História Maldito diário (Taekook, Vkook) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jinyoung, Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Youngjae, Yugyeom
Tags Clichê, Drama, Jungkook Top, Namjin, Suícidio, Taehyung Bottom, Taekook, Vkook, Yoonseok
Visualizações 71
Palavras 789
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura.
Espero que gostem e etc...
É só isso kk

Capítulo 1 - Diário perdido


Fanfic / Fanfiction Maldito diário (Taekook, Vkook) - Capítulo 1 - Diário perdido

[Pov's Jungkook]

 E la estava eu mais uma vez em  sala de aula, estuda não tinha importância para mim depois da morte de Taehyung, ver aquela carteira vazia só me deixava mais triste.

 Eu sentia muita falta da quele sorriso "quadrado" dele eu sinto muita sua falta, ele se foi e levou uma maldita perte de mim junto com si, mesmo gostando de Taehyung nunca tive coragem de fala com ele.

Taehyung não era de fala com as pessoas, ele não era socialista ele sempre estava na sala com seus fones de ouvido ou na biblioteca, sempre ficava sozinho parecia não ter amigos.

 Taehyung mexeu muito comigo desde a primeira vez em que o vi, aquele garoto de pele meia morena, lábios rosados e seus olhos castanhos, que seus cabelos quase não permitiam os ver, me deixou como um bobinho apaixonado.

 Após a primeira aula se passa vou para o banheiro, mais Jimin me puxou mesmo antes de eu entra no banheiro.

Jimin: - Jungkook, precisamos conversar. - Cruzou os braços enquanto me fitava atentamente.

  - Sobre oque exatamente?. - Arqueio uma sobrancelha

 Jimin:  - Sobre o grupo de apoio, ue! você precisa ir... - Fez uma expressão de indignação por mim não lembra da nossa "conversar".

 - Não preciso, estou bem assim.

 Jimin: - Sim, você está "Muito bem", Jungkook.. - Suspirou fundo enquanto massagiava a carne da testa.  - Jungkook, você fica todas as noites chorando ao lembrar do Taehyung. 

Isso era verdade, muitas vezes eu ficava no meu quarto e vinha pensamentos e lembrança que eu tinha de Taehyung, acabava sempre chorando e sem conta nos ataques de pesadelos que eu tinha.

  - Eu sei Jimin...mais eu não quero participar. - Desviei olhar para a blaquinha do banheiro masculino.

 Jimin:  - Mais vai, amanhã vou junto com você para você não ir sozinho... - Pós uma mão no meu ombro esquerdo enquanto me encarava sem sequer desvia o olhar.

Jimin apenas queria me ajuda e eu devia aceita mesmo não querendo, ele só que me ver bem.

Respirei fundo e logo em seguida sorri para o mais baixo.

- Tudo bem Jimin. 

O de cabelos azul sorriu e saiu andando, o companhei com os olhos até o mesmo sumi da minha vista, logo entrei no banheiro vendo Taehyung sentando na pia sorrindo enquanto balançava as penas em vai e vem.

 Sei o que você tá pensando, se eu tô louco?, Não, ou talvez sim, depois da morte de Taehyung minha mente ficou brincando comigo e com isso vejo o "fantasma" de Taehyung sempre.

 Tae:  - Você tem encontrar aquilo logo, Jungkook.

- Me deixa em paz de uma vez.... 

Não queria que ele me deixasse, mais ali não era o Taehyung, era Apenas uma coisa da minha cabeça que eu mesmo criei.

 Tae:  - para isso você precisa encontrá-lo, daí você saberá toda a verdade sobre minha "morte". - Sorriu meigo.

- Encontrar oque Kim Taehyung?, Todo santo dia você me fala isso.

 Minha paciência estava já ao fim, fala com o espírito ou sla oque do Taehyung me deixava com angústia.

Tae: - Isso você precisa descobrir sozinho, não posso simplesmente lhe ajuda porque não posso.

 Lavei meu rosto, e quando volto a o olha para Kim imaginário,ele  tinha sumido.

Ele sempre me fala para encontrar essa tal coisa, mais nunca me fala oque é.

Saio do banheiro, como não tava afim de volta para sala vou para o terraço lá vejo Taehyung sentado.

 Tae: - O dia tá lindo né?....  - Perguntou sem olhar para mim enquanto encarava o céu que não tinha muitas nuvens.

- Estaria...se você me deixasse em paz. -  Fico longe o encarando  - Você tá morto e não me deixa em paz, você fica brincando com minha mente... 

 Tae: - Hmmmm, será mesmo que eu tô morto?, Qual será o motivo para eu ter me matado?, Qual foi o propósito?.

 - Cala a boca Taehyung.... - aperto o punho.

 Tae: - Será que eu fiz certo?, Você precisa encontrá-lo para ter a certeza de tudo que tou falando.

- CALA A BOCA TAEHYUNG... - Dou um soco em uma porta de madeira que estava preste a cai, parecia um quartinho de limpeza.

- AM?, Que lugar é esse... - Encarei a porta que tava preste a cai após de eu dado o soco.

 Tae: - Finalmente, você achou. - Sorriu largo

 - Achei oqu... 

O mesmo já tinha sumido antes de eu pergunta oque havia achado, entro no local apertado e vejo uma caixa, a caixa tinha o nome do Taehyung.

Pera isso era do Tae? 

Pego a caixa a coloco no chão e abri mostrando várias coisas, e principalmente um caderno, ou merlho um diário.

Continua.


Notas Finais


Obrigada...por ler kkk.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...