História Manifesto de Jinsoul - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Loona
Personagens Choerry, Chuu, GoWon, HaSeul, HeeJin, HyunJin, JinSoul, Kim Lip, Olivia Hye, ViVi, Yeojin, Yves
Tags Jinsoul, Loona, Manifesto De Jinsoul
Visualizações 9
Palavras 1.206
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Como já escrevi um monte de capítulo, resolvi postar mais um antes de completar uma semana completa!

Tenham uma ótima leitura!

Capítulo 2 - A Pauta Não Importa ao Burguês


-“Todas essas informações eu já sei...” Vivi falava consigo mesma, escrevendo tudo que podia na folha de papel. –“Ok, já trabalhou antes?”

-“Eu posso mentir?” Vivi negou com a cabeça. –“Então, nunquinha...”

-“Tudo bem... Qual o seu objetivo trabalhando aqui?”

-“Conseguir dinheiro pra comprar um Wing Gundam EW!” Jinsoul abriu um grande sorriso no rosto, lembrar daquele modelo de plástico branco, azul e amarelo a deixava feliz automaticamente.

-“Eu...” Vivi olhou para a amiga com confusão, como se falasse em uma língua que não entendesse. –“Isso que você falou foi coreano?”

-“Só coloca que é pela experiência...” Vivi escreveu assim como Jinsoul mandou.

-“Agora eu tenho que te testar...” A chinesa pensou na pergunta mais fácil que poderia fazer sobre papelaria. –“Ok, qual a diferença entre um caderno com e sem pauta?”

Jinsoul pensou um pouco, como iria saber o que era uma pauta? Nunca se preocupou em conhecer os inúmeros tipos de caderno. Ainda bem que, toda a grande gênia, tem sempre um grande plano.

-“Vamos deixar esse negócio de pautas de lado!” Jinsoul apoiou os cotovelos na bancada, colocando a cabeça nas mãos. –“Já te disseram que você é uma gracinha?”

-“Jinsoul, sabe o que uma papelaria mais atrai?” Vivi não parecia impressionada.

-“Não...”

-“Lésbicas.” A moça tinha o dedo indicador levantado. –“Então, se tem uma coisa que eu mais escuto em um dia, essa coisa é como eu to uma gracinha.”

-“Inferno!” Jinsoul desencostou da bancada e tinha suas mãos fechadas em punhos. –“Sei lá, sem pauta é sem linha, com pauta é o caderno normal!”

A loira falou a primeira coisa que veio à cabeça, pouco importava se ela conseguiria aquele emprego ou não. Vivi anotou a última informação no papel e o dobrou.

-“Você começa amanhã.” Vivi saiu de trás do caixa. –“Não precisa se preocupar com uniforme, apenas venha com uma roupa confortável. Às dez começa o nosso turno e termina às oito, assim que você chegar eu te dou o seu crachá temporário!”

-“Tá zoando!?” Jinsoul tinha os olhos arregalados.

-“Com isso eu não brinco...” Vivi deu um leve tapa no ombro da amiga. –“Agora se você puder me dar uma licença...”

-“Obrigada, Kaheizinha!” A moça abraçou a chinesa com força, quase não permitindo que a outra respirasse. –“Eu vou ser a maior papeleira do mundo, te prometo isso!”

-“Tá bom, tá bom!” Vivi respirou fundo assim que foi solta. –“Eu preciso trabalhar, depois do meu turno a gente conversa melhor, ok?”

-“Beleza!” Kahei acompanhou a mais nova até a porta. –“A Lip vai ficar tão orgulhosa! E a Chuu vai morrer de inveja! E a Yves! Na verdade, eu não sei como a Yves iria se sentir...”

 -“Claro, claro, todas vamos ficar orgulhosas...” Vivi abriu a porta, dando espaço para que Jinsoul saísse. –“Aproveita o momento e conta pra todo mundo...”

-“Vou mesmo!” Jinsoul tinha os punhos levantados, já comemorando sua vitória. –“Até logo! Hasta la vista!”

E correu até a sua casa.

Abriu a porta de forma brusca, o que fez Chuu e Jungeun, que ainda estavam plantadas no sofá, soltarem um grito ensurdecedor.

-“Pra que isso?” Jinsoul tinha suas sobrancelhas arqueadas, seu ouvido parecia soltar um zumbido de tão alto que foi o som que suas amigas soltaram.

-“Você ainda pergunta?” Chuu se levantou em um pulo do sofá. –“Eu pensei que fosse um assassino sanguinário que dilacera todos em seu caminho!”

-“Eu pensava que podia ser ladrão...” Lip colocou o dedo indicador no queixo, pensativa. –“Mas, agora que a Chuu deu essa possibilidade...”

-“Esse susto foi um castigo por passarem mais tempo na minha casa do que na de vocês!” Jinsoul entrou e trancou a porta, a ideia de um ladrão assassino começou a perambular pela cabeça dela. –“E eu tenho novidade!”

-“Desencalhou?” Chuu sugeriu, indo em direção à cozinha.

-“Descobriu um jeito de hidratar o seu cabelo?” Kim Lip se deitou no sofá folgadamente.

-“Não e cala a sua boca!” Jinsoul, apesar das brincadeiras de mal gosto, tinha um largo sorriso no rosto. –“Eu estou EM.PRE.GA.DA!”

-“Sério?” A morena de cabelos bagunçados se sentou. –“Com aquela sua introdução podre?”

-“Não...” Jinsoul acomodou-se ao lado da amiga. –“Eu consegui um emprego no mesmo lugar que a Vivi e...”

-“Então você não precisou se introduzir...”

-“Exato!” A loira se encostou no estofado, relaxando as costas. –“Mas acho que ela me aceitaria de qualquer forma, até se eu me introduzisse do meu jeitinho...”

-“Verdade, a Vivi é muito boazinha...” Chuu tinha um saco de salgadinho aberto em uma das mãos. –“Estão servidas?”

-“Não, valeu...” Jinsoul deu espaço para que Chuu se sentasse com elas. –“Mas, e aí? O que vocês fizeram enquanto eu estive fora?”

-“Além de fazer competição de soquinho?” Chuu enfiou a mão dentro do saco de salgadinho, pegando várias bolinhas sabor queijo de dentro. –“Convidamos uma galera pra cá!”

-“Amo quando chamam gente pra casa de outra pessoa...” Jinsoul bufou. –“E quem é essa galera?”

-“Choerry, Olivia e Gowon!” Kim Lip contou nos dedos os nomes que falava. –“O trio infanto-juvenil...”

Apesar de muito mais novas que a loira, Jinsoul apreciava muito a presença delas. Choerry é o tipo de moça que não conseguia ver nada de errado no mundo, até corria certa fofoca que a garota passava as tardes meditando, tentando não pensar em nada o máximo que conseguia.

Gowon, resumidamente, é aquela figura que aparenta ser extremamente tímida no começo, só que depois vira um pequeno demônio, pronto para causar discórdia e caos por onde passa.

E Olivia, a garota gótica que, na verdade, é muito grudenta com as amigas. Mas, claro, quando está longe delas e perto de qualquer uma mais velha que ela, Olivia se torna um tanto... Terrível. Ela não tem medo das consequências e, com certeza, faria de tudo pra provocar qualquer velha presente no mesmo espaço que ela.

Se tinha algo que Gowon e Olivia adoravam fazer com Jinsoul era provocá-la por causa de seus gostos excêntricos. Passar um dia com elas era como uma volta aos tempos de escola, época em que a loira tinha que ouvir piadas de mal gosto sobre não ser ‘feminina o bastante’.

Então, tirando uma conclusão de tudo isso, Choerry era a voz da razão, enquanto as outras duas o diabinho que fica do lado direito do seu ombro.

Demorou um pouco até o trio chegar. Chuu foi até a porta aos pulos, mais animada do que qualquer ser humano normal poderia estar por causa de uma visita. Choerry tinha a mesma energia que a da franjudinha, elas se receberam em pulos e gritos fininhos. A única reação que Gowon e Olivia tiveram foi fazer uma cara de repulsa para aquela interação.

Jinsoul sabia que alguma coisa viria de uma das duas enviadas pelo bicho ruim, então ela faria de tudo para que elas nem tivessem a chance de abrir a boca! A loira se sentia poderosa agora que tinha um emprego, tinha a sensação de que ela poderia conquistar o mundo com suas próprias mãos. Provaria de uma vez por todas que é uma adulta responsável.

Missão: Mostrar para todas que é madura.


Notas Finais


Fiquei super agradecida com os likes em três dias que vocês me deram! (Acho que foi um recorde kkkkk)

Obrigada por estarem lendo e como sempre falo não se sintam acanhados em comentar, todo tipo de apoio é SUPER bem vindo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...