História Make me feel something!(BILLDIP) - Capítulo 49


Escrita por:


Notas do Autor


Olha eu aqui depois de duas semanas???

Capítulo 49 - Eu já fui melhor que isso.


Bill on***

Raiva. Eu estava com raiva.

Por não conseguir usar meus poderes em Dipper diteito mesmo sem o nosso acordo.

Eu tentei fazer o mesmo com outras pessoas e funcionou perfeitamente e não precisou de nem um pouco de esforço. 

Mas quando eu tento fazer algo com ele... simplesmente não consigo o achar... É como se tivesse outra magia me impedindo...uma magia mais forte que a minha. E isso era praticamente impossível já que eu estou mais forte do que nunca! Eu realmente não sei o que está acontecendo.

Às vezes me pergunto se realmente vou conseguir ser uma pessoa boa. Voltar a essa dimensão, namorar Dipper, passad pelas coisas que passamos (nem todas) foram a melhor coisa que já me aconteceu.

Mas olha...Ele estava indo tão bem...Estávamos bem... Então novamente ele voltou a ficar mais deprimido. E eu não sabia o que fazer, não sabia como melhorar às coisas para poder quem sabe, facilitar para ele.

Mas olha. Eu deixei de ver tudo aquilo... então estou falhando em ser bom pra ele? Eu queria ser bom como ele...queria deixar de ser o monstro que era...Mas eu estou conseguindo alguma coisa?

Às vezes acho que não. Mas quando Dipper me olha e sorri pra mim...tem uma sensação no meu peito...uma sensação que permenece ali queimando mesmo quando não estamos pertos. Eu sei o que é isso. Eu sei que é amor.

– Bill, tudo bem? –Dipper perguntou se aproximando de mim logo após fechar a loja. Ele limpava às mãos em um pano velho.

– Sim...E você? Está bem? Bem mesmo? – perguntei saindo do transe e indo até ele o pegando pela cintura e bando uma giradinha antes de o beijar.

– Eu...Eu tô bem. Só, não sei... é confuso. – Dipper começa e me olha.

– Pode continuar amor. – incentivo ainda dando pequenos passos e dando giradinhas com ele.

– Eu tô bem, mas não é como se eu estivesse feliz e nem triste. Eu só estou na beirada. Não feliz de mais ou sequer... Só próximo disso? Mas ainda sim é, bem, não sei. – ele ri de si mesmo. – E você? Estava pensando no quê?

– Em nada. Só no que vamos jantar. – Minto.

– Mabel disse que irá fazer o jantar hoje. Realmente vamos encontrar purpurina na comida. – Dipper ri, e da uma trupicada.

– Ah, isso é certeza. Vou até providenciar algo pra gente comer depois e um remédio de estômago! – brinco. – Agora que música você está ouvindo? – Me aproximo de seu ouvido, só para ficar perto do seu pescoço, enquanto parava de nós balançar pela loja. Solto um suspiro em sua nuca e o vejo arrepiar. 

– Uma aqui. – ele respondi e eu sinto seu rosto esquentar. Solto uma risada rouca em seu ouvido e me afasto.

– isso eu sei. Queria saber o nome da música! – resmunguei.

– Fica ou corre. – ele revira os olhos e vai indo para dentro da cabana. O segui. 

– Ah você me mostrou ela um tempo atrás. – falei. – Acho que até sei cantar uma parte.

– Legal. Eu também. Agora vou tomar um banho. Se quiser...

– Eu quero sim tomar um banho com você! – me animei e ele logo grita.

– Não! Eu ia dizer que você podia dar uma olhada na Mabel! Olhadinha rápida! Larga de ser tarado Bill! – Dipper reclama subindo às escadas e eu respondi.

– Eu disse: Para está doendo. – imito o meme e escuto Dipper gargalhar. Contra minha vontade vou ver o que Mabel fazia.

– Pelo menos não coloque veneno na minha comida Shooting Star.  – Falei de onde estava no sofá. A escuto bufar.

– Infelizmente é tarde demais Bill. Acabou caindo no prato que eu estava fazendo para você. E jogar fora seria um verdadeiro desperdício. – Mabel diz e escuto a clara provocação em sua voz. Fico em silêncio por um tempo.

– Tome cuidado para não se confundir e acabar se matando ou matando Dipper. – ralhei.

– Não vai acontecer. Pode ficar tranquilo o único que vai morrer vai ser você mesmo. – ela diz e sinto um tropeço no final da sua fala.

– O que? –me levantei e fui até onde ela estava mexendo em uma panela.

– Nada! – ela  se vira em minha direção e eu posso ver que ela também está mentindo.

– Você... Você também sente não sente? –antes que ela me respondesse Dipper aparece com uma toalha esfregando os cabelos molhados.

– Espero mesmo que vocês não estejam brigando. – ele põe a toalha atrás da geladeira.

– não. Eu só acho que Mabel deveria ter colocado sal na comida. – respondi e fiz uma colher de sal aparecer na minha mão.

– E eu coloquei! – Ela diz pegando a colher e colocando. – Se ficar ruim é culpa do Bill, BroBro.  – Mabel se defende e vai até o irmão depois de ter me entregado a colher.

– Se vira, se intrometeu agora se vira. – ela me dá língua com um olhar malvado e abraça Dipper.

– O que é isso derrepente? – Dipper pergunta, mas não se opõe em abraçar a irmã de imediato.

–  Nada. Eu só queria te abraçar. Desde que dá última vez... Você sabe. – Ela explica.

– Ah eu sei. – Dipper diz em um suspiro e eles se afastam logo se sentando na mesa. Enquanto eu terminava o que Mabel havia começado. Quer dizer...tentava salvar o que ela tinha feito sem usar mágia.

Eles conversavam entre si e comigo.Estava tudo tranquilo. E era bom. Era bom ter momentos apenas sem, sem os problemas que tivemos da última vez.

Acho que entendo o que Dipper Quer dizer com tranquilidade.

Comemos um tempinho depois. Ainda mantendo a conversa e depois disso subimos para o quarto.

Estávamos deitados juntos sem sono. Bom Dipper Estava sem sono já que eu não precisava dormir como ele.

– Hey Bill. Quer dar um passeio? – Dipper me perguntou e se virou para olhar.

– Claro que dia? – perguntei devolvendo o olhar.

– Não tipo, dar um passeio agora. Caminhar comigo. Ouvir uma música.– Ele perguntou novamente.

– É claro! – Sorri e ele se sentou na cama. 

– só vou vestir outra roupa e calçar meu tênis. –ela rapidamente se arruma e pega o celular e então saímos.

Andamos pela trilha da floresta por um tempo. A lua estava grande acima dos Pinheiros. Andamos juntos no mesmo ritmo enquanto algumas músicas do The Neighborhood tocavam. Às melodias e as letras era a única coisa que se escutava além do barulho de alguns animais ou anomalias da floresta. 

Até que começa a tocar a música que tocava mais cedo. Dipper me olha e posso ver que ele dá um sorriso. Faço o mesmo e na telepatia que os namorados, melhores amigos ou irmãos pareciam ter começamos a cantar.


Ela sabe que eu ando muito sad
Mas finge não ligar
Não sabe nem lidar
Se for assim eu prefiro que cê
Sossegue, muita saudade já
Não aguento esperar
Já te disse que é
Dualidade
Mantenho a minha fé
Mesmo com esses bailes e bares
É que eu não consigo te explicar
E a gente
Fica ou corre
Vive ou morre
Pra viver o que a vida tem a oferecer
Pra ir ver o Sol se pondo e nascer
E a gente
Vive ou morre
Fica ou corre
Pra ir ver o Sol se pondo e nascer
Pra viver o que a vida tem a oferecer
Quando tudo isso passar
É com você que vou estar
Tô esperando cê voltar
Eu vou te levar pra ver o mar

Baby eu te falei que a gente vai ficar
Nosso futuro é certo, eu só quero te amar
Vou comprar uma house na beira do mar
Pra gente ficar e recomeçar
Esquece que deu sua hora
Meu coração não quer que vá embora
Se tu for de manhã deixa aí, uma
Nota, um bilhete
Ou antes de sair me acorda
Baby eu não quero que cê vá
Você indo não da pra observar
Fica pro jantar ou só pra almoçar
Não importa
E a gente
Fica ou corre
Vive ou morre
Pra viver o que a vida tem a oferecer
Pra ir ver o Sol se pondo e nascer


– sorrimos e ele me beija. 

A música realmente foi feita pra gente.

Eu até me esqueci que ainda estava com raiva e preocupado.


Notas Finais


Eu vou tentar atualizar todos os dias...Mas os capítulos vão ter no máximo umas 1.110 palavras...
Obrigada por ler e Desculpa os erros.
Música: Fica ou corre. De Magyn x Rudimentar .

Gente! Se alguém assistir Miraculos e Voltron. Ou só Voltron me chame no Twitter ou no Whatsapp mesmo, porque tenho uma idéia de dois Crossover.
Um onde Keith faz um contrato com nosso Querido Bill Cipher.
E outro Klance no universo Miraculos.
Então eu preciso de ajuda em algumas coisas.
Twitter: Sadness_pudding
Cel: Telefone Removido.
Por favor chamem lá! Ou se quiserem só conversar atoa pode chamar tbm!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...