1. Spirit Fanfics >
  2. Margaridas ao rapaz da arquibancada >
  3. Capítulo 01 - Te amo, beijo e não me responde por favor!

História Margaridas ao rapaz da arquibancada - Capítulo 2


Escrita por: deobisquad

Notas do Autor


AAAA CHEGUEI!
Vim rapidinho já que prometi voltar hoje, então espero que gostem <3 @taehits 🌼 você sabe que é pra você!

Capítulo 2 - Capítulo 01 - Te amo, beijo e não me responde por favor!


Fanfic / Fanfiction Margaridas ao rapaz da arquibancada - Capítulo 2 - Capítulo 01 - Te amo, beijo e não me responde por favor!

Para um melhor entendimento da linha do tempo onde essa história se desenvolve, nada seria melhor do voltar desde o início e contar detalhe por detalhe, desde a suspensão das aulas ao dia em que eu esbarrei com Youngjae e iniciei — ou ao menos tentei mesmo que da forma mais desastrosa possível — nossa “amizade”. Mas como foram longos dois meses até então, não faria tanto sentido citar acontecimentos que ocorreram quando ainda não tinha Son Youngjae em minha vida, portanto, vamos seguir adiante a partir do momento em que me vi como nunca imaginei que ficaria.

— Meu pai amado! Como pode isso? — exclamei num surto repentino enquanto lia “Enfeite-se com margaridas e ternura” — Que homem burro!

A insatisfação era evidente, não pelo enredo em si — afinal, Youngjae nunca chegou a escrever algo que não me agradou aos olhos, no entanto, preciso frisar que o personagem era burro!

Levantei-me da cama de tão indignado que estava com a atitude completamente fora de contexto que o personagem havia executado que nem sequer conseguia manter uma linha de raciocínio constante, respirando fundo para não me entregar ao ódio que sentia naquele momento, mas não me julgue, sei que você também já ficou assim.

Nota extra 01: sim, foi com essa desgraça de personagem que me identifiquei.

Eu não parava de pensar em quantas alternativas ele tinha para seguir, nas possíveis situações que ele poderia evitar se tomasse uma decisão diferente daquela e em todas que ele teria que enfrentar dali em diante — por pura burrice, ninguém mandou ser burro —, mas ainda assim, sabendo que no sigilo eu teria feito o mesmo.

Mas aqui estamos falando de um Lee Juyeon indignado pela primeira vez lendo uma história, então estava mais que claro que não deixaria isso passar assim, sem mais nem menos.

Nota extra 02: agradeço aqui por ser impulsivo. Amém, senhor!

yeonju [mensagem privada]

SEGUINTE. PERDOE-ME POR SURTAR ASSIM, MAS EU PRECISO!

Se você puder me dizer que desgraça passou na cabeça do Sunwoo quando ele disse aquilo para o Hyunjoon, agradeço. Aproveita e não sei, some com ele da história porque não AGUENTO MAIS ELE FAZENDO BESTEIRA. Juro que é sério!

Enfim. História linda demais, perfeita e muito bem escrita, igual o autor. Te amo, beijo e não me responde por favor!

Era real. Meu pedido para sohneric não responder era tão verdadeiro quanto meu surto a cada capítulo lendo aquela história, tão real quanto minha vontade de entrar naquela história e “cair no soco” com o meu coleguinha Sunwoo, mas como não era possível, me restava apenas surtar, questionar a existência da humanidade e o porquê de não sermos exterminados do nada.

Mas como já citei que só me restava surtar, nunca imaginei que seria capaz de sentir algo assim por um garoto real, principalmente por uma simples e pequena mensagem.

sohneric [mensagem privada]

Moço, está tudo certo com você? Não posso sumir com Sunwoo da história, mas seu beijo eu aceito, tudo bem?


Notas Finais


Espero que tenha sido uma leitura simples e tranquila. Obrigada por ler e até logo! 🌼🤍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...