História Mais que uma staff - Imagine BTS (EM CORREÇÃO) - Capítulo 64


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Imagine, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga
Visualizações 638
Palavras 1.352
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura! ♥

Capítulo 64 - Cup Noodles


Fanfic / Fanfiction Mais que uma staff - Imagine BTS (EM CORREÇÃO) - Capítulo 64 - Cup Noodles

Ele se aproxima e se senta junto comigo no sofá, percebo seus cabelos com as pontas úmidas, e sua blusa branca sem caimento e uma bermuda preta, como pode ficar sexy?


Yg-Quer comer? –tomo um susto e arregalo os olhos-


QUE? Sim, sou mente suja.


Acordo dos meus pensamentos. Ata.


-Claro. –sorrio tentando disfarçar-


Yg-No sentido de comida, tá?! –sarcasmo na área-


-E logico, né Yoongi.


Me levanto e sigo Yoongi até a cozinha, assim que adentramos percebo como a casa e realmente enorme, olho em volta da enorme cozinha decorada com madeira escura e mármore branco.


Yg-O que quer comer? –pergunta o pálido se encostando na bancada-


-Eu aceito qualquer coisa.


Ele se vira sem dizer nada e vai em direção dos armários, começa a procurar algo naquele enorme armário.


Yg-Achei! –se vira com dois Cup Noodles na mão- Agora tem que esquentar a água.


Ele deixa os Cup Noodles na bancada e volta ao armário, pegando uma espécie de chaleira e a enchendo de água.


-Vai precisar de ajuda? –digo o vendo colocar a chaleira no fogão-


O observo rir debochado.


Yg-Você acha que eu não sei fazer um simples macarrão instantâneo? –fala sarcástico-


-Acho. –cruzo os braços-


Yg-Então você está enganada.


Reviro meus olhos e me sento nas cadeiras que ficam na frente do balcão.


Ali fico observando-o, ele pegou os Cup Noodles e os abriu. Era engraçado que ele estava todo atrapalhado e não parava de xingar qualquer coisa que caísse.


Logo a água já estava quente, o menino dos cabelos azuis pega a chaleira e derrama a água nos recipientes e os fecha.


-Parabéns! Sabe fazer. –digo batendo palma, e o vejo revirar os olhos-


Ele coloco a chaleira na pia para lavar e pega os Cup Noodles e os coloca no balcão, ainda temos que esperar um pouco para o macarrão amolecer. O vejo vindo em minha direção e sentando do meu lado, me fazendo engulir seco.


Olho para os lados e vejo pela a janela que ainda chove, mas mais forte.


O vejo suspira alto.


E lá estamos, nós dois no silencio.


3 Minutos depois.


Yoongi se levanta me assustando, e pega os Cup Noodles e dois hashi.


Yg-Vamos.


Ele anda em direção da sala, desço do banco e o sigo. Assim que chegamos na sala, ele coloca os Cup Noodles na mesa de centro juntos com os hashi. Simplesmente o vejo se jogar no sofá, se aconchegando.


Me sento do outro lado.


Yg-O que vamos assistir? –diz pegando o controle-


Assim que ele termina essa frase, as luzes se apagam. A merda! A energia tinha que acabar agora?


Yg-Mais que merda! Agora vamos comer no escuro...-o vejo colocar o controle na mesa de centro e pega o Cup Noodles-


Pego o meu e o abro pego os hashi, misturando o tempero.


...


Acabamos de comer. Foi estranho? Foi.


Só ouvia-se o barulho de algo sendo chupado, no nosso caso o macarrão. Acho que se desse pra ver meu rosto eu estava vermelha.


-Você não vai ligar pra ninguém vir arrumar a luz?


Yg-Não.


-Por que?


Yg-Porque no escuro eu não posso ver sua cara feia.


Suspiro revirando os olhos, sem muita paciência me levanto pegando a embalagem do Cup Noodles e os meus hashi me levantando, assim que dou alguns passos rápidos em direção a cozinha.


Sou puxada pelo pulso e acabo caindo no colo de Yoongi, a embalagem cai da minha mão juntos com o hashi. Minha bochechas no mesmo instante ficam vermelhas.


 “Meu orgulho está ferido, estou queimando

Meu rosto está quente, meu coração continua acelerado

Não consigo controlar meu corpo, estou ficando tonta”


-Ya! Me solta. –a mão de Yoongi continuavam firmes em meu pulso-


Yg-Você sabe que eu só estava brincando. –diz olhando em meus olhos, mesmo com a escuridão eu via o brilho em seus olhos-


-Sei! –puxo meu pulso o fazendo soltar-


Me levanto e ajeito o moletom e cato as coisas que caíram no chão, ando até a cozinha e jogo a embalagem fora e os hashi coloco na pia. Descido que não vou voltar pra sala agora, vai ficar um clima estranho.


Mas que menino abusado! Eu eim! Fica me puxando pro colo dele.


Ouço um barulho de passos, viro meu rosto.


Yg-Vou ir deitar. –diz colocando o rachi na pia-


Me levanto e fico o esperando. Assim que ele começa a andar em direção a o quarto o sigo.


Yg-Você vai ter que dormir comigo, porque eu não sei aonde está a chave do quarto de visitas e também não vou procurar no escuro.


-Ok.


Ele abre a porta do quarto, entro e fico parada na frente da cama, enquanto o vejo procurar um lençol no armário. Assim que o acha joga na cama.


Yg-Vai usar o banheiro?


-Vou.


Ando em direção do banheiro e fecho a porta assim que entro, faço minhas higienes e passo uma água na boca, já que não tinha como escovar os dentes.


Abro a porta e ando em direção da cama me deitando do lado direito, Yoongi entra no banheiro.


Suspiro olhando pros lados e pro lado desocupado da cama, que daqui a pouco será ocupado pelo meu adorável “inimigo”.


Não sei se e implicância minha ou aquele menino só me enche o saco, além que ele mexe comigo ainda e faz esse tipo de brincadeira.


Falando nele...


Sai do banheiro e eu me viro ficando do lado oposto dele, sinto a cama afundar significando que ele havia deitado. Me cubro e o outro faz o mesmo.


Pleno silencio.


15 minutos depois...


Eu ainda não consegui fechar meus olhos, sla. E muita coisa se passando em minha cabeça. Acho que o Senhor Sono já dormiu.


Me viro agora encarando o teto, suspiro novamente.


Vejo menino do meu lado se mexer, viro na posição como eu estava ficando de costa pra ele.


Yg-S/n eu sei que você ainda não dormiu...-ouço a voz rouca-


Novamente a cama se movimente, agora e como se o calor do meu corpo estivesse se misturando com o calor do corpo dele. Ele está mais perto, consigo sentir um pouco da sua respiração em minha nuca por conta do coque.


“É como se eu conseguisse te segurar, mas não consigo

Você não é fácil, e é por isso que eu te quero mais

Não consigo controlar meu coração, é ridículo”


Fecho meus olhos com força ao sentir a mão de Yoongi levemente em uma madeixa do meu cabelo o colocando atrás da minha orelha.


Yg-Apenas me escute. –tira a mão do meu cabelo- Me desculpe por hoje mais cedo, não queria ter gritado com você. Não queria ter feito isso, eu estava com raiva da chuva, daquelas meninos, do meu carro. Era pra ser tudo perfeito...Eu iria te levar ao parque e não para minha casa em Daegu, agora era pra nós estarmos em cada um sua casa. –sinto minhas bochechas esquentarem e um sorriso bobo se formar em meu rosto-


Você consegue sentir a minha respiração?

Eu quero você agora

Mesmo quando olho pra você

Eu sinto sua falta

Eu sou tão ruim nisso, você não pode me libertar?”


Yg-Eu sei que você está me ouvindo, me descupa...


Abro meu olhos e tomo coragem. Me viro ficando cara a cara com ele, logo que me viro vejo um sorriso se surgir na boca do menino, me fazendo sorrir.


-Te desculpo.


Yoongi se aproxima mais fazendo nossos rostos ficarem milímetros de distancia, consigo sentir a respiração quente dele bater com minha pele fria, o vejo fechar os olho e faço o mesmo.


Yg-Me desculpas por tudo, por cada vez que eu te xinguei, ou fiz outra coisa...Eu prometi ficar do seu lado...e acabei não ficando. –sussurra-


-Yoongi...


Yg-Me desculpe por todas as vezes que eu te machuquei...


O rosto de Yoongi se aproxima fazendo com que os milímetros sumissem, seus lábios estão colados com meu de uma forma maravilhosa, uma de suas mão estavam em meu cabelo o acariciando.


Querido, me abrace forte até eu explodir

Pare de pensar, o que é tão difícil nisso?

Me beije como se fosse uma mentira

Como se eu fosse seu último amor


Yoongi puxa minha cintura pra si, fazendo nossos corpos ficarem mais colados sua cabeça se levanta um pouco fazendo com que nossos lábios se encaixassem perfeitamente, minha mão param em sua nuca. Sinto seus lábios macios contra o meu iniciando um beijo calmo, sua língua quente adentrando em minha boca fazendo que como um pequeno choque percorresse meu corpo, sua língua quente explora cada pedacinho da minha boca com desejo, o seu cheiro do sabonete ainda estava em sua pele e como se aquele fosse um momento especial... Só nós dois.



Notas Finais


Continua?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...