1. Spirit Fanfics >
  2. Manhoso por uma causa quente - Vkook >
  3. Dois.

História Manhoso por uma causa quente - Vkook - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


se tiver algum erro, me desculpem

boa leitura ☁️

Capítulo 2 - Dois.


Fanfic / Fanfiction Manhoso por uma causa quente - Vkook - Capítulo 2 - Dois.



Fazia 2 dias que Taehyung havia entrado no cio e esse período durava 3 dias, contudo estavam no último dia, o que fazia, sempre tae ficar muito dengoso.

– gukk faz carinho nas minhas orelhas – pediu ao namorado, este que estava fazendo o café da manhã, enquanto o castanho estava sentado na bancada.

– neném, quando eu terminar o nosso café da manhã eu faço, tá ? – disse com a voz rouca por terem acabado de acordar.

De um sono de apenas algumas horinhas já que tae necessitava de ajuda.

– m-mas – fez um biquinho triste.

Ainda bem que Jeongguk já estava na última panqueca, rápido ele desligou o fogão e levou a comida para a bancada.

– pronto, meu anjo – ficou entre as pernas do Kim e começou a fazer carinho nas orelhinhas deste.

começaram a comer, Jeon amava mimar o seu híbrido então o dava comida na boca.

– o hyung cozinha tão bem ! – sorriu.

– obrigado. 

(...)

Quando o moreno estava terminando de lavar a louça, escutou um resmungo. 


– gguk ? – manhou – tá doendo.

Jeongguk largou a louça, lavou as mãos e as secou, caminhou até o Kim e o tirou da bancada.

– vira de costas 'pra mim, bebê, e se apoia no bancada – pediu o que logo foi realizado pelo outro.

– o que vai fazer, ggukie ? – perguntou balançando seu bumbum para lá e para cá.

Gguk nada respondeu apenas abaixou a roupa íntima do mais novo e se ajoelhou no chão.

– separa as pernas – mandou.

tae o fez.

o mais velho levou as mãos a bunda do garoto e separou suas bandas, tendo a vista da entradinha meio vermelhinha – por terem transado bastante– e molhada pelo lubrificante do Kim, o fazendo salivar. Chupou uma banda da bunda do mais novo, deixando uma marca vermelha.

Taehyung sentiu o hálito do outro bater na sua entrada o fazendo suspirar em deleite, deu um pulinho quando sentiu a língua do seu hyung passar em todo seu orifício.

– ah ! – gemeu surpreso, suas orelhas caíram sobre seus fios ao sentir o garoto atrás de si chupar sua entrada e enfiar a língua ali. – gostosinho, hyung, continua.

O Jeon continuou e enfiou um dedo naquele lugar quentinho, logo mais um e outro.

– 'tá gostando, amor ? – falou Jeongguk ao largar um pouco a bunda do outro.

– oh, sim, sim ! – grunhiu.

– vou te fazer gozar duas vezes – murmurou e começou meter seus dedos com mais agilidade, a mão livre levou ao pênis esquecido do hibrido e começou a masturbá-lo. Ao Jeongguk encontrar a próstata do outro, este começou a gemer mais alto e arrastado.

– sim, oh, jeonggukie !

logo o Jeon sentiu o gozo de tae em sua mão.

– primeira, sim ? – disse baixinho sorrindo de lado e se levantando. A pergunta não foi respondia. Jeongguk deu um tapa naquela bunda grande do seu menino. Seu pau latejava na calça, essa que fez questão de tirar ligeiramente.

brevemente o mais velho já fodia Taehyung com força e rapidez.

– ah ! caralho – escutou tae gemer alto.

– falando palavrão, gatinho ? – deu um tapa na bunda do Kim – que garotinho mal. – disse começando a diminuir o ritmo das estocadas.

– não, não, hyung, desculpa, continua – pediu desesperado – por favor ! – o moreno sorriu.

– me chupa, amor – pediu, tae assentiu e se virou, sentindo uma ardência na entrada, mas nada de mais, se ajoelhou e pegou o pênis do namorado em mãos e o levou a boca. – vai deixar eu foder a sua boca até ficar rouco, hm ? – perguntou acariciando os fios castanhos com a mão, vendo seu garoto anuir.

gguk apenas o deixou se acostumar e logo começou a foder a cavidade do garoto. Com um aperto na coxa do Jeon, taehyung o pediu para parar, o mais velho o fez na hora.

– não goza na minha boca, goza dentro de mim, por favor ? – manhou.

– oh, mas é claro, meu amor – sorriu malicioso – pode levantar, já tá bom – o kim fez e se apoiou novamente do jeito que estava antes. – vou foder você bem gostosinho e te encher com minha porra – sussurrou perto do ouvido do hibrido que tremeu.

puxou o quadril do outro para mais perto de seu pau e sem demora o enfiou com tudo no ânus de taehyung que literalmente gritou ao sentir seu pintinho doce ser acertado de primeira. Jeongguk continuou a impulsionar dentro do garoto.

Em poucos minutos já era uma mistura de gemidos e sons pecaminosos dentro daquela cozinha.

Tae que já estava sensível por causa do primeiro orgasmo já sentia suas pernas bambearem, gguk o ajudou a continuar em pé e meteu algumas vezes até os dois gozarem ao mesmo tempo.

(...)

Depois de tomarem banho, trocarem de roupas e deitarem na cama, tae se aconchegou no peito do mais velho.

– te amo, hyung – falou baixinho sentindo o sono bater contra si.

– também te amo, neném – deixou um beijo na cabeleira castanha.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...