História Mariana - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 7
Palavras 678
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Mutilação
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Mariana


Fanfic / Fanfiction Mariana - Capítulo 2 - Mariana

Todo dia as 06h30, Barb vem ao meu quarto e abre as cortinas e vai até meu closet, pega uma muda de roupa coloca em cima da cama e me acorda com um beijo na testa.

-Bom dia, Barb.

Falo sorrindo.

-Bom dia, Marimoon.

Fala ela e sorrio com o apelido.

E pergunto.

-Os Callemanns, já saíram?

Barb me olha triste.

-Me ajude a tomar banho. Tenho que estar pelo menos apresentável para o novo chefe de segurança.

Barb sorriu.

-Vai brigar com ele também?

Perguntou ela me pegando no colo e me colocando na cadeira.

-Se ele tentar roubar nossa casa e me insultar, também será demitido.

Falei e pela expressão da mesma ela não sabia daquilo. Não me dou bem com estranhos, mas isso é necessário.

Enquanto eu tomava banho na banheira,Barb foi para a cozinha arrumar meu café e meu celular começou a tocar. Eu fiquei seletiva com amizades, depois do acidente. Olga, uma das cozinheiras fala que sei reconhecer uma pessoa interesseira.

Bom mas como sou mal educada, tenho 18 anos, estudo e trabalho em casa. Tenho aulas particulares e faço desenhos para uma modista e também pinto alguns quadros.

Sou loira, mas pinto meus cabelos desde os 12 anos, ninguém em casa liga pra mim. Tio Vicente me ajudou muito. Tenho algumas tatuagens.

Duas cadeiras de rodas.

Meu quarto é enorme, o teto é pintado como um céu estrelado, as paredes são brancas, tenho meu closet, meu banheiro.

Gosto de dançar.

Com muita insistência de tio Vicente, aceitei que Heitor entrasse em minha vida. É meu personal treiner. Ele é lindo e bem forte, mas consegui separar as coisas, embora eu não me ache feia, ele iria preferir uma garota que andasse. Érica tem inveja. Ele me ajuda na academia e na piscina. Brincamos bastante.

Confesso que as vezes rola umas mãos bobas, não sou de ferro, ele da risada.

Não sou tímida. Minha casa é cercada por seguranças. Homens bem fortes e gostosos, são minha companhia durante o dia todo.

Tenho poucos amigos. Muita gente me abandonou depois do acidente.

Quero fazer faculdade de moda. Tio Vicente me apoia muito. Meus avós também mais eles moram longe, ele é minha família mais próxima. Ele sempre fala que eu sou como sua filha, já que Joice e tia Cíntia morreram no acidente no qual perdi os movimentos das pernas. Ele prometeu nunca me abandonar. Ele não se casou de novo. Tia Cíntia foi seu primeiro amor.

A gente sai bastante.

Uma pequena equipe.

Meu motorista particular, que também uso como segurança, um segurança, Barb e quem estiver comigo no dia.

Gosto de me mostrar.

Gosto de vestidos curtos, decotes, como tenho busto grande evidencia.

Tenho cinco melhores amigos hoje, que sei que posso contar.

Tom, Caius, Dylan, Enzo e a Bia.

Adoro os empregados.

O antigo chefe da segurança, estava roubando o cofre de Sérgio, não sei como e Bill veio avisar e quando fui falar com o homem, ele simplesmente me insultou e começou a me xingar.

Revirei os olhos e fui na discagem rápida do celular e sorrindo apertei o contato de Árias. Ele é o policial amigo de tio Vicente. Basta um toque.

Fiquei olhando o idiota me xingar e insultar.

Não demorou muito olhei para porta sorrindo.

-Você está preso!

Alessandro entrou anunciando.

Mas isso já faz dois dias e preciso de outro chefe.

-Barb!

Chamo e a espero.

-Já to indo.

Ela me tira da banheira e me coloca na cadeira. Me seco e vou até minha cama onde pego a muda de roupa. Passo perfume, pomadas para assaduras e lápis nos olhos.

-Como estou?

Pergunto a Barb que termina de arrumar minha cama.

-Linda! Vamos?

Saio do quarto e vou direto para a cozinha tomar meu café.

-Bom dia, meninas.

Saudo as duas cozinheiras.

-Bom dia, querida.

Fala Olga colocando leite para mim, enquanto Regina tira um bolo do forno.

Quando começo a tomar meu café, meu celular toca é Bia.

Após o café volto para o quarto, uso o banheiro escova meus dentes, passo baton e vou conversar com Bia no jardim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...