os quatro elementos em seu potencial completo sem o uso da varinha e dizem que são os seus descendentes que, ao longo da história, ainda conseguem ter domínio parcial sobre um deles.

 

4. Propriedades Herbológicas

Nossa vegetação é vasta e rica. Não é à toa que todos aqueles que desejam se tornar herbologistas renomados sentem-se na obrigação de passar pelo menos algum tempo no Brasil, a fim de estudar toda a nossa variedade de ingredientes tanto ordinários quanto mágicos. Aliás, dizem que até mesmo os nossos ingredientes trouxas possuem um certo poder mágico. Não é para menos que existem diversos livros que contêm diversas receitas de preparo de poções já conhecidas com algumas modificações que só são permitidas com ingredientes encontrados aqui. Pode-se aumentar a eficácia e duração de poções, alterar o seu efeito, aroma, textura, reduzir o seu tempo de preparo ou simplesmente deixar a Poção Polissuco com um gosto mais agradável de se beber.

 

5. Características de Castelobruxo

Castelobruxo é não só a escola de magia do Brasil, mas de toda a América do Sul. Sendo assim, a escola abriga não só alunos que falam português, mas também o espanhol e, além destes, até o tupi-guarani e alguns outros dialetos. Devido aos tantos idiomas presentes num mesmo local, a escola foi enfeitiçada com uma Cúpula Linguística, que faz com que todos dentro de Castelobruxo tenham a liberdade de poder falar em sua língua nativa e mesmo assim serem entendidos por aqueles que os ouvem, e vice-versa, mesmo que um não conheça o idioma do outro. Apenas as palavras e o contexto são "traduzidos", a entonação e a maneira de falar continuam idênticas. Então pode ser que você tenha a impressão de estar ouvindo uma pessoa com um "sotaque" muito forte quando conversar com alguém que fale em outro idioma. Além disso, a escola também oferece a possibilidade de aprender essas línguas, caso você não queira depender do feitiço.

Mas a Cúpula Linguística não é o único feitiçode área que envolve Castelobruxo em tempo-real, a todo momento. Pelo fato da escola estar localizada em umaregião extremamente quente, úmida e abafada, típico do clima tropical como é aFloresta Amazônica (o que, por si só, já é uma defesa natural) também existeuma Cúpula Climática que envolve toda a construção, fazendo com que os alunosestejam sempre em uma temperatura bastante agradável. Mas é claro, isso nãoimpede que chova ou que o dia esteja nublado. A Cúpula Temporal foi feita apenaspara garantir o bem-estar dos alunos e dos funcionários, não para simular umclima perfeito de um mundo utópico.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...