História Masked - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias One Piece
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Aventura, Comedia, Família, Mistério
Visualizações 22
Palavras 1.679
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa Leitura.

(Junção de Capítulos!)

Capítulo 17 - Cozinheiro do Mar, Sanji!


Fanfic / Fanfiction Masked - Capítulo 17 - Cozinheiro do Mar, Sanji!

Mask e o resto da tripulação estavam navegando pelos mares. Mask estava com a cabeça deitada na barriga de Zoro, Manami estava na borda olhando a água, Zoro dormindo, Usopp isolado, Nami relaxando em uma cadeira e Luffy carregando uma caixa de balas de canhão:

Luffy: isso não são balas de canhão? - ele pega e lança uma junto a Usopp, chamando a atenção de todos.  - hein? Errei!

Mask: wooow! Legal!! - disse se apoiando na borda do barco.

Manami: huhum... - acordou dos pensamentos.

Zoro: o que vocês estão fazendo? 

Luffy: estamos praticando tiros de canhão! - Usopp lança e acerta a pedra. - incrível! Você acertou de primeira! 

Usopp: é claro! - ele fica orgulhoso e aponta pra si mesmo. - quando o assunto é pontaria eu sei tudo! Acredita em mim agora? 

Luffy: você é o atirador de agora em diante! 

Mask: posso tentar?! - perguntou ficando perto de Usopp.

Usopp: boa sor--  - ele foi interrompido por uma voz masculina. 

Pirata: apareçam seus piratas!! - chutou os barris, quebrando-os. 

Zoro: essa voz... - ele olha pra cima sem mover a cabeça. 

Luffy: o que foi?! - perguntou abrindo a porta. 

Mask: o que está acontecendo?! - apareceu entre as pernas de Luffy. 

Luffy: quem é você?

Pirata: como um pirata sem nome como você ousou matar meu parceiro?!  - ele tenta acertar Luffy com uma espada, mas o mesmo desvia junto a Mask.

Mask: oh? Conhece ele, Luffy?! - perguntou se perdurando em um pedaço de pau. 

Luffy: eu nem sei o que está acontecendo! - Luffy pega o pirata e o lança pra trás. - mas não danifique nosso navio!

Usopp: ele é mais forte que eu...

Mask: eita...esse cara apareceu do nada...

Manami: não sei o que ele pretende...mas um objetivo deve ter. - recrutou com Tsuki na cabeça. Logo, Tsuki pulou e foi pro ombro de Mask.

Mask: já acordou? - ela faz carinho nele.

Tsuki: *late e lambe-a* 

Zoro: ei, você! - mencionou para o homem. - você não é o Johnny? 

Johnny: hã? - ele se vira - Z-Zoro-aniki! - ele se levanta. - você está em um navio pirata, aniki? P-Por quê?

Mask: aniki? O que é aniki?

Luffy: eu não faço ideia... - a conversa continua.

Zoro: qual o problema? O Yosaku não está com você? 

Johnny: aqui! Ele está aqui! - ele corre até a borda mostrando o tal Yosaku. - o Y-Yosaku está... - com lágrimas fitadas escorrendo. Logo, Zoro põe a mão em seu ombro e põe o homem pra dentro do navio.

Zoro: ele está doente? 

Johnny: o Yosaku estava...ele estava ótimo até pouco tempo...aí ele começou a ficar pálido e perder a consciência...eu não tenho ideia do motivo! - Nami começa a descer. - mais tarde, seus dentes começaram a cair...e seus antigos ferimentos voltaram a sangrar...eu não sei mais o que fazer! Então, eu o levei para aquela ilha rochosa para que ele pudesse descansar, mas...o seu navio nos atacou! - Luffy e Usopp ficarem de boa aberta.

Luffy e Usopp: d-desculpa! - eles se curvaram.

Mask: me desculpa também! Eu iria arremessar uma bola de canhão também...! - ela se curva. 

Johnny: se desculpas resolvessem, não precisaríamos de polícia. - o trio se assustou. - não é verdade?! Parceiro! Aniki, ele vai...ele vai morrer? 

Nami: você é estúpido? - perguntou indo até eles. 

Zoro: o quê?! - se irritou. - Nami começou a puxar a língua do homem e abri o olho do mesmo várias vezes. 

Johnny: o que você... - agarrou Nami pelos braços e começou a gritar, cuspindo na cara de Nami. - o que você está fazendo com meu parceiro?! Eu vou te matar! Luffy! Usopp! Há algumas limas no depósito, não? Vocês estão me ouvindo?! Tragam-nas para mim! Agora! - os dois foram correndo atrapalhados. Quando voltaram, espremeram e colocaram as limas na boca dele. 

Nami: ele está com escorbuto. 

Johnny: escorbuto?

Manami: nós o socorremos a tempo. Vai se recuperar em alguns dias. 

Nami: exatamente. 

Johnny: tem certeza, anee-san?! - perguntou sorrindo e cuspindo na cara de ambas. - eu sou muito agradecido a anee-san... - Nami põe a mão na cara dele. 

Manami: pare de cuspir, por favor. - ela limpa o rosto. 

Nami: no passado, era uma doença incurável que afligia os marinheiros. Mas, agora, é só um pequeno problema causado por carência de vitamina C. 

Manami: no passado, os navios não podiam carregar frutas o suficiente para evitá-lo. - Luffy põe a lima dentro da boca do homem. 

Usopp: vamos, beba... - ele faz o mesmo. 

Luffy: ele deve ficar bem agora. - falou pondo várias limas na boca do doente. 

Mask: você é boa mesmo, Nami! 

Luffy: huhum! Parece uma médica! Manami, você também parece às vezes.

Manami: hum...Nami é mais habilidosa do que eu. 

Usopp: eu sempre soube que você era uma mulher esperta. - o homem começa a sufocar. 

Mask: sim,´é isso mesmo! 

Nami: vocês deviam, ao menos, saber o que era isso! - falou furiosa. - pode acontecer mais cedo ou mais tarde com vocês, sabiam?! 

Yosaku: oh... - ele se levanta e não demora muito para ele e Johnny começarem e comemorar.

Johnny: bem-vindo de volta, parceiro! - comemorou dançando quadrinha. 

Nami: você não se recupera tão rápido! 

Manami: incrível...não pensei que fosse tão rápido. - falou sem expressão. Logo, eles param.

Os dois: perdoe-nos por não nos apresentarmos. 

Johnny: eu sou Johnny. 

Yosaku: e eu sou Yosaku. 

Os dois: nós somos os caçadores de piratas! 

Johnny: Zoro-aniki costumava ser um de nós também. É um prazer conhecer todos vocês. - Zoro sorrir fechando os olhos e logo os abre indo até eles. 

Zoro: eu não esperava ver vocês por aqui. 

Yosaku: mas eu estou mais surpreso! Zoro, o Caçador de Piratas, se tornou um pirata. 

Zoro: eu acho. - ele estende a mão. 

Johnny apertou a mão e o Yosaku caiu no chão doente de novo. Bom, enquanto o homem descansava, Nami e os outros conversam sobre o alimento. Luffy disse que se precisa de um cozinheiro do mar. Johnny deu a sugestão de ir ao nordeste. Zoro, como Johnny disse, procurava por Olhos de Falcão ou algo do tipo. Todos sorriram e foram até o local:

Mask: estou com fome! - apoiou os cotovelos na borda.

Manami: tenho uma maçã. Você quer?

Mask: sim!! Obrigada! - ela pega e começou a levantar a máscara lentamente.

Manami: hum...! - ela deixa uma gota de suor escorrer curiosa.

Mask: que fome...! - ela se vira e come. - obrigada! - disse ajeitando a máscara.

Manami: não precisa agradecer. 

Johnny: nosso destino é...O Restaurante Flutuante...Baratie! - disse mostrando o restaurando belo e todos ficaram impressionados  e alguns ficaram com saliva saindo. - o que acharam? 

Luffy: ohhh, esse peixe é enorme!

Nami: não é fantástico?! 

Mask e Manami: oh! 

Usopp: é claro que sim! 

Luffy: incrível! - todos ouviram um som estranho vindo de um navio. 

Yosaku: o-o quê?! Bem ali! - um barco se aproxima. - um navio da marinha?! 

Usopp: ele não veio por todo esse caminho só para nos atacar, veio? 

Zoro: tsk. Isso cheira a problema.

Nami: mas isso veio sem mais nem mesmo... - Johnny tenta sair de fininho. 

???: eu nunca vi essa bandeira pirata antes. - um homem surgiu. 

Johnny: ah, não! - ele entra e ver pela beira da porta. - nós não somos piratas, você sabe! 

???: eu sou o Tenente da Marinha! - disse pondo a mão na borda. - Fullbody, o Punho de Ferro! Ei, quem é o seu capitão? Mostre-se! - Luffy dá um passo à frente.  

Luffy: eu sou Luffy! 

Usopp: eu sou Usopp! - Luffy se incomodou.

Luffy: nossa banda pirata foi feita ontem! 

Usopp: fui eu quem fiz a bandeira pirata! -

Luffy: hum... - Luffy se irritou. 

FullBody: qual o problema de vocês? - ele olha Johnny e Yosaku. - porém, eu já vi esses dois antes. Vocês dizem ser caçadores de piratas, certo? 

Johnny: o quê?!

FullBody: parece que vocês finalmente foram caçados por eles. 

Johnny: nós somos... - com medo.

FullBody: huhu, isso é muito bom. - falou sorrindo. Logo, uma mulher apareceu atrás dele. 

Mulher: ei, vamos agora. 

Johnny: eu vou te mostrar o que nós, caçadores de piratas, fazemos! - ele joga vários papéis e o homem continua a andar com a mulher. 

FullBody: bom, vamos para o restaurante. - ele faz um beleza. - está atrapalhando. - ele revira o polega. - afundem-no!

Marinheiros: sim! 

Johnny: ele simplesmente nos ignorou. Vamos dar o troco nele! 

Mask: quantas papéis! - ela pega três. 

Manami: hum...vocês pegaram todos esses caras?

Nami: o que é isso?

Johnny: são todos aqueles que estão com a cabeça como prêmio. - ele tampa a boca.

Nami: isso não faria um bom negocio, não, Nee-san? - Johnny tampa a boca dele  e Nami fica frustada. - o canhão aponta para os Chapéu de Palha. 

Usopp: isso é ruim! Está mirando em nós! - eles lançam.

Luffy: deixa comigo! Gomu Gomu no... - ele se estica e impede o poder do canhão. - Pachinko!! - mas sem querer acaba lançando a bola em uma parte do restaurante. 

Mask: ui!! - ela vai até Luffy. - você está bem?

Luffy: a-ah...- Luffy foi levado por cozinheiros.

Mask: tchau! - um tempo depois. - acha que vai demorar muito? - perguntou fazendo carinho em Tsuki. 

Manami: não sei... - respondeu fazendo uma bola d'água. 

Nami: meninas, se preparem. Nós vamos até o restaurante!

Zoro: mas não sei se vão aceitar pulguentos.

Mask: não fale assim do Tsuki! 

Tsuki: *late*

Nami: vamos logo. 

Todos entraram em um barco e foram em direção ao restaurante. Chegando lá, o FullBody estava com o pescoço segurado por um rapaz loiro. Todos os clientes e chefes ficaram impressionados:

Zoro: isso é uma briga? - perguntou após ter aberto as portas. 

Sanji: não desperdice nossa comida. - falou o loiro bravo e com um cigarro na boca. - mexer com um cozinheiro do mar...é uma boa forma de ser morto. Lembre-se disso. 

Continua....


Notas Finais


Bye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...