História Mariott - Interativa - Capítulo 2


Escrita por: e pwtsch

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Hotel, Interativa, Mariott, Suícidio
Visualizações 56
Palavras 2.291
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oieeee galeraaa

Primeiramente, me desculpem pela demora. Como eu já comentei, tenho alguns problemas com insegurança, por isso o capítulo pra mim acabava por nunca ficar bom. E inclusive eu ainda acho que não está bom, porém como já demorei demais, eu decidi postar assim mesmo.

E segundo, nem todos os personagens tiveram participação nesse capítulo (até porque são 18 personagens), mas prometo que no próximo os que não apareceram, vão aparecer, ok?!

Boa leitura❤️❤️

Capítulo 2 - Capítulo 2; The blood feast


Fanfic / Fanfiction Mariott - Interativa - Capítulo 2 - Capítulo 2; The blood feast

“Meus olhos ardiam como fogo, o que estava acontecendo comigo? Eu sentia como se meu corpo estivesse se destruindo aos poucos, eu não aguento mais esse lugar”

P.O.V Bree

Acordei com aquela caixa infernal mais conhecida como despertador ecoando nos meus ouvidos, sinceramente, eu não merecia isso depois de 12 anos da minha vida convivendo com  minha turma horrível e desperdiçando meu tempo.

Eu pensei que o final de tudo - o final da escola nesse caso - seria mais interessante. Tipo, não aconteceu nada demais, foi um dia normal, como todos os outros ao longo desses doze anos.

-Hayley, acorda! -Falei cutucando a morena que estava deitada ao meu lado

-5 minutinhos Bree- Ela disse ainda insistindo em não abrir os olhos

-Beleza, se tu não acordar, eu vou SOZINHA pra viagem de verão e você além de ficar solitária, irá se arrepender pelo resto da sua vida. -Falei me levantando e me dirigindo ao banheiro

-A ta bom Bree, agora vê se para de me encher e vamos se arrumar. O ônibus vai passar aqui às dez horas. - Ela disse aumentando o tom de voz para que eu conseguisse escutar do banheiro

-Calma, o que? Repete a última frase por favor

-O ônibus vai passar aqui às dez horas, qual é o problema?

-Meu amor, eu nunca andei de ônibus na minha vida, e hoje não vai ser a primeira vez - Falei abrindo a porta do banheiro e olhando pra Hayley, que estava se trocando.

-Bom, você querendo ou não, vai ser a primeira vez sim. Agora me passa a escova de cabelo - Apenas revirei os olhos e joguei a escova de cabelo pra ela

P.O.V Meghan

Desde que a escola chegou ao fim, eu me sinto livre sabe? É diferente pra mim não ter que acordar cedo, me arrumar, ver os meus amigos, estudar e tal

Mas, infelizmente ou felizmente, hoje isso tudo iria se repetir. Cá estou eu, penteando meus cabelos como eu fazia todos os dias, literalmente não mudou nada.

Pouco tempo e eu já estava pronta para ir, com a minha típica roupa de sempre e o batom mais vermelho que sangue nos lábios. Apenas esperando o ônibus chegar, o ônibus no qual eu iria com toda a minha turma até o hotel Mariott, ele fica mais afastado da cidade, mas é um hotel enorme e que eu sempre sonhei em conhecer , apesar de saber  daquela história macabra que contam, mas sinceramente, é só historinha pra boi dormir.

Depois de esperar um longo e demorado tempo, o ônibus chega.

Ainda não tinha muitas pessoas nele, mas logo pude avistar minha melhor amiga Chloe, vou até ela e me sento ao seu lado.

Chloe era uma pessoa muito difícil de decifrar, não é fácil lidar com ela, você tem que saber usar as palavras certas nas horas certas.

Nós sempre fomos melhores amigas, sempre compartilhando os segredos uma com a outra, dando apelidinhos, zoando juntas ou até falando mal das inimigas.

-AI MEU DEUS, MIKE NÃO ACREDITO QUE VOCÊ SUJOU MINHA MALA DA LOUIS VUITTON - Sou interrompida do meu transe por uma voz, uma voz no qual eu conhecia muito bem, não podia ser outra pessoa, Bree.

-Bree eu só encostei porra

-ME POUPE NÉ MICHAEL!! Você já imaginou quantos germes e bactérias podem ter na sua mão?

-A vai sentar vai - Ele disse e ela mostrou o dedo do meio

No geral, a viagem foi bem silenciosa, exceto por uns momentos que colocaram musicas numa caixinha de som e todo mundo dançou - inclusive eu -, o resto foi bem de boa, cada um no seu banco, olhando pro nada e pensando na vida.

P.O.V Daniel

Cara, é incrivelmente incrível como a Bree consegue ficar mais linda a cada dia que passa. Eu permaneci a viagem inteira admirando aquela mulher, ou melhor, monumento.

Sou apaixonado por ela desde a terceira série, só que claro que nunca tive chance, imaginem, a popular que todo mundo quer pegar na escola, com o nerd que ninguém fala, quase impossível né?

Acabamos de chegar no hotel, e no momento estou observando ela tirar a mala do ônibus. Eu posso parecer meio psicopata, mas adoro observar ela.

Por sorte, sou muito amigo da Hayley, a melhor amiga de Bree. Então frequentemente, Hay me conta os caras com quem ela fica, em quem ela está interessada e essas coisas. E também, sou melhor amigo do Bernard, irmão da Bree.

O hotel Mariott era realmente lindo, ele tinha aquela vibe antiga sabe? Estou doido pra começar a investigar cada canto desse lugar e descobrir um pouco mais sobre a história dele, que por sinal é bem macabra.

Todos fomos adentrando o hotel e indo até a recepção, onde estávamos fazendo o check-in ( ai gente desculpa não sei se é esse nome).

-Kim MiCha? - A recepcionista perguntou para a pequena em minha frente

-Sim

-Idade, por favor.

-18 anos

-18 anos? Tem certeza? Me de sua carteira de identidade

-Um minuto - MiCha diz, enquanto procura  a carteira
em sua bolsa - Aqui

-Hmmm, 18 anos mesmo. Seu quarto é o 202, no segundo andar. Junto com...-Ela parece pensativa por um momento - Hani Martins . Aqui está o cartão de acesso do seu quarto.

-Ok senhorita, muito obrigado.

-Eu que agradeço- A recepcionista diz olhando novamente o computador - Daniel Marshall?

-Sim.


-Idade, por favor

-17 anos

-Ok, seu quarto é número 513, quinto andar, junto com...Bernard Parker

-Bernard? Perfeito! Muito obrigada

-Eu que agradeço.


P.O.V Rose

Amei meu quarto, ele é muito aconchegante, e ainda com vista para as piscinas do hotel.

Fiquei sabendo que vai ter uma festa hoje, em comemoração ao final do colegial.

É óbvio que eu quero ir, mas tenho que ver com Olivia se ela vai, só vou se ela for.

-Olivia, meu anjo, você vai na festa comigo né? - Falei sentando na beirada de sua cama, encarando a mesma que estava lendo um livro

-Ah não Rose. Não to afim. - Ela falou sem nem tirar os olhos dos livros

-Por favorrrr. Adivinha quem recebeu cartas de aceitação da Harvard, Yale e MIT? Você!! Vamos comemorar isso Liv, por favooor.

-Ahhh Rose, você vai usar esse argumento pra tudo né?! Ta bom eu vou, mas vou ficar um pouco e é só pra te fazer companhia

-Ebaa.-Falei abraçando ela

 

-Chega, chega.


P.O.V Angel

O tempo passou muito rápido ali no hotel,  tinha milhares e milhares de coisas para fazer.

Já era de tarde, e eu estava me arrumando junto com Audrey para a festa.

Nós duas éramos muito vaidosas, e sempre fazíamos de tudo para ficar o mais bonita possível.

Somos muito amigas, desde o começo da escola, porém Audrey sempre foi muito popular e eu....Bom, eu não era tanto.

Depois de longas e longas horas de muito embelezamento, finalmente ficamos prontas. A festa começaria às 20:30min, e agora era exatamente 19:52min, ou seja, ainda não estava na hora.

Pelo o que soube, a festa vai ser no terraço do hotel(no último andar), e vai ter  uma quantidade bem alta de bebidas, o que literalmente odeio pois o cheiro do álcool me faz passar mal, mas tudo bem.

P.O.V Hayley

Mais distraídas que eu e Bree, só duas de nós. Já era quase oito horas e a gente mal tinha começado a se arrumar.

Também não demoramos muito, só colocamos uma roupa de sair, fizemos uma simples maquiagem e fomo


Sabe aqueles filmes em que as meninas entram em câmera lenta na festa? Então, era assim que eu e Bree estávamos nos sentindo

Era como se uma brisa batesse em nossos cabelos fazendo eles voarem, enquanto andávamos desfilando.

Eu me sentia literalmente em um filme desses, até que....

Chão.

Chão, chão, chão.

Eu só via um escuro na minha frente.

-Hayley, você está bem? - Bree perguntou rindo, tentando me ajudar.

-Ahhh, to bem sim - Falei me levantando e olhando aos lados, TODOS haviam me visto cair e estavam agora rindo e zombando da minha cara.

Apenas “segui o baile”, e comecei a rir junto com eles.

Não deu nem duas horas de festa e tava todo mundo bebado até demais, claro que tinha aquelas pessoas que se encontravam sóbrias, mas eram poucas, e eu não era uma delas.

Minha visão estava toda embaçada, mas isso claramente não foi um problema. Quando menos esperei eu estava em cima da mesa dançando com Bree. O nosso lema era passar vergonha mesmo. Deixando bem claro que em nenhum momento a gente largou a garrafa de vodka.

Passei o olho por todas as pessoas, tinha muita gente se pegando ou bebendo, mas o que me chamou atenção e certamente chamou a atenção de Bree também, foi que o Theo estava com a recepcionista, eles estavam tudo juntinhos assim, pareciam até namorados.

-Bree, ta vendo aquilo?

-Eu to...To vendo muito bem.

-Calma Bree, eles devem estar só conversando

-Hayley, ele ta passando a mão na coxa dela, isso não me parece só uma conversa.

-E se ele estiver cumprindo com o disfarce? Não era pra ninguém saber que vocês estavam “namorando”

-Foda-se Hayley, isso não incluía ele ficar se pegando com a recepcionista do hotel - Ela diz saindo da mesa e se afastando do local, sem mesmo deixar que eu fale algo. Eu estava seguindo-a, mas meu braço foi puxado por Daniel.

-Mills, você pode me fazer um favor?

-O que Dan?

-Você pode perguntar pra Bree se ela me conhece? Ou se já sentiu algum desejo por mim?

-Tudo bem Daniel, vou perguntar.

-Obrigada mesmo Hayley, depois vem me falar o que ela disse.

-Beleza. - E continuei andando, mas meu braço foi puxado novamente, dessa ver por Theo

-O que foi, Theo?

-Você sabe onde a Bree está?

-Não sei, e se soubesse não te falaria.

-Ué, mas o que deu Hay?

-Você ainda pergunta? Tava lá com a recepcionista Theo, recepcionista.

-Não era nada demais cara, a gente tava só conversando

-Me poupe né Theo, agora me deixa passar. - Falei empurrando ele e indo até uma outra parte do local, mesmo assim ainda não encontrando Bree.

Procurei por todos os cantos, mas sem sinal dela, decidi então ir no banheiro, e adivinhem? Ela estava lá. Agachada e aparentemente chorando

-Bree? Está tudo bem? - Falei me sentando ao seu lado

-Não Hayley, não está tudo bem - Ela falou engolindo o choro - Será que o Theo ainda gosta de mim?

-Breecster, não fica triste por causa dele, ele é um babaca que não te merece. Tem tantos caras te querendo e tu quer justo ele?

-Eu sei lá Mills, mas eu gosto dele. - Ela diz me olhando

-Fica calma, Bree. Vai dar tudo certo. - Falei pegando uma mecha de seu cabelo e colocando atrás da orelha - Respira, inspira - Falei limpando suas lágrimas

Nossos rostos estavam tão próximos que eu conseguia sentir seu hálito em minha pele, nós estávamos nos olhando intensamente. Talvez seja por coisa do momento, talvez seja por causa do Theo, talvez por causa daquela festa, talvez pelo fato te termos terminado a escola. Mas, por alguma razão, nossos rostos se aproximaram mais e mais, até que nossos lábios se encostassem. E o beijo aconteceu . Bree encostou seus lábios delicadamente nos meus e esperou que correspondesse , e isso ocorreu segundos após. Foi quente , foi intenso , foi uma coisa boa. Cheio de desejo que a muito tempo queria ser liberado. Segundos depois , que para nós pareciam horas , Bree olhou no fundo dos meus olhos e lá foi onde quebramos os laços do passado.

-Hayley, me desculpa, eu....

-Tudo bem, Bree.

-É...Acho que eu to meio bêbada, então....Só vamos esquecer isso, ok?! - Ela disse dando um sorrisinho

-Ok, Breecster, ok. Vamos voltar pra festa? - Ela apenas concordou com a cabeça

Voltamos pra festa e aproveitamos mais ainda, foi sensacional

-Hayley! Hayley! - Escutei uma voz me chamando, olhei para os lados e pude ver Daniel. Pera, Daniel?!

Puta merda.

Eu tinha esquecido de perguntar para Bree sobre ele, e ainda fiquei com ela, meu Deus, o Daniel não pode saber disso, NÃO PODE.

-Mills...-Ele disse ofegante por ter corrido bastante para me encontrar - Falou com ela?

-É....Sim. Ela disse que te conhece, mas nunca sentiu algum desejo por ti.

-Ah, era como o esperado.... Obrigado por falar com ela

-Ah imagina, qualquer ajuda é só me pedir, ok? - O mesmo assentiu com a cabeça e saiu

Depois de mais algumas horas de festa e muita bebida, acabamos por dormir todos ali no terraço mesmo, uns no chão, outros em uns sofázinhos que tinha, outros na mesa.

 

Claro que tem  aquelas pessoas que preferiram ir para o quarto, mas a maioria dormiu ali.

P.O.V Hani

Acordei com uma leve dor de cabeça por causa das bebidas de ontem, claro que não exagerei, mas um pouquinho já foi o suficiente para me dar a dor.

Olhei aos lados e a maioria das pessoas estava dormindo, ou melhor, todos estavam dormindo.

Levantei calmamente para não acordar os outros, e caminhei até a sacada para poder apreciar o dia. O dia estava lindo, os poucos raios de sol batiam no meu rosto, o que me deixava mais relaxada ainda -ou era o que eu achava - .

Ao olhar para baixo, tive a pior visão da minha vida todinha.

-AAAAAAAAAHHHHHHHH - Gritei, mas gritei alto, fazendo com que quase todos acordassem. Tampei meus olhos com as mãos e fiquei virada para o outro lado.


Joshua veio até mim correndo para saber o que estava acontecendo, e ao olhar para baixo, o mesmo faz uma cara de espanto e me encara

-A recepcionista.....está morta?
















































 


Notas Finais


AAAAAAAAAA

Mais uma vez, desculpa aos personagens que não apareceram, prometo que na próxima todos aparecem.

Gente eu já to super shippando Brayley KKKKKKKKK

Será que a Bree matou a recepcionista? Será que foi a Hayley? Será que foi o Theo? Será que ela se matou?

Confira no próximo capítulo MUSHAHAHAHA


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...