História Manual De Como Não Ser Trouxa - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jeon Jungkook (Jungkook), Jinyoung, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Youngjae, Yugyeom
Visualizações 265
Palavras 3.275
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Shounen, Yaoi (Gay)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


é isto, acabou.

Capítulo 21 - Capítulo 20 - O Tal Baile



 A hora do tão esperado baile finalmente chegou, já vestia minha fantasia e aguardava o resto ficar pronto. Galera, será que eles nunca vão aprender que nasci pra ser esperando e não pra esperar? Será que alguém pode avisar? Obrigado, de nada. 

— Virei um ovo e agora estou chocada — Ah não, SeokJin já começou a se auto elogiar enquanto se olha no espelho, madame satã que me proteja

 — Se alguém estiver procurando emprego pode me procurar porque nessa festa eu vou dá trabalho! — Exclamou SeokJin animado, bastante

— Até que 'tá bonitinho, mas vocês vão tão sem graça Jin, por que escolheram príncipes? — Príncipes? Que coisa mais brega

— Por que eu sou um e tenho livre arbítrio? Estamos uma beleza — Não mentiu

— Na minha opinião deveria ser mais criativo — Concordo com o TaeHyung

— Pena que ninguém perguntou a tua opinião né mano — Será que Kim TaeHyung não cansa de ser esmurrado pelo Kim SeokJin?

— Galinhas velhas parem de cacarejar aqui — Estou tentando acalmar o galinheiro perceberam? 

— Olha você me respeite que não sou galinha velha — A pronto agora até o TaeHyung pistolou

 — A mas vocês são tão galinha que o coração já virou moela — Não vou dizer que fui atacado por almofadas voadoras mas é exatamente isso que estou dizendo.

 — Brincadeira a parte, Jin-Hyung você está lindo, inclusive não sou papel mas você pode me dá uns amassos. — Tem como ser mais pateta que Kim TaeHyung quando se trata do SeokJin-Hyung e do Namjoon-Hyung? Mano, esse cara não para de babar nesse casal, até já formou um oceano

 — Eca vomitei — Hoseok apareceu, finalizar a madame colocou a cara no sol — Galera estou uma coisa de outro mundo!

 — É verdade, vai cozinhar um dinossauro? — Perdão, não resisti, mas quando resisto né?

Desculpa, ainda não falei as fantasias e provavelmente a piada não fez sentido. Agora preciso dizer do que estou fantasiado não é? Ok, talvez pegue todos de surpresa mas estou vestido de "Padrinhos Mágicos" Sou a Wanda, o Jungkook é o Cosmo e o TaeHyung é o Timmy. Eu poderia reclamar? Sim, só que estou me achando um gatinho nessa fantasia e adorava esse desenho, além que com meu cabelo novo super combinou. E a criatividade foi boa demais, pode assumir, foi bom né? Eu sei, nem precisa dizer. O Yoongi e Hoseok estão vestidos de "Os Flintstones", Hoseok com o cabelo ruivo fazendo a Wilma e o Yoongi com o cabelo preto fazendo o Fred, podem rir eu deixo. E por último, mas não menos importante, na verdade sim. O SeokJin está vestindo de "Meu Pequeno Príncipe" e o Namjoon é a flor? Não me façam mais perguntas, obrigado. A verdade é que somos desenhos em versão homensexual, segura esse close.

 — Vamos gravar um vídeo antes que os outros cheguem? — TaeHyung propôs

 — Falando o que? — Preciso de roteiro né? So

 — Só fiquem ai que vou guiar, preparados? — Eu e os hyungs apenas concordamos e esperamos — Jogada sem cabelo e zaga! Pau que nasce torto nunca se endireita, menina que requebra mãe… zaga! Show de close, vai, virei! Perninha, perninha, pernão, eita! — Felizmente sabemos a coreografia perfeitamente

 — Caralho, ficou muito bom — Eu de Jin

 — Mas somos lindos né, oh porra. — Eu de Hoseok também

Ficamos fazendo literalmente nada até dá a hora exata das nossas duplas chegarem, porque trabalhamos com formalidade né meus anjos. Não é porquê estamos fantasiados na nossa formatura que não iremos ser clichê de esperar o acompanhamento em casa, se poupe né. Agora que parei pra pensar, vamos tirar uma foto do nosso último ano no colegial fantasiados de personagens, olha que louco, talvez sejamos os melhores estudantes do mundo? Maybe.

Basicamente os garotos chegaram bastante animados e apressados, dizendo que a maioria dos convidados já estavam lá e deveríamos correr porque a festa já havia começado. E como os belos humanos que somos, gritamos com eles e batemos nas cabeças de melões, dizendo que eles são obrigados a seguir as regras, usando "tradição é tradição" como argumento, sim chegamos nesse nível no poço.

 — Desculpa, é que estamos ansiosos — Namjoon já começou a inventar mentiras

 — Sabemos que somos horríveis por não elogiar vocês, de verdade. — Yoongi não está de fora

 — Jimin você está lindo, estou muito feliz por ser seu marido e ter um filho com você. Pena que ainda precisamos tomar conta do TaeHyung, porém ele é o de menos né? Já é praticamente adulto. — Incorporou e apelou — Caralho, que cabelo lindo, me chama pra foder.

 — Ele sempre fala tanto assim? — Perguntei ao Yoongi

 — Eu nem presto atenção, ele é uma máquina de som branca — Deu de ombros.

 — Primeiramente: Isso é racismo. E segundo: eu só falo o necessário. — Se forçar mais caga

 — Racismo com gente branca nem existe, quer debater? — Namjoon-Hyung quando começa a debater não para mais, ele é muito intelectual.

 — De qualquer forma, Jungkook se prepara sentravante que esse gol é gigante! — O Jin já está bêbado e nem ao menos bebeu

 — Gol? — Se até o namorado dele não entendeu imagina eu

 — Cu. — A

 — Cu de quem? — De cachorro, música top.

  — Do Jimin, né caralho. — Ah não

 — Esse eu quero, porque se fosse de outra pessoa daria um de palmeiras — Cacete, achei pesado

 — Que horror, respeita os times alheio — Se até o TaeHyung achou pesado, por que não posso achar?

— Que horror nada, só estou nesse mundo porque precico ficar esperando Jesus Cristo ressuscitar de novo 'pra mim levar daqui. — O que Jesus tem haver com isso mano?

 — Você acha que vai pro céu? — Perguntei me fazendo de sonso

 — Na realidade não, só quando viajo de avião, é o mais próximo que chego.

 — Que o Diabo a tenha — Coitado

 — Não estamos atrasados? — Hoseok perguntou olhando o relógio

 — É verdade tinha esquecido, vamos logo meu carro 'tá estacionado em lugar proibido —  Namjoon começou a correr em direção ao carro e todo mundo fez o mesmo, claro que antes batemos várias fotos bem conceitual

 — Se alguém estiver procurando emprego pode me procurar porque nessa festa eu vou dá trabalho — Jin-Hyung gritou novamente, arrancando risadas e assim partimos, com uma vibe de final.

[…]

A festa foi montada em um salão bastante iluminado na parte de fora da casa do Yoongi, quando chegamos no local já tocava uma lista caprichada com as músicas preferidas que fizemos com maior carinho. E também com as mais tocadas do momento pois, afinal de contas, não pode faltar música em nenhum momento em uma festa de formatura. Fizemos uma decoração simples, porém bem bonita, com bastante prata e brilho, banquinhos e mesas pequenas e altas, além de open bar onde todos os participantes têm o direito de consumir livremente e gratuitamente todas as bebidas disponíveis no bar do local, não existindo uma dose mínima de consumo por pessoa. E claro que não podia faltar o globo giratório que foi trabalhoso andar com ele em uma moto, junto com algumas luzes estilo néon, porque somos bem blogueiras.

 — Olha o perdedor acabou de chegar! — Mark chegou acompanhado do Jackson, ambos riram com minha cara de tédio, não gosto de ser zombado — Seu cabelo ficou ótimo, combinou muito bem com a fantasia — Olha ele, olha ele

 — Você ganhou, Mark Tuan! Espero que esteja feliz — Mas claro que está né

— Ganhou o que? — Jungkook perguntou confuso — Oi Mark, oi Jackson — forçou um sorriso, bem falso

 — Fizemos uma aposta e de o Jimin perdesse iria pintar o cabelo, e voilà!

  — Foi uma aposta, bem óbvia mas boa — O Jackson com certeza sabe, Mark fofoqueiro.

 — Tudo bem... enfim, quer beber alguma coisa Jimin? — Jungkook está sendo cavaleiro?

   — Sim, mas sem álcool, não quero ficar bêbado — Galera, quero manter a educação e não pagar micão

  — Jimin-Hyung, esqueci de te falar, tenho alzheimer. Eu e o Jackson estamos namorando! — Mark contou sorridente, enquanto acariciava a mão de Jackson que também estava com um sorriso gigante

  — Sério?! Muitas felicidades aos dois! Que ícone de casal, depois quero saber tudo em

 — Até as partes para adultos? — Jackson perguntou no tom infantil, em seguida levou um tapa do Mark e eu me acabei de rir com a situação, que casal mais amável.

 — Não essas eu dispenso… — Credo que delícia, digo, que absurdo.

Depois de passar um tempo conversando com o casal mais fofo que já conheci, Jungkook apareceu com as bebidas se um pingo de álcool. E no início da festa optaram por músicas mais calmas, gostosas para escutar e cantar. Era o que todos estavam fazendo, todos muito alegres e dançantes, às vezes até molhavam a roupa de alguém por conta do copo de bebida alcoólica que seguravam, menos eu, felizmente evangélico. Eu e Jungkook dançávamos no meu da pista, confesso que nossos corpos se trocaram diversas vezes durante a dançar, por acidente? Não posso dizer que sim. De qualquer modo, foi ótimo, adorei esfregar meu corpo no Jungkook, que delícia. Quer dizer, amém que termos contato humano na paz de Deus!

Após passar muito tempo dançando resolvemos parar e beber mais um pouco, daqui a um tempo iria tocar as músicas românticas e ter a premiação, precisamos de energia! Não que eu queira dançar coladinho ao Jeon Jungkook, longe de mim querer uma coisa dessa, não pensem assim.

 — Quem você acha que vai ganhar Jimin? — Perguntou bebericando o ponche

 — O SeokJin-Hyung. — Mas é óbvio, o que você esperava?

 — Pode ser, só que também acho que você pode ganhar

 — Às vezes o indivíduo está louco das drogas.

 — É sério! Você sempre foi lindo e agora que pintou sei cabelo ficou mais lindo ainda, por que pegou toda beleza só pra você? — Choramingou

 — Jungkook você não está bêbado, não pode falar isso porque depois não irá poder colocar a culpa na bebida.

 — Eu sei, Hyung. — Deu sua clássica risada fofa de coelho, quase fiquei derretido — Senti sua falta hoje

 — Só ficamos afastados um dia! — Eu sei que sou um ícone, mas olha o limite

 — Já ficamos afastados por anos, Hyung. — Certo, me pegou de surpresa — De qualquer forma senti sua falta, fiquei com abstinência de Park Jimin, confesso sem medo — Não consegui segurar a risada, foi muito clichê

 — Jungkook você é muito clichê.

 — Teu sorriso me deixa assim — Ai, fiquei calado, nem sei o que dizer mais.

 — Titanic — Droga, peguei essa mania

 — O quê?

 — É o que uso pra quebrar o gelo. — Ele 'tá rindo da minha cara, socorro — Piada do TaeHyung, desculpa mas não sei reagir quando recebo elogios

 — O nome do TaeHyung deveria ser cu porque só fala merda — Mano, sim! — E você já deveria ser acostumado... já sei! Vou te fazer acostumar ser elogiado todos os dias da sua vida, porque merece tudo isso e muito mais

 — Jungkook já te falei que não está bêbado, pare! — Caralho, 'tô nervoso

 — E já disse que estou ciente disso! — Merda, ele segurou minha mão — Seria muito louco pedir você em casamento?

 — O quê?! — Gritei alto demais, amém músicas eletrônicas.

 — Casamento é muito forte né? Talvez em namoro — O quê?! Ok, estou tremendo

 — 'Tá brincando né? Não me desafie Jungkook, te dou um murro — Dou mesmo, não tem que ter pena de branquelo não

 — Nunca desafie a Amanda

 — Quem é Amanda?

 — Amanda nudes

 — Que manda nudes, manda meme seu, foto sorrindo e áudio cantando mas não manda nudes

— Essas postagens do Facebook são chatas né? — Sim! — "Manda foto de tudo coração, incluído o pulmão, pra vender no mercado negro, só não manda do pau porque existem de borracha e acham melhor" — Imitou uma voz fina

 — Caralho, também penso isso quando vejo!

 — Ícones, almas gêmeas, já podem casar e tudo mais

 — Jungkook, para com essa porra — Esmurrei

 — Qual é Jimin, hoje estou com vontade de fazer um assalto, tipo roubar um beijo seu. — Queria, será que vou?

 — O que vocês estão fazendo sentados em vez de está dançando? — Felizmente nossa turminha chegou

 — Estamos descansando um pouco. — Respondi — E o que vocês estão fazendo aqui?

— O Jin está um pouco bêbado, então resolvemos trazer ele aqui pra sentar um pouco — Namjoon respondeu — E também descansar, dançar cansa — Verdade.

 — Não estou bêbado, apenas um pouco alterado — Cara… — Uma vez trabalhei de estátua, mas eu sou tão perfeito que as pessoas urinavam em mim e como meus braços ficavam amarrados não podia fazer nada, ficava um fedor de outro mundo.

— Que nojo, mas por quê tá falando isso?

 — Sei lá, 'tô bêbado — Disse que não tava e agora 'tá, o quê?

 — Já que estão aleatórios, por quê sempre tiro nota zero em matemática? — Virou confessionário?

 — Porque não tem nota menor. — Uau, Namjoon esmurrou 

 — Não fala assim que sou CDF — Jungkook se iludiu, coitado

 — CDF? Só se for cabeça de foca — Yoongi esmurrou também, Jeon está sendo esmurrado

 — "I'm ugly" significa que sou feio em inglês — Até o TaeHyung ficou meio louco

 — Em português também — O Hoseok ele…

 — Nossa, vocês estão loucos — É, vou ter que cuidar de gente bêbado depois

 — Oh caralho — O boca suja desse Jin — Se alguém invadisse você iria lutar ou fugir?

 — Fugir. — Claro né, vou morrer

 — Por que temos que fugir?

 — Qual é o problema de fugir? Milhares de pessoas fazem isso e se dão bem. O Scooby-Doo e o Salsicha sempre escapam e no final resolvem o crime e só existe um herói se tiver um covarde para contar história! Então fugir é a melhor opção. — Namjoon pistolou

 — Se ficar o bicho pega e se correr o bicho come, então meio que nenhuma das duas vão salvar — Yoongi respondeu sendo bem realista, parabéns não mentiu.

 — Sabiam que eu e o Namjoon estamos namorando o TaeHyung? — O quê? — Nosso relacionamento começou faz uma semana, relacionamento a três, assim que chama.

 — É verdade Hyung? — Estou tão espantado quantos outros, nem é por conta do relacionamento a três e sim porque não contaram

 — Sim… íamos falar, mas estávamos sem coragem, medo de ser julgado sabe? Desculpa… — Ai que fofo

 — Tudo bem, entendemos o lado de vocês. Porém, precisam confiar mais na gente, nunca iríamos julgar por isso — Falei bonito né?

 — Eu num disse! — Gritou TaeHyung — Não deveríamos ter escondido deles por esse tempo, falei que iriam ficar de boa.

 — Vocês ficam bonitos juntos — Elogiou Hoseok

 — Se falar isso de novo vou ficar igual um camarãozinho, bem vermelhinho — Eu amo o Jin meio bêbado!

— Então vamos dançar galera — Jungkook já levantou me levantando da cadeira e me guiando até a pista de dança

— Você está possuído — Disse rindo

— Só se for possuído pelo ritmo Ragatanga! — Eu ri

Em seguida das altas revelações que tivemos começamos a dançar novamente, festa só serve pra isso mesmo. Não que eu ache ruim, porque na real amo dançar, sou um ícone dançarino. De qualquer forma, já estava quase na hora de anunciar os reis e em seguida tirar a foto em grupo, ou seja, estava acabando. A nossa vida do colégio estava acabando, tudo que vivemos nele estava acabando. Será que os romances que começaram lá também iriam acabar juntos? Acabei de presenciar dois que tiveram seu início após o fim dele, será que só esses iram durar? Na realidade, o que é o amor? Sempre vimos demonstração de amor na televisão, em livros e em filmes, mas será que se resume a isso? Eu quero saber como é ficar sorrindo o dia todo, como todo mundo fica lindo. Será que o amor ainda existem depois do ensino médio? Tanto amor de relacionamento, quanto de amizade, será?

[…]

 E de repente a a música parou e SeokJin-Hyung subiu no palco com Namjoon e TaeHyung, finalmente iriam anunciar os ganhadores. Não me importo com isso, é só uma coroação boba, quem liga? A sociedade criou isso para desmotivar os alunos, acho ridículo.

  — Como organizei tudo já ganhei uma coroa de rei — Disse Jin — Mas irei deixar de príncipe ou princesa, sem preconceitos. — Abriu um pouco do papel e deu uma risadinha — Os príncipes da fantasia arrasam com a ideia fenomenal, Jimin e Jungkook! — Caralho eu ganhei porra! Lambe meu cu cheio de merda que eu sou o ganhador mano

Eu subi correndo naquele palco, eu ganhei! Jin colocou a coroa em mim e fiquei sentido poder ali, imagina se fosse rei de verdade, como seria ícone né?! Agora preciso de um ótimo discurso.

 — Primeiramente: Quero agradecer minha mãe, obrigado mãe. E segundo: Mãe eu 'tô na tv, caralho eu 'tô na tv — Foi isso, por que geral ficou rindo?

 — Na tv e futuramente no pendrive, estamos gravando isso — Namjoon susurrou no meu ouvido — Agora é a vez do Jungkook

Querem ofuscar meu brilho porém nunca irão, sou um príncipe que não precisa de outro. Como diz aquele ditado: "Levanta a cabeça príncipe, se não a coroa cai." Vou me manter erguido para minha não cair e digo mais, ela nunca cairá.

 — Olá, boa noite a todos! Sou Jeon Jungkook, como muitos já conhecem. Estou bem nervoso então tentei imaginar geral sem roupa, porém acabei imaginado o mundo sem calças e é como uma rosquinha, fez sentido? — Não?

 — Sua mãe nasceu pelada! — Alguém no meio da multidão gritou, eu ri disso

 — Bate nele, ele disse que sua mãe nasceu pelada — Outra pessoa gritou, bêbados que chama né?

 — Todo mundo nasce, galera — Sorriu e respirou fundo — Bem, hoje vim fazer um ato diferente, já que é a primeira que sinto amor de verdade. Park Jimin, eu sei que fui um galinha durante esse tempo, que nunca tive coragem de expressar meus sentimentos e por conta disso destruía pouco a pouco as chances que tinha com você. Mas agora, de todo meu coração, quero te dizer que realmente te amo. Eu te amo pra caralho e nem sei direito como isso aconteceu, pensei que no começo só era admiração porque você é perfeito. Só que quando meu coração começou a bater acelerado e comecei a soar só por está perto de ti senti era mais que isso, bem mais. O ensino medio está acabando e depois daqui teremos que entrar na faculdade ou arrumar um emprego e estou com medo de ter perder para eles. Não, esse não é um pedido de casamento, sem medo. — Riu fraco e acabei o seguindo — Mesmo que no futuro eu realmente pense nisso, mas agora só quero saber de uma coisa e espero que ouça seu coração, de verdade. Park Jimin, amor da minha vida, quer namorar comigo?

     Que dor no coração espero que seja infarto e minha coroa caiu, será que isso é amor?


Notas Finais


A estória oficialmente chegou ao fim! Foi muito bom escrever ela, foi uma fanfic leve com diálogos com tentativas de comédia romântica, também espero que tenham entendido o que quis passar nos primeiros capítulos. Obrigada a todos que acompanharam, comentaram e deixaram um favorito, foi bastante importante. Bem, irei postar o extra sábado, de qualquer forma, digam adeus a Manual de como não ser trouxa.

Outras estórias:

Oneshot JiKook: https://www.spiritfanfiction.com/historia/suicide-13118603

Twoshot JiKook: https://www.spiritfanfiction.com/historia/a-flor-e-um-beija-flor-12613935

Oneshot JiKook: https://www.spiritfanfiction.com/historia/boys-like-boys-12466894

Oneshot YoonSeok: https://www.spiritfanfiction.com/historia/de-todos-loucos-do-mundo-12232697

Oneshot JiKook:
https://www.spiritfanfiction.com/historia/agora-eu-quero-ir-12230722

Oneshot JiKook: https://www.spiritfanfiction.com/historia/a-morte-se-apaixonou-pela-vida-11337955

Fanfic Yoonseok: https://www.spiritfanfics.com/historia/forbidden-love-9022175

Oneshot Jikook: https://www.spiritfanfics.com/historia/sun-and-moon-10132109


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...