História Imagine Jung Hoseok (BTS) - Make Her Smile - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Girl's Day, Got7, NU'EST, TWICE
Personagens Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Minah, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Yura
Tags Bts, Drama, Romance
Visualizações 123
Palavras 1.724
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura💗

Capítulo 24 - I know your father


Fanfic / Fanfiction Imagine Jung Hoseok (BTS) - Make Her Smile - Capítulo 24 - I know your father

{Taehyung on}

Sou acordado com Suga me empurrando da cama.

- Acorda, the monio! - ele diz me jogando no chão. - Porque S/N tá dormindo aqui no nosso dormitório? - ele pergunta cruzando os braços.

- Mas você nem estava em casa essa semana toda. Aliás, onde você estava? - pergunto.

- Eu estava dormindo nada casa de alguns amigos meus da faculdade. - Suga responde revirando os olhos.

- Ah ta. Agora se me der licença, saia daqui por favor porque você vai acabar assustando S/N. Ela nem acordou ainda. - falo o tirando do quarto.

- Ta moço, calma. Eu só vim aqui te dizer que Namjoon e Jin vão se mudar e não vão mais ficar aqui em casa. Então agora eu vou ficar no dormitório deles e você continua aqui.- Suga diz.

- Iiiii, sério? Legal pra eles. Agora sai. - falo e fecho a porta na sua cara.

Vou em direção a S/N e me sento ao seu lado na cama.

- S/N... acorda. Tá na hora de irmos para a faculdade... - digo a balançando de leve.

Ela se levanta coçando os olhos com as mãos e se espreguiçando depois.

- Bom dia. - ela diz sorrindo.

- Bom dia. - respondo e sorrio também.

Vou para a o banheiro fazer minha higiene e enquanto isso S/N se vestia no quarto, e depois mudamos de lugar.

Depois de nos arrumamos vamos em direção a faculdade.

(...)

Depois de algumas longas horas, a aula já havia acabado e agora estávamos eu e S/N em casa.

- S/N... eu queria falar com você sobre... sobre esse bebê que tem dentro de você. - falo me sentando no sofá ao seu lado.

- Como você descobriu? - ela pergunta assustada.

- Eu vi os exames. Eu precisava saber porque você estava tão mal. Agora continuando... esse bebê é meu. - falo, mesmo sabendo que não era.

- Como assim é seu Taehyung!? Claro que não! Eu não tive relação sexual com você! - ela diz se levantando de forma irritada.

- Se não é meu, seria de quem? - pergunto também irritado já esperando sua resposta.

- Hoseok. Séria do Hoseok! Ele foi a única pessoa que eu tive relação sexual, com você não. - ela grita.

- E você quer mesmo ter um filho dele? - pergunto cruzando os braços e S/N não fala nada. - Responde, S/N! Você quer?

- Ele pode ter feito coisas horríveis comigo, mas eu ainda o amo! - ela fala brava mas se sentando.

- Você não me respondeu direito. Você gostaria de ter um filho dele? E gostaria de ser mãe assim tão cedo, sem ao menos ser casada? - pergunto a olhando nos olhos.

- E você quer que eu fassa o que!? - ela pergunta se levantando novamente e eu levanto junto.

- Vai ser uma vergonha pra você, ser mãe sem ser casada! - grito e ela começa a chorar. - Desculpa, S/N... - falo tentando a abraçar mas ela me afasta.

- Ok, Taehyung... e o que você quer?

- Eu falei sobre isso com meu pai e eu disse que o filho era meu... eu preciso assumir essa criança, mas é pro seu bem, pra você não ficar sozinha com alguém nos seus braços.

- Mas ele não é seu! - ela grita ainda chorando.

- Mas é pra te ajudar. Eu prometo. - digo e ela me olha.

- Eu não quero criar um ser sozinha, você tem razão. Mas eu... eu nem conheço ninguém de sua família e nem tenho nada com você pra nós se casarmos. - ela diz sentando.

- Você quer conhecer meus pais? Ok então, podemos conhecer hoje mesmo. - digo. - Se arruma, vamos agora mesmo.

- Eu já to com roupa pra sair, to pronta já.

Pego meu celular e ligo para minha mãe, avisando que iríamos jantar em sua casa. Então ao desligar o celular, eu me arrumo e depois eu e S/N saímos de casa indo em direção a casa de meus pais.


{S/N on}

Taehyung bate na porta daquela casa - muito bonita por sinal. - e uma moça a abre, acho que mãe de Taehyung.

- Oi mãe! - Taehyung diz e a abraça.

- Oi filho! - a mulher responde. - Como se chama essa moça mesmo? - ela diz acho que é referindo a mim.

- S/N. - Taehyung diz e a moça me comprimenta e em seguida nos convida pra entrar.

Entramos e eu já conseguia sentir um cheiro ótimo do jantar. Eu e Taehyung nos sentamos em uma mesa já para o jantar e sua mãe nos acompanha.

- Tae, vai chamar seu pai lá no escritório, diz que a janta já está pronta. - ela diz e Taehyung se levanta da mesa, indo chamar seu pai.

Eu e a mãe de Taehyung ficamos durante alguns minutos conversando até que Taehyung chega junto ao seu pai e se sentam na mesa.

(...)

Terminando de comer nossa janta, a mãe do Tae vai até a pia da cozinha e começa a lavar a louça, e eu, Taehyung e seu pai vamos até a sala jogar alguns jogos de carta.

- Filho, como é o nome da sua namorada mesmo? - o pai dele pergunta.

- Pai, ela não é minha namorada. E o nome dela é S/N. - Taehyung diz e o pai dela me olha sério.

Por algum motivo eu simplismente sentia que eu conhecia aquele homem, como se eu já tivesse o visto aquele homem.

- Prazer S/N, sou Lucas. - ele diz sério.

O cumprimento séria e Taehyung nos olha confusos.

- O que ouve, S/N? Porque está tão seria? - Tae pergunta pegando em minha mão.

- Não é nada. Vamos começar logo esse jogo. - falo desviando meu olhar de seu pai.

É, eu realmente o conhecia.

Terminamos uma partida daquele jogo e quem havia ganhado era Taehyung. Agora que o mesmo estava indo em direção ao banheiro, pois estava apertado.

- Olá, S/N. - Lucas me chama e eu apenas o olho séria. - Você está mesmo carregando um bebê de Taehyung, certo. - eu não queria dizer que sim, mas também não queria dizer que não, então apenas concordo com a cabeça. - Pois bem, você deveria saber que eu comando Taehyung, pois ele é meu filho, quer dizer, meio filho. Mas então, não sei se ele te deixou claro, ele só vai assumir essa criança se for casado. - ele diz e sinto algumas lágrimas quererem sair de meus olhos, mas não permito. Caso contrário, você e Taehyung sofrerão graves problemas comigo. - ele diz sério e para de falar assim que Taehyung chega na sala.

- Voltei. Vamos começar outra partida? - ele pergunta animado.

- Tae... vamos pra casa, por favor... - peço sentindo minhas lágrimas quererem descer.

- Porque, pequena? Não está bem? - ele pergunta me abraçando.

- Eu só quero ir embora, por favor. - digo e ele se levanta junto a mim, ainda me abraçando.

Ele se despede de seus pais e saímos dali.

- O que aconteceu, S/N? - ele pergunta abrindo a porta do carro pra mim.

- Eu conheço seu pai... - digo e ele parece surpreso.

- Como? - ele pergunta entrando no carro e o dirigindo.

O conto toda minha história passada e o mesmo parece querer chorar junto a mim, ficando mais surpreso ainda.

- Me desculpe, S/N. Meu pai, quer dizer, padastro, ele sempre foi frio assim desde quando casou com minha mãe, não sei nem porque minha mãe foi se juntar com um cara assim. - ele diz me abraçando. - Mas é pro nosso próprio bem que precisamos fazer esse casamento acontecer.

Eu sei que era pro nosso próprio bem mas eu não conseguia aceitar, eu não queria, mas também não queria ter que criar uma criança sem pai, isso seria horrível pra ela.

- Eu to sem roupa pra ficar aqui, eu preciso passar lá na casa do Hoseok pra pegar algumas roupas minhas... - digo e ele concorda com a cabeça.

Saímos novamente e casa e Tae começa a dirigir.

(...)

Chegamos na casa do Hobi e pego minha chave - que eu ainda tinha. - e abro a porta.

Taehyung fica no lado de fora da casa me esperando e eu entro na casa. Vou até o quarto, me deparando com Hope dormindo calmamente, e ao lado de sua cama onde tinha um criado mudo, olho e posso ver que tinha uma foto de nós dois sorrindo juntos.

Quase deixo uma lágrima escorrer de meus olhos vendo aquela foto, mas eu a seguro.

Abro o guarda roupa e começo a pegar algumas peças de roupas minhas e mais alguns pequenos pertences.

- S/N? - ouço Hobi me chamando.

O olho e fico parada.

- Porque você está aqui? - ele pergunta se levantando da cama e vindo em minha direção. - Você vai voltar? - ele pergunta acareciando meu rosto.

- Eu não quero mais nada com você, Hoseok. - falo calma e tirando sua mão de meu rosto.

- Não quer? Porque não? Por favor, S/N. - ele diz com o rosto entrestessido.

- Me desculpe, Hope. Eu preciso ir. - digo indo em direção a porta de saída do quarto mas Hoseok me puxa pelo braço, me impedindo de sair.

- Por favor fique. Eu te amo! - ele diz e sala nossos lábios.

Hoseok me abraça enquanto nos envolviamos ainda mais naquele beijo, no qual eu queria sair, mas ao mesmo tempo eu queria mais dele.

Hope me pega no colo e agora eu passo minhas pernas uma pra cada lado de seu corpo. Ela pede passagem com a língua e eu sedo.

Nosso beijo vai ficando cada vez mais intenso, então Hoseok me deita na cama e vem por cima de mim, já me mostrando suas seguintes intenções.

- Hobi... não, por favor... - digo saindo de baixo do mesmo e me levantando.

- Fique comigo por favor. Eu te amo. - ele diz tentando se aproximar de mim novamente, mas eu o empurro.

- Tchau, Hoseok. - digo e vou embora dali.

Ouço um baixo choro de Hoseok mas apenas ignoro. Sinto minhas lágrimas querendo sair mas dessa vez não as empesso, eu amo Hoseok.

Saio da casa e entro no carro onde Taehyung me esperava. Tae apenas me olha provavelmente já imaginando o que havia acontecido, e começa a dirigir.

(...)

Depois que eu e V tínhamos terminado nossos banhos, colocamos nossos pijamas e deitamos na cama.

Começo a pensar em Hoseok e sinto meu coração apertar, porque eu não fiquei ali naquela casa com ele? Eu o amo.

- Boa noite, S/N. - sou tirada de meus pensamentos com Taehyung.

- Ahm... boa noite... - falo e fecho meus olhos tentando dormir.


Notas Finais


Uepaaaaa☺
Uma treta ae! Tá isso não foi uma treta mas eu considero quase tudo treta ;-; ta, nem tudo :)
TALVEZ no próximo capítulo tenha um hot de Namjin. É, só de Namjin, pq com certeza deve ter gente safradinha aqui querendo hot da S/N com o V ou com o Hobi🌚
Heueheueheu
Plmdds empadas (sim, vcs são empadas), comentem alguma coisa nos capítulos, e podem falar se acham que algo ta ruim, ou se ta muito enrrolada a história '-'
Ah! Outra coisa é que eu não sei mais se eu vou postar realmente um capítulo a cada dois dias, porque agora eu to tendo alguns trabalhos e provas na minhas escola, então não sei se vai dar muito tempo pra tudo isso, mas prometo que vou tentar☺💖
Beijão😙💟


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...