História Make You Mad - Camren - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Personagens Originais
Tags Camren, Comedia, Drama, Romance
Visualizações 1.959
Palavras 1.225
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura migos.

Capítulo 23 - Dua Lipa


P.O.V  Lauren

Eu tinha ouvido direito o que a latina disse? Espera, eu acabei de ser expulsa? Primeiro vamos recapitular o que aconteceu, eu vim aqui no The Queen e fiquei vendo a Stripper dançando sensualmente naquele palco, ela me deixou completamente louca com os seus movimentos lentos que me causavam um fogo extremo, depois pedi uma dança particular e ela me levou para esse quarto, novamente a Estrabao me provocou com sua dança e aquele corpo maravilhoso, eu não me controlei e acabamos transando aqui nesse quarto, fim de recapitulação.

Agora eu acabei de ouvir as palavras a stripper mandando eu sair porque eu já tive o que eu queria, como assim? Foi só uma foda e tchau? Eu não esperava isso dela, porque geralmente seria eu a falar um tchau ao invés dela mas foi ao contrario. Será que a latina está pensando que eu só vinha aqui porque queria sexo? Eu acho ela muito atraente mas eu nunca tive a intenção de só transar e cair fora, estou tão confusa porque a todo momento vem a Camila em minha cabeça e essa maldita stripper também vive bagunçando meus pensamentos.

- Espera ai...eu ouvi direito mesmo? – Perguntei um tanto confusa.

- Lauren você teve o que queria, seu horário já acabou – Estrabao disse se encostando na parede e me olhando como se nada tivesse acontecido.

- Então é isso? Uma foda e um tchau?

- Eu não falei nada disso, eu sei que desde a primeira vez que apareceu aqui, você me queria – Ela cruzou os braços falando num tom sério – Você teve.

- Mas eu não estou te usando.

- Não tente me enrolar – Revirou os olhos – Não sou puta Lauren, sou apenas uma stripper que acabou perdendo o auto controle com o seu charme, por isso deu no que deu.

- Ei, ei, ei – Balanço a mão fazendo-a se calar – Eu vim aqui porque te achei interessante e eu nunca te achei puta, você é uma stripper maravilhosa e acabou rolando um sexo.

- Sexo sem compromisso – Estrabao foi até um cabide e pegou um roupão – Agora pode ir.

- Ei não faz isso comigo – Me aproximo – Eu não estou te usando para nada, acha mesmo que eu iria simplesmente transar com você e ir embora?

- É o que eu pensei – Suspirou e vestiu o roupão preto.

- Porque você é assim?

- Assim como?

- Tão misteriosa – Levo a minha mão para o seu braço e afago o mesmo – Essa sua mascara não deixa revelar sua aparência, o seu jeito de agir e você parece que não quer muito contato.

- Não é isso Lauren, eu apenas quero me manter uma relação saudável entre cliente – Ela me olhou nos olhos e meu coração errou uma batida.

- Você não precisa ter medo, eu não sou uma pessoa ruim – Ergo a minha mão para ir tocar a sua bochecha que está coberta pela mascara mas a mesma afasta com tudo a minha mão – O que?

- Eu não vou tirar essa mascara e o seu horário acabou.

- Estrabao, eu ainda vou voltar – Pisco e arrumo minhas roupas em meu corpo.

- Certo Jauregui – A latina fez uma pose séria – Agora saia, o horário terminou e você sabe muito bem disso – Soltou um riso fraco.

- Tchau baby.

- Tchau.

Suspirei e sai daquela boate, vi que são meia noite já. Acho que entendi o motivo da latina não querer contato porque a The Queen não permite que clientes toquem nas Strippers, é uma das regras e eu acabei quebrando-a, acho que a Estrabao tem medo de se apegar e por isso se mantem afastada. Eu ainda estou pensando o que estou fazendo da minha vida, eu fico com a Camila e com a Stripper. Estou sendo muito cafajeste, mas eu não resisto as duas, eu seriamente preciso rever o que estou fazendo. Jasmine vai dormir na casa dos meus pais e amanha cedo buscarei ela.

- Lauren? – Escutei uma voz muito conhecida por mim a muito tempo atrás, a quanto tempo estou parada na calçada pensando na minha vida?

- Dua Lipa? – Devolvi a perguntando quando virei para trás dando de cara com ela.

- Meu Deus quanto tempo que eu não te vejo...acho que faz uns quase dois anos – Disse pensativa mas sorria.

- Por ai – Dou de ombros não me importando – O que quer comigo?

- Ei calma, eu sei que eu fiz coisa errada contigo e não quero ser lembrada por isso – Dua levantou as mãos em rendição – Eu apenas fiquei surpresa em te ver aqui parada em frente a boate.

- Ah – Balanço a cabeça – E-eu...só estava andando por ai e pensando na vida.

- Como andam as coisas? E a Jasmine?

- Está tudo maravilhoso, minha filha é perfeita – Dei ênfase em “minha filha”.

- Fico feliz com isso – Dua sorriu – Vamos ir no Mc Donald’s? Quero saber mais sobre a Jasmine já que você não vai mesmo deixar eu chegar perto dela.

- Não vou deixar você nem relar nela – Falo num tom duro – Mas vamos logo para lá.

Caminhamos a pé mesmo para o pequeno Mc Donald’s que está aberto na esquina, não demoramos a chegar e já fomos fazer o nosso pedido, Dua Lipa não merece nenhuma informação pelo que me fez sofrer mas só vou falar sobre a Jasmine e ir embora porque não quero ficar na presença dela.

- Isso aqui é maravilhoso – Dua comentou depois de morder o seu lanche.

- Sim – Concordo seca e volto a prestar atenção em meu lanche.

- Se eu pudesse voltar no tempo, eu teria feito as coisas certas.

- Mas não pode voltar no tempo – Tomo o meu refrigerante – A cagada já está feita.

- Você acha que estaríamos bem juntas se eu não tivesse feito aqui? – Perguntou com esperança.

- Talvez, se você não tivesse me traído nós estaríamos juntas, casadas e com a nossa garotinha – Empurro o pequeno pratinho quando terminei de comer – Mas não estamos assim e eu estou muito bem sozinha, Jasmine me ama e eu a amo.

- Sinto muito.

- É tarde para pedir desculpas.

Dua Lipa ficou em silencio voltando a comer o lanche e os pensamentos brigavam em minha cabeça, mas que porra estou fazendo da minha vida? Me sinto uma idiota porque de certa forma estou “traindo” a Camila, estou sendo uma cafajeste em ir atrás da Stripper que mal da moral para mim e tem a Camila que é gente boa, meiga, gentil e extremamente linda. Eu realmente não sei o que fazer, minha cabeça está dividida entre a latina sexy e a carinhosa, são duas latinas na minha vida...

- Espero que um dia você possa me perdoar – Dua Lipa me tirou dos pensamentos e se levantou – Eu ainda te amo Lauren, mesmo com a minha idiotice, eu não parei de te amar e pode passar quantos anos for, eu vou continuar te amando.

- Não diga algo assim – Balanço a cabeça – Se me amasse não teria feito isso.

- Se eu não te amasse, eu não estaria aqui agora depois de anos querendo o seu perdão e querendo saber da nossa filha.

- Minha filha – Me levanto – E eu vou embora agora, não quero ouvir merda uma hora dessas enquanto a minha cabeça está se passando diversos pensamentos loucos.


Notas Finais


Lolo está confusa kkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...