1. Spirit Fanfics >
  2. Maldito Shark Boy (todobaku) >
  3. Extra

História Maldito Shark Boy (todobaku) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura🥰

Capítulo 2 - Extra


Fanfic / Fanfiction Maldito Shark Boy (todobaku) - Capítulo 2 - Extra



Todos os futuros heróis estavão jantando e conversando animadamente, o estranho era Bakugou que estava calado demais para uns. Más um certo bicolor sábia o motivo, o áudio.



Katsuki encarava o meio ruivo discretamente, o loiro estava com vergonha do áudio que kirishima mandou para o mesmo. Se perguntava se o bicolor já tinha ouvido o áudio ou ouviu e está agindo como se nada tivesse acontecido. Maldito Shark Boy que diz ser o seu melhor amigo. 



Bakugou terminou a sua janta e foi lavar o seu prato na pia dos dormitórios da U.A. Quando terminou foi direto para o seu dormitório sem falar com ninguém, o loiro ainda não estava com sono más queria dormir para esquecer pelo menos um pouco desse dia louco. O de olhos rubis entrou no seu dormitório e quando iria fechar a porta algo o impediu entrando no seu quarto e trancando a porta em seguida. Foi rápido demais, tão rápido que o loiro estava presado na parede de costas..... Ele não fazia a mínima ideia de quem era más concerteza iria explodir o arrombado. 


- MAIS QUE PORR.....- parou de grita e arregalou os olhos quando escutou um susurro rouco que tanto conhecia no seu ouvido.

  


- Então quer dizer que você quer senta em mim hm? - perguntou Todoroki mordendo o lóbulo da orelha do outro fazendo o loiro corar fortemente, e logo sentindo o seu coração acelerar. 



- N-Não sei do que está falando seu pevertido meio a.. Ahh - gemeu após sentir a mão do meio ruivo apertar o seu membro coberto pelo moletom preto. 


- Más eu sei eu escutei o áudio Suki.- gemeu o novo apelido do loiro fazendo o outro sentir o seu membro ficando duro, o bicolor não estava muito diferente.- Vamos lá me mostre a bela vadia que você é.- provocou escutando um gemido mais arrastado e alto do parceiro. Quem diria o tão conhecido Bakugou Katsuki gosta de ser rebaixado e xingado na hora do sexo, sem duvidas essa foi a melhor descoberta que Shouto havia feito. o bicolor colocou a sua mão dentro do moletom do outro e passou a mover a mão lentamente para o provocar sentindo aquela região molhada de pré gozo sujando os seus dedos.



O bicolor não estava muito diferente, ele estava completamente duro, e para se aliviar ele roçava o seu membro nas nádegas do outro sentindo Katsuki enpinar mais a bunda rebolando livremente no membro rígido que era forçado em sua bunda em busca de mais contato. Estavão quase transando vestidos. Os lábios de Todoroki passeavam sobre a pele sensível do de olhos rubis, os dentes raspavão fazendo o corpo definido do colega se arrepia. O bicolor começou a chupar o pescoço do outro sem piedade, certeza que no dia seguinte iria ter grandes marcas roxas por todo o seu percoço. O de olhos rubis colocou a sua cabeça no ombro do outro, gemidos baixos escapavão proximo da audição do bicolor. Aqueles gemidos erão tão exitantes que estavão levando o meio ruivo a loucura. O bicolor masturbava o loiro rapidamente até ele sentir o outro se desfazendo em sua mão melando de gozo.


Bakugou foi virado por Todoroki fazendo com que os dois se encarassem, ambos estavão com os olhos repletos de luxúria. O loiro estava muito corado e ofegante.


- Você nem imagina o quanto eu queria ver o seu rosto corado....- murmurou pondo a mão e apertando o membro do loiro novamente notando que estava mais duro do que antes- Você ficou duro novamente só de olhar pra mim.... não era você que me chamou de pevertido? 


- C-Cala a boca! Isso foi culpa sua.- acusou Todoroki ficando mais corado ainda. 


  

- Ah, Suki, eu não consigo mais resistir com você tão coradinho e tão vulnerável assim.- o bicolor puxou o loirinho em diração a cama do dormitório do mesmo e logo deitando o mesmo em seguida ficando por cima selando os lábios com os do seu parceiro. Pediu passagem com a língua e ela não demorou a ser cedida, explorou cada cavidade bocal do seu tão amado loiro de olhos rubis  aproveitando ao máximo.



Todoroki tirou a blusa do garoto vendo os mamilos dele. Começou apertar o mamilo esquerdo enquanto chupava e modiscava o direito arrancando gemidos de dor e prazer de Katsuki.  



- Shouto... A-Ahn - o meio ruivo trocou de mamilo fazendo o mesmo processo que fazia, modiscando e chupando. 


- Você tem lubrificante?- perguntou encarando Bakugou.  


- Não imbecil, porque eu teria?


- Não era você que estava doido para sentar em mim? Eu pensei que pelo menos você iria estar preparado.- disse o bicolor tirando o moletom e a box do loiro e em seguida chupando os seus próprios três dedos até ficarem bem molhados e em seguida abrindo às nádegas do mesmo. 



- Seu idio.... AAhh Shoutoooo.- gemeu após sentir dois dedos do meio ruivo entrarem de uma vez. O de fios espetados grunhiu de dor, a sua respiração estava ofegante.


Shouto começou a movimentar os dedos lentamente preparando o outro, enfiou o terceiro dedo, alargando em movimentos de tesoura. Sentindo que o loiro estava pronto o meio ruivo tirou os dedos. Todoroki começou a tirar a roupa  lentamente vendo o olhar brilhante de Katsuki sobre si, tirou a roupa ficando como veio ao mundo.     


- Gosta do que vê? 



- Gostoso do caralho! Me fode logo Shouto - Bakugou queria logo sentir o quão bem Shouto iria lhe fuder.            



- Com prazer.- forão questão de segundos para que o loiro sentisse o membro lhe preenchendo nada carinhoso fazendo Katsuki grunhir de dor. Shouto sentia como se o buraco do outro engolisse o seu pau.  


- Seu desgraçado, infeliz.- dizia com os olhos cheios de lagrimas. 


- Não era você que queria que eu te fodesse logo vadiazinha? 


- A-Ahhhn 


O meio ruivo começou a se mover e logo sentiu o seu percoço ser abraçado tanto pelas mãos e pelas pernas na cintura do bicolor. As estocadas erão lentas porem fundas, aos poucos Katsuki começou a parar de sentir dor e tudo o que sentia era prazer. 



- Geme.... o meu nome vadia!....



- A-Ahh Shoutooo.... M-Mais rapi-ido...- gemeu de prazer, e gemeu mais ainda quando Todoroki atendeu ao pedido, investindo mais rápido contra o loiro -  Ah.... Assim. - estava tudo tão bom tão prazeroso para ambos mais Katsuki queria mais, e foi o que fez trocando às posições e ficando por cima do bicolor.



- Achou mesmo que você iria estar no controle durante a foda toda? Eu disse que eu iria sentar em você  seu bastardo. 


- Estava ansioso por isso.... Rebole no meu pau como uma boa vadia que você é tsuki.- mandou desferindo um forte tapa em uma das nádegas, arrancando um gemido manhoso do lourinho. Todoroki amou os gemidos do loiro erão como um melodia, queria memorizar não só os gemidos más também cada expressão e cada curva do seu parceiro. Pedaço de mal caminho era o que o de olhos rubis era, tudo em Katsuki era excitante nós olhos do meio ruivo. 



Katsuki não demorou em mover os seu quadril em movimentos circulares, e logo subindo e descendo no pau do bicolor, subia e descia com rapidez e agilidade desesperado a chegar em seu clímax. Quando o bicolor percebeu que o loiro já estava cansando colocou às mãos no quadril do mesmo o ajudando. 



- Shoutoooooo- gemeu alto e manhoso após sentir a sua próstata ser atingida, fazendo o bicolor atingir mais vezes. 



Todoroki beijou o loiro para abafar os gemidos, pois estavão e um dos dormitórios da U.A não queria ter problemas depois. Shouto começou a masturbar o loiro, logo percebendo às expressões do mesmo mudar. Bakugou estava ficando mais sensível estava muito perto de gozar, e a situação do bicolor não era muito diferente. 


- Shouto.... Eu e-eu.... Aahh


- Vamos juntos Ahh- após isso ambos gozarão, o bicolor dentro do loiro e o de olhos rubis no abdômen do meio ruivo. Ambos estavão super ofegantes e suados, os fios dos cabelos dos mesmos estavão caidos sobre suas testas por causa do suor. Os olhos dós dois estavão nublados de prazer.



Bakugou saiu de cima de Todoroki e deitou ao seu lado na cama ainda ofegante. O meio ruivo começou a fazer cafuné no loiro. 



- Você fica muito lindo quando goza.- susurrou no ouvido do de cabelos espetados. 


- Cala a boca bandeira do Canadá do Paraguai.- mandou e logo escutando uma risada deliciosa do bicolor. 


- Você sentou muito  bem. 


- Eu sei.... E só eu irei sentar em você mais ninguém, tá ouvindo seu duas caras? 


- Claro, Claro.... Mais pra isso você tem que ser o meu namorado tsuki. 


- Ok então agora somos namorado e namorada. 


- Só que eu sou o namorado. 


- É? Nem fudendo pavê, eu sou o namorado. 


Com isso Todoroki ficou por cima do loiro pegando no membro do mesmo e apertando de leve a sua glande, e a outra mão o mamilo.  


- Você é o que Suki? 


- A namora-ada Ahhhn.


- Também concordo.- com isso Shouto saiu de cima do de olhos rubis e deitou novamente ao seu lado virando o rosto do seu namorado e distribuindo selares, fazendo Bakugou inflar às buchechas muito corado e emburrado pelo o que acabara de acontecer. Os selinhos distribuidos por Todoroki chegarão nós lábios macios do loiro, e evoluirão para um beijo lento e apaixonado, ficarão fazendo carinhos um no outro. Katsuki tinha certeza que séria a melhor namorada de todo esse mundo mesmo sendo explosivo. 

  




Notas Finais


O que acharão do extra?
Estou pensando em fazer outra de todobaku, Todoroki vampiro e Bakugou lobisomem, o que achao?
Espero que tenham gostado stars💖

Outras fics minhas de Todobaku:

https://www.spiritfanfiction.com/historia/a-ilha-misteriosa-todobaku-21753643


https://www.spiritfanfiction.com/historia/amar-as-vezes-e-dificil-todobaku-21633649


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...