História Manicômio: O começo do tormento - Capítulo 22


Escrita por: e Linny_Br

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 6
Palavras 599
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 22 - Cap 21: Girando girando girando


Fanfic / Fanfiction Manicômio: O começo do tormento - Capítulo 22 - Cap 21: Girando girando girando

P.O.V Débora

Depois do ocorrido,Grazy foi levada às pressas para a sala de cirurgia que tinha no prédio,mesmo que ela nunca fosse usada com tanta frequência,ainda era útil, é acabou sendo útil agr...a Grazy foi salva pelo Eden é pelo Patrick,o Eden estava no volante,nunca imaginei que um cara sem carteira salvaria uma vida atropelando um monstro...o Patrick me ajudou na cirurgia,mas a Grazy está em coma ainda,foi a primeira vez que segurei um bisturi em anos....a cintura dela foi quebrada no lado direito, nós conseguimos remontar,mas ela não vai poder andar normalmente por um longo tempo...a Lyah... não sai daquele quarto nem pra comer,nem pra beber,nem para qualquer coisa...ela apenas fica vigiando a Grazy naquela maca...sem parar de olhar; A Lana ficou mais raivosa, prometeu que iria matar o cara que fez isso com a Grazy,pois é meio óbvio que aquelas sombras não apareceram sem motivo...mesmo com esses problemas,esses dias foram um pouco mais relaxados..eu acho; eu estava no refeitório,comendo uns biscoitos,o Eden cozinha muito bem mesmo:

Perdida em pensamentos? - fala o meu grande companheiro de cabelos marrons,o Patrick,com o sorriso carinhoso de sempre dele,sem contar que ele estava com uma cara de desespero quando o Eden atropelou aquela coisa...acho que o caminho do apartamento pra cá não foi muito calmo

Ah, claro,depois de tudo isso... - falo deitando minha cabeça na mesa do refeitório 

Eu admito, também estou bem preocupado com tudo isso - ele apoia o rosto na mão - faz tempo que não vejo a Lyah tão assustada,ela é tão...

sorridente, despreocupada, fofa - eu termino a frase dele,mesmo que tenha sido com 3 palavras eu ainda terminei

Exato,ela não é de ficar desesperada né? - ele fala de forma bem preocupada, provavelmente tinha visto o rosto da Lyah em desespero quando a mesma viu sua própria prima quase perder a cintura 

Agr as coisas vão ficar difícies, será que o Matheus sabia de tudo isso? - falo depois dele,acabei por perceber a grande coincidência

Vdd,e como ele arranjou aquelas armas e tals... - ele fala coçando a cabeça 

Eu não sei,mas vou ir ver a Grazy.. é a Lyah - falo me levantando já começando a andar para a saída do refeitório

Ok - ele responde

Assim,eu saio do refeitório indo para o quarto da Grazy,onde ela estaria deitada na maca/cama inconsciente,com uma máscara de respiração no rosto; ao chegar lá,vejo a Lyah olhando para ela com a cabeça deitada na maca/cama da mesma sentada em uma cadeira giratória,eu abro a porta

Lyah... - falo chegando perto dela

Sim? - fala de forma bem triste, diferente da voz alegre é animada de sempre,pelo menos a voz continua fofenha 

Alguma coisa? - pergunto olhando alguns papéis na gaveta 

Não... - fala da mesma forma de antes

Entendo - coloco a mão na cabeça de Lyah - ela vai acordar, não se preocupe,ela vai ficar bem 

Prometi? - Lyah olha para mim com aqueles olhos de cachorrinho triste

A-ah,L-Lyah, não faça essa cara fofinha assim para mim,eu fico nervosa - falo colocando as mãos nos olhos 

Ah,desculpa Débora-chan - fala colocando a cabeça em cima da maca/cama dnv; pera, Débora-chan? Desde quando ela chama a gente assim? 

Bem,eu vou ter que ir, até outra hora Lyah - falo saindo da sala/quarto

P.O.V Lyah

Onee-chan,pfvr,acorda, isso dói muito, está girando,girando,girando, acorda pfvr Onee-chan; uma lágrima escore do meu rosto,eu tiro uma parte do lençol onde cobriria a marca da mordida do monstro,levanro um pouco a blusa dela para ver, a marca parece estar mais verdinha,com algumas pequenas veias mais verdes,assim eu enrolo a Grazy dnv ; Onee-chan, fica boa logo,eu preciso de vc cmg...eu e a Lana precisamos de vc..








Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...