História Malevolência (Imagine Ki Hyun) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Min Hyuk, Personagens Originais, Show Nu, Won Ho
Tags Amor, Colegial, Imagine, Imagine Ki Hyun, Ki Hyun, Ódio, Romance
Visualizações 10
Palavras 925
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura!
Desculpa a demora, me diga o que estão achando, hum?
Um beijão :*

Capítulo 2 - Aposta


 - Olá meu nome é Ki Hyun - olho para frente e o vejo - E espero termos um ótimo ano juntos - Ele sorri maleficamente focando seus olhos de ira para mim.

Após a apresentação, eu só me imaginei pulando com uma voadora pra cima do garoto de cabelo rosa, mas me controlei e o olhei com mais raiva ainda. Ambos os garotos se sentaram e Ki Hyun me lançou um sorriso irônico, mas sinceramente eu gostaria muito de meter a cabeça dele na mesa repetidas vezes.

- Hey __________, tudo bem? – Cochichou Sunmi para que o professor não a escutasse.

- Claro! Por que não estaria? – Digo olhando para ela calmamente.

- Sei lá, você estava olhando que nem uma psicopata para os novatos. Gostou foi? – Riu baixinho

- O QUÊ? – Grito levantando da minha mesa – NEM MORTA! TÁ LOUCA, É?

- Estudante __________, acho que você é quem está louca, poderia se sentar ? Ou vou ter que expulsá-la da minha aula? - Disse o rabugento Professor de Física

- Desculpe professor – Digo sentando brutamente – Não irá se repetir – Ele acena com a cabeça e volta a escrever no quadro, enquanto eu faço caretas pelas suas costas fazendo Sun Hee e Sunmi rirem.

                                                                    * * *                                          

Eu e minhas amigas estávamos caminhando para o refeitório, quando vimos um tumulto em frente à porta de entrada puxo Wonho que estava no meio da multidão.

- Oi amigo, o quê que está acontecendo? Estou com fome e essas pestes chamadas de adolescente ficam na porta que nem múmias e não dá pra entrar.

- Meninas do Céu! Vocês não vão A-C-R-E-D-I-T-A-R – Diz fazendo uma atuação bem dramática, típica só dele.

- Fala logo! Pra quê essa bagunça toda ali – Diz Sun Hee sem paciência.

- Ai queridinha, acalma os nervos que eu não sou seu boy para aguentar seus ataques, viu? – Diz Wonho gesticulando com as mãos – Sabe aquele cara lindo do segundo ano? Que eu daria tudo para dar uns beijos?

- Sim - Dissemos nós três impacientes

-Então, me disseram né? Não que eu estivesse fofocando. Que Min hyuk e o ‘deuso’ do segundo ano não se dão bem, por conta que o novato roubou a namorada dele anos atrás - Nós três ficamos chocadas – Agora, ele estão lá dentro tendo uma conversa super tensa, ai ai queria consolar algum se eles saíssem numa briga – Diz Wonho em um tom frustrado olhando para as unhas. Entreolhamo-nos e entramos no meio do grupo tentando ver o que acontecia.

- E O QUE VOCÊ VAI FAZER, HEIN? – Vociferou Min Hyuk para o estudante do segundo

- EU SÓ QUERO ENCHER A SUA CARA ESTÚPIDA DE SOCOS – O garoto jogou sua bandeja em cima da mesa e se lançou para cima do novato

Antes que eles pudessem brigar, corro entrado no meio, meus amigos gritaram para eu sair, mas não liguei.

- HEY! SÓ PORQUE O ENGOMADINHO AQUI ROUBOU SUA NAMORADA, NÃO É MOTIVO PARA ESFOLAR A CARA DELE – Grito entrado na frente do garoto irritado – TÁ É MOTIVO SIM, MAS DEIXEI SEUS PROBLEMAS PARA DEPOIS, TODO MUNDO AQUI ESTÁ COM FOME E OS DOIS PATETAS ESTÃO ATRAPALHANDO – O estudante do segundo ano olhou para fora do refeitório e viu a multidão, ele pegou sua bandeja e deu um empurrão de ombro no novato.

Passo as mãos impacientemente pelo cabelo e vejo os alunos entrando no refeitório conversando sobre o que acabara de acontecer. Entro na fila para pegar meu lanche e sigo para mesa onde se encontravam meus amigos.

- Olha só a Mulher Maravilha – Brinca Shownu – Estava doida para levar uma surra só pode.

- A nem, estou morrendo de fome. Se aqueles dois idiotas brigassem iria demorar muito para entrarmos no refeitório, e aí sim, eles conheceriam uma pessoa muito furiosa – Digo fingindo lutar.

Todos caíram na gargalhada e aproveitamos o resto do nosso intervalo.

* * *

As aulas passaram rapidamente, o que eu agradeci, termino de arrumar meu material para sair e Sun Hee me interrompe na porta da sala.

- _________ estávamos pensando de ir à festa de volta ás aulas na casa da patricinha do 3°A, ninguém gosta dela, mas todo mundo vai. O que acha? – Pergunta se escorando na porta

- Tá legal, se todo mundo vai, eu vou. Que dia? – Respondo sem muito ânimo

- Na sexta, te pego na sua casa – Termina andando pelo corredor, supostamente procurando Shownu.

Saí pelos portões do colégio e vejo o patife do rosadinho encostado em um carro, ao me ver, ele puxa meu braço e viro com uma expressão séria.

- Se você não tirar essas mãos de Salsichão de mim eu vou te dar um socão na boca – Ele sorri e me solta

- Agradeço a sua falta de educação, Godzilla – retruca me deixando nervosa – Mas eu só queria falar que você deveria tomar cuidado – Fala se aproximando de mim – Ou você irá se apaixonar por mim de tanto me olhar – Diz cheio de si.

- No dia que eu me apaixonar por você o mundo acaba – Rio – Isso nunca vai acontecer, só nos seus sonhos.

- Isso é uma aposta? – Sorri arqueando a sobrancelha

- Claro! Eu nunca perco mesmo – Concordo jogando meu cabelo em seu rosto

- É o que vamos ver – Abre um sorriso malicioso

- Bem, estou indo embora, não sinta minha falta – Sigo em direção oposta a que ele estava.

Eu definitivamente irei ganhar isso e vai ser muito fácil – Penso indo para a estação de metrô já com o sentimento de vitoriosa. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...