História Maldita Afrodite e sua cria - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Block B
Personagens B-Bomb, Jaehyo, Kyung, P.O., Taeil, U-Kwon, Zico
Tags Bbomb, Jaebomb, Jaehyo, Kwonnie, Taepyo, Zikyung
Visualizações 35
Palavras 312
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Primeira fic minha de kpop sejam gentis.

Capítulo 1 - Malditas Covinhas


Jaehyo definitivamente odiava sua vida.

Como se não bastasse dividir o chalé com a criatura mais irritante de todo acampamento, vulgo seu irmão Taeil, ele ainda tinha que aturar o baixinho se atracando com o filho de Hefesto sempre que possível.

Claro que como tudo que é ruim pode piorar, ele ainda tinha que responder a proposta do belo filho de Afrodite que estava diante de sua porta á quase meia hora esperando uma resposta.

- Hey pescador, eu to falando com você! - disse o outro estralando os dedos na cara do maior.

Jaehyo piscou duas ou três vezes lentamente, como que para assimilar a realidade e assumiu uma carranca que seria assustadora se o maior não fosse adorável.

- Você não tá me pedindo isso.

Minhyuk revirou os olhos e olhou pros lados percebendo que estavam chamando atenção demais.

- Pode por favor me dar uma resposta logo? 

- Porque não pede pro Kwonnie?

Minhyuk cruzou os braços e algo dentro do maior dizia que o garoto estava perdendo a paciência.

- Porque precisa ser você, eu não tenho muita intimidade com os dois seu irmão vive se agarrando com o Pyo então ninguém ia acreditar e o Kwon começou a namorar ontem na fogueira seu idiota. Como você esqueceu se você quase estragou todo o meu trabalho?

Jaehyo ficou vermelho na hora ao se lembrar que quase matará os amigos quando pisou acidentalmente no rabo de uma fúria, que o perseguiu até a fogueira montada especialmente para o pedido, que graças aos deuses foi aceito pela doce filha de Hecate, que achou tudo muito engraçado.

- M-me desculpa, foi totalmente sem querer.

Minhyuk sorriu, aquele sorriso matador com suas covinhas fofas a mostra que desnorteavam qualquer um.

- Aceito suas desculpas se me ajudar a juntar aqueles dois tapados.

Sua voz soava melodiosa e encantadora, Jaehyo não podia dizer não. E foi assim que ele se meteu na pior enrascada de todas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...