História Manual de como Fuder a vida de Jeon JungKook - Capítulo 13


Escrita por: ~ e ~pandachimchim

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Jikook, Namjin, V-hope
Visualizações 39
Palavras 5.654
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Então pessoa voltamos ! Pra quem não leu nosso último aviso notamos a insatisfação com o último capítulo e pedimos desculpas. Nós fomos muito precipitadas em começar a explicar os contextos e deixamos vocês naquela tensão do último capítulo Jikook.
Então por sugestão de uma leitora, decidimos intercalar as histórias. Como já postamos uma parte da história da nossa personagem Alice , agora vamos intercalar pro capítulo Jikook, e o próximo depois desse vai ser uma continuação do capítulo " Invasores ".

Aviso !! - Sei que muitos querem só ler a história Jikook, mas avisamos que as histórias a parte dessa vão fazer diferença para história, assim como essas partes tem partes da história do JIMIN chegando de Seul. Ai é decisão de vocês ler ou não essas partes, óbvio que não está voltado para Jikook, mas é recomendação de ambas as autoras ( Eu e Alice ) vocês lerem para entenderem o contexto da história.

Obrigada por lerem nossa fanfic e nos deixarem suas opiniões! Agora vamos ao capítulo!
* Lembrando que esse é o capítulo 13 por causa da continuação do capítulo anterior jikook

Capítulo 13 - Mudanças


*No capítulo anterior *

-Por que eu mentiria pra Você Kookie ? - eu faço de tudo para não gaguejar 
-Não sei ... Tem certeza de que a gente nunca se conheceu antes Jimin ? - ele pergunta 

Agora encontro-me realmente de queixo caído. Como deuses do Olimpo, Jeon Jungkook pensaria em algo assim ? 

O mesmo agora me encarava com uma expressão séria enquanto esperava minha resposta, mas o que eu responderia para isso? Óbvio que não falaria a verdade, seria muito arriscado ...

-Por que você acharia isso ? - finalmente pergunto 
           -Sei lá Você me parece fami..- eu o corto
         -Eu ? Familiar ? Me mudei à pouco tempo Jungkook ! - eu rio de nervoso - Não faria sentido nenhum a gente se conhecer - digo mexendo no cabelo 
     -Então como você conhece o Taehyung? - ele levanta a cabeça e me encara - Estudei com ele desde pequeno e o mesmo nunca saiu de Jeju ! - ele diz juntando os pedaços do quebra-cabeça 

O que eu poderia responder para isso ? Encaro o mesmo confuso e quando vou abrir minha boca o mesmo ilumina seus olhos e me encara : 

-JÁ SEI ! - ele exclama 

Eu juro que engoli toda a saliva que surgiu do nada na minha boca de tanto nervosismo.

 

-Já ouvi Taehyung falar que Você era de Busan ! Eu sou de lá também , a gente deve ter se visto alguma vez ou talvez até estudado juntos . - ele diz sorrindo 
         -Ahhhhhh simmmm - dou uma risada falsa - não me lembro muito da minha infância pra falar a verdade - minto 
       -Mas isso não explica como você conhece o Taehyung... - ele diz 

Encaro o mesmo com meus olhos arregalados. MERDA! Pensei que tinha me safado , como posso escapar dessa ? 

-A verdade é que estudamos juntos aqui em Jeju mesmo, e Você na verdade é meu inimigo mortal que por algum motivo me apaixonei! COMO POSSO ME APAIXONAR POR ALGUÉM QUE SEMPRE ME TRATOU MAL ? COMO VOCÊ CONSEGUE JUNGKOOK? - digo de uma vez só 

Estava parado no mesmo lugar até que Jungkook estala seus dedos na minha frente e me balança um pouco . Vocês acharam mesmo que eu tinha falado aquilo para ele? Aquilo era só minha consciência falando. O que eu realmente disse foi :

-Eu conheci as irmãs do Tae em Seul - invento já que as mesmas antes de morarem oficialmente com o irmão em Jeju fizeram um intercâmbio para Seul- elas estavam fazendo um intercâmbio lá e acabaram ficando no mesmo edifício que eu. Viramos amigos e assim que conheci o Taehyung. - digo olhando sério para o mesmo vendo se tinha o convencido 

O mesmo só me encara sem falar nada, até que meu celular toca. Era o Taehyung! Meu deus quantas vezes tenho que agradecer pela existência desse ser chamado Kim (pedra) Taehyung?!

 

Call on :

-Jiminie ?

-Tae! E aí o que foi ? - digo tentando manter a calma mas o que eu realmente queria fazer era surtar e pedir ajuda para meu melhor amigo 

-Então a Danielle e a Alice me abandonaram... Quer fazer alguma coisa ?

-( encaro Jungkook que Ainda parecia estar absorvendo a informação que eu havia lhe dado e volto meus pensamentos para o celular ) Claro ! Onde você tá ? - assim que digo isso Jeon levanta sua cabeça e me encara com um olhar de cachorro prestes a ser abandonado 

Eu queria cuidar de todos os ferimentos do mesmo, mas não sei se aguentaria acumular mentira atras de mentira cada vez que o mesmo perguntasse sobre nosso passado. Então preferia deixá-lo do jeito que tava e infelizmente ele se cuidar sozinho .

-Eu tô no shopping à cinco quadras da sua casa ... Vim me encontrar com a Danielle e o Wonho que a princípio iam me contar como acabou a briga do parque , mas assim que me encontrei com eles , a Alice , Yoongi e Hoseok brotaram do chão e eles me abandonaram ....  ENFIM ! Posso te encontrar aqui daqui alguns minutos ? 

Assim que Jungkook escuta o nome de Yoongi saindo do meu celular pede para que eu coloque no vivo a voz . Balanço a cabeça dizendo que não , mas infelizmente após perder uma batalha eu sedo o celular para o mesmo ...

 

Uma batalha de cosquinha JIMIN ... 

CALA A BOCA CONSCIÊNCIA!

-TAEHYUNG? Como o yoongi tá ? - ele pergunta preocupado 

-Ahhhh você tá com o Jungkook? - tae parece dizer irritado e Jeon me encara com um olhar que dizia " mas que absurdo " - oi pra você também educação em pessoa ! Sim Jungkook eu estou indo muito bem com a minha vida e Você ?

-Acabei de ganhar do Kyungsoo, estou muito bem obrigado - Jungkook diz irônico - agora me responde realeza 

-Pessoas mais amor, mais paz - digo encarando Jungkook com a mão levantada no sinal da paz e o mesmo me ignora 

-Ahhhh então você ganhou a treta? - taehyung responde com uma voz um pouco entediada e suspira logo em seguida- O Yoongi tá bem, seus ferimentos Ainda estão bem aparentes mas ele consegue andar ... Agora ... Posso conversar em paz com o MEU MELHOR AMIGO? - Taehyung diz irritado

-Claro, já que ele vai me abandonar pra sair contigo mesmo, vou indo - Jungkook diz e me encara com um olhar triste misturado de confusão provavelmente por causa da história que havia contado pra ele 

-Jungkook não é bem assim ... - eu começo mas Taehyung me corta já que Ainda estava no vivo a voz 

-É assim mesmo Jungkook! Tchau tchau vai com Deus ! - ele grita do telefone e desligo o vivo a voz 

-Eu te encontro aí daqui a 30 minutos ! Tchau Taehyung! - digo um pouco irritado com a atitude do meu amigo e desligo 

Call off

Quando menos percebo Jungkook já estava alguns metros na frente então corro até alcançar o mesmo e paro na sua frente.

-Jungkook não é bem assim sabe ... - eu digo tentando me explicar 

-Eu entendo Jimin, você quer passar tempo com seu amigo, é totalmente normal, assim como eu me preocupo com o Yoongi ... - ele diz mas depois suspira - só pensei que ficaria comigo hoje depois do que aconteceu no parque... 

-mas ... - eu começo 

-Eu entendo ... Mais tarde a gente se fala - ele força um sorriso e começa a andar novamente esbarrando no meu ombro 

Jeon Jeongguk por que você faz eu me sentir tão estúpido ?

Fico alguns minutos observando o mesmo se afastar. Ele andava cabisbaixo , sem nem mesmo olhar para trás. Doía meu coração deixar ele , mas depois da conversa que acabamos de ter , não poderia arriscar de abrir a boca e acabar falando a verdade... Pelo menos não agora.

Coloco minha mão no bolso esquerdo até encontrar meu iPhone . Puxo o mesmo para fora , entrando no app do uber chamando um para me encontrar com Taehyung.

O mesmo não demorou muito para chegar , em apenas minutos já me encontrava dentro de um carro preto em direção ao shopping no qual meu melhor amigo se encontrava.

~•~

Demoro meio século para encontrar Taehyung, que me falou a numeração errada da loja na qual estava em frente. É o seguinte, as lojas desse shopping eram feitas para parecer um shopping brasileiro, por isso a numeração na porta das lojas. Acho que fizeram isso por causa do grande índice de brasileiros que haviam se mudado para Jeju .

Andava de cabeça baixa olhando sempre para meu celular. Nenhuma mensagem do Jungkook... Nem mesmo um meme que o mesmo costumava mandar de vez em quando para me deixar irritado. Suspiro e guardo o celular novamente no bolso até olhar para cima e encontrar logo em frente Taehyung mexendo no seu celular entediado .

-OU PEDRA HUMANA! - grito fazendo o mesmo levantar a cabeça bruscamente 

-CARALHO JÁ FALEI PARA PARAR DE ME CHAMAR ASSIM ! - ele grita guardando seu celular e anda em minha direção 

Consigo abrir um sorriso de lado e abraço o mesmo :

-Estranho ... - ele comenta 

-Estranho o que meu filho ? Bebeu ? - eu pergunto 

-Faz tempo que você não me abraça ... Acho que a última vez que me abraçou foi quando te busquei no aeroporto - ele ri pra si mesmo 

-Deixa de ser chato ! Óbvio que eu te abraço ... - digo irritado 

-Oxe algo aconteceu ... A bicha tá carente - Taehyung comenta e logo em seguida recebe um soco da minha pessoa - conta tudo - diz pousando sua mão no meu ombro 

Com um suspiro longo , começo contando tudo que aconteceu hoje , desde a parte que Jungkook me perguntou como conhecia Lay , a briga na praça e a nossa " pequena discussão ". Taehyung me escutou até o último segundo . Por isso somos grandes amigos , apesar de ser um pouco lesado sempre soube que poderia contar com alguém como ele .

O mesmo dizia que seu "método psicológico de ajudar as pessoas " era escutar tudo o que elas têm para falar primeiro e depois dizer como ajudá-las . Porém depois que disse isso tudo , a única coisa que escapou do mesmo foi :

-É.... Pesado - ele suspira e o encaro surpreso - que foi?! Não me julga o que quer que eu fale? 

-Ahhh sei lá né , tipo " Calma Jimin " " vai dar tudo certo Jimin " ou até " Você é trouxa de se apaixonar Jimin".... - digo frustrado 

-Opa .... Se apaixonar? - Taehyung coloca sua mão no meu abdômen me parando no meio do shopping - ninguém me disse de " se apaixonar " aqui ... - ele me pergunta chocado 

-EU NÃO SEI O QUE FAZER SÓ ME AJUDA PELO AMOR DE JESUS! - eu dou um grito no meio do shopping chamando a atenção de todo mundo 

-Jimin ... Eu não sei como te ajudar ... Você sabe que a melhor solução é contar tudo para ele , mas essa parece não ser a solução que Você tá procurando - ele diz sincero e dou um suspiro demorado 

Eu sabia que Taehyung tava tentando me ajudar , eu não esperava que o mesmo surgisse com um plano maligno do céu , acho que só queria mesmo passar um tempo com meu melhor amigo .... Como Jeon disse ....

É incrível como agora tudo que penso se volta para ele. Parece até que meu mundo gira ao seu redor. Os anos que passei em Seul foram os melhores anos na minha vida, sem Jungkook, sem bullying, porem também tava sem meu melhor amigo e sem tirar o fato de que lá dava tudo certo , acho que sentia  falta de um pouco de "dramas de novela mexicana ".

-Eu sei .... Obrigado por me ouvir ... - eu digo abraçando o mesmo mais uma vez - Agora vamos esquecer disso ... Quero alguma coisa para comer, tô morrendo de fome ! - digo agarrando o ombro do mesmo enquanto ria e andava em direção à praça de alimentação 

Depois de voltas , e mais voltas no shopping, Taehyung finalmente me deixou em casa. Fazia tempo que não parava lá direito , vira e mexe eu estava na casa dele ou em qualquer outro lugar. E eu tinha que admitir, sentia falta da minha humilde residência.

Subo as escadas e vejo que meu quarto estava com a porta meia aberta, entro no mesmo e encontro um bilhete dos meus pais avisando que haviam saído para jantar... Já fazia tempo que os dois não faziam isso então não pude deixar de sorrir com a situação.

Abro o celular e checo novamente as redes sociais. Ainda nenhuma mensagem dele, estava começando a ficar preocupado mas achei melhor deixar para lá. Jogo o celular na cama e me dirijo ao banheiro , tomando um banho demorado pensando no que deveria fazer agora que Jungkook desconfiava de mim .

23:00 

Meus pais já chegaram faz tempo e agora estou escrevendo em Você , querido diário, já que estou desesperado... 

Já não sei mais o que fazer, mentir nunca foi o meu forte mas estou ficando realmente preocupado com o quão profissional estou ficando em relação a isso .

São mentiras atrás de mentiras, cada uma acumulando cada vez mais à outra... É tanta coisa para se lembrar da minha vida inventada para Jeon Jungkook que acho que vou começar a anotar tudo num caderno e carregá-lo por aí, adicionando coisas cada vez que falo mais uma "novidade" sobre minha vida .

Parece até que estou roubando a identidade de outra pessoa... Se eu parar para pensar , que parte de tudo que falei para Jeon até agora era verdade? Só consigo me recordar do meu nome e idade serem verdadeiros... O resto... Nem eu sei mais ...

Querido antigo diário de ódio , o que eu devo fazer ? 

Ass : Park Jimin 

02:30 

Eu não estava conseguindo dormir essa noite. Já havia tentado de tudo : desde remédios para dormir , até uns DIY's bem doidos da internet que JURAVAM que eu dormiria em minutos .

-232 ovelhas .... 233 ovelhas ... - eu murmurava com a cabeça encostada na escrivaninha e encarava a luz fraca do abajur 

-234 ovelhas .... - digo antes de beber a terceira lata de RedBull

Eu havia decidido que já que Deus, ou sei lá quem não estava me permitindo dormir, eu passaria a noite em claro ... Sai às 1:00 da manhã para comprar umas dez latas de RedBull... Achou exagerado ? Bom ... Eu tava precisando ...

-Duzentos e trinta e cin.... - eu murmuro novamente até que sou cortado dos meus pensamentos quando meu celular inesperadamente começa a tocar 

Antes de atender o mesmo , começo a pensar para mim mesmo quem me ligaria no meio da madrugada... Uma lista de pessoas passa pela minha cabeça , mas nenhuma delas tinha a característica que procurava .

Depois de três toques o celular para de tocar e a tela fica escura novamente. Quem quer que seja , deve ter desistido ao pensar que eu provavelmente estaria dormindo a essa hora ... Quem me dera ...

Volto a encarar a garrafa de RedBull em minha frente e começo a murmurar novamente :

-Duzentos e trinta e cin... - eu tento continuar de onde tinha parado mas o celular toca de novo 

Dessa vez sou mais rápido e pego o celular na mesma hora olhando para o nome que estava na tela:

Jeon Jeongguk 

Por que ele me ligaria tão tarde ? 

Preocupado atendo antes que o mesmo desligue novamente, e ao fazer isso consigo somente escutar música alta no fundo e algumas vozes também ...

Estaria ele numa festa? Mas ele não estava nas condições de sair por aí com ninguém ... 

-Yeoboseyo * ?? - pergunto com receio ao atender o telefone

** para quem não sabe significa basicamente " Alô" em coreano 

Demoro um pouco para receber uma resposta , estava preparado para desligar pensando que Jungkook teria deixado seu celular em algum lugar, até que escuto a voz do mesmo do outro lado da linha :

Call On:

-Hyung ? - ele pergunta com uma voz de choro 

-Jeon ? Tá tudo bem ? - pergunto preocupado 

-Hyung ... Por que você me abandonou ? - ele pergunta e escuto barulho de vidro se chocando contra madeira 

-Jungkook onde você tá ? - eu pergunto com meu coração doendo após ele dizer aquelas palavras 

-Mais um shot jovem ? - escuto mais alguém do outro lado da linha e escuto Jungkook murmurando em concordância 

-Jimin Hyung - ele da uma pequena risada ao pronunciar meu nome ... não sei por que mas posso imagina-lo sorrindo - aish por que eu gosto tanto de você ? 

-Jeon ... - suspiro ... conseguia sentir meu coração a mil e meu corpo já se direcionando ao meu armário buscando um casaco e um par de sapatos - me responde por favor 

-Eu tô num bar - ele responde como se fosse óbvio 

-Nossa .. Tell me something I don't know - eu brinco colocando o par de tênis brancos da converse que tinha achado e correndo para meu corredor , descendo as escadas com o máximo de cuidado - Me responde direito Jungkook, tô indo te buscar 

-Você me odeia ? - ele pergunta soluçando e paro no meio da cozinha 

-Se eu te odeio ? Jungkook para de falar merda e me conta onde você está por favor ! - digo preocupado e encontro as chaves do carro do meu pai , e então saio correndo até a garagem ligando o mesmo , somente esperando a resposta da mais novo do outro lado da linha 

-Vamos você não vai pagar isso ? - a mesma voz que eu tinha escutado antes volta a se pronunciar e então escuto um murmuro - COMO ASSIM ESTÁ SEM CARTEIRA? - e com isso a ligação cai 

-Jungkook? Jeon jungkook? AISH - eu digo batendo no volante do carro 

Tento ligar uma, duas , três ... TRÊS VEZEZ! E o mesmo não me atende mais ... Até que penso em ligar para Yoongi ou Hoseok, pensando que um dos dois saberia onde Jungkook estaria por serem mais próximos à ele . No meio dessa ideia olho para o relógio do carro indicando 2:47 da manhã , e imediatamente desisto ....

Aí lembro que Jungkook tinha sua localização ligada à todo momento no Snapchat. Mentalmente agradeço pelo aplicativo ter feito tal atualização e abro o mesmo, visualizando a localização de Jeon que estava do outro lado da cidade .

-O que você está fazendo aí Jungkook? - pergunto mordendo os lábios e ligando o motor 

3:20

Demorei praticamente trinta minutos até chegar na localização informada pelo Snapchat . Não demorei muito para achar Jungkook, já que o mesmo na exata hora que cheguei estava sendo expulso do bar e jogado na calçada .

Desço do carro imediatamente e corro em sua direção . Paro ao seu lado esperando o mesmo perceber minha presença , quando ele olha para cima reparo que havia cortes novos, um perto de sua sobrancelha e o outro perto da boca. Ambos pareciam frescos , pela coloração vermelha e pelo mesmo parecer irritado com os machucados que lá estavam.

Me sento na calçada ao seu lado e ele finalmente olha para mim , e tenho que dizer que seu estado não estava nada bom . Jungkook estava com olheiras enormes e o rosto vermelho , provavelmente por conta do choro. Usava uma calça moletom , blusa branca e chinelos . Se ele estivesse em um bom momento , até aproveitaria para zoar o mesmo, mas ao invés disso o abraço .

-Por que está aqui ? - pergunto com uma voz doce 

-Por que você está aqui ? Como me achou ? - ele pergunta fungando e paro de abraçá-lo 

-Não queria que eu viesse ? - eu pergunto arqueando minha sobrancelha 

-Não foi isso que eu... - ele começa 

-Por que me ligou então ? - eu pergunto um pouco irritado e o mesmo abaixa a cabeça - Me desculpa eu não queria parecer grosso

-Eu não sei porque te liguei ... Eu não sei porque passei o dia todo pensando em Você okay ? EU SIMPLESMENTE NÃO SEI ! - ele levanta a cabeça e consigo encarar seus olhos avermelhados prontos para derramar lágrimas novamente 

-Kookie ... - digo surpreso - Eu nem sei o que dizer ..

-Já imaginava que sua reação seria essa - o mesmo diz limpando as lágrimas com as costas das mãos 

Eu queria muito dizer alguma coisa mais útil , porém o medo de sair mais uma mentira era tão grande que tudo que eu queria expressar ficou preso. Vai que meus sentimentos também faziam parte dessa grande mentira ?

-Vamos embora - digo me levantando e estendendo a mão para o mesmo- hoje você vai ficar na minha casa - digo por fim 

Sem protestar, o mesmo pega a minha mão e me segue até o carro. Como eu sou uma ótima pessoa , deixo o mesmo ir deitado no banco de trás .

A “ viagem” de volta foi silenciosa. Eu estava com medo de falar alguma coisa e acho que o mesmo também estava envergonhado demais para conversar, então preferi deixar de lado o clima pesado que estava entre nós. Quando finalmente chegamos na minha casa, Jeon levantou-se do carro cabisbaixo sem nem me dirigir a palavra. 

Ponho as chaves no mesmo lugar e levo o mesmo até o banheiro do meu quarto , onde o entrego uma toalha e um pijama meu :

-A quente é a da direita - digo sorrindo 

O mesmo apenas faz um sinal de positivo com a cabeça e entra no banheiro. Aish Jeon Jungkook nem para retribuir o sorriso? 

Viro de costas e me encaminho até minha cama , logo em seguido me jogando na mesma. Eu não sei o que tá acontecendo comigo, e isso por algum motivo está me destruindo . Me arrasto até o lado direito e abro a gaveta da cômoda , e lá vejo um pequeno diário , só de pensar que passei dias escrevendo coisas horríveis sobre Jeon naquele caderno faz meu peito apertar .

Pego o mesmo e começo a re-ler as notas que eu escrevi quatro anos atrás e começo à pensar que eu estava certo, ele infernizou minha vida. Vou pulando algumas páginas até chegar em uma que chamou minha atenção : 

“ Eu não queria odiá-lo, mas se eu não fizer, quem irá fazer por mim ?” 

Sinto lágrimas quentes escorrendo em meu rosto e caindo sob as páginas. Meu coração estava apertado e quando percebi já estava aos soluços. Jogo o caderno de volta na gaveta com raiva e me levanto, caminhando até o meio do quatro chorando desesperadamente. 

Viro-me para a mesa que estava em minha frente e derrubo todos os livros na qual nela estavam, eu não sei o que deu em mim, mas dói.... Dói muito.

Em meio ao meu desespero, sinto um par de mãos me abraçando por trás , me apertando contra o devido corpo. A cabeça do indivíduo se encontrava na curva de meu pescoço , e isso por algum motivo me deu paz .

-Eu não tenho ideia do que aconteceu - a pessoa diz com uma voz calma - mas saiba que eu estou aqui por você - ele termina dando um beijo em meu pescoço 

-Jeon... pa... para - digo fechando fortemente os olhos deixando mais lágrimas caírem - por favor , me solta ....

O mesmo me vira com uma cara confusa e fica fitando meus olhos vermelhos e rosto inchado. Deixar Jeon me ver assim me incomodava, não queria que me visse em um momento sensível causado por ele. Em um movimento rápido , o mais novo me abraça de novo beijando meus cabelos desbotados. Por mais que eu queira ele longe de mim , isso seria impossível porém se for para ficar perto dele significa que  teria que parar de mentir , e se eu não quero revelar quem sou para ele agora ....

-Jimin-ssi... Aconteceu alguma coisa ? - ele pergunta com um tom preocupado Ainda me abraçando 

-São 4:58 da manhã Jeon. Eu fico no chão , pode ficar com a cama - digo tentando me soltar enquanto mudava de assunto

-Nada disso hyung! - o mais novo protesta- primeiro de tudo , por que você me quer longe ? E ainda por cima, não vou deixar você dormir sozinho desse jeito 

Por mais que minha cabeça estava me alertando com avisos do tipo “ não “ ; “ recusar seu burro “ e até “ cuidado “ ; me deixei levar e aceitei sua oferta. Eu sinto que se pelo menos ficar perto dele vou conseguir dormir, e isso me deixa mais tranquilo. Jungkook me soltou e se jogou na cama rindo, e não pude deixar de dar um pequeno sorriso de lado.

-Vem - ele diz rindo- ou você quer falar sobre o que aconteceu ou até sobre ontem à tarde ? - ele diz agora me encarando com uma expressão séria 

-Acho melhor dormirmos - digo nervoso - nem que seja por 5 minutos 

-Ah .. Okay - ele diz se deitando 

Me junto ao mesmo porém do lado oposto ao seu rosto, não querendo que o mesmo me encare depois do que aconteceu.

Eu admito, eu estou com medo. 

Já não há mais desculpas e nem razão para continuar mentindo, então por que eu não começo a contar a verdade para Jungkook? 

A resposta é simples , eu tenho medo de sua reação e principalmente de como será nossa relação depois que tudo for esclarecido.

-Jimin, por que você está me afastando ? - ele pergunta com uma voz rouca- Isso Machu... quer dizer ... me faz achar que fiz alguma coisa - ele corrige rápido 

Isso o machucava ?

-Por que pensa assim ? - me viro finalmente o encarando 

-Não é questão de ser de agora, mas eu sinto que você nunca foi com a minha cara - ele diz agora fitando suas mãos que estavam entrelaçadas às minhas 

Não consigo responder , eu realmente não tinha pensado nisso em nada para falar neste momento .

-Jimin? - ele me cutuca 

-Oi? - pergunto voltando minha atenção para ele 

-Você lembra de quando eu te disse sobre aquele garoto ? - ele pergunta com receio 

-Lembro - digo engolindo seco 

-Eu queria me desculpar com ele. - ele diz por fim- Queria que ele voltasse para que eu dizesse o quanto eu me arrependo por tudo que já fiz , porém ... Eu nem sei onde ele tá , e a culpa me consome - ele termina e algumas lágrimas escorrem em seu rosto 

Pude perceber o quanto ele estava sendo sincero comigo e não pude deixar de ficar com os olhos molhados também.

Jeon me puxa para um abraço, me fazendo sentir seguro novamente e finalmente comecei a relaxar. É impressionante como apenas um simples ato de uma pessoa importante , pode te trazer um conforto de tal forma que te faz esquecer , nem que seja por alguns segundos , seus problemas .

-Eu... - ele começa e depois “ limpa “ a garganta continuando de uma forma mais confiante - Eu posso ficar assim ?

-Po.. Pode - digo corando um pouco 

Dizendo isso o mesmo me aperta ainda mais contra seu corpo e beija meu pescoço , me fazendo dar pequenos arrepios . Percebendo a minha reação e o efeito que tinha causado, repetiu mais uma vez e depois foi até minha boca me dando um longo selinho. Separo nossos rostos e o mesmo me encara confuso :

-Jeon Jungkook... - digo com um olhar repressivo - temos aula amanhã ... quer dizer hoje ... Não acho que agora seja a melhor ho... - eu começo e o mesmo me encara rindo 

-Já entendi o que você quis dizer - ele diz voltando para seu lugar - vamos tentar dormir um pouco então , embora eu acho pouco provável - ele da uma pequena risada e volta a me abraçar 

7:10 

Jeon Jungkook estava certo... Eu não dormir nada naquela noite. ABSOLUTAMENTE NADA! O mesmo porém , notei que havia dormido que nem um bebê.

De vez em quando ficava encarando seu rosto até que decorasse cada imperfeição , cada pinta e cada cicatriz que o mesmo tinha. Até que decidi ficar acordado a noite inteira . 

Sim isso mesmo pessoal, Park Jimin passou a noite em claro .

*FlashBack*

Tento me afastar dos braços do mesmo que me abraçavam fortemente, e quando finalmente me solto levanto da cama tentando ao máximo não fazer nenhum barulho para não acordar ele .

Decidi que seria uma boa ideia começar arrumando todos os livros que ainda estavam derrubados no chão. Comecei a devolve-los para seus devidos lugares até que em poucos minutos me encontro com o quarto quase limpinho em folha .

Quando volto minha atenção novamente para Jungkook , acabo reparando na gaveta meio aberta com meu diário de destacando para fora da mesma. Rapidamente me dirijo até lá e pego o mesmo fechando a gaveta. 

Fico por alguns minutos o encarando , pensando em como antigamente esse pequeno retângulo com folhas dentro era a solução para todos os meus problemas emocionais, e então chego à conclusão que já não me ajuda mais .

Ando em direção à escrivaninha e busco por uma ferramenta na minha gaveta. Quando finalmente acho a mesma , abro o diário no primeiro dia e começo a lê-lo na minha cabeça como se aquele dia fosse hoje : 

Querido hã ... Diário ... 

não sei se devo chamá-lo assim. Bom meu nome é Park Jimin e estou aqui para lhe contar sobre meus problemas ... Ou melhor MEU problema... Mais conhecido como Jeon Jungkook “ 

Não sei porque mas rio ao ler o nome do garoto que agora estava deitado em minha cama e volto a atenção novamente para o livro esticando a pequena lâmina presente no estilete e encostando-a na primeira página . Com todo o cuidado , vou retirando cada página , uma por uma , até que chego na anotação mais recente , a que eu tinha feito na noite anterior:

“ ..... Querido antigo diário de ódio , o que eu devo fazer ? 

Ass : Park Jimin “ 

Deslizo o estilete pela última página destacando a mesma do pequeno retângulo com páginas situado em minha frente . Recolho todas as páginas e enfio as mesmas numa pasta não utilizada que ficava em cima dos meus cadernos escolares. 

-Acho que não vou precisar mais de Vocês - sussurro baixinho deixando um sorriso escapar 

*FlashBack Off* 

-JIMIN CORRE INFERNO JÁ SÃO 7:40 ! QUERO PELO MENOS CHEGAR NA ESCOLA! - Jungkook diz correndo sei lá quantos metros na minha frente 

Corro para alcançar o mesmo e acabo o passando : 

-DE QUEM VOCÊ TAVA RECLAMANDO MESMO EM ? - grito de volta e acelero o ritmo ao ver um vislumbre do colégio em minha frente 

-VAI TOMAR NO ... - ouço ele gritar e simplesmente começo a cair na gargalhada 

Depois de alguns minutos chegamos na escola e nos dirigimos até a sala de aula , onde lá encontramos Taehyung, Yoongi , Namjoon e Jin sentados conversando . Quando entramos em sala Jin nos encara e começar a rir com aquela sua famosa “ risada limpa vidros “ e o restante o encara confuso, porém assim que os mesmo nos veem acompanham sua risada .

-Vocês  estão encharcados - Yoongi diz 

-“ Olá Jungkook “ ; “ Eu estou muito bem Jungkook “ ; “ Obrigado pela preocupação amigo “ ... - Jungkook diz tentando fazer sua melhor imitação  de Min Yoongi e todos caem na risada menos o mesmo que estava sendo irritado - Ahhhh que isso Yoongi! De nada amigão ! 

-Eu juro que eu dou na tua cara - Yoongi comenta 

-Por que chegaram atrasados ? - Namjoon pergunta 

-E juntos ? - Taehyung me encara arqueando as sobrancelhas 

-Perdemos a hora ? - eu digo nem convencendo a mim mesmo 

Assim que digo isso, Jeon me encara sorrindo e senta na minha frente ao lado do Yoongi e o professor entra em sala. Abro a mochila e pego meu antigo diário colocando o mesmo sob a mesa quando de repente escuto um grito do meu lado : 

-CARALHO! 

-Kim Taehyung! Olha a boca ! - o professor comenta e todos o encaram 

-Malz professor - ele comenta e depois olha para mim - Como assim você trouxe isso para a escola ? - ele sussurra e gesticula para o caderno 

-Taehyung é só um caderno ... - eu tento ignorar já que meus outros amigos estavam me encarando , principalmente Jungkook 

-Mas ele não é seu ... - ele começa e eu pego o caderno abrindo o mesmo em sua frente mostrando que não tinha mais nada dentro e Tae me encara chocado - quem é você e o que fez com Park Jimin ? 

-Simplesmente dei um passo para frente em minha vida - digo sorrindo e o mesmo me encara e começa a fungar BEM ALTO - Taehyung... Taehyung caralho o que Você tá fazendo ? - eu pergunto 

-VOCÊ CRESCEU TÃO RÁPIDO! - ele grita novamente e não consigo reparar que nossos amigos , principalmente Jin estavam morrendo de rir na nossa frente - QUER DIZER , CONTINUA BAIXINHO MAS VOCÊ ME ENTENDEU ! 

-KIM TAEHYUNG PARA A DIRETORIA AGORA ! - o professor grita e a sala inteira começa a gargalhar 

-Merda .. - Tae sussurra - conversamos depois - ele diz pegando sua mochila e andando em direção à porta da sala recebendo um olhar de reprovação vindo do professor

Depois que a cena do Taehyung acabou , a sala ainda encontrava-se rindo e volto minha atenção para Jungkook que estava em minha frente . O mesmo estava virado alta trás rindo junto de Namjoon , Jin e Yoongi e depois volta sua atenção para mim :

-o que aconteceu com ele ? - ele pergunta enxugando as lágrimas vindas de suas risadas

-Não sei - digo ignorando o que acabou de acontecer ; o mesmo da uma risada novamente e vira sua atenção para meu caderno e fala : 

-Caderno legal - ele diz sorrindo 

-Eu sei ... - eu digo dando ombros e volto minha atenção para a aula 


Notas Finais


Então galera esse foi o capítulo! Sei que demorou muito para ser publicado mas é porque queríamos fazer um capítulo muito bom para Vocês e estamos muito satisfeitas com como acabou ficando !
Bom até o próximo capítulo e obrigada por acompanhar a fanfic !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...