História Magic Shop - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 5
Palavras 1.475
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Incesto
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Magic Shop 03


Fanfic / Fanfiction Magic Shop - Capítulo 3 - Magic Shop 03

Magic Shop, dia 18 de maio de 2018.

Jungkook despertou assustado procurando por Jimin assim que recobrou a consciência, nem mesmo os olhos ainda fechados o impediram de buscar pelo rapaz que estava graças a um bom Deus em seu colo ainda, abriu os olhos incomodando se com a claridade mas logo acostumando e reparando melhor no local onde estava, haviam 5 poltronas a sua frente cada uma de uma cor com uma pessoa diferente na mesma quase todas os analisando, reparou que na primeira poltrona a esquerda estava um homem que o olhava mas não nos olhos segurando uma mochila preta cuja na mesma havia uma bandana vermelha amarrada sua poltrona era branca como neve assim como suas roupas também tinham máscaras atrás de sí, ao lado direiro do mesmo um Homem com um pote de pirulitos nas mãos o encarava de maneira fria sua poltrona era amarela como os doces, o homem ao meio tinha um olhar sofrido e terno e não tinha nada em mãos apenas segurava nas mãos dos que estavam ao seu lado, sua poltrona é de uma cor cujo Jeon não sabia descrever nunca tinha visto aquela cor encantadora em sua vida toda, a direita do mesmo um homem segurava entre os dedos um prendedor de cabelo preto e simples olhava para baixo e forçava um lado de sua bochecha onde se era possível ver uma covinha definida,sua poltrona era preta como a noite e ao seu lado na última poltrona um homem de segurava um bolo passando o dedo pela cobertua e a lambendo repetidas vezes sem os dar atenção, sua poltrona tinha cor vermelha sangue, Jeon se mexeu desconfortável percebendo somente agora que Jimin já tinha acordado e encarava todos homens a frente assim com ele mesmo já havia feito.

- amor onde a gente ta?- perguntou o pequeno no seu colo com medo na voz.- eu tô com medo kookie.- o abraçou pois também estava.

- eu também não sei anjo, nao se preocupe vamos arrumar um jeito de sair daqui.- beijou a testa de Jimin rapidamente, olhando apenas agora para onde estava sentado notando ser uma poltrona igual a do homem que estava no meio, a cor de perto para sí era ainda mais linda perdia somente para Jimin em sua cabeça, ouviram um coçar de garganta para chamar atenção dos mesmo vindo da frente era o homem do olhar frio que os chamava.

- Bom, já que ninguém se pronuncia eu vou.- diz sério apertando levemente a mão que segurava a sua não se sabia se era para que a soltarem ou para despertar o outro.- É...nunca sei como começar isso.- coça a nuca agora envergonhado, notando que o branquelo estava com dificuldades Jimin começa a guiar a conversa, mesmo com um turbilhão de coisas rodando as mentes dos namorados ambos mantinham a calma.

- pode começar dizendo onde exatamente a gente ta e como viemos parar aqui,hum..quem são vocês o por que de estarmos aqui também.- diz Jimin atraindo os olhos dos sentados naquela sala, ao fundo uma música clássica podia agora ser ouvida.

- ok...começarei explicando o que é Magic Shop então.- com um pirulito em mãos o branquelo começa fazendo com que Jimin e Jungkook se recordem do nome e da história contada no caminho para Joomon mas não podia ser real né riram de seus próprios pensamentos.- Magic Shop é um lugar onde você obrigatóriamente troca algo ruim por algo bom não importa o que seja, vocês vieram para cá por que "a casa" os chamou e para os livrarem de um futuro trágico.

- Pelo que sei vocês estão assim como eu em um caso especial onde dependem de pessoas e não objetos.- pela primeira vez o homem de olhar sofrido e terno se pronuncia com melancolia em sua voz.- e...eu me chamo Seokjin esses a minha esquerda são Yoongi e Taehyung e a direita são Namjoon e Hoseok.- disse ele apontado um por um respectivamente os namorados apenas assentem tentando digerir todas as informações recebidas.

- é...o que temos de fazer para sair daqui?- pergunta Jungkook apreensivo.

- Então para isso precisamos que vocês nos contêm sua história.- Seokjin diz e todos ficam olhando os esperando uma resposta,  os recém chegados não gostavam de ter que falar daquilo mas não tinham escolhas e nem condições para pensar melhor estavam assustados e confusos internamente,tudo parecia um sonho.

- Como começar...hum...bom é vamos do começo.- diz Jimin claramente nervoso e para relaxar um pouco Jeon o aperta mais em seus braços como se o protegesse confortando o.- eu e Jungkook sempre moramos juntos, já que somos filhos do mesmo pai e morávamos com ele pois nossas mães não tinham condições, assim eu e o kook sempre tivemos uma relação próxima de irmão com irmão, mas aos 17 anos nós acabamos nós amando pela primeira vez depois de uma festa e gostamos tanto que repetimos várias vezes mesmo sabendo ser errado, aos 18 tentamos nos afastar porque já não conseguíamos mais nos tratar como irmãos, o que gerou muitas brigas por ciúmes e frustração estávamos tão envolvidos que não passamos de um mês longe adoeciamos e ainda adoecemos sempre que ficámos longe mas não podíamos e não podemos ficar juntos contudo nosso amor é tão grande que se nos separarmos e deixarmos esse pecado morreremos ou se continuarmos morreremos de culpa a um ano decidimos aproveitar um ao outro com se fosse a última fez já que um dia vai ser.- Jimin expôs sua história com Jeon pela Primeira vez se sentia tão leve mas também com tanto medo do que falariam se os julgariam por viver em um meio incesto e se encolheu mais ainda no colo que Jungkook que deixava vários beijinhos em sí sem ligar para os outro cinco presentes na sala fazendo Jimin sorrir em meio a tudo aquilo, ao analisar e conversar silenciosamente por olhares com os outros rapazes Seokjin resolveu se pronunciar.

-Lamento interromper o casal mas já temos as opções.- disse atraindo a atenção de Jeon e Park para sí.-Pelo que vejo estão aqui juntos pois são a tristeza mais profunda e o amor mais intenso e verdadeiro um do outro sendo assim darei lhes três opções, a primeira é ficar aqui para sempre e viver esse amor sem os olhos da sociedade e de julgadores, a segunda é voltarem para o início de suas vidas e nascerem como desconhecidos recomeçando a vida do zero e a terceira mais dolorosa é sacrifício um de vocês fica aqui conosco com as alianças de namoro que estão em seus dedos sem se lembrar o real motivo delas e o outro volta ao mundo sem se lembrar da existência do que ficou,a escolha é que vocês pensem muito bem todas as alternativas são permanentes para a vida toda, vamos a porta da escolha e lá será escolhido de forma aleatória pelos guardadores de dor quem irá usar a chave da escolha.-levantou-se sozinho e caminhou até uma porta ao lado esquerdo.-Vamos temos que ser rápidos.- ele chama os ainda namorados que se levantam e incertos de mãos dadas e o seguem, entram em um lugar onde parecem ter sido jogados e veem a frente um homem de capa encapuzada e preta usando uma das máscaras que estavam atrás de Taehyung, Seokjin posiciona se ao lado dos mesmos e já um sinal muda para que o provável guardador de dor escolher ele rapidamente entrega a caixa com a chave para Jungkook que surpreso da passos para trás soltando a mão de Jimin e ao se recompor e pegar a chave sente um peso enorme em suas mãos a decisão sobre aquilo era demais para sí não queria prender Jimin mas também não conseguia deixa lo ir caminhou até a porta indicada por Seokjin e se posionou de frente a mesma.

-Você deve girar a chave mentalizando sua escolha.-Seok o instruiu, assentiu e olhou uma talvez última vez para Jimin e implorava para que escolhesse a primeira, porém em sua mente esquecer seria mais justo para Jimin que sonhava com ser dançarino, a segunda era muito incerta para ambos pois poderiam não se encontrar se voltassem para o início de suas vidas, o destino estava ali em suas mãos restava a ele escolher o que Jimin tanto implorava com o olhar ou seguir seu pensamento mais racional na hora Jeon poderia se arrepender do que fez mas nunca iria ser por completo e girou a chave na fechadura mentalizando por seu amor que não deve ser julgado por pessoas a não serem eles mesmos, pois o amor é amor com quem quer que seja ou como seja, um sentimento que varia tanto e ainda é incerto e incompreendido por alguns, não deve ser julgado por terceiros, e com esses pensamentos Jeon terminou de destrancar a porta do paraíso. Mal sabia o mais novo que era só o começo de seu labirinto...Fim?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...