História Malfeito Feito - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Andromeda Tonks, Astoria Greengrass, Bellatrix Lestrange, Blásio Zabini, Dolores Umbridge, Draco Malfoy, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Lord Voldemort, Lucius Malfoy, Mila Bulstrode, Minerva Mcgonagall, Narcissa Black Malfoy, Pansy Parkinson, Remo Lupin, Ronald Weasley, Severo Snape, Sirius Black
Tags Draco Malfoy, Drarry, Harry Potter, Lemon, Lunny, Panmione, Yaoi
Visualizações 323
Palavras 1.508
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Lemon, LGBT, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Vou precisar viajar para outro estado semana que vem para prestar UEM e, consequentemente, vou atrasar as coisas que eu tenho pra fazer aqui. Como eu fiquei com medo de deixar vcs muito tempo sem capítulo, tentei arrumar tempo essa semana pra escrever esse curtinho pra vcs.

Capítulo 18 - O dia em que Hermione seguiu o baile


Fanfic / Fanfiction Malfeito Feito - Capítulo 18 - O dia em que Hermione seguiu o baile

-Hermione Granger, verdade ou desafio? –Ele abriu um grande sorriso irônico.

-Desafio. –Hermione estreitou os olhos para ele.

-Eu desafio você a beijar a pessoa mais bonita dessa sala.

...

O rosto de Hermione esquentou, enquanto ela encarava Draco com os olhos muito abertos. O garoto revirou olhos e inclinou a cabeça levemente para o lado. Hermione pressionou os lábios juntos nervosamente e desviou o olhar, fazendo um gesto de negação quase imperceptível. Draco sorriu para ela com uma expressão desafiadora. Harry assistiu interessado à conversa silenciosa entre a amiga e o namorado.

Por fim, a grifinória pareceu desistir. -Ronald Weasley...?

O rosto de Ron também esquentou, e ele lançou um olhar envergonhado para o melhor amigo, antes de voltar-se para Hermione, com sua melhor voz de conquistador e apontando os dedos no formato de armas. -Hermione Granger...?

-Você pode me dar licença? Preciso alcançar a Pansy.

Ronald parece igualmente surpreso, confuso e decepcionado. Luna abriu seu conhecido sorriso sonhador. Ginny, que havia se levantado e dava a volta no grupo para pegar uma dose de bebida na mochila de Blaise, deu uns tapinhas nas costas do irmão e murmurou dentro de seu copo algo como “bobeou, perdeu". Zabini revirou os olhos, pois sabia que teria que aguentar a amiga se vangloriando disso no dia seguinte. O rosto de Neville ficou perigosamente vermelho. E, ao fundo, Crabbe e Goyle compartilhavam risadinhas felizes.

Hermione engatinhou pelo círculo, olhando por cima do ombro para ver Draco lhe lançar uma piscadela de encorajamento e parando na frente de Pansy Parkinson. Sob risinhos, gritos encorajadores de amigos e o olhar de um Ronald ainda atônito, ela encarou os lábios pintados de vermelho da morena.

-Qual é o problema Granger? Eu não mordo. -ela sorriu aproximando-se do rosto da grifinória e murmurando contra seu pescoço. – Só se você quiser...

Hermione corou violenta. E, resistindo ao impulso de virar para trás. Fechou os olhos, pressionando os lábios da garota em um selinho, do qual se afastou rapidamente. Alguém bateu palmas. Ela tentou se virar para ver quem ela, mas, as mãos geladas da sonserina seguraram seu rosto com firmeza, forçando a encarar aquelas olhos escuros e divertidos.

-Selinho não conta Mione. -Ela fez um muxoxo. E, antes que Hermione pudesse protestar, Pansy colou seus lábios juntos novamente.

Hermione arregalou os olhos, quando a língua da garota entrou em contato com a sua, mas, retribuiu o beijo, fechando os olhos. As mãos de Pansy correu sob seus cabelos, fazendo um arrepio percorrer seu pescoço e desceu pelas suas costas, até que a garota estivesse abraçando a parte de trás do seu pescoço, impedindo eventuais novas fugas. Enquanto a grifinória apoiou as mãos na curva da sua cintura.

Enquanto isso, Ronald encarava chocado, mas, interessado. Harry olhou ao redor, observando que, além de Ginny e Luna, que haviam desistido de observar, dando privacidade às garotas e trançavam o cabelo uma da outra, os amigos pareciam observar com o mesmo “interesse” que Rony. Neville parecia ter perdido sua capacidade de piscar.

-Vocês são muito sem noção. -Pontuou Harry.

Ginny concordou.

Ele levantou os olhos, esperando encontrar o namorado com o mesmo olhar imbecil, mas, encontrou-o voltado para si.

-Hey.

-Não está interessado?

Ele deu de ombros- Só fico feliz em não ter mais que ouvir ela reclamando do Weasley. Estou interessado mesmo em outra pessoa... -Ele puxou o namorado para o seu colo, abraçando-o com carinho.- Talvez demore um pouco, por que não continuamos o jogo? Eu desafio você a beijar a pessoa mais sexy nessa sala.

Harry deu uma boa olhada ao redor, antes de rir da expressão enciumada do namorado e de beija-lo, segurando-o pelos cabelos loiros. Draco segurava-o apoiando pela cintura e costas, pois ele estava levemente inclinado para trás.

Sentiu um olhar sobre si e abriu os olhos só para ver Zabini encara-lo de canto. O garoto deveria agradecer pelo amigo não ser tão bom legimente quanto era oclumente. Sustentou o olhar, até que fizesse o amigo se sentir pressionado a desviar o dele. Mas, quem quebrou o beijo primeiro foi Harry. Ele desviou o olhar de Zabini e encarou o belo par de olhos verdes

-Eu amo você.

O SEU moreno sussurrou sorrindo, aconchegando-se sob a curva do seu pescoço. Draco até esqueceu o porquê de estar bravo antes. Até esqueceu que Hermione havia se levantado, quando esta veio trêmula sentar do lado dele.

-Eai? -Harry descolou o rosto do seu pescoço e riu. Ela sorriu, mas, ainda não sabia o que responder. -Ron está traumatizado. -Ele disse baixo, mas, todos ouviram.

-Eu acho que a gente devia deixar ele mais traumatizado! – gritou Parkinson, contente, girando a garrafa, que caiu entre ela e Ginny. -WEASLEY!- Gritou, erguendo a garrafa no ar e bebendo logo da boca. - Eu te desafio a nos seduzir com uma dança sensual!

-Que?! NÃO! –Rony gritou, ultrajado.

Ginny murmurou algo no sorriso da namorada que riu e fez que sim com a cabeça, logo em seguida ajudando-o a se levantar. –E então, não vai ter música?

-Ginevra!

De algum lugar da sala, uma balada conhecida d’As Esquisitonas começou a tocar. Ginny riu, mostrando a língua para o irmão, saindo do círculo e dirigindo-se para um pequeno tablado que havia surgido.

-Eu não quero fazer isso sozinha... Eu desafio... Crabbe! Vem dançar comigo!

Crabbe corou.

-Eu... É... Mas ninguém girou a garrafa e...- disse embaraçado.

Luna se levantou e foi até onde ele estava, segurando-lhe ambas as mãos.

-Vamos lá! Estamos nos divertindo com amigos! Vai ser legal! E depois você pode desafiar outra pessoa! –ela disse com sua voz calma e sorridente.

Depois de alguns minutos e de Crabbe ser convencido, ele e Ginny se reuniram em um ponto mais distante da sala, debatendo a sua coreografia entre risinhos, sempre parando para olhar Ron por cima do ombro e rir mais um pouco.

Então, eles subiram no tablado e viraram de costas. Pansy conjurou um balde cheio de confete prateado para finalizar o show com estilo (e jogar na cara do Weasley toda vez que ele fizesse um comentário). E o grupo mudou de lugar, sentando-se em semicírculo para assistir a coreografia.

Na batida da música e com as mãos na cintura, Ginny e Crabbe começaram a rebolar, descendo até o chão lentamente e depois subindo e empinando a bunda para o ar.

-Ginevr...- Ron gritou exaltado mais uma vez, quando, casualmente, um punhado de confete invadiu sua boca.

Pansy olhou para cima com um ar inocente. Nesse momento, Ginny e Vincent giravam, ainda rebolando para a frente do tablado. Eles abriram os robes de suas casas e depois fecharam, girando para trás em um movimento rápido e deixando a peça de roupa escorregar por seus ombros, atirando para a plateia.

-Gin...arr... – Ron tentou reclamar mais uma vez e mais um punhado de confete. O robe da menina pousou na cabeça de Neville e esse não fez qualquer esforço para removê-lo.

Ainda de costas, ambos, que usavam a camisa banca de botões do uniforme, ainda rebolando em gestos miméticos, como se viessem ensaiando a semana inteira, revelaram um ombro depois o outro e viraram de frente, abrindo os botões da camisa um por um.

Goyle aplaudiu. Crabbe atirou sua camisa para ele.

-Eu me recuso a ver isso. –resmungou o ruivo, virando de costas de braços cruzados e formando um biquinho.

Crabbe abriu os botões da frente de sua calça em um gesto exagerado e Ginny afrouxou sua saia, ambos giraram no lugar, parando com um braço estendido no ar. Ginny olhou por cima do ombro, enquanto Vincent se mantinha estático pela dramaticidade. Devagar, ela rebolou, deixando que a saia escorregasse lentamente até seus pés.

Pansy transfigurou seu balde de confete em um sutiã de renda preta e jogou na direção do Weasley. No tablado, Crabbe começava sua parte da coreografia. O sutiã cai na cabeça do ruivo e quando o puxou o pela alça, deparando-se com a peça, sentiu suas orelhas esquentarem.

-O QUE?! Não. Não. Não! – disse ele, levantando-se e indo em direção ao tablado. – Acabou o showzinho. Isso já está virando baixaria e...- continuou, puxando as calças de Crabbe, que mal tiveram a chance de descer além das coxas, para cima.

Depois, se aproximou da irmã(um pouco mais aliviado ao perceber que ela ainda estava de sutiã), no intuito de fechar a camisa dela. Ginny desviou, rindo, pulando do tablado e correndo em direção ao colo da namorado.

-Você é muito chato Ronald. –disse ela, enquanto Luna a abraçava por trás.

-Eu nem acabei meu número. –concordou Crabbe, decepcionado.

-Os chatos bebem em dobro! – sugeriu zabini, jogando uma garrafa para ele.

-E pagam desafio! –Ginny gritou animada.

-Hmm... Eu desafio você... A usar a cueca do Neville como chapéu durante as próximas 24 horas! – Harry sugeriu.

- O que? Não!

-Sim!

...

Na manhã seguinte, Severus Snape acordou confuso e irritado. De alguma maneira, ele havia acordado em um vestido, um chapéu com um enorme abutre empalhado e com a cama coberta de papel prateado picado. Ele  decidiu tirar pontos da Grifinória por isso.


Notas Finais


As notas são longas, mas, são só sobre impressões minhas/conversa sobre o desenvolvimento da fic. Sem informações novas. Não precisam ler se não quiserem ok?

Olá meus amores. Os resultados da pesquisa de opinião foram bem diretos hahahah. Para ser mais justo, considerei só as respostas do capítulo anterior (spirit, Nyah e MP’s). Mas, como tivemos outros tipos de devolutiva, vamos falar sobre todas, na ordem em q elas foram mais comentadas. Ok?

 Hermione beijou a Pansy! Pessoalmente, é um casal q eu gosto (baseado na Pansy q o fandom imaginou). Ainda não sei direito como construir esse relacionamento delas. Imagino, q a Pansy vai ficar feliz, depois de não ter sido escolhida para nenhum dos ménages hahah E q o Ron, talvez fique um pouco chocado por vários motivos (ele normalmente n enxerga a Hermione como pessoa com vontade de dar uns beijos e, como sabemos, ele tinha certeza q a Pansy tinha uma quedinha por ele). Imagino q a Mione vai ficar um pouco envergonhada, mas, o que pode ser compensado pela Pansy, já que ela é mais direta/atirada e no fim elas vão acabar se divertindo. Como vcs imaginam um relacionamento assim se desenvolvendo? Vamos ver se sai alguma one nova daí.

 Contar/Realizar o sonho do Blaise: Mores, vcs querem q o Blaise morra? Hahahaha Brincadeiras á parte, eu sinceramente n sei como trazer isso para a realidade. O Draco é uma pessoa muito ciumenta, mesmo. E, por mais q o Blaise faça a brincadeiras e tal, é brincadeira. Ele pegaria o Harry? Pegaria. Mas, não é algo muito especifico sabe? Ele acha bonito e só. Ele respeita muito o relacionamento do Draco e, acho q ele teria medo de abordar o assunto e deixar ele bravo ou abalar a amizade deles, principalmente só por uma atração. Agora, não estou dizendo q isso n possa acontecer, só acho difícil. Em q situação (q faça sentido com a história) isso aconteceria? Eles ficariam bêbados e realizariam o sonho literalmente? Se vcs realmente qrem ver isso acontecendo, desafio vcs a descreverem um cenário plausível.

 Hermione beijar o Draco/Rolar o ménage: Como o Draco não era o desafiado, mesmo q ele ache sim a Mione bonita, ele n era obrigado a dizer a verdade, ele respondeu q era ela porque, como ele estava com ciúmes do Blaise e a relação dele com a Hermione está mais próxima, ele achou q poderia deixar o Harry desconfortável também. Por outro lado, mesmo que a Hermione também ache ele bonito, a visão atual dela é mais para “namorado do meu amigo/amigo gay para fazer compras e reclamar do Rony/parceiro de estudos” e acho q ela n beijaria ele, mais por causa da relação dele com o Harry mesmo. Além disso, eu diria que a visão Harry-Mione e vice-versa é baseada quase que totalmente na amizade deles e que talvez ou dois estranhassem uma abordagem diferente dessas. Fora tudo isso, eu super vejo funcionando. Inclusive, creio que a Pansy ia adorar pq ela é muito voyeur, então, todo mundo fica feliz. O problema é desconstruir a visão pessoal de todo mundo.

 Crabbe-Goyle é real?/Ron e Blaise ficam juntos: Qualquer coisa pode ser real se vocês quiserem que seja hahahaha De verdade, a formação de casais quase não faz diferença para o enredo, principalmente pq eu procuro desenvolve-los a parte. A única diferença é q eu acabo adicionando mais capítulos não planejados e atrasando o arco principal, mas, como eu n estou com pressa para terminar a fic (eu quase nem tenho tempo para ela ultimamente tadinha) isso n me incomoda.

É isso. Só queria esclarecer para quem quiser: Sintam-se livres para me mandar mensagem, sério. Eu só não mando pq eu sou tímida kkkkk. Só queria falar isso pq, como eu demoro para responder comentários dá um pouco a impressão d q eu sou ausente (pelo menos para mim), mas, na verdade, eu normalmente leio no dia q vcs mandam, mas, só respondo qnd vou postar cap novo pq eu sou meio desorganizada e tenho medo d esquecer algum(as vezes acontece). Então, se vcs quiserem uma resposta mais rápida ou só cvs msm... Tamo ai.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...