História Mamãe, Alguém me Ama! - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Kushina Uzumaki, Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Tags Sasunaru
Visualizações 370
Palavras 632
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi genti
Bora pro capp!!

Capítulo 11 - XI - Um Novo Lar


── A onde a gente tá indo?! Me conta Sasu! ── Por mais que fosse segredo, apenas com aquela carinha ousada, emburrada e corada de raiva, já ganhava todas as respostas que o mundo poderia dar ao pequeno garoto. O Uchiha se manteve calado pensando em como esconderia uma coisa daquelas sem que o próprio contasse. 

Ao estacionar o carro o Uzumaki teve a brilhante vista de uma casa, e também de várias crianças que corriam pelo quintal. De longe, sentada na janela com uma cara tristonha, pode ver uma garota identica ao companheiro, e logo uma lágrima cair de seus olhos. Não poderia ignorar este fato, puxou o moreno e entraram pelo portão, chamando a atenção de todas as outras formas de vida.

── Porque me trouxe aqui? ── Perguntou autoritário. Sasuke até se assustou com aquela forma de falar consigo, mas o entendia. 

── Pode não acreditar, mas eu queria que você se divertisse com algumas crianças daqui. Não se preocupe, eu avisei para a dona daqui. ── Sorriu sincero, mas não estava sendo nada Sincero. Os olhos de Naruto brilharam guiando o outro até a parte de cima da grande casa, pelo canto do olho viu Tsunade sorrir abertamente, ela já sabia por quem o outro havia se interessado, e tinha sido a melhor escolha, e querendo ou não a única. 

O orfanato principal de Konoha cuidava e supria muitas crianças. E, para falar a verdade, estavam em seus dias de glória, todas as crianças que brincavam do lado de fora seriam levadas para novas casas a qualquer momento. Não era o caso da pequena Sarada, a garotinha era a que tinha mais sofrido na vida inteira, e não tinha ninguém que a quisesse, foi encontrada nas fronteiras da cidade machucada e sem nenhum documento, foi levada até um hospital, e depois para o orfanato, onde recebeu carinho e amor da Senju, mas nenhuma criança ousava se aproximar assim. Passando pela porta do quarto, o loiro olhou para a janela, a mesma menina de antes estava sentada na cama, ainda triste e amuada. 

── Ah... Tudo bem com você? ── Se aproximou chamando a atenção dela. A mais nova se virou se sentando certo na cama, era o casal que tinha visto entrando pelo portão. 

── E-Eu estou. ── Limpou o rosto tirando o pouco da água que ainda caia de seus olhos. ── E que, não tem como eu ficar lá fora. Ninguém gosta de mim. 

── Ei. ── Apenas com os olhos azuis e o cenho franzido ele parecia estar a reprendendo. ── Não diga que ninguém gosta de você, quando era criança eu pensei a mesma coisa, mas eu estava errado! E você tambem. Eu gosto de você.

Ah, aquele sorriso depois daquelas palavras, foram como um sol radiante. Por algum motivo Sarada queria que aqueles fossem seus pais, o mais velho se parecia com ela, mas tinha ficado o tempo todo escorado na porta e não falado nada,  o outro era o oposto. Era o cabeça oca hiperativo número 1 e ninguém o superava. Por mais que o quarto não obtivesse o tamanho perfeito para um dia de brincadeiras, os dois mais novos brincaram muito, se divertiram muito, e agora estavam sentados na cama da garota cansados. 

── Sarada? ── O Uchiha chamou descruzando os braços e guardando o celular.

── Diga.

── Você quer vir com a gente? ── A menina se levantou bruscamente olhando fixamente o homem, sorrindo boba, mas ainda queria saber uma coisa. 

── É brincadeira?!

── Como assim Sasuke? ── Naruto também se levantou com lágrimas nos olhos.

── Não, não é brincadeira. E, Naru, eu sei que você queria filhos, me disse uma vez lembra? ── O garoto concordou com um aceno de cabeça. ── Sarada é sua filha agora! Parabéns.

── E-Eu... Tenho uma f-família!!


Notas Finais


Bjs de pizza de nutella!!
💋💋💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...