História Mares e Poças - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Kehzi_, Reflexão, Romance
Visualizações 22
Palavras 353
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drabble, Fluffy, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá olá, seres.
Bom, essa é a primeira OS que posto aqui. Somente agora tive uma coragem de postar.
Não é lá essas coisas, mas espero que gostem
Boa leitura!

Capítulo 1 - Mares e Poças


Eu e ele, um simples casal que decidiu mostrar ao mundo sua paixão.

Era um dia chuvoso como qualquer outro, mesmo assim era totalmente perfeito para admitirmos que estávamos juntos há alguns meses. Porém, como em todos os dias chuvosos, poças começaram a se formar.

- Ela nem é bonita! - escutamos um senhor falar na multidão - Custava ficar com uma que tinha um rostinho bonito?

Eu o observo por longos segundos, a resposta perfeita girando em minha mente.

"Mas que pensamento raso! Como pode alguém como o senhor, um homem de idade, com um bom tempo de vida e diversas experiências, pensar que o amor se deriva somente do físico?

Esse sentimento envolve muito mais do que um rostinho bonito ou um corpinho sarado. É necessário um cérebro, é necessário saber pensar, é necessário saber utilizar o conhecimento que a ti foi concedido.

O amor é uma mistura harmoniosa entre ambos, é algo fantástico e perfeito ao seu modo, algo que de tão simples acabou se tornando complexo.

Já perdi a conta de quantas vezes conheci a mais bela das pessoas e acabei me decepcionando, pois esse ser cheio de graça e abençoado pelos deuses, não passava de um rosto agradável, que não tinha nada a me acrescentar. Alguém que vai partir sem deixar sua marca e que logo será esquecido.

Todavia, lembro-me daqueles que perante a sociedade eram vistos como "feios", mas que carregavam a mais fantástica e exuberante das mentes. Que tinham muito o que me mostrar e ensinar e que mesmo nunca mais as vendo, sei que não vou esquecer o conhecimento que me ajudaram a ganhar.

E é por causa de pessoas como você, homens superficiais, que muitos ainda são incapazes de perceber isso."

Mas mantive meus pensamentos para mim.

O homem parecia esperar um resposta malcriada de um de nós, mas não dissemos nada.

Simplesmente permaneci ali, segurando a mão de meu namorado, impedindo com que ele explodisse. O mar sempre vence sobre a gota.

Depois de alguns segundo fomos embora. Aquele era um homem raso, com ideias rasas, transformando pessoa já rasas, em meras poças. Nós, o oceano, não somos obrigados a ouvir seus respingos.


Notas Finais


Então, é isso.
Até a próxima vez que eu tiver um momento de coragem <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...