1. Spirit Fanfics >
  2. Manager >
  3. Novidades

História Manager - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Novidades


-Então você se tornou uma babá? - Kena pergunta enquanto conversamos na lanchonete perto da empresa, por causa das minhas novas atribuições, ficou um pouco sem horário para nos vermos, já que quando tenho tempo livre eu aproveito para estudar, por sorte, a hora que o Jeon está na escola eu estou na universidade, se não, não sei o que iria fazer para dar certo.

- Tecnicamente… sim é isso.

- Você pisou nas flores do jardim do buda? A idéia era se livrar de Suk e você arrumou outro Suk para tomar de conta? - ele brinca

- Kook está longe de ser como Suk, o que meu irmão tem de chato, aproveitador e safado, tem Kook de tímido e esforçado. Ele é muito na dele, uma graça mesmo, e leva as coisas á sério, me ouve e faz o que peço e a melhor parte, estou sendo paga para isso.

- Bem, cuidado.

- Com o que?

- Há outros homens não há? Quer dizer, veja só esses idols, são todos bonitos, e cantam, dançam, são sexy e ganham dinheiro…

- Está com ciúmes?

- Não é ciúmes, só… precaução.

- Não tem com o que se preocupar, primeiro porque só tenho olhos para você, e segundo,... aquele grupo lá só tem meninos, são magros e nada sexy, mas cantam bem.

- Já é um ponto positivo pra eles, não canto nem no chuveiro.

- Não seja inseguro, amo você - eu respondo e lhe roubo um selinho, o que o faz olhar nervoso de um lado para o outro. - Você fica uma graça quando cora dessa forma.

- Não seja assanhada Isa. Tem hora e lugar para isso.

- Tão careta! Faz um tempo já amor, sinto sua falta - digo e mordo os lábios, de onde vem isso?

- Eu também - ele admite e cora mais ainda. - quando terá um tempo? Estava pensando em alugar um lugar para passarmos um momento em paz.

- Alugar… um quarto? Quer me levar num Motel - digo mais alto e logo abaixo o tom - Kena… olha só como você está safadinho, fica corado por eu roubar um selinho, mas não vê a hora de me levar num motel.

- Não é um motel, e fale baixo. Um quarto numa pousada ou hotel, nada muito caro claro, mas queria passar um tempo de qualidade sem ser interrompido.

- Bem, não sei, acabei de começar, e não tem nenhum dia de folga na agenda, mas deixo você saber assim que aparecer uma brecha.

- Ok… já vai?

- Sim, eu só tenho alguns minutos enquanto ele está no estúdio tendo aulas de canto, preciso voltar.

- Tudo bem. Posso ligar mais tarde?

- Eu ligo! - digo e pego meu casaco na cadeira e saio com ele da lanchonete.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...