História Máscaras - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Grey's Anatomy, Once Upon a Time, Originais, Supernatural, The Vampire Diaries
Personagens Bonnie Bennett, Capitão Killian "Gancho" Jones, Damon Salvatore, Dean Winchester, Jo Wilson, Milah, Sam Winchester
Tags Ação, Colegial, Drama, Romance
Visualizações 18
Palavras 1.152
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiii... povo estou começando, essa é a minha primeira fic então peço que tenha paciência.
Não me baseie em nenhuma série, e sim em diversas outras fics que eu já li Ok?!!
Espero que gostem e boa leitura.
❤💋😶😶🖒😶😶💋❤

Capítulo 1 - ACAMPAMENTO


Fanfic / Fanfiction Máscaras - Capítulo 1 - ACAMPAMENTO

POV LUIZA
Eu sempre tive uma vida conturbada, de inicio era normal mas quando eu fiz 5 anos as coisas começaram a ficar diferentes, meu pai viajava muito e mesmo eu sendo pequena sabia que ele e minha mãe não se amavam mais como antes, quando faltava um mês para eu fazer 6 aninhos meu pai chegou em casa com uma garota de cabelos cacheados e longos ela tinha exatamente a mesma idade que eu, e com ele tinha uma mulher, minha mãe ele brigaram feio nao lembro direito mas sei que eu chorei muito depois de um tempo minha mãe veio até mim e disse, "vc é uma garota linda e tem que ser forte, sempre, não quero mais te ver chorando Ok?"

Eu era uma criança mas entendi que algo estava errado, minha mae foi embora e me deixou la eu ia passar meses seguidos com ela é claro mas, ela sempre soube eu teria mais oportunidades se continuasse com ele então ela e nem eu questionamos. Ele trouxe a menina e a mãe dela para morar conosco, mas a mae dela não ficou muito, então ficamos só nós três; Eu, Clarke e Rogério ( meu papai amado SQN)

O tempo passou e nada mudou até que quando era o meu aniversário de 10 anos ele me mandou ir fazer algo que eu não queria e eu me zanguei, e dei um grito que estava entalado na minha garganta a muito muito tempo.
Ele me mandou para o quarto e depois mandou a empregada fazer todas as minhas malas, me disse somente que: " OLHA LUIZA VC NÃO GOSTA DAQUI JA ESTÁ NA CARA ENTAO VOU TE MANDAR PARA UM LUGAR PARA APRENDER A ME RESPEITAR"

Fiquei feliz de inicio achando que iria morar com a minha mae mas a cada km que mais se afastava via que não era isso entao rapidamente eu desanimei!

E agora estou aqui presa em um carro a mais de 4 horas, sei que só tenho 10 anos ( que fasso hoje) mas pelo amor de deus esse cara que se diz meu pai é um tremendo idiota. Acabei dormindo e cheguei no lugar só de noite cara eu saí de lá as 9:00 da manhã e cheguei as 19:00 estou no carro a 10 horas, quando sai do carro dei de cara com mato era tudo mato, blz vamos lá!

Comecei a andar pela trilha ja estava andando a uns 10 minutos, não via mais o carro acho até que ele já havia ido embora, comecei a sentir medo, estava escuro, ouço um barulho estridente de correntes se chocando em algo de metal, não estava longe e isso me preocupava, apertei o passo e vejo uma tocha e o barulho estava mais alto, olhei para o alto e travei ao ver o que estava escrito na fachada "ACAMPAMENTO MILITAR"

Eu não estava acreditando nisso ele foi capaz de me abandonar aqui, mano eu só tenho 10 anos qual será o problema daquele cara?

Eu dei alguns passos para trás pensando em voltar pela avenida e tentar de algum jeito ir embora mas ao dar o segundo passo sinto algo metálico e pesado atingir meu braço me fazendo ser arremessada contra o portão de metal que estava jogado como "lixo" em um canto qualquer, a dor era das piores eu me encolheu no chão e acariciava meu braço que estava machucado.

 Vi alguém correndo em minha direção com duas correntes nas mãos tambem vi algumas pessoas do ACAMPAMENTO se aproximarem, tinha crianças adolescentes e até alguns adultos, homens e mulheres lá não parecia ter discriminação em relação a isso, o menino que me acertou e que aparentava ser um ou no máximo 2 anos mais velho que eu veio me socorrer.

- Meu Deus me desculpa, eu nao vi vc, mas vc está bem?- disse ajoelhado ao meu lado e me ajudando a levantar.

- Eu.. eu acho que sim...- iria continuar mas parei ao reparar que as correntados tinham cortado meu braço e também minhas costas, a corrente meio que me abraçou e fez dois cortes bem feios.- em seguida eu apaguei.
Eles me levaram para dentro de um dormitório e nele tinha mais de 20 camas eu nao gosto de ficar perto de muitas pessoas, mas eu vou me controlar.

Eles cuidaram de mim, meus machucados demoraram cerca de um mês para melhorarem, e nesse mês quase não pude sair do quarto que tédio, mais em plena terça-feira estava indo treinar com os outros e um instrutor me colocou para treinar com uma menina mais nova sei la ela era um ou dois meses mais nova que eu,mas ela er muito habilidosa ela me derrotou facilmente sem nem piscar eu já estava no chão, ela me ajudou a levantar e me pediu para procurar ela mais tarde, achei estranho de inicio mas si lá alguma coisa me diz que eu e ela seríamos amigas.

Depois do almoço fui até onde tínhamos combinado, quando ela lutou comigo eu nao vi o rosto dela entao nao tinha ideia de como ela seria, então fui até o campo de treinamento antigo, tipo ninguém ia lá há décadas está empueirado e sujo mas blz, esperei 5 minutos e ela chegou, ela era uns dois dedos mais baixa que eu, tinha cabelo liso na altura da cintura e olhos verdes.
- Vc luta muito mal! - disse sem dó nem piedade - se continuar assim não vai durar nem 5 semanas no treinamento, vou te ajudar! Sou  Elizabeth  - disse sorrindo no final.
- Por que?

- Por que eu cresci aqui, e eu gostei de vc, derrubou o Igor de primeira, só que vc só se importa em bater esquece que se vc levar uma pancada forte vc vai desestabilizar e provávelmente vai perder - terminou de dizer e correu para cima de mim, eu nao estava preparado mas consegui prever alguns de seu golpes e defende-los com certa dificuldade, ela era rápida.

Treinamos o resto da tarde e a noite ela falou

- Vc está no quarto das semi-novas né?- disse parando na minha frente, apenas acenei com a cabeça dizendo que sim. - Blz pega as suas coisas e volta aqui em 2 minutos. - disse e saiu, eu obedeci quando cheguei onde estávamos ela me puxou para um dormitório que só tinha 4 camas mas era imenso tinha saco de pancadas 2 banheiro com banheira e uma TV com alguns jogos tinha até um frigobar no lugar, era incrível.

-  É seu ? -perguntei olhando o lugar

- É - disse normal e foi para o banheiro rapidamente ela volta ja de pijama, e diz - Vai mesmo ficar aí para da como uma árvore?
Anda logo escolhe a sua cama, vai tomar um banho, come alguma coisa, sei lá.

Fiz o que ela havia dito. Eu me deitei dormi rápido, estava cansada.
 


Notas Finais


Eai....? Espero que tenham gostado
Continua?🙂
Ou
Para?😓


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...