1. Spirit Fanfics >
  2. Maldição - Parck Jimin >
  3. O diário de Edward Adams - chapter 2

História Maldição - Parck Jimin - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii pessoas . Tudo bem ?

Meu nome é Luiza , e eu sou escritora e dona desta história . Estou apenas usando o perfil do Kauan pra fazer um teste , e ver se dou realmente bem com esse mundo das fanfic

Está é minha primeira história , primeira ao qual eu estou publicando . Eu espero que vocês realmente gostem dela e que dêem todo o amor . Irei dar alguns avisos importantes pro decorrer da história

⚠️Avisos⚠️

1 - a fanfic poderá ser atualizada uma vez ou até duas na semana . Não terá dia certo pois minha semana acaba sendo muito corrida , principalmente quando voltar às aulas

2 - a história é baseado em alguns livros e filme que eu curto . Caso note algo que já tenha lido me avise se te incomoda ou não. Caso te incomodar eu prometo corta a parte


3 - poderá ter erros ortográficos , as vezes por culpa do corretor e as vezes por conta da minha falta de atenção mesmo . Apenas peço que me desculpem caso isso ocorra , realmente não é minha intenção

4 - nada públicado neste história é real . É apenas algo pra intreter feito de fã pra outro . Por isso não criem paranóia

5 - não plagie , e se pegar algo dê os devidos créditos . Caso ocorra eu entrarei em contato e denunciarei sua fanfic por plágio

E isso é tudo . Muito obrigada por dar sua pequena atenção a mim , eu espero que se divirta e que goste da fanfic

Capítulo 3 - O diário de Edward Adams - chapter 2


Fanfic / Fanfiction Maldição - Parck Jimin - Capítulo 3 - O diário de Edward Adams - chapter 2

Se você pudesse apenas me salvar .Eu estou me afogando nas águas da minha alma."

Imagine Dragons



-- > Chapter 2 <--



Tédio . Essa palavra me definia por completo naquele momento ,ficar a tarde toda sozinho naquela casa enorme me fazia questionar a todo o momento o motivo de minha mãe escolher aquela enorme casa entre tantas menores

Resolvir começar a andar pela casa , talvez pudesse conhece-la e assim gostasse um pouco dali , bem pouquinho mesmo . Comecei andando pelo corredor aonde ficavam os quartos , andei até quase perto do meu e então olhei pra cima . Avia ali uma pequena portinha , jurei ser o sótão

Corrir pra pegar uma cadeira ao qual pudesse usar pra alcançar a pequena corda , custei mas com um pouco de esforço eu alcancei e abrir . Cair da cadeira ao puxar a corda , resmunguei me alto xingando por ser burro e não ter me afastado . Me levantei e encarei a escada que me levaria pra aquele cômodo empoeirado , subir usando a lanterna do meu celular pra ver aonde pisava

_" será que não existe algum interruptor por aqui ? " - andei mais um pouco até que vir uma corda pindurada no teto , mania desse povo de colocar cordinhas no teto

Quando a puxei a única luz naquele cômodo acendeu , desliguei o celular olhando em volta . Avia várias caixas por tudo o lugar , mas o que me chamou a atenção mesmo foi uma caixa escrita " Edward Adams "

Avia várias caixas com aquele nome escrito nelas , agachei pegando a que avia realmente me chamado a atenção . Ao abrir me deparei com diversas coisas , entre elas três rosas já murchas , avia também um colar e um monte de cartas amarradas juntas , há e além disso também um pequeno caderno  . Minha curiosidade foi tanta que peguei a caixa e sair dali , o sótão era concerteza o cômodo mais frio da casa e eu estava descalço no chão gelado

Já sentado sobre o carpete do meu quarto , ao qual era mais quentinho . Comecei a realmente mecher naquela caixa , ao qual pensei que pertencia ao antigo morador da casa . Tirei primeiro as rosas e as coloquei de lado , depois o colar e jurei sentir um arrepior  quando vir seu pingente brilhar 

O caderno então me fez deixar aquela peça de lado , o peguei percebendo quão velho era e notei ser um diário por estar escrito o nome do dono bem na capa . Meio relutante se deveria ou não , eu abrir o caderno e passei duas folhas até chegar em uma página que estava com algo . Uma foto , peguei a pequena foto já antiga e suja , afastei um pouco pra tentar indentificar quem era na foto 

_ " Elisa " - arregalei os olhos . A jovem Evans estava ali , com seus cabelos longos e soltos , usando um lindo vestido e sorrindo lindamente . Ela parecia feliz quando a foto foi tirada , e eu sorrir ao notar quão linda ela realmente estava na foto . Comecei a ler o que avia na primeira página do caderno , infelizmente o ano estava borrado por isso só pude ver o dia e o mês 


Quinta - 13/04/19**


Era pra ter sido apenas uma tarde comum , e era mesmo até aquele momento . Como sempre eu estava na floresta que cerca os arredores de Blood , apenas desenhava enquanto ouvia os cantos dos pássaros e a brisa que batia delicadamente em meu rosto . Foi quando ela apareceu , me assustei com sua presença e já fiquei em alerta , peguei minha adaga de prata e me aproximei lentamente do animal . Mas , quando já estava próximo , ela voltou ao seu estado normal , se aproximou do lago e então lavou suas mãos , parecia estar machucada já que sangrava muito . Não sei em que momento me distrair , mas foi o suficiente pra ela se virar rosnando pra mim . E em poucos segundos voltou a sua forma já pulando sobre mim , tentei me defender mas o animal jogou minha adaga longe , e então tratamos uma luta corporal . O monstro que abita dentro de mim se libertou , e quando ia quebrar o pescoço dela , não conseguir . Ao olhar em seus olhos perdir totalmente as minhas forças , pensei que o animal me mataria mas ele apenas caiu deitado ao meu lado , logo adormecendo . Quando ela acordou novamente , já estando em sua forma natural . Tomou um susto ao me ver ali a encarando tão de perto , eu avia cuidado de seus ferimentos e agora limpava seu belo rosto . Quando seus olhos se encontraram com os meus , eu sentir um arrepio por todo o meu corpo . Conversamos e ela me contou um pouco de se , me disse até mesmo seu nome . Elisa Evans . Uma das integrantes da família ao qual eu crescer aprendendo a odiar , que eu crescer ouvindo o quanto eram montros sem alma e sem coração . Mas Elisa não parecia ser assim , ela não parecia que iria me matar a qualquer momento , pelo contrário , ela parecia apenas querer ser protegida e poder descansar um pouco em um ombro amigo . E eu fui seu ombro amigo naquele fim de tarde , e sentir que seria todos os dias após aquele 


_ " nossa " - eu iria começar a ler outra página , quando a porta foi aberta e fechada anunciando a entrada de alguém 

" Jimin ? " - ouvir a voz de minha mãe , rapidamente guardei tudo dentro da caixa e a coloquei embaixo da cama - " há , você está aqui . Tudo bem , meu filho ? "

" Sim mãe . Desculpa não ter lhe respondido , acabei me distraindo com um livro " - levantei sorrindo , me aproximei dando um beijo em seu rosto - " onde está a Nona ? "

" Ela foi comprar pizza pra nós . Já deve estar chegando , irei tomar um banho gelado pra tirar o canso do corpo" - acentir vendo a mais velha tirar seu saltos , logo ela me deu mais um beijo na testa e saiu indo em direção seu quarto . Fechei a porta me virando em seguida , encostei as costas na porta e encarei a caixa debaixo da cama , eu avia ficado ainda mais curioso sobre está cidade após ler aquela página cheia de mistério 

.....

 No outro dia eu fui pro colégio normalmente , a única diferença é que naquela manhã eu estava com o diário que tanto me tirou o sono , dentro de minha mochila só esperando pra ser lido . Ao entrar na sala fui diretamente pro meu lugar , Megan veio conversar comigo toda gentil e eu juro que tentei lhe dar a atenção que tanto merecia 

Mas parece que tudo parou quando ela entrou na sala , eu a olhei de cima abaixo e soltei um longo suspiro ao notar o quanto seu estilo era tão único . E quando ela se sentou em seu lugar e depois rapidamente me encarou , eu sentir meu coração errar uma batida e engolir seco desviando o olhar pra minha mesa 

" Jimin ? Está tudo bem ? " - voltei a olhar Megan , acentir apenas sorrindo fraco - " não parece " - me olhou desconfiada 

" Mas está . Fiquei tranquila Megan , eu estou maravilhosamente bem " - mesmo não parecendo acreditar ela acentiu , voltei a fingir interesse no que ela dizia . Mas , as únicas coisas que realmente prendia minha atenção naquele momento era o diário em minha mochila , e Elisa Evans olhando pra janela ao meu lado 

.. 

Quando o intervalo realmente chegou , eu dei uma desculpa de que precisava ir a biblioteca . Assim fugir de Megan , andei todo o colégio até finalmente achar uma sala vazia e abandonada . Adentrei o lugar e me sentei em uma cadeira que avia ali , abrir o diário na segunda página , ao qual eu avia parado e me pus a ler 


Segunda - 20/04/19**


Já se passou dias desde que escrevir pela última vez . Acabei não tendo tempo pra tal ato , e deixei meu caderno de confisões de lado nestes dias . Durante esses últimos dias muitas aconteceu , mas vamos começar pelo principal de tudo . Elisa Evans . Já vai fazer quase uma semana que estou lhe encontrando todos os fins de tarde perto da cachoeira , temos tanto em comum que chega até a assustar . Elisa realmente me mostrou ser algo diferente do que os outros falam , ela também me contou um pouco sobre seu povo e percebi o quanto as duas raças tem pensamentos tão ridículos sobre o outro . Meus fins de tarde estão sendo menos monótonos com ela por perto , e fico tão feliz de tê-la pra conversar sempre , ela se tornou uma grande amiga . Só que infelizmente nem tudo é um mar de rosas , resolvir contar a meu melhor amigo sobre Elisa , e sua reação não foi uma das melhores . Taehyung ficou revoltado por saber que eu estava tem algo com uma Evans , e me xingou de muitos nomes ridículos , acabamos brigando e chamando a atenção de Megan . A mais nova acabou também descobrindo , e agora não sai mais do meu pé , alegando que uma hora ou outra Elisa me traíra . Mas Eli nunca faria isso , ela é diferente dos outros Evans , ela nunca machucaria nem uma mosca se quer . E eles não entendem isso , de qualquer forma pelo menos prometeram guardar segredo , e eu confio plenamente nós meus dois melhores amigos 



Encarei a janela da sala , já começara a chover novamente em Blood . Fechei os olhos escutando a chuva a cair lá fora , e meus pensamentos imaginaram como seria o tal Edward Adams

" O que faz aqui sozinho ? " - tomei um susto e logo coloquei o diário de volta em minha bolsa 

" Nada . O que você faz aqui ? " - Elisa caminhou até uma grande mesa que avia ali , e então se escorou nela a me olhar 

" Estava apenas passando , e aí lhe ver aqui . Pensei que poderia ter acontecido algo , na verdade estranhei você não estar com Megan agarrada em se " - riu cruzando os braços . Revirei os olhos quando notei sua maneira de citar o nome da garota 

" Estava apenas pensando . Blood é uma cidade um tanto quanto estranha " - encarei novamente a janela 

" Você não viu nada ainda , mas talvez nem veja também . Blood pode ser considerada o próprio inferno , e acredito que nem o capeta ficaria aqui se pudesse " - estranhei sua maneira de falar . Ela era tão séria enquanto comparava sua cidade ao um lugar tão ruim , como o inferno . E olha que não era a primeira vez que ela dizia tais coisas sobre a cidade

" Acho que não é pra tanto também . Só estava reclamando da mudança de clima , assim tão derrepente . Você leva as coisas muita ao pé da letra senhorita Evans " - sorrir pra morena , por um momento a vir arregalar levemente os olhos . Estranhei quando ela negou abaixando a cabeça enquanto negava 

" Não . Não pode ser , já faz muito tempo . É impossível a maldição acontecer agora , ele não pode reencarna . Não agora " - ela murumurava baixo , mas ainda sim eu escutava 

" Elisa ? Tá tudo bem ? " - sair da cadeira em um pulo , me aproximei da morena que ainda resmungava negando com a cabeça -" ei ! Calma " - segurei seu rosto a fazendo me olhar 

" Ele . Ele não pode voltar agora , não é o certo . Ele disse que esperaria , disse que voltaria pra ficarmos juntos mas não assim . Não de uma maneira tão .. tão perigosa , e fora de época " - franzi a testa , não entendia o que ela dizia . Mas , a maneira ao qual seus olhos se encheram d'água me fez ficar realmente preocupado

" Ei , tá tudo bem Elisa . Fica calma , shiu..só respira um pouco " - não pensei muito , apenas a puxei prós meus braços . Eu nunca fui muito bom pra ajudar alguém , mas naquele momento eu sentir que ela só precisava ser acolhida por alguém que a tranzuilizasse - " eu não sei do que você tá falando , mas pode ficar tranquila que seja lá quem é esse aí . Ele não está aqui agora , eu estou  " 

Encostei meu queixo em sua cabeça enquanto fazia carinho em seu cabelo , sentir ela me apertar ainda mais em se . E então minha blusa foi molhada pelo seu choro  , fiquei surpreso por ela estar chorando agarrada em mim . Mas não a atrapalhei , talvez ela realmente só precisava se sentir protegida e ter um ombro amigo , e eu sentir que deveria ser seu ombro amigo naquele momento 

 ~ ela parecia apenas querer ser protegida e poder descansar um pouco em um ombro amigo . E eu fui seu ombro amigo naquele fim de tarde , e sentir que seria todos os dias após aquele ~


Arregalei os olhos quando flashs de algo que já tivesse acontecido passou em minha cabeça . Fechei os olhos , e foi como se eu estivesse vendo pelos olhos de alguém , como se eu estivesse vendo o que aconteceu no dia 20/04 , ao qual eu ler na primeira página do diário do Edward Adams . E eu era o Edward , rapidamente abrir os olhos e então percebi que Elisa me observava tão próxima 

" Tá tudo bem ? " - estranhei ela perguntar aquilo , até então ela que não parecia bem . Eu abrir a boca pra responder mas não tive tempo ,só sentir o impacto do meu corpo contra o chão . E então a voz de Elisa preocupada - " Jimin ! " - após isso apaguei por completo 




Notas Finais


Eu só quero ver quem já entendeu uma parte dos mistérios que rondam a pequena cidade de blood .

E então você teria coragem de morar nesta cidade ? E de desvendar este mistério ? Teria ? ..

Quem será Edward ? E o que terá acontecido com ele ? Será que ele tem algo a ver com a tal "maldição" que Elisa carrega ?

São perguntas e mais perguntas que só seram respondidas no decorrer da história , mas se quiserem podem criar várias teorias malucas KKK

Obrigada pela sua atenção

Beijão da tia Lu 🌺✨


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...