História Mas Sheik Ainda não Sabe - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Legend Of Zelda
Personagens Link
Tags Lihnfa, Link, Link X Sheik, Sheik, Slash, The Legend Of Zelda, Tloz, Yaoi, Zelda
Visualizações 35
Palavras 460
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ficção, Slash

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mano, eu não sei. São uma da manhã. Se estiver muito ruim, eu apago, só dizer..

Isso é baseado no Ocarina of Time, ok? Ok. E em uma tirinha também, eu deixo o link(RISOS) lá embaixo. Até :B

Capítulo 1 - Capítulo Único


  Toda vez que você vai embora, eu me pergunto se fiz algo de errado. Eu tento me aproximar, mas quem sabe você só não queira? A sua voz fica ecoando na minha mente e eu me pergunto se você lembra da minha. Os teus dedos, quando tocam a pequena lira, parecem tão delicados, queria segurá-los. Pousar a mão na sua cabeça e acariciar-te os fios dourados 

  Mas sempre que você surge, sempre que volta, eu me sinto especial. Eu me sinto mais calmo, como se tudo fosse dar certo, mesmo que tudo em volta esteja caindo aos pedaços. E, às vezes, eu penso que você me segue, que você realmente se preocupa. Porque, como faz para sempre aparecer no momento em que eu mais preciso? Quando eu não sei mais para onde ir, onde me apoiar, em quem confiar, lá está você! Me esperando do lado de fora, me chamando em silêncio com os olhos.

  Espero uma noite qualquer em que você apareça e o mundo não esteja acabando; em que possamos tocar juntos alguma melodia gostosa. Eu com a ocarina e você com a tua lira. Seria o dueto mais bonito que faríamos. E já fizemos alguns. Foi tão natural, como se, mesmo sem partituras, eu já soubesse a música, já a sentisse.

  E talvez você só me ature, eu seja só o menino que você tem que guiar de templo em templo, talvez eu não passe disso; mas me é tão bom imaginar o dia em que isso acabar, o dia em que você vai retirar a máscara e me abraçar, dizer que o mundo não acabou e que está tudo bem. Eu sei que eu não devia me iludir, me machucar em pensar no futuro tão infantilmente, mas é tão difícil, quiçá até mais que atacar galinhas e sair impune.

  Queria saber no que você pensa. Como acorda de manhã. O que faz enquanto não estamos juntos – fora a minha teoria de que você me observa. Se riria ou cuidaria de mim quando eu aparecesse machucado por causa das galinhas. Se você realmente se preocupa, se seu abraço é quente, se me abraçaria um dia.

  Deitado no aqui no chão de em um pequeno acampamento que montei no vale de Gerudo, Epona ao meu lado e uma fogueirinha ao outro, enxergo, nas estrelas mais novas, teu olhar distante. Sinto, no vento frio que me sopra as costas, o calor de um sorriso teu que se perdeu no caminho.

  Sheik, deitado aqui no chão frio e seco de Gerudo, eu só quero que você apreça mais uma vez e diga que ainda vamos conseguir. Que, nas tuas melodias, no teu timbre e nos teus olhos, o caminho certo já esteja traçado para onde vamos nos reencontrar no final.


Notas Finais


Sério, eu sei lá, sei nem se eu revisei isso, foi mal aí pra quem leu ajudsjhs

× Tirinha: https://encrypted-tbn1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTp1b7kTyBhrL-H4STsZI7kelfGH5FMWl8HG0uRUYnGHBZdnM99-Na9-x-o


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...