História Mais uma vez apaixonada - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui, Personagens Originais
Tags Camilacabello, Camren, Fifth Harmony, Laurenjauregui
Visualizações 504
Palavras 1.241
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Tenham uma boa leitura.

Capítulo 7 - CAPÍTULO 7


-Está melhor?- pergunta ally, concordo com a cabeça e suspiro -Desabafa um pouco laur...vai te fazer bem- começa um carinho em meu cabelo.


-Eu me sinto sufocada ally...eu sou tão covarde- sinto minha garganta dar um nó e me sinto angustiada -tenho tanto medo de me assumir para minha família...Eles nunca vão me aceitar- sinto as lágrimas escorrerem livremente pelo meu rosto -Amo tanto eles ally...Eu cresci na sociedade cristã, mas depois que me descobri não era como se eu fosse daquele lugar já que os cristãos não aceitam um gay- um soluço alto escapa da minha boca.


-Saiba que eu e as meninas estamos do seu lado, independente de tudo- sorri docemente e eu sorrio agradecida, levanto a cabeça de seu colo e a abraço apertado, ficamos assim por um tempo até eu me acalmar e nos separamos -Quero fazer uma proposta- fala ally com um sorriso.


-O que é?- pergunto curiosa e ela solta uma risada.


-Que tal se a gente fazer assim, se você achar alguém por quem realmente gosta você vai se assumir para sua família, caso não ache alguém que realmente gosta caberá à você se assumir ou não- penso um pouco pela proposta e olho de volta pra ally.


-Feito- falo e ela bate palmas animada. O interfone do meu apartamento toca e eu arqueio as sobrancelhas pois as minhas amigas tinham passe livre para subirem -Quem deve ser?- pergunto.


-Vai se arrumar você tá horrível, eu atendo o interfone e deixo subir, se for algum conhecido nosso- fala e eu a olho indignada -vai logo- me empurra até o corredor, entro no banheiro jogo uma água no meu rosto e tento arrumar meu cabelo o máximo possível, assim que saiu do banheiro escuto uma voz conhecida e sinto meu coração acelerar instantaneamente, dou passos largos até a sala, e paro olhando para Camila que conversava com Ally. Camila estava linda com uma blusa branca que mostrava parte de sua barriga, uma causa jeans cinza com rasgo na coxa e um salto preto.


Demorou um tempo até as duas me notarem, Camila sorri e anda até mim.


-Sua mão está melhor?- pergunta pegando minha mão enfaixada.


-Sim...não é como se eu fosse perde-lá- sorrio de lado e encaro seus olhos que estavam fixos em mim -Como sabe onde moro?


-Dinah me deu seu endereço...queria saber como você estava.


-Estou bem obrigado- falo com um sorriso sincero -Não é todo dia que uma médica me visita depois de cuidar de mim em um hospital- falo e ela solta uma risada gostosa.


-Acho que já vou então...só queria ver se você estava bem- fala ainda me olhando como se ela não quisesse ir embora. Eu também não quero que vá- penso. Ela se vira, mas pego sua mão sentindo o choque novamente, e ela se vira surpresa.


-Hum...você não quer ficar?- ela arqueia as sobrancelhas e me explico -podemos ver um filme sei lá...pelo começo de nossa amizade- falo rápido e passo minha mão nervosamente no cabelo, ela solta uma risada.


-Não precisa ficar nervosa lolo- ela percebeu o que falou e cora fortemente, eu sorrio.


-Lolo?


-É um apelido...se não quiser que eu te cha-


-Eu quero que me chame assim- corto ela com um sorriso tímido -Quer ficar Camz?- pergunto divertida.


-Tudo bem- responde com um sorriso amigável -Espera aí...Camz?- ela ficou confusa, então foi minha vez de corar.


-Sim...você me deu um apelido, achei também que deveria ter dar um- falo passando minha mão direita na nuca.


-Gostei do apelido- fala com um sorriso lindo.


-Eu ainda estou aqui camren- fala Ally, que apesar de falar com irônia estava com um sorrisinho olhando nossa interação. 


-Camren?- Camila pergunta se virando para Ally -Eu já ouvi mani e lucy comentarem disso- fala me deixando surpresa. Dinah- penso. 


-Quem sabe com mais gente apoiando aconteça de verdade- fala Ally baixinho mas o suficiente para mim ouvir -já vou gente tenho que trabalhar- Ally vem até mim e me abraça, logo abraça Camila também -Cuida dela mila, ela realmente é um desastre na cozinha- fala e pisca para minha mais nova amiga que solta uma risada.


-pode deixar- olho indignada para as duas.


-Olha só um complô contra minha pessoa- falo e elas riem de mim e Ally vai embora 

-O que é Camren

-Ah...Dinah inventou esse negócio de Shipp, seu nome mais o meu- falo e mordo o lábio inferior e jurei ter visto Camila olhando meus lábios.


-Nossa...- nunca pensei em ter visto Camila mais vermelha do que naquele momento -Nem sei o que falar- ficamos um tempo trocando olhares intensos, castanhos nos verdes e verdes nos castanhos

-Eu vou pedir pizza...escolhe algum filme da Netflix para a gente?-  ela apenas assente, pego meu celular e peço duas caixas de pizza, assim que volto para a sala vejo agora Camila com minha blusa do Nirvana e um short curtinho, que estava grudado nela aliás, ela estava muito gostosa naquele short pequeno -Sério isso?- pergunto me referindo a minha roupa.


-Agora que somos amigas, não vejo problemas em pegar suas roupas emprestadas- fala com um sorriso presunçoso.

-Não me lembro de você ser tão folgada- resmungo e vou até a cozinha ela me segue pego o saco de pipoca e coloco no microondas.


-Como está sua...ficante?- fico tensa.


-Nós não estamos mais se encontrando- respondo sem a encarar, estava me lembrando do meu impulso por ter batido na parede.


-Ah...me desculpe- fala sem graça.

 

-Tá tudo bem- sorrio para a tranquilizar.

***

-Escolheu que filme?- pergunto me sentando no sofá já com uma vasilha com a pipoca, e as caixas de pizza na mesinha de centro da minha sala.


-Em meus sonhos...de romance parece bom- fala despausando o filme e se sentando do meu lado.


-Me lembre de nunca mais deixar você escolher algum filme- falo e Camila me empurra do sofá, o que faz eu gemer de dor nas costas enquanto Camila rir de mim, aproveitei que ela estava distraída e a puxei pela coxa, resultando em ela em cima de mim com os olhos arregalados segurando forte em meu peito e os lábios perigosamente perto dos meus,  olho para seus lábios e ela morde seu lábio inferior enquanto olhava para os meus.


 Me aproximo, ela faz o mesmo, nossos narizes já estavam se tocando, mas o barulho irritante de algum celular toca nos assustamos, Camila sai de cima de mim procurando seu celular, bufo,  me levanto pauso o filme, e ligo a luz da sala,  logo Camila volta com o celular na mão e corada.


-Eu...eu tenho que fazer um plantão no hospital, estão precisando de um médico- fala sem me encarar.


-Tudo bem- suspiro, Camila vai até o banheiro e logo volta já com sua roupa que veio e me deu a minha roupa, fomos lado a lado até a porta.


-Tchau lolo- fala e me dá um abraço para acabar com o clima chato que ficou.


-Tchau Camz- retribuo o abraço e ela se afasta -podemos no falar por mensagens certo?- pergunto passando a mão na nuca.


-Claro, vou te passar meu número.


-Não precisa- me apresso a falar e ela arqueia as sobrancelhas -Eu meio que pedi seu número para lucy da última vez que nos encontramos- falo sem jeito e ela sorri feliz.


-Então me manda mensagem- fala, me da um beijo na bochecha e sai andando, assim que entra no elevador me da um thauzinho e eu faço o mesmo, até a porta do mesmo se fechar, entro dentro de casa fecho a porta e me escorou no mesmo suspirando. Porra eu quase beijei minha antiga crush, e ela não fez nada para me impedir, acho que já é alguma coisa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...