História Mas o Sangue em Minhas Mãos - (YoonMin) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts, Horror, Jimin, Mistério, Mortes, Sangue, Yoongi
Visualizações 35
Palavras 425
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Terror e Horror
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - "A casa de Yoongi não era tão longe"


— Gostaria de ficar mais tempo aqui, porém realmente tenho que ir. — Yoongi diz, passando a mão nos cabelos macios e sedosos de Park que estava com a cabeça deitada em seu colo.

— Tem certeza que não quer passar a noite aqui? — Jimin o encarou.

— Minha mãe está me esperando para ajuda-la na janta, eu prometi a ela. — fez bico.

— É só dizer que ajuda outro dia Yoongi, não custa nada. — esbravejou o menor, já ficando irritado.

— Ah bebê! Fique calmo! Amanhã nos veremos denovo. — deixou um beijo no rosto do menor que suspirou.

— Não será a mesma coisa. — cruzou os braços.

Yoongi sorriu, para ele aquela era a cena mais preciosa de sua vida.

— Você é um bebê, Park.

— Você é um idiota, Min. — se levantou.

— Te prometo que na sexta eu passo a tarde todinha aqui na sua casa e até passo a noite se quiser. — abraça o menor por trás.

— E se você não cumprir essa promessa? — se soltou do abraço e encarou sério o maior.

— Hey, eu por acaso sou de não cumprir promessas?

— Hmm, não. — suspirou. — Mas não sei, vai que dessa vez você não cumpri.

— Pois pode acreditar que cumprirei e te encherei de carinho. — deixou alguns beijinhos no rosto do menor que até mesmo pode se sentir mais relaxado.

— Tchau, vai logo seu chato.

— Ah, mas você está me expulsando? — riu baixo se aproximando.

— Estou.

— Oh! Que garotinho mais irritado, não? — beijou outra vez o rosto do menor.

— Você é meloso. — fez careta.

— Um garotinho irritado feito você merece muito amor. — sorriu bobo.

— Hmm. Tá bom. Não consigo acreditar nisso.

— E porque não? Hum?

— Por ser assim, irritado e chato.

— E o que eu sempre digo? — abraçou outra vez o menor. — Que é por ter esse jeitinho adorável que você merece tanto amor.

— Adorável? Não sei aonde.

— Pois pra mim é, e agora eu realmente tenho que ir se não me atraso. — pegou sua mochila no canto da cama e voltou a abraçar o menor. — Tchauzinho meu bebê. — deixou alguns beijos a mais em seu rosto e logo um em sua boca.

— Tchau, Yoongi. — suspirou. — Cuidado, já está demasiado tarde. — olhou sério para o maior que sorriu ao perceber o tom preocupado do namorado.

— Pode deixar, eu tomarei, minha preciosidade. — beijou outra vez o menor e se levantou da cama.

A casa de Yoongi não era tão longe, logo logo ele chegaria bem e salvo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...