História Mais que café - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias The GazettE
Personagens Reita, Ruki
Tags Fuffly, Gazette, Reita, Reituki, Ruki, The Gazette
Visualizações 101
Palavras 280
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um outro presente e esse é o último 💕

Capítulo 1 - .único; c a f é


Fanfic / Fanfiction Mais que café - Capítulo 1 - .único; c a f é


O problema de namorar um nerd é que ou você vai ser trocado pelo Lol ou você vai ser trocado pelos livros do Charles Bukowski. Graças ao bom Madara Takanori não conhece esse jogo honroso – xingar personagens é feio hein – o ruim é que as vezes ele está bem louco de café e começa a recitar trechos do livro. Outra mania do baixinho era beber café como quem bebe água, ele havia esvaziado uma garrafa de um litro em quarenta minutos, ele vai ter uma overdose.


– Takanori, você não pode beber café nunca mais na sua vida. – Disse e ele enfim tirou os olhos do livro para me encarar. – Sério, isso vai te matar. É muita cafeína para um chibi só.


– Mas, Aki… café é minha fonte de vida.


– E eu? – Eu nem me senti ofendido, magina.


– Você é minha fonte de amor, alegria, irritação, fofura… – Vi ele corar e quase soltei fogos. É meio comum essa coisa “nerd não arruma namorada, nerd se veste mal, nerd isso, nerd aquilo”, mas Taka é totalmente diferente. Ele é o cara que mais conhece de moda que eu já vi, além do mais ele não é tímido, só é na dele. Ele realmente não arrumou namorada, mas foi porque eu apareci na vida dele. E não, ele não é gay, na verdade  ele sequer se importa com rótulos. Takanori é só ele mesmo e eu gosto dele exatamente assim: pequenininho, dramático, fofo, mandão, lindo, esquentadinho… enfim, eu amo ele no todo, sabe? Sem tirar nem pôr.


– Sendo assim, você me ama, não é?


– Akira eu te amo mais que café seu bobo!


E era com aquele sorriso que eu ganhava meu dia. 


Notas Finais


Ficou tão gay que mds @JxWild espero não ter decepcionado rs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...