História Magia Do Amor - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Chad Michael Murray, Jared Padalecki, Jensen Ackles, Misha Collins, Supernatural
Personagens Jared Padalecki, Jensen Ackles
Tags Padackles
Visualizações 109
Palavras 5.598
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Magia, Romance e Novela, Slash, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capitulo galera.
espero que gostem
sorry pelos erros
boa leitura

Capítulo 35 - Confusao..medos e brigas


O loiro rompeu o beijo ao ouvir a voz do moreno se virou e este estava na entrada da sala com uma das mao cheia de espuma.

-Jay...

-quem é esse cara?tom pergutou sorrindo ao mesmo tempo que admirava a beleza do rapaz.-é uma de suas fantasias..comer um tarzan?

O loiro teria respondido pra tom porem estava mais procupado em se explicar pro moreno.

-jay eu..

-jay..jay nao..nao entende..jay nao..

-esculta eu..

-oi eu sou tom.. welling chamou atençao pra si.

-amigo de jen?Perguntou o moreno querendo entender porque seu coraçao estava doendo daquele jeito.

-é ele é meu.. tentou jensen mais tom o cortou

-eu sou noivo dele.  tom falou mostrando a mao da aliança pra jared.

-jay tambem deu presente pra jen..

-com certeza voce deu..tom falou maliosamente.

-tom nao.. jensen nao estava gostando do ritmo daquela conversa.

-so que o meu é pra sempre..

-jay nao entendeu..

-vou me casar com jensen,ele é meu..pra sempre..

-pra..pra sempre..O moreno olhou pra jensen querendo realmente entender o que se passava ali.-jen..pra..pra sempre

Jared nao aguentou mais e deixou as lagrimas molharem seu rosto.

-jay ..

-seu gosto pra diversao melhorou bastante hein.. tom se aproximou de jared fazendo mençao de tocar em seu rosto.

-nao toca nele..

jensen falou firme segurando o braço de welling.

-jay com medo..

-nao jay.. jensen alisou seus rosto.-nao precisa eu..

-o que ta acontecendo aqui jensen?Welling perguntou ao ver o olhar do loiro pro moreno e o modo de como cuidava dele.

-tomás eu..

-sempre fui sincero com voce.

-eu tambem mas..

-nao acredito..eu te liguei..tom falou nervoso.

-eu..

-

-olha eu..agora nao dar..

-nosso casamento é em uma semana..resolva isso.

-o que? jensen perguntou supreso.-eu..

-resolva isso jensen. Tom saiu sem esperar resposta do loiro.

-eu..eu preciso ir atras dele..

-jen ir..

-ele nao pode sair assim..O loiro pegou a chava na mesinha de centro.-voce entende nao é?

-jay entende.. mentiu o moreno sem saber porque

-preciso resolver isso.jensen beijou a testa do moreno e saiu atras sem olhar pra tras.

-jen..jen pra sempre..com..com tom..pra..pra sempre..O moreno foi arrastando ate sentar no chao onde agarrou as proprias pernas.-sem..sem jay...

Alguns minutos Depois:

-tom abre a porta.jensen batia e tocava a campanhia.

 -jen.. tom abriu a porta.-voce foi rapido.

-que negocio é esse de nos casarmos em uma semana?jensen entrou no apartamento.

-ja tinhamos combinado.

-nao..nao combinamos nada.

-claro que combinamos..tom sorriu.-eu disse que quando voltasse marcariamos á data .

-marcariamos. jensen olhou serio pro noivo.-voce concluiu isso sozinho

-eu..

-marcou pra uma semana sem meu consentimento.

-escolhe outra entao..

-o que?

-outra data..

-tom eu..

-por acaso ele é maior de idade.

-o que?

-o tal de jared.

-temos que conversar disso tambem..

-o que precisamos é que se livre daquele garoto..

-eu..

-como vamos casar com..

-nao vamos nos casar em uma semana tom.. jensen disse firme.

-entao quando?

-eu..

-é por causa dele nao é? 

-o que?

-quer adiar nosso casamento..por causa dele.

-nao eu..

-voce o ama..

-porque..porque ta dizendo isso?

-porque voce nunca olhou pra mim daquele jeito.

-eu..

-seus olhos brilhavam..

-tom eu..

-nunca enchurgou minhas lagrimas como se pedisse pra que elas  fosse suas..nao dele..aquele medo passasse pra voce..so pra ele ficar bem..

-nao eu..

-se nao é isso podemos marcar a data do nosso casamento.

-marca á data?

-é..do nosso casamento. tom sorriu calmo.-ja que ele nao passa de uma transa pra voce..

-jay nao é..

-o que?uma transa?

-eu..

-voce mesmo disse que nao o amava..

-mas isso nao quer dizer que..

-que o que?

-o que acontece é que..

-voce o ama jensen?é uma pergunta simples.

-eu sei.. jensen sentou no sofá.-ele salvou minha vida e..

-nao perguntou como ele entrou em sua vida.tom sentou ao seu lado.-mais sim se voce  amar.

-eu..

-voce ao menos quer casar comigo?

-eu quis muito casar com voce eu..

-voce quis.. tom passou as maos nos cabelos.

-tom eu..me desculpa..

-ta se desculpando por está amando.

-eu nao to..

-claro que nao..

-eu so..o jay entrou e..bagunçou tudo.

-se ele nao tivesse feito isso. tom olhou nos olhos do loiro.-voce realmente se casaria comigo.

-sim..jensen respondeu sincero antes de puxar tom pra um abraço aperto.

Apos romperem o abraço começaram a´rir feito dois idiota.

-acho que nao vai mais precisar disso.. tom tirou a alinça do dedo do loiro.

-tom eu..

-nao vamos fazer esse momento mais gay do que ja é..

-idiota.

-esse idiota aqui ia te convidar pra comer um pedaço de torta.

-quem foi que ti chamou de idiota tom. jensen sorriu.-me diz quem é que me acerto com ele..

-ta..essa foi boa.

-mereço uma torta nao mereço?

-merece..seu guloso.

O loiro acabou perdendo a hora e se odiu por isso,so em lembra que deixou o moreno sozinho.

Claro que pela hora sua mae e rosa ja estariam chegado no apartamento pra ensinar o moreno.

-hey.. jensen entrou no apartamento seu coraçao falhou ao ver os semblantes procupado das duas mulheres.-mae o que..?

-o jay sumiu.. donna disse quase num sussurro.

-o..o que? O coraçao de jensen falhou varias batidas.

Em meio as desespero o loiro procurou pelo apartamento,sentiu o coraçao se aquecer quando viu a janela aberta.

-oi filho eu..

-eu o perdir.. jensen falou entre as lagrimas olhando ao redor do terraço vazio.-eu o perdir pai..perdir o jay..

Equanto Isso:

-mas calmo?chad perguntou apos encubrir com uma manta azul que sempre levava quando viajava

-jay calmo agora.respondeu o moreno se encolhendo no banco de tras do carro.

-o que houve?chad fez um leve carinho nos cabelos do moreno.

-jay nao sabe..

-como assim?

-jay so..sentiu dor aqui..O moreno colocou a mao sobre o peito.

-eu..

-deve ter sido algo muito serio pra voce sair daquele jeito.

-jay so..

-onde ta o jen?

-jay nao sabe..O coraçao do moreno bater forte ao ouvir o nome do loiro.

-ele te deixou sozinho?

-hurum.

-eu..

-chad viabou?jared mudou se assunto.

-sim..chad sorriu.-eu viajei á trabalho.

-chad tem presa que nem jen?

-nao,eu nao trabalho num empresa..eu..eu sou medico..

-jay nao sabe..

-ajudo as pessoas.

-que nem bobby,pai de chad..

-isso mesmo.

-jay gosta disso..

-eu tambem. chad falou se ajeitando ao seu lado.-e voce?o que fazia antes do acidente..

-jay nao..

-me desculpa..voce nao lembra 

-jay desculpa.

-deve se horrivel nao lembra de nada. falou o ruivo com pesar.-nao lembrar da mae..do pai..da familia..

-jay nao esqueceu familia.

-mas..

-jay sempre lembrar da familia.

-tem razao...

-jay gosta de carro. O moreno falou lembrando da vez que saiu com jen.

-eu tambem se bem que prefiro moto.

-jay saiu de carro com jen..

-jen.. chad revirou os olhos.-ta ficando tarde jay..eles devem ta procupado.

-hurum..

-vou te levar pro jen..

-jay nao quer ir pro jen..

-como assim nao quer volta pra la..

-jay so..

-voces brigaram é isso?

-jay nao brigou com jen..

-entao..

-jen disse pra sempre..

-pra sempre o que?

-de jay..

-jared eu..

-jen beijo na boca de rom..

-tom?o tom voltou?

-hurum..

-jen beijou na boca.. O moreno deixou as lagrimas cairem.

-jared.. Chad o puxou pro seus braço deixando ele chorar em seu ombro.

-jay nao entende porque jen beijou na boca de tom..

-eu tambem nao..

Misha falava com jensen pela seguanda vez no celular,tambem procupado com jared 

-ele vai aparecer.

-nao posso nem dar ir na delegacia.

-eu sei,ele pode ta por peito..saiu pra tomar  um ar..nao sei..

-nao posso perde-lo misha..nao posso.

-voce nao vai..

-eu..

-onde voce ta?

-dando uma volta de carro pela cidade..

-acha que ele foi longe?

-espero que nao eu.. O loiro soluçou.-porque ele fez isso mi..porque ele saiu..

-eu nao sei amigo..

-se alguma coisa acontecer eu..

-nada vai acontecer mas..

-mas o que?

-ja parou pra pensa que ele pode ter voltado pra

-voltando pra onde?

-pra floresta jen..

-nao.. jensen falou quase num sussurrou.

Apos conversar com o amigo,misha tomou um rapido banho disposto á ir ajudar o amigo.

-quem sera agora? falou ao ouvir o som da campanhia.-ja vou..

Collins abriu a porta e seu coraçao bateu forte ao ver o namorado.

-chad..

-oi eu..  misha o calou com um beijo de tirar o folego que chad correspendeu com vontade.

-meu amor.. misha rompeu o beijo.-voce ta aqui eu..

-mi eu..

-aconteceu uma coisa muito seria com o jared e ...

-eu sei..

-como assim?

-vem ca.. chad virou o rosto pro corredor perto da escada.

-chad o que voce..jared?

A noite se aproximou jensen voltou pro apartamento onde seu pai ja estava.

-filho..

-nao..nao encontrei ele..

-jen..

-ele foi pai..o jay foi embora. 

-oh jen.. roger puxou o filho pra um abraço apertado.

-filho.. donna apareceu na sala e o abraçou.-ele vai aparecer..

-mas ele..  Nesse momento seu celular tocou.-oi mi..

-vem pra cá..agora

Jensen saiu do apartamento sem falar nada com os pais e correu ate a casa do amigo.

-é ele? jensen entrou na casa do amigo.-me diz que voce o achou..

-eu..

-Fala mi voce..o jay ta aqui?

-bom ele..

-misha eu.. chad apareceu na sala.-oi jensen.

-chad..

-ele no quarto de hospede. misha falou e jensne nao pensou duas vezes correm em direçao ao quarto,as perguntas ficariam pra depois.

O coraçao do loiro voltou a bater forte quando entrou no quarto e viu o moreno encolhido na cama dormindo tranquilo.

-jay.. o loiro alisou o rosto do moreno antes de toma-lo em seus braços.

-espera jen.. tentou misha quando o amigo passou por ele carregando o moreno nos braços e o levou pro carro.

jensen ajeitou o moreno no banco do carro e voltou pra falar com o amigo.

-onde está o mi? jensen perguntou pra chad.

-foi ao banheiro.

-onde ele encontrou o jay?

-nao foi ele.

-o que?

-é eu encontrei ele no  caminho e..

-nao chega mais perto dele.

-o que?

-voce ouviu nao chega perto dele.

-porque nao?

-Porque ele é meu

-mas nao se importou com ele quando beijou 

-mas nao se importou com ele quando beijou o tom..

-o que?

-ele me contou.

-isso nao é da sua conta.

-TUDO Á RESPEITO DO JARED É DA MINHA CONTA.

-FICA LONGE DELE CHAD.

-NAO,NAO VOU FICAR LONGE DELE.

-MAS..

- É VOCE EU DEVE SER AFASTA DELE. Chad agarrou o loiro pelo colarin o prensando na parede.

-PRA DEIXA O CAMINHO LIVRE PRA VOCE.

-É..

-chad.. A voz de misha chamou atençao de jensen e chad.

-misha..misha eu..

-MEU MELHOR AMIGO E O HOMEM QUE AMO BRIGANDO POR UM GAROTINHO DE FLORESTA.

misha falou entre as lagrimas seu coraçao estava mais que apertado.

-amigo eu..

-misha nao é..

-CALEM A BOCA. misha gritou irritado.-NAO AGUENTO MAIS.. 

Collins pegou a chave que estava na mesinha de centro em frente do porta retrado dele e do namorado.

-MISHA! jensen e chad gritaram quando viram collins rolar escada á abaixo.

Duas horas depois:

-o senhor collins esta fora de perigo.disse o medico.-nao precisou passar na mesa de cirugia.

-graça a Deus. disse jensen passando a mao no cabelo.

-e quando ele tera alta?roger perguntou.

-em algumas semanas..depende de como ele vai reagir ao tramentos.

-tramentos?chad perguntou sentindo o ar lhe falta os pulmoes.

-ele ta uma custela quebrada.respondeu o medico.

-sera que posso ve-lo? chad perguntou apos a explicaçao do medico

-claro chad. disse o medico um dos colegas de chad.

O ruivo entrou no leito e seu coraçao apertou ao ver o namorado tao fragil.

-mi.. chad alisou o rosto do moreno de olhos azuis.

-a..acabou.. misha abriu os olhos.

Roger e Jensen foram pra casa num silencio estranho e pesado.

-vai me dizer o que houve?roger perguntou assim que entraram.

-nao sei direito..o mi..eu e o chad brigamos e..

-voce  e o chad?porque?

-ele ta afim do jay..

-jen isso nao..

-como está o mi?donna apareceu na sala.

-ele vai ficar bem.respondeu roger.-vai passar uns dias no hospital..

-mais o que houve?

-tambem quero saber.. roger olhou pro filho querendo uma explicaçao.

-a unica coisa que preciso é saber como está o jay.

-filho.. tentou roger.

-ele ja acordou?

-sim,mas voltou a dormir.respondeu donna.-ele chorou bastante..

-ele tava com dor?jensen perguntou procupado.

-nao sei ele nao falou nada..so chorou.

-preciso ve-lo.

Jensen foi pro quarto atras do moreno mais nao o encontrou na cama.

-mas.. o loiro se calou quando viu o moreno saindo do banheiro.

O moreno sentiu o coraçao bater forte dentro do peito ao sair do banheiro e ver o amado ali procurando por ele.

-jay... Jensen falou quase num sussurrou e antes que jared podesse falar alguma coisa o loiro rompeu a distancia o tomou posse dos seus labios o beijando com paixao.

O moreno se entregou ao beijo sentindo se vivo novamente por está nos braços do loiro.

jensen o beijava como se sua vida dependesse disso,dependesse da boca fina e macia de jared..como se fosse sua salvaçao.

-nunca..nunca mais faça isso. o loiro falou rompendo o beijo.

-jay nao..

-nunca mais some desse jeito jared..nunca mais. o loiro deixou as lagrimas cairem.

-jen triste?

-é claro que fiquei triste voce nao tem ideia doque fez comigo..jensen alisou seu rosto.

-jay triste tambem.. 

-eu..

-jen mentiu pra jay..O moreno se afastou e suas lagrimas cairem.

-o que?

-jen mentiu pra jay..

-nao eu..

-jen disse que seria pra sempre..com jay..

-jay.. O coraçao do loiro apertou.-eu so..

-jen beijou na boca 

-o tom ele..

-jen nao quer mais jay.. 

-quem disse isso eu nao..

-o coraçao de jay doeu quando jay viu jen beijar na boca 

-nao jay eu..aquilo..

-jay nao entende..

-jared..

-porque jen fez isso com jay..

-eu..

-jay so quer jen..so jen mas..

-jay eu..

-jen nao que jay pra sempre..

-eu te quero jared.. jensen o puxou pra um beijo quente.-eu te quero..

-mas tom disse que jen pra sempre..com tom..

-nao..jensen segurou seu rosto com as duas maos.-nao existe mais tom e eu..nao existe   mais..

-jen nao quer tom pra sempre?

-nao..jensen lhe deu um longo selinho.-é voce..é voce que quero pra sempre..e´voce..so voce..

-jen promete?

-prometo..prometo minha vida..eu quero voce..

-jen quer?

-quero..eu te quero..

-jay tambem quer jen..

-minha vida..

-jen nao vai ir..com tom..

-nunca..acabou..

-jay nao..

-acabou minha vida. jensen encostou a testa na do moreno.-agora é so nós dois..pra sempre..

-pra sempre..com jay..

-sempre..sempre.. jensen o beijou com desejo e sem romper o beijo o deitou na cama ficando por cima dele se amaram ate nao terem mais força.

-nossa eu..uau.. jensen estava ofegante.

-jen bem?

-muito..so nao sinto minhas pernas mais estou bem.. e voce?

-jay feliz agora.. o moreno lhe beijou.-jay nao lembra como chegou..

-pediu ao meu pai que te trouxesse 

-jay so lembra de ver misha..

-misha.. o coraçao do loiro apertou.

-misha bem?

-eu nao..

-misha caiu..

-como voce sabe?

-coronel contou pra jay..

-claro. jensen sorriu fraco.-ele ta bem..vai ficar em observaçao por uns dias..

-chad levou jay no misha..

-é..eu sei..

-jay so..

-onde voce o encontrou?

-jay pulo casa que nem arvore.

-jared..

-chad parando carro  e viu jay..

-ele vinha pra ca?

-hurum..

-e pra onde ele te levou?antes de irem pro misha é claro.

-jay nao sabe..

-mas..

-jay dentro do carro mas..

-mas o que 

-jay nao tava prestando atençao..jay chorando.

-jay.. jensen o puxou mais pros seus braços.-me desculpa por te ti feito chorar.

-jay desculpa..

-eu..

-jay quer acasalar de novo.

-Eu tambem mas.. jensen beijou seus labios.-alguem nao comeu direito hoje..

-jay..

-exatamente..voce.. jensen levantou e o puxou o moreno pra fora da cama.-vamos tomar um banho e depois comer alguma coisa.

-hurum mas.. jared parou no meio do caminho.

-mas o que? jensen se virou pra olha-lo

-jay nao..nao quer mais sentir aquela dor..

-jay..

-jay sentiu dor tao forte..

-eu sei eu..

-jay so sentiu isso quando jen deixou jay na floresta..jen foi embora.

-nao vou mais embora..jensen alisou seu rosto.-nunca mais vamos nos separar de novo..

-jen promete?

-prometo. jensen o beijou com carinho.-agora vamos pro banho.

-de banheira?

-é..de banheira.

-jay gosta.

-eu tambem.

A noite foi embora dando lugar pra um bela segunda feira.

-bom dia filho..rosa beijou a testa do filho.

-bom dia mae.

-como ta o mi?bobby quis saber.

-nao sei ele..ele terminou comigo.

-o que?perguntou os dois supreso.

-é..ele..ele terminou..

-mas porque?rosa perguntou procupada.-ele parecia gostar muito de voce.

-eu sei mas..

-ele te ama muito.bobby falou

sentando ao lado do filho.-o que houve?

-nao sei.. 

-mas.. tentou rosa mais o filho a cortou.

-por favor me deixem sozinho..eu so quero ficar sozinho.

Assim se viu sozinho chad se jogou na cama e chorou feito criança,estava confuso e se sentindo perdido.

Misha havia se tornado uma das pessoas mais importante da sua vida,porem á chegada de jared  confudiu seus sentimentos.

-misha..chad chorava agarrando ao travesseiro.-jared..misha..jared..jared..misha..misha..misha..

O ruivo acabou dormindo so acordando na parte da tarde com o celular tocando era uma mensagem dos pais.

Bobby e rosa foram visitar misha no hospital de la foram foram pro apartamento de jensen onde bobby tirou o gesso do moreno.

-geralmente os gessos sao tirado em um mes ou ate tres mas.. bobby sorriu.-voce se curou tao rapido..

-jay nao gosta disso.

-vou te contar um secredo. bobby se aproximou do ouvido do moreno.-eu tambem nao..

Bobby foi embora mas rosa ficou pra dar aula ao moreno nao demorou muito donna chegou.

jensen apenas observava como as duas se interagia com o moreno.

-atende mi.. jensen ligava pra misha que por ser teimoiso nao quis ficar mais um dia no hospital entao aproveitou a visita do pai do ruivo e pediu pra eles o levarem pra casa.

-jen.. misha atendeu o celular sua voz saiu fraca o que fez o coraçao do loiro apertar.

-mi..graça a Deus,voce ta bem..

-dolorido.

-porque saiu do hospital cara

-eu..

-voce sabe que..

-que preciso de cuidados eu sei mas..

-o seu namorado vai ficar uma fera com voce 

-acabou jen..

-o que?

-terminei com ele..ontem

-mas..voce noa pode fazer isso.

-posso e fiz..

-mas mi voce..

-nao vou segura-lo por sua causa.

-o que?

-voce se tornou tao egoista que nao que prefere que eu continuasse com o chad

-eu..

-so pra ele nao se aproximar do jared.

-misha nao eu..

-voce nao se importa com meus sentimentos.misha disse irritado.

-é claro que me importou voce é meu melhor amigo..

-nao jensen..eu era..

-o que?

-to dando um tempo na nossa amizade.

-misha..

-porque o chad ta livre agora..nao é mais meu namorado.. misha fez uma pausa longa.-se ele quiser tentar algo com o jared,voce nao vai poder me culpar por nada.

-eu.. jensen sentiu como se levasse um soco ao ouvir isso.

-e pelo que vir ontem..voces dois nao tao nem ai pro que sinto ou deixo de sentir..

-isso nao é verdade

-se nao o ama..

-misha eu nao..

-deixei o ser feliz..

-eu nao vou..

-espero que valia á pena..

-voce nao..

-adeus jen.. Misha desligou o celular.

-misha..misha.. jensen retornou a ligaçao mais o amigo nao atendia.-droga..

-jen bem? jared apareceu na sala.

-jared..

-jared..O moreno sorriu mostrando suas covinhas.-jen bem?

-me abraça..pediu o loiro  e jared sem pensar duas vez o envolveu em seus braços.

-jay.. o loiro se entregou ao braços seu corpo relaxou ao sentir o calor do corpo do moreno..se sentia protegido.

-jen bem agora?perguntou o moreno sem romper o abraço.

-ficar nos teus braços é tudo que preciso.

-jay tambem..

Ambos estavam tao no mundo deles que nao perceberam a presença de donna e rosa.

 As duas vinham se despedir deles mais ao chegar na sala e ver a cena voltaram pra tras dando privacidade ao casal.

jensen tomou posse da boca do moreno num beijo longo e apaixonado que jared correspondeu a altura.

-nao..nao posso abrir mao de voce..nao posso.. jensen falou apos romper o beijo.

-jay nao entendeu..

-nao precisa entender..isso nao.. jensen voltou a beija-lo mais dessa vez com mais força e desejo.

 O beijo so foi interrompido pelo barulho da campanhia..era joshua.

-hey jay.. joshua abraçou o moreno.-como se sente sem o gesso?

-jay bem..

-isso é bom..joshua sorriu.-ta pronto pra outra..

-joshua.. jensen olhou serio pro irmao.

-brincadeira.

Um certo momento jensen ficou conversando com rosa e donna enquando joshua e jared brincava com o coronel.

-dar um tempo pra ele. disse joshua enquanto se desperdia do irmao,as maes ja tinham saido.

-eu..

-ele é seu amigo,so ta confuso com tudo que está acontecendo.

-eu sei..

-o que me intriga é o chad..

-nao me lembre dessa cara. jensen fez careta.

-ele parecia gostar do mi..

-gosta nao á amar..

-entao o que voce sente pelo jared é amor..

-eu..

-porque pra voce tudo se resumi á sexo.

-esculta eu..

-vai cuidar do teu tarzan..

-ele nao é..

-sei.. joshua beijou a testa do irmao e saiu.

Jensen trancou a porta da sala apagou a luz e foi direto pro quarto onde o moreno estava sentando olhando algumas fotos.

-se divertindo? jensen sentou atras dele ja que jared estava sentado no meio da cama.

-jay gosta de ver foto.

-eu tambem..quer dizer algumas é claro.

-jen nao gosta das fotos?

-gosto..jensen pegou uma foto na caixa.-tipo essa..

-bebê.. jared falou olhando a foto de um bebe no colo de uma mulher que jared tinha certeza que era donna.

-esse sou eu..

-esse é jen? o moreno olhou bem pra foto.

-hurum,quando eu era bebê é claro.

-jen bebê..pequeno..

-todos nos formos pequeno um dia.jensen beijou seu ombro.-

-jay tambem?

-claro..primeiro somos pequenos depois crescemos..

-jay tambem cresceu?

-como acha que ficou grandao desse jeito.jensen o abraçou pela cintura.-grandao e lindo..

-jay tambem acha jen lindo..

-meu grandao.. jensen o beijou com vontade antes de voltaram prestar atençao nas fotos.-e essa aqui e metade da minha familia. jensen mostrou uma foto com bastante gente juntas em frente um enorme bolo de aniversario.-o da frente é joshua e eu..era minha festa de aniversario..eu tinha cinco anos..

-jay nao sabe o que é isso..

-jay..

-jay nao sabe o que é festa de sario.

-é aniversario jay.. jensen falou paciente.

-jay nao sabe o que é isso.

-é quando voce faz ano sabe..e ai junto toda familia..amigos..e claro que nao pode faltar o bolo..

-bobo?

-nao,bolo..é isso aqui.. jensne mostrou o bolo na foto.

-colorido. 

-é..tem de varios sabores e cores.

-jen gosta de bobo?

-gosto sim..mais nao de bobo.jensen beijou seu pescoço varias vezes fazendo o moreno rir com vontade.-a palavra certa é bolo..bo..lo..

-bo..lo..

-agora repete tudo juntinho..

-bolo.. jared falo rapido.

-isso..

-bolo..bolo..bolo..bolo..bolo.. jared repetia fazendo o loiro rir com vontade.

-quando criança adora essa epoca..as bixigas..os doces..

-jay gosta de doces..

-eu sei..formigao..

-jay nao é formigao..so é jay..

-meu jay...

-de jen..

-so meu.. jensen o beijou com ternura embalando o moreno em seus braços.

-jay de jen pra sempre..

-sempre..

Voltaram a olhar as fotos ate um certo momento que jensen notou que jared olhava pra mesma foto a mais de um minutos.

-tudo bem? jensen olhou pra foto na mao do moreno,era a foto de aniversario dele.-gostou mesmo dessa foto hein?

-jay gostou.. respondeu  moreno mais sua voz saiu triste e claro que jensen percebeu.

-o que foi? ta sentindo alguma coisa?jensen perguntou procupado.

-jay triste..

-porque?

-porque jay nao..nao sabe de nada..

-jay..

-jay nao sabe falar como jen..escrever como jen..se vestir como jen..

-jared isso nao..

-jay nao tem foto com familia.. As lagrimas do moreno cairem cortando o coraçao do loiro.

-jay..

-jay nao tem foto com bolo.

-minha vida eu..

-jay nao sabe anda de cicleta..

-vou vai aprender á andar de bicicleta. jensen beijou sua testa.

-jay nao tem foto  de..de jay bebê..jay nao sabe como é ser bebê..

-nao fica assim.. O loiro o abraçou enxugando suas lagrimas.

-jay nao tem familia que nem jen..

-nao fica assim meu anjo..nao chora..por favor nao chora..

-coraçao de jay triste..

-eu to aqui jay..eu to aqui com voce..

Apos  acalmar o moreno acabou dormindo nos braços do loiro que fazia um leve cafune na cabeça dele.

-vou te fazer feliz jay.. sussurrou o loiro dando um leve beijo nos labios do moreno.

Algumas horas depois:

o loiro se aproximou da cama e sentou ao lado do moreno,este ainda estava dormindo.

-jay.. jensen sussurrou em seu ouvido.-jay minha vida acorda..

O moreno abriu os olhos devagar mesmo sonolento presenteou o loiro com seu belo sorriso covinhas.

-jay dormiu.. o moreno falou coçando os olhos.

-tenho um supresa pra voce..

-supresa pra jay?

-hurum..

-jay gosta de supresa.

-fecha o olhou. jensen beijou seus labios.-eu ja voltou..continua com os olhos fechado.

-hurum.. O moreno falou com os olhos fechado.

Em poucos minutos o loiro voltou segurando uma coisas na mao,com cuidado se sentou na cama de frente pro moreno.

-jay pode abrir os olhos?perguntou o moreno.

-ainda nao..

-mas jay quer abrir os olhos.

-eu sei.. jensen se ajeitou melhor na cama.-aguenta so um pouco..

-jay espera entao..

O loiro respirou fundo ajeitando algo no meio deles sorriu so em imaginar o rosto de felicidade do moreno.

-pronto jay..pode abrir os olhos. falou o loiro tao ainsioso quanto jared.

O moreno abriu e os olhos e seu coraçao bateu forte em meio as lagrimas molharam seu rosto.

Naquela  noite jensen acordou o moreno pra uma enorme supresa..um bolo de aniversario enfeitados com jujubas coloridas e apos comemerem e choraram um nos braços do outros se amaram com toda intensidade do seus sentimentos.

-bom dia.. jensen beijou seus labios.

-dia..

-dormiu bem?

-jay dormiu bem.. respondeu o moreno se espreguiçando.-jen dormiu bem?

-muito bem..jensen o puxou mais pro seus braços.-como voce ja ta melhor tenho que voltar pro trabalho.

-jen  ir pra empresa?

-sim..

-jay entende mas..

-mas o que?

-jay ja com saudade..

-eu tambem..

-jen chupar jay antes de ir..

-voce quer?

-jay quer...

-vou te chupar bem gostoso..

-hurum..

jensen beijou os labios do moreno num beijo forte e quente fazendo este gemer em sua boca.

O loiro distribuia beijos pelo corpo do moreno ate chegar no membro dele.

-tao grande jared..jensen massagiou o membro do moreno.

-jen tambem é..gra..grande..ahh..

-grosso..delicioso.. jensen falou antes de engolir o membro do moreno que arqueou as costa.

-jay gosta disso..jen..chu..chupa jay..bom..jen chupa..ahh..

jensen chupava o membro do moreno com gula fazendo um vai e vem delicioso que jared nao demorou menos de cinco minutos pra se derramar na boca dele.

-voce é tao..delicioso.. jensen falou apos engolir o prazer do moreno.-tudo bem?

-ja..jay bem.. falou o moreno ofegante.-be..beija..

-te beijar? jensen se deitou em cima do moreno.

-beijar na boca..

-na sua boca..jensen deu varios beijos no pescoço de jared.

-na boca de jay..jay quer beijo na boca..

-nessa boquinha linda..macia.. jensen passou o dedo nos labios do moreno.

-beija.. jared estava desesperado pra sentir os labios do loiro junto ao  seus..era como se fosse uma necessidade..um vicio.

jensen tomou seus labios num beijo quente e molhado que jared correspondeu a altura.

Apos se amarem jensen tomaram banho que foi bem demorado.

-daqui á pouco meu pai ta chegando.jensen falou ao rompeu o beijo.

-jay quer acasalar de novo..

-eu tambem mas..nao..nao podemos..

-mas jay quer..

-mais tarde tem mais..

-jen promete?

-prometo...

-jay espera jen..

-ele chegou..O loiro falou ao ouvir a campanhia tocar deu um beijo rapido no moreno e foi atender a porta.

Jared sentou no sofá e coronel no seu colo ambos nao estava esperando aquela visita.

-chad.. jensen abriu a porta e fechou a cara.

-oi jensen. chad falou firme.

-o que voce..

-chad.. jared se levantou ao ouvir a voz do ruivo.

-jared.. chad entrou sem ser convidado.

-chad ver jay.. O moreno falou antes de ser abraçado pelo ruivo.

Jensen fechou o punho ao ver a cena ainda nao conseguia entender porque jared gostava daquele ruivo sem graça.

O coraçao do loiro apertou ao lembrar da noite anterior..a briga com misha..misha terminado com chad..

Chad agora estava livre pra poder lutar por jared e pelo que o ruivo disse na noite anterior tinha certeza que ia fazer isso.

-voce ta bem? chad perguntou apos romper o abraço.

-jay bem.. respondeu o moreno sorrindo.

-eu..

-misha vem ver jay tambem?

-ele..

-é chad.. jensen se aproximou e segurou o moreno pela cintura de um jeito possessivo.-o misha nao vem ver o meu jay..

jensen enfatizou bem o meu pra deixar claro pro ruivo a quem o moreno pertencia.

-nós terminamos. respondeu chad e jensen pode ver um pouco de tristeza na voz dele.-tenho certeza que ele ja deve ter ti contado.

-sim.. jensen respondeu.

-chad nao mais com misha?perguntou o moreno

-é..nao deu certo.

-jay triste por chad e misha.

-jay.. chad fez mençao de tocar no rosto de jared mais se conteve ao ver o olhar fuzilante do loiro.

-chad nao é mais de misha. jared olhou pro loiro.

-nao..o misha nao merecia certa coisas. jensen respondeu num tom serio.

-jay nao entendeu.

-depois te explico.jensen alisou seu rosto.

-jay espera jen explicar.

-nao tem o que explicar. chad chamou atençao pra ele.-nao deu certo..

-as coisa nao dao certa quando as pessoas nao lutam pra dar. jensen falou segurando a vontade de socar a cara do ruivinho.

-nem tudo é pra sempre jensen.

-jay e jen é.. jared falou fazendo o coraçao do loiro bater forte e de chad apertar ao ouvir isso.

-jay.. jensen sentia o coraçao querer saltar do peito

-voce é inocente demais jared. chad falou meio irritado.-acha mesmo que o que voces tem é pra sempre?

-cala boca chad. jensen estava perdendo a paciencia.

-chad bravo com jay?perguntou o moreno triste .

-nao jay..eu nao to bravo com voce mas..

-mas nada. jensen o cortou.-ta na hora de voce ir chad..

-eu..

-o jay precisa descansar..eu vou sair e..

-nao confia nele.. 

-nao confiu em voce.. jensen se posiciou na frente do ruivo de um jeito ameaçador.

-jen bravo com chad?perguntou o moreno sentindo um clima estranho no ar.

-nao minha vida. jensen se afastou algo dentro dele sabia que se machucasse aquele ruivo jared nao o ia perdoa-lo tao facil..ou talvez nunca o perdoasse.

-so estamos conversando jay. chad falou sorrindo fraco.

-jay ta na hora do seu café..voce ainda precisa tomar os medicamentos.

-jay nao gosta..

-eu sei minha vida..mais voce precisa.

-jay toma entao..O moreno foi pro quarto onde tava os medicamentos deixando os dois sozinhos.

-se afasta dele chad.. jensen agarrou o ruivo pelo colarin da camisa.

-se afaste voce dele..

-como se atreve vim na minha casa e..

-ele nao é seu jensen..

-é..ele é meu sim..e voce nao se atreva 

-me atreve a que?a tentar uma chance com ele..

-esculta aqui seu...

-o que ta acontecendo aqui?Roger perguntou parado na porta

-pai.. jensen largou o ruivo.-nada..so estamos conversando..nao é chad?

-sim.. chad ajeitou a roupa.-como vai roger?

-bem eu..eu nao gosto desse tipo de conversa.

-pai..

-isso é coisa de animais e..

-roger.. jared voltou do quarto e correu pra abraçar roger 

-como ta garoto? 

-jay ta bem? 

-que bom..roger rompeu o abraço.-ja tomou café..

-jay com fome ainda..

-jensen.. roger olhou pro filho.

-nós ja estavamos indo..

-sei..vamos tomar café..

-jay com fome..

-eu tambem..roger falou sorrindo.

-chad comer com jay?

-eu..

-nao ele..ele ta de saida..respondeu jensen 

-é jay..fica pra proxima..

-chad ir embora?

-é..tenho algumas coisa pra resolver..

-entao vai la logo.. jensen falou recebendo um olhar bravo do pai.

-sim eu..

-o jen tambem vai.. roger falou chamando atençao deles.

-mas pai eu..

-ta na sua hora filho.

-é jensen.. chad sorriu.-ta na sua hora tambem..

-esculta aqui seu..

-jen ir tambem? jared perguntou se aproximando do loiro.

-mas nao demoro ta.

-hurum..

-sua pasta.. roger entregou a pasta pro filho.

-valeu pai..

-ate mais jay.. chad abraçou o moreno sem se importar com o olhar fuzilante do loiro.

-jay ver chad amanha..

-claro. chad rompeu o abraço e se desperdiu de roger.

-se comporta hein..jensen falou sorrindo.

-jay se comporta.

-ate daqui á pouco. jensen tomou os labios do moreno num beijo quente e possessivo sorrindo ao ver olhar de desagrado do ruivo.

-ate pouco.. jared falou apos romperem o beijo.

Roger fechou a porta e olhou pro moreno:

-enfim sós. brincou roger sorrindo.

-hurum..

-pensei que eles nao fosse ir embora nunca..

-jay nao gostou deles ir..

-eu sei mas..era preciso.

-jay com saudade de jen.

-ja..

-hurum..

-tenho certeza que ele tambem ja ta com saudades de voce..pode aposta.

A Tarde veio rapido jensen tentou ligar pra misha mais o amigo nao atendia.

-que droga mi.. o loiro desligou o celular.

-precisamos conversar.. chad entrou no escritorio do loiro sem bater e sem ser anuciado.

-mas que..

-sua secretaria nao me viu entrar..entao a culpa nao é dela..

-bater na porta nao mata ninguem.

-eu sei..chad fechou a porta.

-o que voce quer chad?

-temos um assunto serio pra..

-se for pra falar do misha eu..

-nao é dele..nao ainda.

-voce nao..

-eu gosto do jared.

-desgraçadoI jensen bateu as maos na mesa.-ainda tem coragem de..

-de o que?gritou chad.-estou querendo jogar limpo com voce..

-jogar limpo..o misha caiu da escada e voce aqui tentando tirar o jared de mim..enquanto era pra está la..tentando voltar com o misha.

-o misha é problema meu..

-ai que voce se enganar..ele é meu melhor amigo

-eu vou resolver com ele,mais o que me interressa nesse momento é o jared..

-fica longe dele chad..

-nao posso

-o que?

-nao posso me afastar dele..

-porque nao?

-NAO SEI..SO SEI QUE NAO POSSO.

-TENTE..

-EU JA TENTEI..EU PRECISO FICAR PERTO DELE...SO SEI DISSO..E O QUE SINTO POR ELE  É MAIS FORTE..É MUITO FORTE.NAO DAR PRA EXPLICAR.

-SE AFASTE DELE,PORQUE ARRANCO SEU FIGADO SE NAO FIZER ISSO.

 

 


Notas Finais


agora o bicho pega né


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...