1. Spirit Fanfics >
  2. Marionetista ( SasoHina ). >
  3. Jogo da Selva.

História Marionetista ( SasoHina ). - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Vou avisar quando for pra olhar a capa.


Boa leitura ♡

Capítulo 2 - Jogo da Selva.


Fanfic / Fanfiction Marionetista ( SasoHina ). - Capítulo 2 - Jogo da Selva.

》 Apartamento de Hinata 《

* Manhã

A perolada acordou um pouco extressada com o som extridente de seu despertador que não parava de tocar, ela se levantou de sua cama e se espreguiçou para começar outro dia cansativo de trabalho e faculdade.

Ela e Sasori passaram a tarde do dia anterior inteiro revisando falas que a mesma deveria decorar pra encenar uma peça na aula de teatro.

O ruivo foi embora bem tarde da noite por sua causa, e a Hyuuga estava muito grata e feliz com toda a ajuda e apoio que o amigo lhe dava. Já se faziam 2 semanas que eles se conheram, desde então, não se desgrudaram mais. Causando até ciúmes em Naruto e Sasuke que eram os melhores amigos da pequena.

Hinata tomou um longo banho quente, naquela manhã tão fria e saiu só de toalha do banheiro. Colocou uma de suas camisolas, que era curta com o tecido vermelho de seda, e desceu pra fazer o seu café. Passando pela sala ela acaba por esbarrar em Mimi, o seu gato de estimação. Ele se esfregava na perna dela de um jeito dengoso, pedindo por sua ração.

Hinata: Desculpe meu amor, te fiz esperar muito hoje? --- Pegou o gatinho peça com seus pelos brancos e olhinhos âmbars no seu colo.

O animal deu uma fraca mordidinha na mão dela e em seguida esfregou suas orelinhas gélidas na pele alva da morena.

Ele estava bem manhoso e a perolada tinha um coração de manteiga quando se tratava daquele gato. Era tão fofo, que ela acabava mimando como podia o animal.

Hinata: Iti meu príncipe, você quer que eu esquente o seu leitinho e lhe deixe dormir na minha cama hoje? --- Ela ouviu ele miar como se estivesse dizendo que sim.

Kakashi: Na verdade, queria que você tomasse o meu leitinho e me deixasse dormir com você hoje! --- Disse com um sorriso malicioso.

A Hyuuga gritou um pouco assustada e pulou se afastando do lugar que aquela voz saiu. Olhou para trás de sí, e viu o Hatake sentado em seu sofár com os seus braços cruzados.

Hinata: Por Kami! Como foi que você entrou aqui assombração? --- Colocou o gato de volta no chão e olhou agora irritada para o albino.

Kakashi: Eu tenho uma cópia de todas as suas chaves princesa. --- Balançou entre seus dedos um molho repleto de chaves.

Hinata: O quê?? E como foi que você conseguiu isso? --- Perguntou assustada.

Kakashi: Tenho os meus truques! --- Se levantou do sofá e seguiu em direção a Hyuuga.

Hinata: Sabe, as vezes você me assusta Hatake! --- Ele alargou mais ainda o seu sorriso. - Mas enfim, já que está aqui quer ficar para o café?

Kakashi: Só se você cozinhar. --- Piscou pra ela, na verdade ele poderia fazer isso, só que estava com muita preguiça.

Ela foi até a cozinha e colocou o seu avental para evitar de se sujar, em seguida pôs algumas panelas no fogo. Enquanto o grisalho, se sentou no balcão em frente a ela e ficou a observando.

Hinata: Me diz, por que você resolveu vir aqui hoje? --- Perguntou enquanto enchia uma panela com leite, ela já desconfiava que algum motivo deveria ter.

Kakashi: Não é nada demais! Eu só fiquei de te avisar que o pessoal vai organizar outro jogo da selva.. --- Ele ficou mais atento aos movimentos da morena, ela havia subido em um banquinho, e se esticado bastante para tentar pegar um recipiente de vidro em cima do armário, a camisola que a mesma usava era de seda vermelha, o que deixava as curvas muito mais interessantes.

A Hyuuga não demonstrou nenhuma reação em especial, normalmente ela ficaria muito animada com a chegada desse jogo, mas no momento os seus sentimentos estavam aflorados e ao mesmo tempo confusos em relação a uma pessoa.

Hinata: E o que mais... --- Gesticulou pra que ele continuasse a falar.

Kakashi: Dessa vez vamos fazer na sua casa! --- A Hyuuga arregalou os olhos pérolas.

Hinata: O quê? Mas eu...

Kakashi: Nem adianta recusar, já foi decidido pelo o nosso jure! --- Cruzou os braços tentando demonstrar que falava sério.

Hinata: E quem é esse jure?

Kakashi: Eu! --- Sorriu cínico.

Hinata: Que seja, isso não vai rolar! Eu tô lotada de trabalhos durante essa semana e..

Kakashi: E parece que eles convidaram o tal ruivinho sensação também! --- Revirou os olhos escuros.

Hinata: Saso.. --- A morena rapidamente repeensou a ideia.

Kakashi: Agora você se interessou foi? --- A encarou com os seus olhos cerrados.

Hinata: Bom.. e quando é que vai ser esse jogo aí? --- Perguntou como quem não queria nada.

Kalashi: Hoje de noite! Então prepare tudo porque vai chegar todo mundo.

Hinata: Certo. --- Desligou o fogo e misturou o leite quente com o gelado até ficar morno, em seguida serviu o gato ao seu lado.

Kakashi: Já está pronto? Tô faminto!

Hinata: Pode ficar com essa! --- Colocou uma minie panqueca no prato em frente ao albino, depois, ela lhe entregou a calda de chocolate.

Kakashi: Hum... a sua comida é bem melhor que a minha! --- Confessou, se deliciando com o doce coberto de frutas.

Hinata: Você vai querer ir comigo para o trabalho hoje? --- Já que ele invadiu a casa dela, não via problema em agora irem juntos.

Kakashi: Ahh mas pensei que ainda teríamos um momento mais íntimo.. antes de sair... --- Fez um biquinho como se estivesse querendo convencê-la pela fofura.

Hinata: Nem vem! Temos que trabalhar agora, e de tarde preciso ir pra facul porque eu vou ter uma aula em conjunto especial!

Kakashi: Aula sobre o quê? --- Perguntou de boca cheia.

Hinata: Não sei, Asuma e Kurenai-sensei querem que seja surpresa.

...

Os dois terminaram de comer e foram trabalhar, se sufocaram em outra manhã atolados de pedidos. o Maid Café era enorme e bem famoso, por isso não tinham um minuto de descanso.

Depois de a tarde finalmente chegar, a Hyuuga se trocou e foi em direção a sua faculdade.

...

Andando pelos corredores do prédio, ela suspira alíviada por não estarem lotados como de costume. Caminhou em passos rápidos até sua sala, mas acabou sentindo mãos ásperas tamparem os seus olhos.

???: Advinhe quem é....

Ela sentiu o cheiro amadeirado emanar da pele do rapaz, não sabia se era de algum perfume ou se era das marionetes de madeira que o ruivo lhe contou que fazia. Ele tinha uma loja onde as vendia, e trabalhava junto com Kankuro, que ela sabia ser o irmão mais velho da sua amiga Temarie.

Hinata: Saso...kun? --- Perguntou lentamente.

Sasori: Errou! O certo é "meu amor". --- A abraçou por trás enquanto ela ria.

Hinata: Você já ficou sabendo... como eu posso dizer.. --- Colocou uma das mechas de seu cabelo atrás da orelha, estava muito acanhada. - Daquilo?...

Sasori: Ah, o tal "Jogo da selva"? --- Ela confirmou com a cabeça. --- Bom, Sasuke me convidou mas sobre o que se trata? --- Perguntou realmente curioso.

Hinata: Ah, n-nada de mais.. --- Suas bochechas mudaram pra uma tonalidade mais coradinhas. --- Você... também vai?

Sasori: Se vai ser com você... e na sua casa... --- Colocou a mão no queixo, pensativo. - É claro que eu vou!! --- Agarrou ela novamente em um abraço surpresa, não se cansava de tocar no corpo da morena.

Hinata: Ebaaa!! --- Pulou em cima dele animada. A Hyuuga não sabia mas o ruivo podia sentir os seios dela roçarem em seu peitoral assim que o agarrou. Aquela era uma sensação maravilhosa que ele não queria esquecer.

Kurenai: Hinata! --- A professora apareceu em frente a eles, acompanhada do outro Sensei. - Hm... vejo que ja está se divertindo novamente... --- Afirmou maliciosa, a Yuūhi conhecia a pequena já fazia muito tempo, e a ensinou todas as técnicas de pegação desde sua juventude.

Asuma: Se divertindo até demais!! Bem no meio desses corredores! --- Separou brutalmente o casalsinho. Ele conhecia a Hyuuga desde pequena por conta dela ser muito chegada a Kurenai. E atuou como se fosse um segundo pai a ela, então não iria deixá-la ser agarrada daquela forma em sua frente, mesmo já sendo uma adulta.

Sasori: Q-que tal entrarmos na sala? --- Perguntou olhando pra Hinata, ele estava um pouco envergonhado por os verem assim.

Hinata: Boa ideia! Vamos. --- Puxou a mão do ruivo o guiando até a porta, enquanto eram observados pelos mais velhos.

...

Adentrando a sala, eles notam que estava bem cheia, a final, três turmas estam reunidas ali. Haviam telas de pintura espalhadas por todo o local.

Deidara: EEEEI RUIVO GOSTOSOOO!!! --- Grita um garoto loiro, enquanto acenava pra Sasori. Ele estava sentado bem ao final da sala.

Hinata: Ele está falando com você? --- Perguntou confusa, tinham poucas pessoas ruivas ali.

Sasori: Deidara seu idiota... --- Resmungou para sí mesmo. - Vem comigo, vou apresentá-lo. --- A levou em direção ao garoto. Ele era alto, com um corpo atlético, os olhos azuis em tons pastéis, e tinha longos cabelos loiros com um penteado preso que sinceramente, a fez lembrar na hora de sua amiga Ino.

Antes mesmo de poderem respirar, foram atacados com várias perguntas.

Deidara: Por que demorou tanto idiota? Já te disse pra não ficar batendo punheta no banheiro, e que negócio é aquele de me levar pra um "jogo da selva"? Não curto muito essas parada estranhas não irmão, Ah e o Kakuro te ligou falando que queria um aumento, e quem é essa gatinha com você? É a tal da Hyuuga?

Sasori: É. --- Respondeu friamente depois de suspirar diversas vezes pelas perguntas.

Hinata: Olá eu...

Deidara: Muito prazer gatinha, me chamo Deidara! Seu brinquedinho sexual a disposição. --- Piscou pra perolada.

Hinata: Bem... eu sou Hinata Hyuuga, prazer. --- Lhe sorriu meiga.

Deidara: Você é realmente muito linda... EI! sua pimenta-malagueta, por que não me apresentou ela antes? --- Olhou emburrado para o amigo ao seu lado. --- Muito bem meu amor, não se preocupe...--- Deu um beijinho demorado na mão delicada de Hinata. - Eu já estou aqui!

Sasori: É exatamente por isso que não disse nada! --- Separou a boca do loiro, da pele alva de sua perolada.

Deidara: Ai, ai, que ciumento. --- Sasori fechou ainda mais a sua carranca.

Kurenai: Muito bem gente, prestem atenção! --- A voz da Yuūhi se fez presente no palco em meio a sala, então todos olharam atentos para a mesma.

Asuma: A atividade é a seguinte, vocês irão formar trios com um aluno de cada turma!

Kurenai: Os alunos de teatro terão que pousar para os demais do grupo.

Asuma: Os de pintura terão que tingir no quadro o modelo, enquanto os de escultura desenhá-los retratando bem suas formas.

Kurenai: No final os alunos de teatro terão que interpretar duas histórias diferentes pra cada quadro, e a encenarão na frente de todos depois!

Asuma: Iaí? Todos entenderam? --- Os alunos confirmaram em uníssono. - Pois bem, comecem.

Sasori: Vamos fazer juntos? --- Olhou para o loiro e a morena.

Deidara: Se for pra passar o pincél na Hyuuga... --- Sorriu malicioso mas logo recebeu um forte soco na cabeça vindo de Sasori.

Hinata: Qual posição teremos que fazer para pousar? --- Perguntou já tentando imaginar o que viria, ela só não sabia que aquela frase gerou diversos pensamentos impuros na cabeça dos garotos ao seu lado.

Kurenai: Pessoal do teatro, se troquem no banheiro ao lado da sala, e voltem para começarmos!

Toda a turma foi em direção ao Asuma, que destríbuia alguns mantos brancos para vestirem, e logo depois, seguiam até ao banheiro.

...

Minutos se passaram e alguns dos alunos já estava de volta a sala, incluindo a Hyuuga, que seguiu até onde os dois garotos estavam. Ela trajava apenas um curto pano branco que se enrrolava em seu corpo, cubrindo apenas a intimidade e os seios, o resto era todo visível.

O loiro e o ruivo lhe encaravam com a boca aberta. Ela parecia aquelas mulheres Gregas que costumavam pousar nas pinturas antigas.

Deidara: UAU!! Você realmente está uma d...

Asuma: Tudo certo por aqui? --- Perguntou com a voz grossa e rígida, parado logo atrás da perolada.

Sasori: T-tudo sim professor! --- Respondeu um tanto corado.

Asuma: Então que tal pararem de queimar a Hyuuga e se focarem na tarefa? --- Os dois engoliram em seco.

Hinata se sentou no banquinho em frente aos dois e ficou na posição que Kurenai demonstrava no palco em meio a sala. Com a bunda um pouco empinada por conta da elevação representativa e o braço direito cobrindo os seus olhos como estivesse chorando, todos os alunos da turma dela que pousavam, deveriam representar "o desespero".

Asuma: Já podem começar! --- Deu o início da atividade e em seguida foi auxiliar outro grupo.

Deidara e Sasori pegaram os seus materiais especiais para elaborar a tela.

Era uma atividade um tanto difícil pra eles terque olhá-la daquela forma, com o corpo a mostra e em uma posição tão... tentadora! Um volume nas calças deles já podiam ser percebidos, mas todo os dois lutavam para afastar aqueles pensamentos, afinal, deveriam ser comportar como profissionais.

Aquilo era uma coisa ainda mais difícil para Sasori. Só deus sabe o quanto aquele ruivo desejava a perolada, e a ver descoberta daquela forma, com o tecido branco que mal conseguia tampar os seios que saltavam, e as grossas coxas totalmente descobertas. Ele poderia resistir o quanto quisesse, mas não conseguia afastar esses pensamentos.

A única certeza que tinha, é que guardaria como um tesouro a tela a qual ele deveria rabiscar o corpo da Hyuuga. E furtaria a que Deidara a pintava, afinal, a tela do amigo representava com tintas de uma maneira bem mais realista o corpo da morena. E ele também queria roubá-la por puro ciúmes, sabia as coisas estranhas e obscenas que o loiro faria se o deixassem ficar com a arte.

...

Algumas horas se passaram e aulas terminaram, já estava de noite e eles deveriam seguir para casa de Hinata como o combinado.

Hinata: Já estão prontos? --- Perguntou para os garotos que tinham ido ao banheiro tentar disfarçar as ereções.

Sasori: Já sim! Obrigado por nos esperar. --- Ele ficou ao lado dela e rodeou seu braço no pescoço da perolada, a fazendo ficar mais perto de sí. - Vamos?

Hinata: Hai. --- Aceitou o contato de bom grado, já até achando normal.

Deidara: Ah não, vocês não vão ficar me fazendo de vela não!! --- Se meteu no meio dos dois, colocando seus braços em volta deles.

Era nítido que Sasori queria pular em cima de Deidara pra esganá-lo até a morte por lhe atrapalhar. Enquanto Hinata preferiu não dizer nada, já que os dois já estavam discutindo muito e se batendo.

...

》 Apartamento de Hinata 《

* Noite.

Ao abrir a porta de casa ela nota que todos os amigos já estavam reunidos na sua sala com colchonetes e travisseiros. Quando entrou ela ficou um tanto surpresa por terem entrado mas lembrou que o Hatake desgraçado clonou todas as chaves dela. O albino estava em sua cozinha preparando algumas coisas pra comerem.

Konan: Pessoal, que bom que chegaram!!  --- Comprimentou os três que haviam acabado de entrar.

Kakashi: Estávamos esperando por vocês. Vamos começar?

Sasori: Antes de mais nada, do que se trata esse jogo Hina? --- Olhou pra perolada que ficou novamente corada.

Hinata: Nada... nada demais!! --- Era meio embaraçoso de explicar.

Kakashi: Tenho certeza que vocês vão adorar! --- Piscou pra todos ali. - Vamos nos sentar com o resto do povo.

Eles seguiram até onde todos estavam reunidos.

Naruto, Sasuke e Itachi estavam sentados no chão comendo algumas porcarias, Ino e seu namorado Gaara estavam no sofá conversando com os demais, Karin e Suigetsu trocando alguns amassos violentos na poltrona da perolada, enquanto Temarie e Shikamaru desmaidos de sono dormindo um por cima do outro no chão.

Ino: Gente, finalmente chegaram! --- Disse ao notar eles adentrarem a sala.

Karin: Podemos começar? --- Perguntou ofegante limpando a sua boca.

Hinata: Bora.  --- Se sentou no chão, junto com Deidara e Sasori, que começaram a comer os mesmos salgadinhos e doces que Naruto, Itachi e Sasuke comiam.

O Hatake traz alguns potes de pipoca e pratos com hamburgs e hot dogs que preprarou. Enquanto Karin vai até uma mala que ela trouxe e de lá tira 3 caixas, duas grandes e uma pequena.

Deidara: O que é isso? --- Pergunta curioso, olhando para o que ela segurava.

Karin: Você já vai entender..

Ino: Muito bem gente, vamos explicar as regras!

Temarie: É o seguinte, quem namora, por favor, vai terque ir até o colo de seus namorados!

A mesma foi até o colo de Shikamaru, Ino até o de Gaara, Karin até o de Suigetsu e Sasuke até o de Naruto.

O resto ficou no mesmo lugar.

Ino: Agora, os meninos vão terque vestir essas roupas que estão na caixa grande. --- Apontou pra uma caixa que Kakashi segurava.

Temarie: E as meninas vão vestir as roupas dessa outra caixa. --- Apontou para a que Konan segurava.

Ino:Quando terminarmos de nos vestir, vamos retornar a sala onde a Tema vai colocar uma música sensual. Alguém do casal terá que dançar na frente do outro, enquanto os solteiros podem dançar aqui no meio da sala.

Temarie: E conforme a intensidade aumenta, nós vamos começar o jogo... --- Disse maliciosa.

Deidara: Deixa eu ver se entendi... nós vamos de surubão é isso mesmo? --- Perguntou completamente feliz.

Itachi: Já ficou todo animadinho, loira? --- Perguntou para o amigo.

Ino: Vem, vamos nos vestir!  --- Cada um seguiu até a devida caixa, e de lá retiraram uma fantasia de algum animal específico, todas eram bem sexys do estilo pra se usar em alguma casa de show em Las Vegas.

...

Hinata parou em frente a Sasori toda vermelha, ela estava fantasiada de gatinho enquanto ele de tigre.

◇ Hinata ◇

( Imagem do cap. ) Desculpa aí, parece conteúdo de hentai mas foi exatamemte o que imaginei pra ela.


Hinata: O que.. achou? --- Perguntou envergonhada.

Sasori: P-perfeita!!! --- A acompanhou com o olhar enquanto a mesma se sentava ao lado dele.

Karin: Aqui dentro vocês poderam pegar o que precisarem crianças, divirtan-se! --- Disse maliciosa ao abrir a caixa menor, que continha caixinhas de leite condesado, caldas de chocolate, camisinhas com sabor, algemas, cordas, vibradores, e pílulas do dia seguinte.

Temarie ligou uma pequena caixinha de som, onde tocou uma música lenta e repleta de gemidos ao fundo. Do tipo que se passa em um filme erótico.

Os solteiros foram até o meio da sala dançar um pouco, enquanto os casais se pegavam entre sí, se provocando. Sasori resolveu só olhar, enquanto Hinata parecia ter se transformado em outra pessoa. Ela começou a rebolar para o ruivo, subindo e descendo bem provocadora, enquanto ele lhe olhava surpreso, e ao mesmo tempo adorando. Mordendo os seus lábios finos lentamente.

A morena pegou uma lata de leite condesado e um vibrador na caixinha dos brinquedos. Parou em frente ao ruivo e derramou o leite condesado em cima do vibrador, em seguida, foi descendo lentamente a sua boca pelo o objeto e o sugando com vontade. Aquilo estava excitando muito o ruivo a sua frente, ele acompanhava cada movimento da boca dela atentamente, enquanto imaginava ser o seu membro a ser chupado ali.

Ela parou o que fazia e engatinhou até o amigo, espalhando o doce pelo pescoço dele. A mesma subiu em seu colo, e rebolou provocadora enquanto espalhava alguns beijos e chupões na pele pálida e macia que ele possuia, perfeita para deixar evidente todas as marcas que fazia.

A Hyuuga retirou seu sutiã preto da fantasia e o jogou no chão, fazendo o ruivo ter a bela visão dos melões descobertos com os mamilos rosados e rígidos.

Ela derramou leite condesado sobre eles, lentamente, até escorrerem por sua barriga. Sasori rapidamente entendeu o recado e a segurou pela cintura, lambendo todo o doce a sua frente, até chegar nos seios e os chupar. Dando a devida atenção para cada um, e os apertando com muita intensidade.

Após algum tempo naquilo, ela desce do colo dele e começa a abrir cada um dos botões da calça do ruivo. Sasori a ajuda a se livrar delas e de sua cueca. Agora deitado sobre algumas almofadas no chão, ela se apoia na pernas dele e abocanha o seu membro rígido. As chupadas rápidas e precisas ficavam ainda melhores com a música de fundo, ele olhou ao redor e estava todo mundo se comendo, na verdade eles eram os únicos ali que só tinham duas pessoas, o resto transava em conjunto.

Sasori: H-hi..na.t. --- Tentou gemer o nome dela ao sentir as contrações, o que a fez acelerar ainda mais os movimentos.

Alguns segundos se passaram e a perolada conseguiu fazer o ruivo gozar, após isso, ela se sentou em cima dele, só que de costas. Sasori se levantou um pouco, agora passando a segurá-la, estava ancioso pelo o que vinha a seguir. A Hyuuga pegou a mão direita dele e a levou por de baixo de sua calcinha, fazendo ele penetrar com os dedos em sua intimidade molhada.

O garoto não parou por aí, ele asumiu o controle e a instigou habilidoso com suas mãos mágicas, circulando os seus dedos lá dentro, os puxando e metendo, apertando toda a intimidade com a palma da mão e circulando o seu clitóres. E foi com esses movimentos, que depois de um tempo, fez a Hyuuga gozar em sua mãos. A retirando de lá ele as leva até sua boca e prova, constatando que ela tinha um gosto doce.

Hinata: Saso... --- Se virou de frente pra ele, ofegante. - Vamos sair daqui!

Sasori: Você quer ficar só comigo? --- Abriu um sorriso singelo, comemorando por dentro.

Hinata: Sim.. só nós dois... sozinhos.. --- Falou com uma voz tentadora ao ouvido dele. --- Por favor.. --- Sua face ficou completamente diferente, como se tivesse trocado de personalidade. - Me leva pro meu quarto e me fode na minha cama!!

Ele se extremesseu de tesão ao ouvi-lá falar naquela maneira, resolveu então começar um beijo prazeroso para as preliminares. A levantou lentamente, lhe fazendo circular sua perna ao redor da cintura dele. O mesmo retirou sua camiseta e a jogou pelo chão da sala.

Caminhou em direção ao quarto dela, ouvindo os gritos e gemidos vindo da urgia que os demais faziam.

...

Ele abriu a porta branca onde imaginava ser a certa, e sem quebrar o beijo em momento algum, ele a deposita gentilmente sobre a cama.

● Putaria ON ●

Subiu por cima dela e passeou suas mãos por todo o corpo volumoso da Hyuuga, apertando por onde passava, e ao mesmo tempo arrancando gemidos fracos da perolada.

Hinata inverteu as posições, já toda cheia de desejo, e notou que o membro do ruivo estava completamente duro novamente

Ela subiu em cima dele e abriu algumas presilhas na parte de baixo da fantasia, fazendo ficar exposta apenas a sua intimidade. Sasori posicionou o seu membro com as mãos e ela começou a sentar bem devagar, sem pressa alguma. Encaixando perfeitamente os dois sexos.

A mesma vai começando a quicar, aumentando os seus movimentos a cada instante. Ele também a ajuda, movimentando o seu quadril ao rítimo que foi imposto, enquanto segurava a fina cintura que a moça possuia.

A Hyuuga foi começando a arfar com os movimentos, ele a segura pelo rabo de gatinho que havia preso na fantasia, intensificando as estocadas. Até que os dois gritarem e uníssono, gozando ao mesmo tempo, e sentindo o líquido branco os preencher e transbordar para fora.

Ela o retira de dentro de sí e cai exausta ao seu lado na cama. Sasori os cobre com o edredom vermelho, fazendo ficarem quentinhos naquele clima tão frio da cidade. Ele a abraça carinhoso, com os corpos ainda nús se encostando, colocou o seu nariz na curvatura do pescoço da mesma e inalou aquele aroma de framboesa de seu perfume. Hinata se arrepiou por um tempo, mas logo se acustumou com a respiração do rapaz. E assim os dois adormecem.

...

Continua...





Notas Finais


Obrigada por lerem ♡

Depois vem mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...