História Marotos - Capítulo 93


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Tags Harry Potter
Visualizações 62
Palavras 1.708
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Magia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 93 - Orientação Vocacional - Parte 02


O sexto a ser chamado pela professora de transfiguração e diretora da Grifinória, foi também o primeiro maroto a ter sua orientação vocacional, era Peter Pettigrew, que caminhou atrás da professora até sua sala, sentando na frente da mesma.

-Boa Tarde Pettigrew. Falou a professora.

-Boa tarde, disse Peter nervoso, normalmente estava na situação diante da professora com seus amigos.

-Então esse encontro é para falarmos sobre possíveis carreiras que você pode seguir e te ajudar a decidir que matérias você deve continuar nos sextos e sétimos anos – Disse Minerva – Você teve alguma ideia do que gostaria de fazer depois que deixasse a escola?

-Eu... Pen... Eu pen... – Gaguejava Peter nervoso – Eu pen...

-Pettigrew acalme-se, não está aqui para ser punido. Disse Minerva seriamente e teve impressão de ver o garoto se acalmar um pouco.

-Eu pensei em algum cargo relacionado ao Ministério, mas sei que não sou bom o suficiente pra isso. Disse Peter constrangido.

-Quem disse isso a você? Perguntou a professora.

-Ninguém precisa dizer isso professora, eu consigo perceber isso, dificilmente consiga algo mais à frente. Respondeu Peter.

-Pettigrew você é um garoto esperto, tanto que sempre está na companhia de excepcionais alunos, o seu único problema é que as vezes se perde nos seus pensamentos e não consegue prestar atenção nas suas aulas. Disse Minerva.

-Mas começa a me embaralhar todas as coisas que vocês ensinam. Falou Peter.

-Eu imagino que você estuda pelo menos um pouco Pettigrew, porque se não, iria sempre estar com notas de reprovas, e as vezes você tem boas notas – Disse Minerva – Se você quiser podemos aproveitar hoje aqui, e eu procuro suas melhores matérias para avaliarmos uma profissão que você provavelmente se encaixe melhor, ou podemos conversar sobre jeitos para você melhorar e ter notas suficientes para ingressar em uma carreira ministerial.

-Eu gostaria de melhorar para que pudesse ir para o Ministério. Pediu Peter.

-Então focaremos nisso Pettigrew – Falou Minerva – Qual a parte que você mais se interessa no Ministério?

-A matéria que eu mais gosto na escola é Trato das Criaturas Mágicas, acho que deva ter algum departamento sobre isso. Disse o grifinório.

-Tem sim, é o Departamento de Regulamentação das Criaturas Mágicas – Disse a diretora da casa procurando um folheto dentre os vários sobre sua mesa – Encontrei – Segurando o folheto com as duas mãos sobre todos os outros – Aqui diz ser necessário para a carreira nesse departamento, aprovação em duas matérias, não específicas, e ainda nota mínima Excede Expectativas em Trato das Criaturas Mágicas e Herbologia, e no mínimo Aceitável em Defesa Contra as Artes das Trevas.

-Certo, o que seriam duas aprovações em matérias não específicas professora? Perguntou Peter.

-São duas matérias quaisquer precisando de no mínimo um aceitável, que não seja Trato das Criaturas Mágicas, Herbologia e Defesa Contra as Artes das Trevas – Explicou Minerva – Vamos avaliar suas notas nessas matérias.

Ao pegar os primeiros pergaminhos, a professora disse:

-Para o Professor Kettlenburn, sua avaliação está mediana entre Aceitável e Excede Expectativas, e como você precisa de Excede Expectativas nos seus NIEM’s em Trato das Criaturas Mágicas, devemos nos preocupar na nota para continuar no próximo ano. E ele aceita qualquer aluno que for aprovado em seus NOM’s, portanto não deverá ter muita dificuldade.

Peter sorriu ao escutar isso.

-Vamos agora para Herbologia, a Professora Sprout deu uma avaliação bem abaixo do que precisa Peter, suas notas renderiam normalmente nos NOM’s uma reprovação, e para o ano que vem se deseja manter nessa matéria, você precisaria ser aprovado. Portanto, recomendo que estude bem para essa matéria. Disse Minerva.

-E como a senhora recomenda que eu faça isso? Perguntou Peter.

-Pettigrew você estuda no mesmo ano de Alice, peça ajuda a ela e ainda dorme a metros de Remo que é muito bom nessa matéria também – Disse Minerva – Eles são gentis, e na mesma hora que pedir te ajudarão facilmente.

-Em Defesa Contra as Artes das Trevas, as avaliações suas são sempre de reprovações, na grande maioria nota Péssima, e para você continuar o ano que vem, um Excede Expectativas deve bastar, mesmo que mude de professor. Portanto você precisa estudar muito essa matéria, peça ajuda para seus amigos Sirius e Thiago, e terá grande chance ainda deles diminuírem nas pegadinhas. Falou Minerva.

-As outras duas matérias que você precisa de um Aceitável em seus NIEM’s temos que analisar caso a caso. E suas outras matérias que conseguiria continuar para os NIEM’s sob as notas dos professores atuais, seria em Estudo dos Trouxas, que de acordo com a Professora Burbage, você tem notas Aceitável, e isso basta para estudar isso nos NIEM’s e depois para tirar essa nota na prova no 7º Ano – Continuou Minerva – A segunda aprovação, vendo suas notas, eu recomendo que seja Astronomia, que a Professora Helena Octus, aceita alunos com Aceitável e você mantém essa média.

-Então preciso melhorar daí em Defesa Contra as Artes das Trevas e Herbologia? Perguntou Peter.

-Isso mesmo – Falou Minerva – Alguma outra dúvida?

-Nenhuma, obrigado professora. Disse Peter se levantando.

-A disposição. Falou a professora e os dois saíram da sala.

-Remo Lupin. Chamou a professora e o garoto se levantou e caminhou em direção a sala.

O garoto sentou na frente da professora e logo começaram a conversar, e primeiramente Minerva explicou o que faziam ali e logo após perguntou:

-Qual a profissão deseja seguir no futuro Lupin?

-Eu gostaria de ser professor, mas se não der, auror. Falou Remo.

-Você daria um bom professor Lupin, em qual matéria gostaria de especificar? Perguntou Minerva.

-Acho que Defesa Contra as Artes das Trevas, é uma matéria que me chama muita atenção. Disse Remo.

-É uma matéria fantástica Lupin. Disse McGonagall.

A conversa entre Remo e a Professora foi rápida, isso porque Remo viu a professora anotando uma observação dele querer ser professor, e imaginou que encaminharia ao diretor para um dia ser lembrado. E como tinha uma segunda ideia, a avaliação entre o aluno e a professora foi extremamente simples, afinal Remo tinha notas necessárias para ser aprovado em todas as matérias, exceto Astronomia, com folga.

E nas cinco matérias desejadas para ser auror, Remo tinha em todas as avaliações dos professores notas tranquilas para continuar no ano seguinte, principalmente na matéria desejada para ensinar, em Transfiguração e Feitiços também, Herbologia tava tranquilo, e um pouco mais difícil em Poções, porém não teria problema algum.

 

O próximo a ser chamado foi Sirius Black, que ao ser perguntado o que desejava fazer após a escola, foi preciso ao dizer que auror, mas logo disse que também gostaria de ser comerciante em loja de pegadinhas, como a Zonko.

Minerva logo disse que Sirius daria um bom comerciante, e nessa profissão não tinha muito o que falar sobre o que precisaria, porém recomendou que seria bom saber sobre Poções, Feitiços, Transfiguração e Defesa Contra as Artes das Trevas para possíveis apetrechos.

Ela ainda achou importante ressaltar que as notas de Sirius em Transfiguração, Defesa Contra as Artes das Trevas e Feitiços, ele teria facilidade em ter notas ótimas nos NIEM’s pela capacidade que tem.

Em Poções se desse uma estudada teria capacidade plena de atingir as notas necessárias, pois é um bom aluno, com aprovações normalmente com Aceitáveis. Enquanto em Herbologia, ele tem um pouco de dificuldade, mas também tem capacidade de conseguir obter a nota Aceitável para continuar na matéria, e no seu sétimo ano para ter um Excede Expectativas e conseguir buscar ser auror.

Mesmo tendo duas notas para melhorar um pouco, Minerva disse que o grande problema de Sirius para ser auror, seria muitas vezes sua infantilidade. Portanto ela recomendou que ele crescesse e começasse a agir como adulto.

 

Thiago foi o último a ser chamado pela professora e após a apresentação do motivo do encontro, ao ser perguntado sobre seus desejos para o futuro, Thiago respondeu prontamente:

-Eu gostaria de lutar contra Voldemort.

A professora sentiu uma agulhada dentro de seu corpo ao escutar o nome, e ficou aflita e Thiago disse:

-Como o diretor fala, não há porque temer um nome.

-Você-sabe-quem teme Dumbledore, Thiago, por isso ele pode dizer o nome sem ser perseguido. Disse Minerva.

-Mas indiferente da nomenclatura professora, esse é o meu desejo, quero combater as trevas nessa guerra que já dura faz seis anos. Falou Thiago.

-Muito nobre da sua parte Thiago, igualzinho seus pais, Fleamont e Euphemia, mas você não tem idade para isso ainda. Disse Minerva.

-Se não posso agora, quero assim que terminar meus estudos – Disse Thiago – Focarei meus estudos professora, para tal, para combater Voldemort.

-Mas... Ia dizendo Minerva.

-Mas nada professora, minhas notas não importam agora, sabe o porquê? Perguntou Thiago.

-Não, disse a professora.

-Porque elas não importarão se não tiver Ministério quando eu sair de Hogwarts, nada importará se Voldemort tomar o poder. Portanto a minha luta o meu futuro é esse, professora. Combate-lo. Enfatizou Thiago.

-Portanto deseja ser auror? Perguntou Minerva.

-Em outras palavras sim, só que pensarei em fazer treinamentos depois que a minha verdadeira batalha estiver encerrada – Disse Thiago – O que adianta eu fazer meus treinamentos para ser auror e quando eu terminar não serei chamado, pois Voldemort é Ministro da Magia. Ou pior, serei chamado e como minha função é atacar nascidos trouxas, eu nunca faria isso.

-Como eu disse Thiago, é muito nobre da sua parte, mas seus estudos também são de grande importância. Disse a professora.

-Eu sei que são, mas só serão se conseguirmos sair dessa guerra – Falou Thiago – E a senhora sabe, eu tenho notas suficientes para os NOM’s nas matérias necessárias continuar estudando nos próximos dois anos e também suficiente para conseguir ter os NIEM’s necessários para me tornar auror.

-Que você tem essa capacidade eu sei Potter. Falou Minerva.

-Por isso que eu penso, do que adianta me formar com notas ótimas se não poderei aproveitar a vida com um filho meu porque uma guerra impediu que isso acontecesse. Se for para não poder crescer com o meu filho, quero poder deixar um mundo melhor para o meu filho, e acabar com essa guerra. Finalizou Thiago.

-Saiba Potter que chamarei para essa batalha quando ver que você está pronto para tel. Disse a professora.

-Eu agradeço. Falou Thiago que logo saiu da sala após a professora dar como encerrada a reunião.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...