História Magic Circus - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Taehyung (V), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys, Bts, Circo, Circus, Hoseok, Jikook, Jimin, Jungkook, Taehyung, Vhope, Yaoi
Visualizações 60
Palavras 2.253
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieiieieieie
Tão bem? Esperou que xiiiien

Boa leitura

Capítulo 2 - Sempre te esperei


Fanfic / Fanfiction Magic Circus - Capítulo 2 - Sempre te esperei

10 anos depois...

Depois de 10 anos, jungkook com 39 anos, como seus amigos Taehyung e Hoseok, Taeshin com 26.
Taehyung e Hoseok continuavam casados, Taeshin decidiu que era hora de ele e seu namorado unirem laços, então de casaram e adotaram uma menina. Jungkook...? jungkook ainda esperava.
Taehyung, Hoseok e Taeshin já haviam o aconselhado diversas vezes pra ele desistir e ir a procura de um novo amor, disseram que ele já estava ficando velho, que ele tava perdendo tempo, que a vida era curta... Mas o Jeon não se importava, ele e jimin fizeram uma promessa e iam cumpri-la.

Todos os dias jungkook passava Onde estava armado, a anos garoto,,,o magic circo, suspirava triste ao ver que o lugar estava deserto, se lembrava de momentos que tivera ali, do Jimin, de como seu coração acelerava ao ver o garoto de cabelos rosa, de como ele ficava boquiaberto ao ver o Park indo de um lado para o outro num trapézio. Jeon nunca esqueceu dele, cada detalhe seu, jungkook lembrava, os lábios carnudos e rosados do garoto, o tom rosado que sua bochecha ganhava quando seus olhares se cruzavam, do sorriso dele... Cada detalhe daquele garoto jungkook lembrava.

Num certo dia ao passar em frente do circo, ele viu um homem, aparentemente pedido.

-ah, oi... -ele disse, fazendo o homem se virar pra olha-lo- está perdido?

Era um homem baixo, cabelos negros, lábios carnudos, ele não fazia a barba a um bom tempo, com um semblante sério, parecia estar a procura de alguém ou algum lugar... Ele estava a procura de algo.

-Jeon...? -ele perguntou encarando o menino nos olhos e depois de uns segundos dando um sorriso iluminado

-jimin...? -jungkook perguntou sorrindo e o mesmo acentiu animado- JIMIN! -ele abraçou o garoto, que já não era mais garoto, sorrindo- você tá bem? Eu te esperei por tanto tempo! Você finalmente tá aqui

-eu te procurei por todo esse tempo kookie, consigui pagar minha divida... tô livre -ele disse sorrindo

-eu tô tão feliz -jungkook deixou uma lágrima escapar de seus olhos- sempre diziam pra eu desistir, mas eu nunca deixei de vir aqui, todo dia eu vinha a tua espera

-e eu nunca desisti de te procurar kookie... eu tava com tanta saudade -ele respondeu secando a lágrima de descia pelo rosto do acastanhado

-vamos... Vamos pra casa -jungkook disse puxando ele pela mão e o mesmo sorriu e o acompanhou

...

Taehyung:

Quer dizer que o trapezista voltou

You:

SIM
ELE VOLTOU
PRA MIM
TÁ AQUI EM CASA

Taehyung:

Okay, tô indo aí com o hobi

You:

Certo

...

*ding dong*

-deve ser eles -jungkook disse animado, indo em direção da porta, abrindo a mesma

-cadê ele? -perguntou taehyung adentrando a casa, puxando o hobi pela mão

-ali... -disse como se fosse óbvio, apontando para o sofá

Taehyung e Hoseok o olharam confusos

-jimin... Não tem ninguém aqui -disse taehyung num tom calmo, porém ele tava preocupado com o amigo

-não... olha ele aqui... -jungkook respondeu confuso apoiando a mão no ombro do homem

-ah, kookie... Você tá apoiando a mão no ar -hobi disse, também calmo

-não... Você estão tentando me enganar, parem com isso. Ele tá aqui -jungkook disse já furioso.

-jungkook, para com isso. Já tá passando dos limites, você agora está delirando... chega! Você não é mais adolescente. Não tem ninguém aí -taehyung disse sério, vendo uma expressão triste tomar conta da face do Jeon e Hoseok tentava acalmar o marido

-é... Por favor, me deixem só um pouco -jungkook disse apontando pra porta

-tem certeza? -Hoseok perguntou preocupado e jungkook acentiu em resposta- okay, qualquer coisa é só ligar...

E saíram, deixando o jungkook sozinho. Ele já estava paranóico, num ponto extremo... Até preocupante. Já fazia 18 anos que ele não dormia em paz, todas as noites pensava no jimin, sonhava com o jimin, de dia ia atrás do jimin... Sua vida estava se resumindo a aquilo. Será que ele realmente tava exagerando?
Mas... Eles tinham uma promessa...

*Trimmmmmmmm*

Jungkook acorda com o som irritante do despertador. Mas foi até bom, o sonho que tivera não o deixou bem. Será que aquilo era um sinal dizendo que ele tava passando dos limites e que
precisava seguir em frente?
Mas... Eles tinham uma promessa...

*nova mensagem*

Taehyung:

Bom dia!
Tá aí bela adormecida?
Bora acordar

You:

Tô aqui tae
Bom dia

Taehyung:

Que animação é essa ein?!
Algo tá te chateando

You:

Não
Eu tô bem
Obrigado pela preocupação

Taehyung:

Sempre que precisar eu tô aqui

You:

Oky

...

Lá está Jeon, novamente. Naquele mesmo terreno abandonado, onde anos atrás foi um circo iluminado e colorido. Mas era a última vez, ele tinha prometido para ele mesmo que essa era a última vez que ele esperava, ele já estava ficando paranóico, louco... Já haviam se passado 18 anos, 18 anos e ele não sai desse mesmo trilho.

Ele tava sentado no banco do carro, olhando fixamente para aquele terreno cheio de mato. Lembrava de jimin e da promessa deles.


"eu vou pagar essa dívida jungkook, e quando eu finalmente me livrar disso eu irei voltar. Eu prometo"

" eu irei voltar bonnie"

Essas frases ecoavam na cabeça do Jeon enquanto ele olhava para o terreno, onde não tinha uma pessoa. Aquele lugar já foi tão bonito...

De repente um homem apareceu, andando e olhando para os lados, como se tivesse procurando algo

-será que... -jungkook pensou se levantando e indo até ele- oi... Precisa de ajuda?

-Ah, não preci... -o homem baixo, de cabelos negros e lábios carnudos levantou o olhar para olhar o homem a sua frente, para olha-lo nos olhos. Mas parou no meio da frase ao perceber quem era o homem, ou quem aparentava ser- Bonnie?

Jungkook não podia acreditar

-oi? -ele perguntou confuso- só quem me chamava assim era o... jimin?! -ele abriu um sorriso animado e o homem a sua frente assentiu sorrindo

Ele abraçou o homem baixo a sua frente

-não pode ser real... É você mesmo? -ele perguntou tocando o rosto do homem que ria

-sim, sou eu -ele disse rindo- senti tanto a sua falta

-eu também jimin, fiquei te esperando esse tempo todo -ele disse deixando uma lágrima escapar- eu... Eu te amo jimin

-eu também te amo muito, nunca te esqueci em todos esses anos -ele disse também chorando- mas dessa vez eu não vou pra lugar algum... Se não for com você -disse por fim sorrindo, um sorriso verdadeiro

Jungkook ao ouvir aquela frase sorriu também, não podia acreditar que aquilo estava realmente acontecendo. Puxou o homem pela cintura e o beijou, um beijo que ambos esperaram durante anos, um beijo que ninguém conseguiria substituir. Os lábios deles eram como o encaixe perfeito, seus corações batiam em uníssono, as respirações na sintonia mais perfeita, eles se sentiam em um universo somente deles, onde não existia ninguém, somente eles.
Será que era somente um sonho novamente? Se fosse, Jeon jungkook não queria acordar nunca mais.

-te amo -jungkook disse quando a falta de ar chegou pra ambos, com a testa encostada uma na outra e olhos fechados, só sentindo o aroma adorável que o outro exalava

-eu te amo mais -jimin disse sorrindo

...

-nossa cara, não acredito que você realmente veio -Taehyung disse boquiaberto

-fizemos uma promessa, uma promessa de nunca desistir um do outro. Eu prometi voltar e ele prometeu me esperar, aqui estamos... -jimin disse sorrindo, abraçado ao jungkook

-fico realmente muito feliz por vocês -disse hoseok sorrindo

-espera... Quer dizer que você é aquele trapezista de cabelos rosa de anos atrás -Taeshin perguntou impressionado- caralho, essa história de vocês parece novela mexicana -ele disse por final e todos riram

-quer dizer que você não trabalha mais com circo- perguntou Taehyung

-não, eu não quero mais trabalhar com isso, me separar das pessoas que amo... irei procurar um emprego por aqui mesmo

-okay, tá tudo muito lindo, mas de que horas vamos ao circo? -perguntou Taeshin e todos riram

-aish, você ainda parece aquela criança de 18 anos atrás -ele disse e o Taeshin deu língua fazendo todos rirem e seu marido beijar a bochecha dele

...

-esse circo é muito bonito -disse jimin encantando ao ver a enorme tenda montada e suas luzes coloridas

-concordo -disse jungkook sorrindo

-concordamos -todos disseram em uníssono fazendo o casal rir

-então, vamos entrar -disse jungkook e foram em direção da bilheteria

...

-Senhoras e senhores, meninos e meninas. Sejam todos bem vindos ao lar de maravilhas nunca vistas. Onde você chora, ri, fica aflito e principalmente... surpreendido.  SEJAM TODOS BEM VINDOS, AO MAGIC CIRCUS -o apresentador disse animado recebendo palmas e as luzes apagaram-se novamente.

Park jimin ficou boquiaberto, não só ele... Todos ficaram. Era o mesmo circo que ele trabalhava, mas o apresentador e aparentemente, dono do circo, não era o senhor Kang, e sim um garoto que aparentava ter a mesma idade deles, talvez mais novo, de pele branca e madeixas azuis.

-esse é... -Taehyung começou a frase

-...o circo que eu trabalhava... -disse jimin completando a frase

-você tá bem amor? -jungkook perguntou sorrindo e jimin disse "sim" sorrindo

O espetáculo se passou como antigamente, luzes se apagando e voltando com pessoas e coisas no palco, apresentações fabulosamente impressionantes. Até que... chegou a hora do trapézio

-agora com vocês nosso trapezista, Lee Taemin-o apresentador disse enquanto o trapezista subia ao trapézio e todos batiam palmas

Ele começou a fazer sua performance no trapézio, ia de um lado ao outro, se jogava de um trapézio para outro... Tudo como antigamente

-você... Você sente falta -jungkook perguntou a jimin, aflito

-e sentia a sua falta, eu amava fazer trapézio, mas não era meu ververdadeiro amar e motivo de viver... Mas você é meu amor e minha vida -jimin disse sorrindo sem mostrar os dentes e jungkook abriu um sorriso grande, em seguida beijando jimin

-isso não é lugar pra se pegar piranhas. Tem crianças aqui -Taehyung disse jogando pipoca neles que riram

...

-ah, já acabou? -perguntou Taeshin fazendo bico

-hey tae, como pode você não ter mudado nada à 28 anos? -hobi perguntou rindo- mas sinceramente, eu também tava amando

-pena que acabou -Taehyung disse suspirando- mas... A noite ainda não, concorda hobie? -Taehyung perguntou ao marido sorrindo malicioso

-então acho bom irmos logo, vem -ele disse puxando Taehyung pela camisa e correu em direção da saída

-vamos amor, temos maratona de séries pra fazer -disse o marido de Taeshin e o mesmo assentiu sorrindo

-tchau kook, tchau jimin -taeshin disse se despedindo, depois indo em direção da saída também

-tchau -jungkook e jimin disseram em uníssono

-então... Vamos? -perguntou jungkook pegando na mão de jimin

-vamos -jimin respondeu sorrindo sem mostrar os dentes e foram em direção da saída também

Jimin olhou pra trás e viu o homem de cabelos azuis

-espera kook, tenho uma dúvida pra tirar -ele disse se soltando da mão dele e correndo de volta ao circo

-me espera -jungkook correu atrás dele

Quando o apresentador percebeu a presença deles deu um sorriso sem mostrar os dentes

-é... oi, sou o ji...

-eu sei quem é você, Park jimin -ele disse sorrindo

-an... sim, o próprio. Provavelmente também sabe que eu era o antigo trapezista desse circo. Eu só queria perguntar... O que houve com o antigo dono?

-ah, meu pai... -ele suspirando e dando um sorriso sem mostrar os dentes- ele se matou

-se matou? -jimin perguntou boquiaberto

-é... Sabe, tiro na cabeça. Pra falar a verdade ele tava quase morrendo... bebidas, cigarros. Ele só agilizou o serviço -ele disse ainda sorrindo

-mas... Por que ele fez isso? -jimin perguntou confuso

-ele não conseguiu carregar o peso da culpa jimin, ter engravidado uma garota sem ela ter vontade, ter gerado uma vida que não foi desejado, no caso esse de cabelos azuis que vos fala. Ter obrigado você a usar seu corpo pra chamar pessoas pro circo dele, sem falar de outros milhares de motivos... Ele simplesmente, se matou -ele disse calmo, como se não fosse nada tão sério

-você diz isso tão...

-calmo? -ele interrompeu jimin- ah, eu o odiava jimin. Você também, não é?

Jimin nada respondeu, não sabia o que responder.

-não se sinta culpado, nem carregue nenhum peso nas costas. Esse foi o fim dele porque ele começou da forma errada. Quem planta o mal...

-... colhe o mal... -jimin completou a frase cabisbaixo

-sim... A frase que ele nos ensinou. O que é irônico, ele plantou o mal e olhe só -ele disse finalmente rindo- bem, se não se importam... Tenho que ir, mas foi bom conversar com você jimin -o azulado se virou e foi embora

Jimin não sabia o que dizer, o que fazer... jungkook não sabia o que falar. Se olharam e caminharam em direção da saída

-não sei o que falar... -jungkook disse

-nem eu... Mas, vamos embora -ele pediu e jungkook assentiu

...

-você tá bem amor? -jungkook perguntou preocupado

Ele e jimin estavam deitados na cama assitindo a um dorama, mas ele estava muito calado desde o circo

-tô bem -ele sorriu sem mostrar os dentes e voltou a assistir

-jimin, saiba que sempre podes contar comigo, se precisar de ajuda eu vou até o fim do mundo te ajudar. Por que eu te amo

-eu também te amo e pode contar comigo também. Eu sempre estive te procurando, nunca desisti

-e eu sempre estive te esperando, nunca desisti também -ele sorriu e o menor selou os seus lábios

-te amo

-também te amo


The end 


Notas Finais


Então... Oky, ficou ruim, ficou clichê. Mas eu tentei, sem falar que eu tô sem criatividade

Tô com um sono...

Enfim, espero que tenham gostado

Bjin

Com amor, cupcakexxx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...