1. Spirit Fanfics >
  2. Maldita Aposta - O casamento >
  3. Capítulo um

História Maldita Aposta - O casamento - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Amores voltei pra uma nova temporada dessa fanfic MARAVILHOSA (sim eu amo essa fanfic) ❤❤❤

Capítulo 2 - Capítulo um


 

Ponto de vista de Sasuke.

 

Cheguei em casa depois de um dia agitado de trabalho esperando descansar um pouco, mas eu me esqueci do pandemônio que minha vida se tornou nos últimos meses.

Quando eu decidi pedir Sakura em casamento, eu fiz porque amava e ainda a amo com toda a meu coração. Mas a despeito de toda a nossa vontade de festa pequena e tudo mais, nossas mães entraram no meio e ai estava armada toda a confusão.

Eu ainda me lembro de quando eu a pedi em casamento. Ela estava na formatura, estava tão feliz e ficou enlouquecida com o pedido.

~~~~~~~Flashback~~~~~~~~~

Eu estava nervoso Itachi tinha conseguido me deixar mais nervoso do que eu estava. Era um passo e tanto, Sakura seria minha esposa em pouco tempo se ela aceitasse, e a mãe dos meu filhos. Eu seria um esposo e assim teríamos a nossa vida.

Eu esperei até que a cerimônia formatura acabasse antes de levá-la até o restaurante onde tínhamos marcado para comemorar.

- Eu nem acredito que já acabou. Por incrível que pareça eu vou sentir saudades. - ela falava feliz, enquanto eu dirigia até o restaurante. Eu estava quieto, porque estava nervoso.

- Sakura? - a chamei antes que ela entrasse no restaurante.

- Hã? O que foi, amor? - se virou pra mim, respirei fundo tomando coragem.

- Eu… - comecei sem saber o que dizer.

- Sasuke? O que tá acontecendo? Tá tudo bem? - perguntou percebendo o quão nervoso eu estava.

Eu me ajoelhei vendo ela arregalar os olhos.

- Sasuke? - perguntou.

- Sakura? Eu te amo mais que tudo, e quero que você seja minha pro resto da vida. Sakura você aceita casar comigo? - perguntei tirando a aliança do bolso.

- Sasuke. Eu te amo e aceito ser sua esposa. - disse emocionada, eu a tomei nos meus braços a abraçando e a beijando. ~~~~~~~~Flashback off~~~~~~~~

Sorri olhando para minha casa e tomando coragem entrei na casa pronto pra enfrentar todo o pandemônio que ela com toda certeza estava.

- Você acha que o tom de rosa tem que ser clarinho ou rosé é melhor? - minha mãe perguntou para uma Sakura que parecia vem estressada.

- Eu não… - começou.

- As mesas com 6 ou 7 cadeiras? - a mãe dela questionou.

- Eu sinceramente, não sei… - ela tentou.

- Sakura, você quer fios de luz com 3 ou 4 fios? - Ino chegou logo depois.

- Gente vocês não tão entendo… - Sakura parecia que ia chorar agora.

- Amiga, os vestidos das madrinhas em um ou dois tons? - Hinata estava falando no telefone quando perguntou para Sakura.

- Eu não sei. - disse atordoada.

- Sakura… - Tenten começou.

- Gente! Por favor, dêem descanso a Sakura, se não for algo imprescindível que ela dê opinião vocês resolvam, pode ser rosé mãe. Seis cadeiras ficam mais confortável sogra. Luzes de 3 fios são o suficiente. Os vestidos das madrinhas e as gravatas dos padrinhos serão de cores variadas. Vamos Sakura, vamos descansar. - a levei, a tirando de lá antes que ela chorasse.

- Obrigada. Eu mal cheguei em casa e elas não me dão descanso. - disse quando nos trancamos dentro de casa.

- É isso que você quer, Sakura? Um casamento assim? - perguntei, minha maior preocupação era ela.

- Vai ser legal. Só casamos uma vez, né? Mas elas estão me enlouquecendo. - disse por fim.

- Amanhã nós vamos viajar para aquela cabana juntos. O que você acha? - a abracei apertado.

- Você é perfeito, eu nem sei como agradecer. - disse me apertando.

- Eu posso pensar em um ou dois jeitos. - falei safado no seu ouvido, a puxando para perto, caindo sobre a cama com e ela junto.

Ponto de vista de Sakura.

- Eu já disse não, Ino. - falei pela milésima vez.

- Poxa, mas eu estava tão animada. - Ela murmurou.

- Ino, nós já vamos para Vegas, mas eu não quero uma super despedida de solteiros com gogo boys e tudo mais. Sasuke e eu combinamos assim. - de fato, Sasuke e eu chegamos a conclusão de que não queríamos uma despedida de solteiros com outras pessoas. Queríamos sair com os amigos, mas não tínhamos a necessidade de irmos com outras pessoas.

- Mas eu tô dizendo Sakura. Os meninos vão contratar striper do mesmo jeito. - Ela bateu o pé.

- Sasuke já disse que não quer. - falei decidida.

- Mas você acha que Itachi vai ouvir? Izume estava revoltada, ele pediu passe livre. Sabe o que é isso? - Ino agora estava revoltada.

- Passe livre? - passe livre pelo que eu sabia era um movimento em que os casais se davam um fim de semana de solteiro, para sair e fazer o que quiser de forma mútua.

- Sim, eu nunca imaginei que Itachi ia propor isso, ciumento do jeito que é. - ela disse.

- Se Sasuke faz isso comigo, ele é um homem morto. - disse.

- Pelo menos Izume disse que vai deixar as crianças com a mãe dela e vai meter chifre na cabeça de Itachi. Ela disse abre aspas: ‘Passe livre é para os dois, eu vai dar a minha piriquita até sair engatinhando.’ - eu tive que rir com essa, era a cara de Izume dizer isso.

- Eu combinei com Sasuke, Ino. Se os amigos estão fazendo escondido não é culpa dele, eu não posso fazer nada. - disse voltando trabalhar.

- Sakura é isso. Você é um gênio. - gritou feliz.

- Ino? Ino? Volte aqui, o que você está falando? - chamei, mas ela já havia ido embora. Merda.

 

Ponto de vista de Ino

- Deixa eu vê se eu entendi. Você concorda com os métodos de Itachi? - perguntei para meu quase defunto noivo.

- Bem, eles estão caindo na rotina. Se isso for de acordo com os dois, não acho nada demais. Cada um sabe de si. - falou dando de ombros.

- Eu acho esquisito. - murmurei.

- Bem, Izume aceitou sabe que o marido vai aproveitar. - Sai respondeu enquanto digitava no computador.

- Pelo menos não é traição eu acho. E chumbo trocado não dói. - respondi.

- Como assim? - questionou.

- Você não acha que o passe livre é para apenas um lado, né? Se você me pede um passe livre eu também teria direito. E eu juro Sai, pela felicidade do meu filho, que se você sair um fim de semana pra alguma passe livre que eu tenha te dado, você vai voltar arrastando chifre no asfalto. Porque eu não vou dar, eu vou distribuir. - sai da sala rindo da cara de chocado dele. 


Notas Finais


Gente obrigada por tudo, tô amando tudo que tenho vivido com vocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...