História Máscara - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags J-hope X S/n, Namjin, Taegi, Vhope, Vkook, Yoonmin
Visualizações 2
Palavras 1.240
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), Fluffy, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Significado da capa: Como podem ver, esse é o Jeongguk (Mds eu não sabia!! Não liguem pra minha idiotice skks) nela representa a entrada dele no cólegio e no como ele é famoso. Mas nem sempre a fama é algo de se orgulhar, como é o caso do nosso biscoitinho. Ele não parece satisfeito com as coisas que acontecem ao seu redor, pois todas as pessoas o tratam como ele não quer ser tratado, não o veem de sua verdadeira personalidade, apenas como alguém com muito dinheiro.

Capítulo 3 - Jeon Jeongguk


Taehyung estava sentado em sua carteira, observando a variedade de pessoas que de encontravam dentro da sala, em seus grupinhos, onde o assunto principal era Jeon Jeongguk. Jimin estava ocupado, falando com algumas meninas sobre o mesmo, até mesmo Jimin se interessou pelo garoto. E Yoongi, como era mais velho que Taehyung e Jimin, estava na sua sala, provavelmente dormindo.

Taehyung é uma pessoa sociável, mas nem todos ali se importavam com ele de verdade, e apenas se diziam amigas quando era pra querer alguma coisa. Fingia não se importar com essas coisas, mas era difícil, pois, era de certo modo um incômodo. E claro, ainda tinha algumas pessoas que sabiam sobre seu maior segredo que tentou enconder, mas não foi capaz. O trabalho de seu irmão!

Descobriram da pior forma possível, pois certa vez, Seokjin fora buscar Taehyung na escola, e um dos garotinhos "populares" conhecia o Kim mais velho, pois já havia se deparado com ele e sabe... nem preciso comentar. Taehyung se sentiu envergonhado e humilhado, odiou seu irmão por isso. E desde então, começou a fingir, a mentir e a acreditar na própria mentira. Era ruim para si, e para as pessoas próximas a ele, mas não consiguia mais remover essa máscara falsa.

Depois de tanta conversa sobre o filho do dono da Gucci, que por sinal, fazia propagandas da empresa, a sala toda se calou. Pensou que o professor tivesse chegado em sala, mas estava completamente enganado. Estava tão distraído com as folhas do outono caído, que nem percebeu a presença do moreno na sala. Jimin chamou sua atenção, pedindo para olhar a porta e assim o fez. Olhou e viu Jeongguk, parado, olhando incrédulo para as pessoas a sua volta. Suspirou e caminhou até uma carteira vazia ao lado de Taehyung.

Ninguém sentara ali há anos. Alguns por nojo, outros porque não queriam contado com alguém que divivde o mesmo teto com uma "puta". Se sentia mal por isso. Mas Jimin, para descontrair os pensamentos de Taehyung, cochichou em seu ouvido um, "que sorte a sua! Está sentado ao lado do Jeon, que inveja".

Riu um pouco com aquilo, pois era rídiculo o interesse do amigo. Mas não podia evitar sorrir um pouco. Jimin se sentou em sua carteira, assim como todos os outros. O professor havia chegado já falando sobre o nosso novato, e sobre a máteria que dava. Ele era novo, o professor. Não conhecia nada ainda, por isso pediu para cada um se levantar e falar um pouco sobre si.

Taehyung não tinha nada para falar, não havia pensado ainda no que gostaria de fazer, mas tinha uma ideia sobre isso. Teatro! Sempre foi bom em atuar, e muitos sem perceber, não sabiam que Kim Taehyung atuava o tempo tempo.

- Meu nome é Kim Taehyung, tenho 17 anos e sonho em me tornar ator. Gosto muito de peças teatrais e admiro vários outros atores e até leio alguns livros em forma de peça! Também gosto muito de cantar, mas nunca pensei em virar cantor.

Disse, e seu novo professor estava com um brilho no olhar. Aquele era seu novo professor de artes modernas, Matsumura Yoshiro, um belo apreciador de artes, um estrangeiro com um belo ponto de vista. Mesmo conhecendo pouco da personalidade de Taehyung, já podia dizer que aquele era seu aluno favorito. Mal sabia ele da verdade.

Os outros alunos continuaram a falar e e falar, até chegar no novato ao seu lado. Ao moreno alto, de olhos escuros e um semblante sério. Aquele garoto que, embora seja muito conhecido, era muito misterioso. Então, Jeongguk começou a falar. E nossa, que voz!

- Me chamo Jeon Jeongguk, e como sabem sou filho de Jeon Myung-Suk, dono da Gucci. E como já devem saber também, sou o modelo da empresa, mesmo a contra-gosto. Nunca sonhei em ser modelo ou coisa do tipo, sempre gostei de cantar e dançar e pretendo algum dia me tornar o melhor cantor e dançarino de Seul.

Taehyung o observou com admiração! Aquele garoto não trabalhava de uma coisa que gostava, mas ele tinha sonhos, sonhos na qual ele quer seguir e realizar. Taehyung por um momento se comparou a aquele garoto ao seu lado, pois, diferente dele, Taehyung não tinha exatamente um sonho. Gosta de atuar e gosta de teatros, mas as atuações que fazia não era boa para si e nem para ninguém.

Pensou em Jeongguk como misterioso, pois não entendia seus sonhos e objetivos, claro, não estava tão visível mas queria de alguma forma entender o mundo de Jeongguk. Ele tinha tudo nas mãos, dinheiro, fama... por que nada disso o agrada?

Não entendia. Não compreendia.

Jimin, que sentara atrás de si, o despertou de seus pensamentos. Pediu para que parasse de encarar Jeongguk e prestasse atenção na aula. E assim o fez! A aula não era chata, que nem a do antigo professor, era até mais divertida. O modo de Yoshiro ensinar era diferente, mais dinâmico. Taehyung sabia bastante de artes moderna, e era sempre presente nas aulas, e sempre sabia responder as perguntas que lhe eram feitas.

A hora do intervalo chegou, se esticou um pouco após se levantar da cadeira. Observou Jeon caminhar até a porta indiferente, e ficou um tempo observando até que saisse da sala. Então Jimin logo começou:

- Pensei que você não estivesse interessado no Jeon. - falou Jimin num tom brincalhão, observando a careta de Kim.

- Não estou! Apenas achei legal o que ele falou... - disse.

- Sobre o sonho dele? Ah, Tae, não se preocupe, você tem o seu dom de atuar, não precisa ficar com inveja! - falou Jimin. Jimin, sempre admirou seu lado ator, mesmo que na maioria das vezes usasse para coisas não favoráveis. Ao contrario de Yoongi.

- Um dom nunca é usado para algo que não nos sentimos confortável! - falou Yoongi, ao lado da porta da sala de Taehyung e Jimin.

Yoongi era um homem de poucas palavras, mas era uma pessoas demasiada sincera. Nunca gostou do lado ator de Taehyung, pois já se vira várias vezes preso no seu encanto. As vezes, se confundia com as coisas que Taehyung dizia, sendo incapaz de definir o verdadeiro do falso e isso o irritava profundamente.

- Yoongi! - repreendeu o menor dos três. Jimin não gostava do jeito frio de Yoongi, e ainda não gosta. Sempre achou desnecessário esse jeitinho arrogante dele.

Yoongi nada disse, apenas saiu da porta da sala, sendo seguidos por Jimin e Taehyung. Taehyung, na escola, nunca agia de forma "exagerada". Sempre falava pouco e brincava pouco, coisa que na sua verdadeira personalidade - ou era o que achava - era uma coisa completamente diferente.

Quando sai para algum lugar com seus amigos, Jimin e Yoongi, Taehyung costuma falar pelo cotovelos. Sorri para quase tudo, sempre animado. Mas num ambiente escolar, parecia tímido e quieto. Falso ao seu verdadeiro ser.

Chegaram ao refeitorio e se sentaram um pouco afastado dos outros alunos, como o de costume. Pegaram seus lanches tragos de casa e se colocaram para comer. Taehyung comia e observava de longe um figura morena, cheia de pessoas ao seu redor. Mas sua expressão não era de satisfação por ter todas essas pessoas a sua volta e sim de desgosto. O garoto não parecia gosta de chamar atenção assim!

Logo deu de ombro e deixou de lado.

Mas algo, no fundo, bem lá no fundo dizia para não deixar aqueles garoto infeliz. Seu lado puro e bonzinho dizia isso, mas a farsa e a mentira, diziam para não se importar e fingir que nunca viu tal cena.



Notas Finais


E por hoje é só pessoal, espero que tenham gostado.
Até a próxima
Kisus~♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...