História Mar de Contos - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 1
Palavras 439
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Fluffy, Hentai, LGBT, Literatura Feminina, Mistério, Orange, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - Três passos do paraíso


- Você o ama?

- Laur... Por favor...

- Você o ama?!

- Não, não como amo você...

- Então qual o porquê de você ter feito isso?

- Não sei... - E realmente não sabia. Ela deu um passo para trás

- Amor, para!

- Parar com o que Karla?

- De ir mais para a ponta.

- Me dê um motivo.

- Eu.
 

Ela riu

- Você já foi melhor, sabia? Antes suas respostas eram mais inteligentes

- Então fique por seus pais, por seus irmãos, pelas meninas...

- Para que? Mesmo que eu não vá hoje, irei um dia, e tudo isso irá acabar. Morrerei em meio ao 

esquecimento.

- Não diga bobagens Laura!

- Você e sua mania de querer mandar em mim, filha do pastor. Eu posso ser tudo o que você quiser, mas nem assim sou o suficiente, e isso não é uma bobagem.

Ela deu outro passo para trás.

- Laura! Se você continuar andando para trás, eu juro por tudo que é mais sagrado, que vou encher sua cara de porrada!

- Karla... Você não sabe como é fofa, dá vontade de morder.

- Então por favor, sai dai e vem cá me morder.

- Proposta tentadora, mas vontade é uma coisa que dá e passa.

- Você não sabe o quanto vai me ferir.

- Sinto muito, mas não sei outro jeito de fazer essa dor passar, e eu vou para um lugar melhor.

- E se o paraíso não existir.

- Nossa! Nunca imaginei você dizendo algo do tipo.

- Só para você perceber como estou desesperada por pensar na possibilidade de te perder.

Dei quatro passos para frente.

- Eu também estou desesperada, mas eu já te perdi, eu não posso ter você, como você me tem.

- Claro que pode, sempre que você quiser. Eu te amo Laur...

- Também te amo.

- Então me faça um favor.

- Depende do que for...

- Me magoe, se você morrer, vou me matar depois. Mas se você ficar com outra pessoa, eu ficarei magoada por não te ter, mas grata por ter chances de um dia ver seu sorriso.

- Mas eu só quero você...

- Então me torne outra pessoa, eu largo tudo se você casar comigo.

- Mas você já é perfeita para mim.

- Se fosse perfeita não estaríamos aqui

- Você é perfeita. Eu é quem não sou

Ela ameaçou dar o último passo

- Eu te amo, por favor...

- Se me ama, me deixe ir.

- Se você for, eu nunca vou me perdoar.

- Então se perdoe por mim.

Ela caiu...

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...