História Make You Mad - Camren - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Personagens Originais
Tags Camren, Comedia, Drama, Romance
Visualizações 2.428
Palavras 1.084
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura, tenham um bom domingo.

Capítulo 22 - Você teve o que queria


P.O.V  Lauren

Segui a Estrabao passando por toda aquela gente que não tirava os olhos da Stripper, desci os meus olhos até me encontrar com aquela bunda grande que me da vontade de morde-la, aquela lingerie apenas deu mais charme ainda naquela parte. Puta merda, eu fico excitada em apenas vê-la desse jeito, entramos naquele quarto de sempre e eu já fui diretamente para a cadeira. Dessa vez a Stripper nem ofereceu uma bebida, ela já foi ligando o som deixando numa musica baixa e sexy, para então ela parar em minha frente.

A partir desse momento eu via tudo em câmera lenta, seus movimentos longos, o quadril indo de um lado para o outro, seus seios firmes segurados pela lingerie se balançavam devagar mas eu consegui captar isso. Aquele monumento que ela chama de bunda, requebrava e rebolava incansavelmente, cruzei minhas pernas tentando o máximo me controlar. A Estrabao deslizava suas mãos pelo próprio corpo apenas me atiçando mais ainda, ela colocou um dedo na boca e mordeu lentamente, fechei meus olhos por segundos e não me aguentei. Dei um salto indo em sua direção.

- Você me deixa louca – Falei lentamente enquanto colávamos nossos corpos – O que está fazendo comigo?

- Estou apenas dançando da maneira que desejou – A Stripper devolveu com uma cara de safada.

- Você não imagina o tanto que eu te quero – Passo o meu nariz pela sua bochecha e vou subindo até chegar em sua orelha onde dou uma mordida no lóbulo – Quero muito você.

- V-você...

- Ah senhorita Estrabao... – Mordisco novamente sua orelha e arrasto meus lábios pela sua bochecha – Estou completamente molhada por você e eu posso sentir o seu corpo quente implorando pelo meu.

- L-lauren...

- Eu te quero e você me quer.

Estrabao nada disse e eu também não dei espaço para ela dizer algo, apenas colei nossas bocas num beijo desesperado. Nossos lábios devoravam um ao outro, ela retribuía nas alturas o beijo e ele apenas se intensificou quando adentrei a minha língua em sua boca sentindo  quentura daquele lugar, sua língua brincou contra a minha e eu senti aquela textura maravilhosa. Dou uma pegada em sua cintura e vou a empurrando sem descolarmos nossas bocas até suas costas baterem contra uma pequena mesinha de vidro, chupo o seu nervo delongando apenas para provocar e a stripper suspirou contra meus lábios, os mordisco e puxo entre os dentes até solta-lo. Desço a minha boca para o seu pescoço maltratando aquele local, chupo o seu ponto de pulso e vi que ficou avermelhado, mordo aquela pele e passo a língua por toda aquela extensão vendo sua pele se arrepiar.

- Você é gostosa demais – Sussurro sem descolar minha boca do seu pescoço – Eu estou morrendo de tesão por você Estrabao.

- Oh Lauren... – Ela gemeu baixinho quando voltei a chupar aquela região.

- Porra! – Exclamo – Isso foi a gota d’agua.

Meu auto controle foi para o inferno depois daquele gemidinho baixo, voltei a beija-la voraz e intensificando cada vez mais apenas para nos deixar molhada. Não demoramos muito no beijo porque a virei deixando-a de costas para mim, Estrabao se apoiou na pequena mesa e arrebitou bem aquela bunda, deixei um tapa na nádega e ela gemeu manhosamente. Ela está me provocando muito, sem delongas, tiro a sua calcinha rendada azul bebê e me agacho vendo o seu sexo encharcado.

- Está pronta para mim – Afirmei.

- Vai logo Lauren.

Afasto as suas pernas e deixo as minhas mãos em cada coxa dela onde passei a aperta-las com gosto, aproximo minha boca do seu sexo molhado e sinto o sabor maravilhoso que ela tem. Começo a chupa-la sem delicadeza alguma, o seu gosto é incrível e é impressionante o quão molhada ela está. A stripper rebolou contra a minha boca e deixei que a minha língua serpenteasse aquela intimidade que cada vez mais implorava por mim, sugo o seu nervo inchado e brinco com ele entre meus dentes. Estrabao não parava de se mexer buscando por contato e sem avisar nada, adentro dois dos meus dedos em sua entrada apertada. A latina gemeu tão alto que me enlouqueceu, os seus gemidos saiam descontrolados conforme eu aumentava as estocadas e eu estava amando ouvir o som que saia de sua boca. Fazia um bom tempo que eu não tinha relações sexuais com alguém, mas essa stripper está me deixando completamente louca.

- L-lauren... – Ela gemeu manhosa mas ao mesmo tempo alto.

- V-ocê é tão gostosa, puta merda, que delicia.

Estoquei fundo em sua entrada sentindo um ponto esponjosos onde voltei mais vezes sobre ele e obtido diversos gemidos vindo da latina. Seu corpo começou a estremecer e eu dei mais algumas estocadas fortes e fundas, então a Estrabao gozou contra os meus dedos, passei a língua por sua intimidade bebendo aquele liquido e me deliciando.

- Céus – Faço uma trilha de beijos por suas costas até chegar em sua nuca – Você é uma deusa.

- Acho que para finalizar, vou te compensar por ter me dado um ótima orgasmo – A latina sorriu de canto e me empurrou – Sente-se.

- Huum...vou adorar.

Me sento na cadeira que está no meio daquele quarto e a latina vem até mim se agachando em minha frente, ela desabotoa a minha calça e com a minha ajuda, tirou aquele pano junto com a minha calcinha. Sem delongas, a Estrabao caiu de boca literalmente em meu sexo e eu soltei um gemido baixo com aquela sensação maravilhosa. Seu nariz encostava em minha pele causando uma pequena cócega e a sua língua fazia um ótimo trabalho na minha intimidade, foquei meus olhos em seu corpo e vi algumas pintinhas em sua costela. Mordo o meu lábio quando a stripper chupa o meu nervo e eu agarrei seus cabelos fazendo um rabo de cavalo mal feito, o puxei querendo mais contato e ela prontamente me deu o que eu quis, sua língua invadiu minha entrada onde ela fez uma sequencia de penetração. A latina lábia cada parte do meu sexo me deixando mais molhada ainda e senti que estava para vir quando Estrabao chupou meu nervo brincando com ele, não me aguentei e gozei em sua boca.

- N-nossa... – Ofeguei e passei a mão pelos meus cabelos tentando controlar minha respiração – Estou falando que você é uma deusa.

- Não exagere – Estrabao se levantou e pegou a sua calcinha para vestir-se – Acho que seu tempo terminou.

- Como é?

- Você teve o que queria Lauren, agora pode sair.


Notas Finais


Chupa essa Lauren kkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...