História Maite Al Duzu? - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias La Casa de Papel
Personagens Personagens Originais
Tags Álvaro Morte, Amor, Itziar Ituno, La Casa De Papel, Professor, Raquel
Visualizações 82
Palavras 1.086
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pra falar a verdade, não prometo que esse será o último de hoje, pode ser que sim, pode ser que não! Por enquanto vão comentando. 😝😝
Música Inspiração pra esse capítulo
O QUE FALTA EM VOCÊ SOU EU - Marília Mendonça
"Falando em saudade
De novo eu acordei pensando em você
Já faz um mês que não te vejo
Trinta dias que eu acordo pensando em você
Não sei se você está bem
Se está gostando de outro alguém
O corte do cabelo tá do mesmo jeito
Aparentemente tudo igual
Vi uma foto sua com aquela roupa
Mas parecia que faltava alguma coisa
Nos traços do sorriso deu pra perceber
O que será que tá faltando em você?
O que falta em você sou eu
Seu sorriso precisa do meu
Sei que tá morrendo de saudade
Vem buscar logo a sua metade"
Boa Leitura ♥️

Capítulo 11 - O que falta em você?


Fanfic / Fanfiction Maite Al Duzu? - Capítulo 11 - O que falta em você?

PoV Itziar

Um mês longe de Álvaro e as coisas já haviam voltado ao normal, menos os meus pensamentos. Tentava me ocupar o máximo que conseguia pra não pensar nele. Me envolvi em uma peça de teatro e estava em fase de preparação para um CD demo que iria finalizar depois de alguns meses.

Estava em mais um dos ensaios da Ingot mas o meu ânimo era visível que não era dos melhores.

-Princesa

-Oi Roberto.

-Eu não estou  aguentando ver você assim
-Assim como?

-Itziar eu te conheço muito bem, e sei que você está sofrendo

-Vai passar, ninguém morre de amor
-Você gosta tanto dele assim? Mais do que um dia já gostou de mim?
-Quer mesmo saber?
-Não

-Deixa isso pra lá, eu vou ficar bem, tá bom.

-Ele está te fazendo sofrer, e se quiser um ombro pra chorar, sabe que sempre estarei aqui.

-Chorar? Eu choro por uma pizzaria​ fechada, não por homem.

Nós rimos e Roberto foi fazer passagem de som, e quando pensei que estava livre das torturas sobre os meus sentimentos, Juanpe sentou ao meu lado.

-E aí Castorzinha (Ele se referia aos meus dentes)

-Oi Juanpe

-Voltaram a se entender então?

-O que? Não! Eu e  Roberto não temos mais nada haver. Não dá mais, eu só vejo o Roberto como meu amigo, aliás eu acho que sempre o vi assim, como amigo... Porque com Álvaro descobri sentimentos que nem podia imaginar sentir.
-Então volta pra ele carai

-Não é tão fácil amigo, cheguei a uma conclusão que o que começa errado, termina errado, e senti isso na pele

-Então foi tudo um erro?

-Não, eu não me arrependo de nada
-Porra porque mulher é tão complicada?
-Com Álvaro também não dá mais pra continuar Juanpe
-E por que não dá?
-Porque muitas coisas foram ditas, e uma vez que as palavras saem da boca elas não voltam mais
-Então engole elas guela  a baixo e para de complicar sua vida. Quer saber vai toma no cu vocês dois, vai ser enrolado assim longe.

Juanpe saiu resmungando.

-Obrigado pelo ombro amigo Juanpe, é sempre um prazer conversar com você.

Juanpe era desbocado, mas ele pôde me fazer sorrir um pouco, e ele tinha razão, nós dois éramos muito complicados, e por um momento senti que não queria mais aquela complicação na minha vida.

Acabando o ensaio corri para o Teatro, eu procurava não dá espaço de tempo pra minha cabeça ficar livre pra qualquer tipo de pensamento relacionado a Madri, a série, ou a Álvaro, me mantinha ocupada e focada em outras coisas o máximo que podia.


PoV Álvaro

Peguei o avião e pra falar a verdade estava muito nervoso e ancioso em rever Itziar. Eu iria a Bassauri apenas ver a peça e logo em seguida voltar para Madri. Parecia loucura pegar um avião só para fazer isso, mas nos últimos meses a minha vida já havia sido uma completa loucura de qualquer maneira. Abri o Instagram de Itziar em uma foto que ela havia postado a alguns dias atrás, ela estava com uma blusa branca que havia dado á ela, e estava olhando para a janela, o sol brilhava sobre seu rosto e na legenda dizia “O sol! Por fim...aquece a alma”, seu olhar e seu sorriso eram os mesmos, sempre tão linda, sempre tão simples, mas faltava algo nela, cheguei a questionar se ela ainda elevava o seus pensamentos até mim, se o que faltava nela era eu, se Roberto estava á fazendo feliz como ela deveria ser.

Cheguei e o espetáculo já havia começado. Acabei pegando uma cadeira nos fundos do Teatro, a peça era humorística, nunca havia visto Itziar fazer algo engraçado, e ela se saia muito bem, ela era uma artista nata. A uma certa altura da peça Itziar fez um movimento que passaria desapercebido a qualquer​ olhar, menos ao meu, ela colocou delicadamente seus cabelos atrás da orelha, que saudades me fazia aquela mania. Fiquei ali tentando prestar atenção na peça, mas meus olhos só procuravam Itziar a todo momento em que ela aparecia.

Ao final do espetáculo me aproximei de Roberto para falar com ele, e queria que aquilo fosse o mais breve possível.

-Roberto

-Você aqui?

-Vim pra assistir o espetáculo

-Que bom, gostou?

-Itziar é sempre perfeita em tudo que faz. Eu quero ser breve, pode me fazer um favor?

-Se estiver ao meu alcance.

Entreguei a caixinha com os presentes de Itziar para ele.

-Entrega pra Itz antes dela ir embora, amanhã é aniversário dela e eu planejei um dia com ela a um mês atrás, mas já que nunca vai acontecer, pelo menos com isso eu quero que ela fique feliz, ou jogue fora, sei lá, eu comprei pra ela, ela pode fazer o que achar melhor.

-E porque você mesmo não entrega?

Respirei fundo e tomei coragem de fazer a pergunta que me afligia já fazia 30 dias, por mais dura que ela fosse.

-Vocês estão juntos?

-E se tivesse? O que você faria?

-Eu nada, não tenho esse direito sobre ela

-Principalmente depois de ter deixado ela ir embora, e nunca mais procurá-la

-Desculpa Roberto, mas acho que isso não é da sua conta

-É da minha conta a partir do momento que alguém tentar fazer ela sofrer.

-Só faz um favor pra mim, cuida bem dela, promete pra mim que vai cuidar dela, porque outra igual a ela você nunca mais vai encontrar na vida, a Itz é durona, mas ela é doce e meiga, e frágil e sensível, mas não vulnerável.

A cada palavra meus olhos enchiam de água, por que a minha ficha começou a cair, sobre a pior besteira que eu já fiz na vida, deixar Itziar ir embora, deixar ela sentir aquele sentimento e jogar ela outra vez aos braços de outro.

-Ela é pra vida toda Roberto
-Álvaro, você não precisa me dizer nada disso, antes de você surgir eu já era, e já estava lá... Se tem alguém que conhece a Itz, esse alguém sou eu
-Faz ela feliz, por mim, por nós.
Ele assentiu que sim e eu me virei, com o sentimento de que era tudo minha culpa, eu me segurei ao máximo na frente de Roberto para não deixar uma lágrima cair. Até que avistei ela vindo em minha direção.
-Álvaro?
Mas eu passei, e não quis, na verdade não pude  olhar para ela. Eu não olhei, e nem troquei uma palavra com Itziar, apenas fui embora e senti que ela me seguiu com o olhar.

- Roberto, o que Álvaro estava fazendo aqui?

-Não sei

-Como não sabe, vocês estavam conversando que eu vi

-Ele veio só ver a sua peça.

-E por que ele não falou comigo?

-Não sei Itziar, não posso saber todas as respostas do mundo

-Está me escondendo algo?

-Acho que você deveria ir se trocar, o táxi está nos esperando.


Notas Finais


Logo, logo terá reconciliação! Vai valer a pena esperar, porque se eu conseguir passar tudo o que está na minha cabeça, vamos suspirar sem parar! Eu iludida daqui e vocês iludida daí!

PS.: O Juanpe na verdade sou eu dando apoio moral e aconselhamentos para as minhas amigas! É a minha forma fofa de dizer "Para de ser trouxa" 😂😂

Não deixem de comentar 😝😘😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...