História Marco.... Diaz de um passado esquecido.... - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Star vs. as Forças do Mal
Personagens Marco Diaz
Visualizações 68
Palavras 1.020
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Magia, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


•-•) eu sei... desculpa a demora...

Capítulo 5 - Um dia antes da partida...


Fanfic / Fanfiction Marco.... Diaz de um passado esquecido.... - Capítulo 5 - Um dia antes da partida...

Continuando...

Hobbs: plebeu insolente... tenha um pouco de decência, afaste-se da princesa...

Ele falou encarando Marco com um tom de raiva bem perceptível em sua voz, isso com uma veia pulsando em sua testa demostrando que ele ainda estava se segurando

{Hobbs ficha

Altura: 1,61

Personalidade: pavio curto, bruto, durão, pouco imaturo

PSS: sua força e algo avassalador, dito como um Beserker entre os próprios cavaleiros-eternos, usa uma grande e única espada peseda que mede 1,47 de altura, vem de uma nobre família os Berserk, um família formada só de Cavaleiros-eternos, sendo uma borrada família onde o estilo Berserk é passado por gerações }

Solaria: ele é um aspirante a aprendiz de Cavaleiro! E meu companheiro de treino! Não um plebeu!

Shaw: ele não é nem um escudeiro ainda, então é um plebeu....

Falou o rapaz de braços cruzados em um tom de superioridade e maturidade

{Shaw ficha

Altura: 1,70( mesma altura de Marco)

Personalidade: maduro, calmo, frio, focado, superioridade instintiva

PSS: o último descente de uma família nobre, os Sabre, não muito conhecida, porém muito respeitada, usa o estilo que sua família passa por gerações, o estilo tigre dente de Sabre, que é focado em empunhadura dupla, o mesmo utiliza duas espadas grandes de tamanho normal para qualquer Cavaleiro, porém sua maestria é algo incrível por ser ambidestro }

Marco: ei, ei, eles são seus futuros pretendentes?

Solaria: sim...

Ela responderia em tom de hesitação após um longo suspiro

Marco: como? Eu achei que só membros da alta nobreza ou sei lá, podiam pedir a mão da princesa!

Falava se afogando em dúvidas

Hobbs: sim, e com isso, você também sabe né, que já não tinha chances, porém...

 Ele falou confiante calando Marco na mesma hora

Shaw: princesa prefere que eu conte ou prefere se pronunciar

Ele proferiu tais palavras enquanto dava um sinal com a mão para Hobbs demostrando que já era o bastante

Solaria: em casos normais seria assim, porém... não é um caso normal...

Marco: como, como assim?

O rapaz falou estupefato, sobre a brutal e inesperada situação, recorrente para a princesa

Solaria: os cavaleiros enfermos também bem tem direito a tal pedido, isso por seu alto prestígio...

Ela falava cabisbaixa com tudo aquilo

Shaw: sem contar com o acordo que nossas famílias fizeram com a rainha...

O mesmo si pronunciou de forma áspera

Shaw: nossas famílias propuseram o casamento, porém a princesa se recusou, afirmando que só se casaria com um ótimo Cavaleiro, então anúnciamos o seguinte, que nós tentariamos nos tornarmos cavaleiros-eternos, e aí duelariamos pela mão da princesa, entendi?

Marco: entendo...

Falou de forma forte, como se já tivesse pensado em algo

Marco: então se eu derrotar um de vocês eu poderia... Não, eu Com certeza me tornaria um aprendiz de Cavaleiro-eterno!

Ele disse aquilo com convicção, fazendo Solaria ficar com certos rubores bem pequenos em sua bochecha, isso juntamente a um sorriso idiota

Hobbs: não se ilu....

Alfonse: você está certo meu jovem.... Esse feito provaria seu valor, só não seja otimista demais.....

Naquele momento Hobbs e Shaw se ajoelharam perante aquele Cavaleiro-eterno

Shaw: mestre

Hobbs: mestre

Os dois falaram em tom de enorme respeito

Marco: quem é você?

Alfonse: sou um cavaleiro-eterno, e mestre desses dois

O senhor que já aparenta ser de meia idade fala com um enorme sorriso

Marco: então se eu vencer um deles já posso me tornar um aprendiz de Cavaleiro-eterno?

Alfonse: sim, só se você vencer um duelo contra qualquer um dos dois

Marco: hum, certo...

Alfonse: que tal uma aposta, se você vencer eu te nomeio meu principal aprendiz, porém.... Se você perder...

Esse porém veio carregado de ênfase

{Os cavaleiros eternos não tinham escudeiros, para eles isso era desnecessário}

Marco: e se eu perder?...

Alfonse: terá de aceitar ir em uma excursão para lá

Falou apontando para o portal ou fisura no tecido espaço tempo

Alfonse: é claro que não é imediatamente, essa excursão ocorrerar em alguns meses...

Solaria: não...

Falou a jovem se virando para o marco o alertando

Solaria: e muito arriscado, você vai estar apostando muito, e não tem nada a genhar com isso...

Marco: na verdade eu já estava pensando nisso....

Ele falou segurando as duas mãos da mesmo passando confiança

Solaria: hum?!

Marco: eu já tinha percebido o enorme muro que nos separa e por isso já estava pensando em como atravessá-lo...

Solaria: o-oque?!?!....

A princesa teve que se segurar muito para não cair em lágrimas de alegria e também para esconder seu sorriso, pois ela precisava ser Imparcial com seus futuros pretendentes, porém a surpresa era visível

Marco: certo!....

Enquanto isso no meio de todos os cavaleiros sejam eternos ou não que estavam no local havia um cavaleiro-eterno bem velho em especial com cabelo grisalhos juntamente com uma robusta barba viking

Roger: O garoto tem fibra hein... 

Um sorriso imenso tomou o rosto do velho, que mesmo com a idade parecia estar em ótima forma 


_______Tempos atuais______


Solaria: .......

Marco: eu perdi... E agora....

Ela deitou sua face sobre as costas do jovem que ainda estava frustrado encarando suas mãos começando a serrar seus sonhos

Solaria: é amanhã né... a excursão....

Marco: é....

Solaria: certo...

A mesma o solta ficando de pé demonstrando que estava vestida com roupas casuais como uma camisa xadrez verde de botões uma calça e duas botas

Marco: eu tenho que ir me preparar....

Ele falou andando até a porta, tudo isso sem olhar para a cara da princesa por conta que ele não tinha coragem para fazer isso depois de sua derrota

Solaria: certo..

Ela falou com a voz meio trêmula

Marco então se vira dando de cara para princesa que estava em prantos forçando um sorriso

Marco: então... enquanto eu não voltar seja forte...

preciso mesmo segundo correu até ele , assim pulando em seus braços o abraçando fortemente, como se por acaso ela soltasse ele nunca mais o veria de novo

Marco por outro lado a abraçava devolvendo todo aquele ato em dobro finalmente seu cabelo acaba saindo de cima de seus olhos revelando marcas visíveis de insônia e de choros constantes


Sim, uma cena linda, algo tocante com uma fragrância de afeto proibido, coisa típica e clichê, porém que não importa oh quantas vezes se repita, sempre é algo que não dá para se descrever totalmente quando se ver, alguns leitores odeiam, alguns elogiam, outros críticam, porém é o fervor da paixão e da luxúria, o anseio por aquilo que é proibido....




Continua.....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...