História Maldito gato! (NamJin!híbrido) - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Babie Kookie, Ciumes, Disneylândia, Fofinho, Hibridos, Jin Hibrido, Jin!hybrid, Kenjin, Markson, Monjin, Namjin, Namjin!au, Vacilão Morre Cedo, Vhope, Yoonmin
Visualizações 557
Palavras 707
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora skskskkssk
Aqui a verdadeira estoria da senhor Kim

Capítulo 19 - -.- Eu acho que sou gay -.-


Fanfic / Fanfiction Maldito gato! (NamJin!híbrido) - Capítulo 19 - -.- Eu acho que sou gay -.-

[Kim NamJoon]

— Você não tem o direito de falar comigo assim, NamJoon! — Minha mãe gritou, apontando o dedo na minha cara. — Você já nem tem meu dinheiro mas, o quê vai fazer? Implorar para eu te perdoar?!?

— Eu estou pouco me fudendo para seu dinheiro! — digo, segurando a saia que SeokJin havia me dado e balançando na frente do seu rosto. — Quero saber por que fez isso?! Ahm?

— ... — ela ficou calada e me olhou inquieta.

— O quê aconteceu com Joo-Hee não foi o suficiente? Sabe que tudo aquilo foi culpa sua, você não aceitava ela.

— Ela era uma criança, ela não sabia o quê estava acontecendo.

— Ela tinha doze anos! Doze, mãe. Ela sempre foi seis anos mais velha que eu, só que não parecia!

— Ela era minha filha. — Ela gritou.

— Ele é seu filho — apontei para o lado, tentando falar sobre SeokJin. — Você criou ele, cuidou dele... Ele não merece um terço que Joo-Hee sofreu, na verdade, ele não merece um terço do que JooHeon sofreu. Eu nem sei o porquê de eu chamá-lo ainda de Joo-Hee, ele é JooHeon

— Esse não é o nome dela!

— É ele! Ele! Joo-Hee sempre foi diferente, ele não gostava de se vestir como menina porque ele não era uma menina. Joo-Hee sempre foi JooHeon.

— Eu quero uma menina! Eu quero minha filha, e se eu não posso ter Joo-Hee, terei SookJi.

Foi nojento do jeito que ela falou sobre o híbrido, coloquei a mão na boca e neguei com a cabeça.

— Se você não aceita isso, vá embora... Vá!

Eu dei uma risada e concordei com a cabeça, encaro a minha mãe e logo bato palmas.

— Já tinha perdido um filho, agora, perdeu outro, mamãe. — digo, antes de sair do quarto batendo a porta.

Peguei minhas coisas e arrumei rapidamente na mala que tinha trago à meses atrás, suspirei pensando na burrada que minha mãe havia feito. Término de fazer aquilo é deixo tudo em cima da cama. Andei até o quarto de Jeonggukkie e peguei suas coisas também, deixando tudo dentro de uma mala, eu ia mais levaria os híbridos comigo.

Para de comemorar, puppycórnio!

Suspirei e andei em direção ao quarto do menor, indo até lá e abrindo a porta com cuidado. Vi o menino encolhido na cama, completamente escondido como hoje de manhã. Tanta coisa acontecendo em só um dia.

— Oi, Jinnie. — me aproximei e arrumei o menor na cama.

Olhei para seu bracinho, vendo-o arranhado e uma parte da blusa rasgada, suspirei e o segurei em meu colo, deixando sua cabeça em meu ombro.

— H-Hyung, por que ela é assim? — ele perguntou com o rostinho vermelho e me olhando com um bico nos lábios.

— Ela é problemática. Ela queria uma filha, mas a única que ela teve era na verdade um menino.

— É a garota das fotos do álbum?

— Sim, só que é ele. Ele é trans.

— Então, ele é um menino?

Ele colocou o rosto na curvatura do meu pescoço.

— Sim, ele é. — afaguei seus cabelos, me arrepiando com sua respiração em meus pescoço.

Que merda, acho que eu sou SeokJinsexual. ESPERA, CALMA... APAGA PELO AMOR DE DEUS.

Porra.

— Arrume suas coisas.

— Por que? — ele perguntou.

— Você e JungKook vão para casa comigo.

( ... )

— Ah! Aqui é grandão! — o coelhinho puxava SeokJin e TaeHyung para dentro da minha casa, enquanto olhava tudo ao redor. — O Kookie vai poder brincar agora! Lá na casa da Noona não podia.

— SeokJinnie, vamos poder subir no murro e conversar sobre coisas de adultos. — Suga disse, fazendo uma cara de malícia.

— Sobe o quê vocês conversavam, Min YoonGi Park? — JiMin franziu o cenho, com ciumes.

— Sobre fanfics, oras! — deu uma risada. — Falar sobre como o Kai e o D.O são shippáveis.

— Tem o G-Dragon e o T.O.P também, MinMin. — SeokJin concluiu.

— Amém, GTOP.

— Amém, KaiSoo.

Eles levantaram os braços como uma glorificação para seus otp's.

Esses fundashis, nunca entendi.

— Meu otp é YoonJin. — disse HoSeok, mordendo o lábio.

Nojo de ti, HoSeok. Eu sou mais NamJin.

Mano, acho que eu sou gay, mas não um gay qualquer : o gay que está gostando do gato do diabo, vulgo SeokJin.


Notas Finais


Ele tem um irmão aaaaaaaaa
Link do grupo do whatsapp: https://chat.whatsapp.com/GxcxpW1Sbsa3V3DKf43hWc


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...