História Maktub - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Caleb Rivers, Cece Drake, Emily Fields, Hanna Marin, Jason Dilaurentis, Maya St. Germain, Mona Vardewaal, Paige McCullers, Spencer Hastings, Toby Cavanaugh
Visualizações 172
Palavras 831
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Uma dúvida, o que acham da Ali ser intersexual? Podia dar um novo rumo a história e tal rs..

Se não acharem ruim, eu faço ela assim, caso prefiram apenas as meninas, seguimos do mesmo jeito rs.


Vocês escolhem ❤

Capítulo 3 - 03.



Eu não acredito que você é a mãe do Theo  - Falo enquanto caminhamos até o quarto - Dona Marta me deve muitas explicações - Nós duas rimos.

Coincidência? Destino? A Emily está maravilhosamente linda, meu coração ainda não parou de bater descontroladamente, aqueles olhos castanhos, eu sabia que conhecia, eu devia ter percebido que os olhos do Theo me lembravam a Em, por isso senti uma ligação com ele, por isso ele me faz tão bem, Dona Marta sabia, por isso estava com aquele sorriso no rosto, aquela velhinha safada, mas ela vai me explicar isso, oh se vai.

Eu que não acredito que sua avó é a Dona marta, eu falei de vocês é ela não falou nada, eu estou frustrada - Ela estava tentando ser séria, mas estava cômico demais - Quer dizer que você ja conhece as minhas amigas carinha? - Ela estava com o Theo no colo e ele dava gritinhos - Essa é a garota que a mamãe falava, lembra? - Pera, ela falava de mim pro Theo? Oh céus acho que vou desmaiar.

Quer dizer que você falava mal de mim pro menino? Que coisa feia Em - Falo e ela cora, sempre amei aquelas bochechinhas rosadas - Posso segurar ele? - Peço e ela me entrega e eu fico brincando com ele.

Eu percebo uma coisa e eu não acredito, acho que ficou evidente por que ela fica me olhando, e eu desvio o olhar.

O que houve? - Me pergunta confusa.

É você, a garota da faculdade que todos falam, Emily você é desejada até por professores - Eu a olho de cima abaixo e sinto uma pontada de ciúmes, eu sei que não deveria mas é impossível, ainda mais sabendo que a alguns dias atrás, eu estava com pensamentos impuros em relação a Emily, Deus às meninas vão me zoar tanto, e agora eu não sei com que cara eu olho pra ela, meu olho permanece no Théo, mas o carinha começa a chorar e é me abandona, a Emily senta ao meu lado e pega ele e começa amamenta-lo, e isso não está ajudando nada lá embaixo, que merda Emily.

Sabe, eu não me importo com os comentários maldosos, com os olhares - Ela acariciava o rosto do Theo e percebo o quanto ela ama aquele menino, e eu conheci ele apenas a alguns dias assim como as meninas, já somos completamente apaixonadas por ele, imagina ela que é mãe? - Minha vida não foi fácil Ali, e pra ser bem sincera ainda não é, eu trabalho em dois empregos porque ele precisa ter tudo, não deixo faltar nada pra ele, se for no meu apartamento vão ver que tem mais coisas dele do que minha - Ela continuava fazendo carinho nele e sorrindo, assim como eu ao ver eles dois juntos - Eu faço faculdade porque eu quero dar um futuro melhor pra nós dois, eu perdi tudo, eu não tenho mais ninguém além do meu filho, se me tirarem o Theo, não me sobra mais nada - Ela estava chorando, não Emily, você está errada, completamente errada.

Quem disse essa barbaridade que você está sozinha? - Hanna entra acompanha das meninas, cheias de balões e ursinhos - Somos sua família Em, e todas aqui amamos esse gorducho - A Em abraça a todas e ficamos conversando por horas, até a Spencer se juntar a nós também.

Porque trabalha em dois empregos? É tipo a roxelle do todo mundo odeia o Chris? - Nós damos risada, só a Hanna pra falar uma coisa dessa.

Eu dou duro por que preciso pagar o apartamento, às contas, ele ainda mama no peito mas ele precisa de leite especial, não é qualquer alimento que ele pode comer pois ele tem alergia, sua avó e o anjo da minha vida - Ela observa o Theo dormindo e sorrimos com a cena.

Se não fosse por ela eu estaria na rua, e sabe lá que destino o Theo teria, eu só faço o melhor que consigo, e eu sei que na faculdade eles fazem comentários, inclusive já apostaram várias vezes quem conseguia sair comigo - Ciúmes? Saí do meu corpo que ele não te pertence - Mas sou eu mesma, a mãe solteira e gostosa que não conversa com ninguém - Ela dá risada e eu vejo que ela tá morrendo de cansaço, com o rosto abatido e provavelmente sem comer até agora.

Você está quantas horas sem dormir? - A Spencer também percebeu.

Acho que 17, mas já acostumei - Diz como se isso fosse algo normal.

Comeu alguma coisa? - Pergunto e a mesma nega - Vem, as meninas vão amar ficar com o Theo, eu e vocês vamos comer alguma coisa  - Ela me olha sem acreditar - Anda Em, não estou pedindo - Ela abre um leve sorriso e segura a minha mão - Uma onda percorre meu corpo, e quando nossos olhares se cruzam eu percebo, eu consigo entender.

É a Emily, a mulher sem rosto que por anos eu procurava, e a Emily.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...