1. Spirit Fanfics >
  2. Mata Kondo Da >
  3. Okaeri'

História Mata Kondo Da - Capítulo 2


Escrita por: SenhoritaBakugo

Notas do Autor


Oizinho'

Estou de volta, primeiro queria agradecer pelo feedback que vcs me deram do cap anterior, isso incentiva muito a continuar ❤️

Espero que gostem do capítulo, boa leitura 🍅🌸

(Irei atualizar com mais frequência)

Capítulo 2 - Okaeri'


Fanfic / Fanfiction Mata Kondo Da - Capítulo 2 - Okaeri'

CAPÍTULO 1 – Okaeri’

Aquela semana havia sido movimentada, com o incidente dos homens bomba o hospital ficou lotado de feridos e Sakura trabalhou o dobro de sua carga horaria semanal, nem lembrava ao certo qual fora a última vez que havia dormido em casa, então quando anoiteceu e tudo pareceu acalmar, a Haruno foi até sua sala onde ergueu os pés sobre a mesa e pela primeira vez no dia desde que começou seu plantão pela manhã se deu ao luxo de descansar, já passados alguns minutos se viu distraída enquanto observava o  nostálgico porta retrato do time 7 em sua mesa, logo em seguida se levantou e foi até a janela onde uma chuva calma começava a cair, “Por onde você anda, Sasuke-kun?” sussurrou para si mesma.

Perdida em seus pensamentos agora nublados ouviu a porta atrás de si abrir vagarosamente depois de três batidas de leve.

- Entre Shizune-san, algum paciente precisa de mim? Perguntou encarando a mulher agora parada a sua frente.

- Sakura... Falou dando uma pausa como se procurasse palavras. – Ele voltou.

Os olhos verdes de Sakura brilharam como duas esmeraldas e sua mão subiu até o coração que pulsava tão rápido que se ela mesma não fosse médica diria que realmente saltaria de seu peito a qualquer momento.

- Sa... Sasuke-Kun? Quando? Disse tentando conter o nervosismo.

- Um Anbu mandado por Kakashi veio avisar, parece que faz meia hora que ele está plantado lá na frente do portão principal.

Sakura continuava paralisada, não sabia como agir, desde que Sasuke foi embora pela segunda vez, a rosada contou os dias para sua volta e desde o acontecido com Kido, prometeu a si mesma que quando o dia chegasse e Sasuke retornasse novamente, teriam uma conversa definitiva sobre tudo que sentia e se o Uchiha realmente não fosse capaz de retribuir seus sentimentos, ela o deixaria seguir sua vida em paz, ela o amava, sempre o amou, nunca desistiu dele e o esperou, dia após dia, “Mata kondo da” cansou de contar quantas vezes repetiu essa frase a si mesma e agora era real, ele havia voltando, a mão do peito subiu automaticamente para o losango em sua testa.

- O que eu faço? Perguntou a Shizune.

- Tá esperando o que pra ir atrás dele? Vai vai vai. Disse a morena puxando a médica porta a fora do consultório. – Eu cubro seu turno.

- Obrigada Shizune-san. Gritou Sakura enquanto corria em direção a saída do hospital.

...

O prédio do Hokage estava mais silencioso do que lembrava, apenas alguns Anbus que faziam a ronda noturna se encontravam ali e assim que Sasuke entrou ambos lhe deram passagem como se Kakashi já o esperasse.

- Yo Sasuke. Saudou Kakashi assim que o mesmo atravessou a porta de sua sala. – Pensei que não o veria tão cedo, fico feliz que esteja de volta.

- Não será por muito tempo, estou apenas de passagem. Respondeu deixando alguns pergaminhos sobre a mesa do Hokage com alguns relatórios de sua viagem.

- Deveria falar com Naruto, ele está chateado por não ter vindo ao casamento.

- Hum. Foi tudo que disse apenas com um aceno com a cabeça indo em direção a porta.

- Sasuke... Disse Kakashi chamando novamente sua atenção lançando uma chave que foi pega no ar. – É a chave do antigo apartamento do Naruto, quando comprou a casa nova ela me deu para que você pudesse ter onde ficar quando retornasse, eu fiz algumas reformas e Sakura se comprometeu de ir uma vez por semana fazer a limpeza e cuidar do lugar até sua volta.

- Obrigado. Falou abrindo a porta.

- Espero que encontre o que procura Sasuke.

Sasuke não respondeu apenas seguiu seu caminho, sabia que não tinha mais o que discutir sobre o seu retorno, estava decidido.

...

Enquanto corria em direção a entrada da vila a médica sentia cada musculo de seu corpo se contrair, grande parte de sí queria ver Sasuke, mas também havia uma pequena parte de sua consciência que gritava: O que você está fazendo? Correndo assim atrás dele na chuva como se tivesse desesperada, ele te abandona por anos e quando volta você vai correndo até ele, deixe de ser estupida. Gritava a voz da pequena Sakura gennin em seu subconsciente, mesmo assim continuou correndo sem sequer cogitar em voltar, o que poderia fazer afinal? Amava Sasuke tanto que chegava doer, mas será que o amor deveria machucar?

Sakura chegou aos portões, as mechas do cabelo rosa totalmente molhado pela chuva caia sobre o rosto.

- Ele entrou já fazem uns dez minutos. Falou Kotetsu de dentro da guarita ao ver os olhos verdes correndo pelo local a procura de algo.

– Shannaro Sasuke. Suspirou voltando a caminhar novamente em direção ao centro da vila, no fundo se sentia aliviada pelo desencontro, acabara de se dar conta de como agiu guiada pelos seus impulsos, afinal primeiro precisava assimilar tudo em sua cabeça.

 

...

O apartamento de Naruto estava exatamente como Sasuke lembrava, o prédio envelhecido continuava o mesmo, um dos poucos da área que “sobrevivera” ao ataque do Pain no passado, era claro que foi necessário algumas reformas em algumas rachaduras, mas em aspecto para Sasuke tudo parecia igual, exceto que a bagunça do pequeno ap fora substituída por alguns moveis novos, simples, mas ainda sim novos e o cheiro de limpeza tomava conta do local, o que denunciava que Sakura estivera ali a pouco tempo.

Sasuke deixou suas coisas acima da cômoda ao lado da cama e aproveitou para tomar um banho quente, coisa que a muito tempo não fazia, visto que em sua jornada de redenção a maioria das vezes tinha que se dar por satisfeito de achar algum rio ou uma pousada no meio do caminho para tomar banho, no geral a maioria das pequenas pousadas que parou não tinha agua quente, então se deu por satisfeito.

Assim que saiu do banho vestiu uma camiseta laranja com o símbolo Uzumaki bordada nas costas e uma calça preta que Naruto havia deixado para trás em seu armário, as peças foram de grande serventia já que a sua mala de roupas estava toda molhada por causa da chuva, quando acabou de se vestir foi até a pequena cozinha mas antes que pudesse começar a pensar no que poderia fazer para comer, alguém bateu na porta.

- O que custava avisar que estava voltando Teme. Disse Naruto invadindo o apartamento com uma carranca que para Sasuke lhe trazia um grande sentimento de nostalgia, visto que em seu tempo de Gennin ambos viviam brigando por qualquer coisa.

- Devia se preocupar mais com os estudos para se tornar Hokage ao invés de cuidar da minha vida dobe. Disse encarando o loiro com um sorriso ladino debochado.

Naruto foi até a mesa e largou duas sacolas.

- Passei no Ichiraku, antes de vir. Falou abrindo as marmitas com Lámen, Sasuke foi até a mesa e sentou à sua frente onde ambos fizeram a refeição em silencio, só então quando estavam acabando de comer Naruto falou novamente.

- Porque não veio ao meu casamento seu baka? Seu olhar mostrava o quanto estava ressentido.

Sasuke permaneceu em silencio por alguns segundos e só então respondeu. – Não é tão simples quanto parece.

- Pra você nada é simples, você é como... meu irmão imbecil, queria que tivesse presente, dattebayo, diga que pelo menos ficará na vila dessa vez.

- Amanhã mesmo estarei de partida. Sasuke falou recolhendo as embalagens das marmitas e colocando sobre a pia.

- O que? Como assim teme, você nem parou direito... a Sakura, ela também sente sua falta, não vai nem falar com ela?

Sasuke agora encontrava-se de costas para o Uzumaki, não queria encarar Naruto, pelo menos não naquele momento.

- Sakura... ela está feliz? Perguntou.

Naruto deixou escapar um sorriso ao ouvir a pergunta do amigo.

-Ãn bom, eu acho que sim, ela é a Sakura, ela sabe se cuidar. Respondeu.

Sasuke sentiu novamente um aperto em seu peito, ele queria ficar feliz por Naruto e principalmente por Sakura, mas havia uma pequena parte egoísta dentro de sí que dizia o contrário.

- E você... como está indo seu casamento? Está cuidando dela? Perguntou com muita dificuldade, para ele expressar seus sentimentos, era algo que desde cedo havia se privado e agora tudo parecia ainda mais difícil, e confuso, tão confuso.

- Está sendo uma experiência incrível, eu nunca imaginei que teria alguém esperando por mim quando chegasse em casa e agora eu sei o que é ter uma família, um lugar pra chamar de lar, a Hinata é uma mulher maravilhosa, não sei como demorei tanto tempo...

- Hinata? Sasuke interrompeu, agora encarando o Uzumaki nos olhos com uma expressão confusa no rosto.

- Sim, minha esposa, Hinata Hyuuga, quem você pensou que fosse Teme? Peraí Kakashi falou com quem eu tava me casando né. Disse abismado com a expressão surpresa do amigo.

- Sim, falou. Mentiu para Naruto fingindo não se importar com a informação que acabara de receber. – Agora está tarde é melhor você ir. Falou abrindo a porta do apartamento.

- Ah dattebayo Sasuke. Resmungou em protesto. – A gente mau conversou e você disse que amanhã vai embora.

- Se você desaparecer da minha frente eu fico mais uns dias. Prometeu, o que foi o suficiente para fazer o Uzumaki evaporar da frente do Uchiha mas não antes de soltar mais uma informação preciosa.

- Sakura ta morando em um prédio em frente ao hospital agora, deveria vê-la.

Assim que o jinchuuriki acabou a frase a porta foi fechada praticamente na sua cara, do outro lado Sasuke se permitiu fazer algo que não fazia a muito tempo: sorrir.

...

Desde a saída do Uzumaki de seu agora apartamento provisório a cabeça de Sasuke estava a mil, como podia ter sido tão idiota de ter tirado suas próprias conclusões sobre Sakura e Naruto estarem juntos antes mesmo de ter certeza? Afinal ele prometeu que voltaria e parte dentro de si sempre acreditou fielmente que a Haruno o esperaria, mas agora outra dúvidas tomavam conta de sí, será que Sakura ainda o esperava? Será estava melhor sem sua presença? Será que teria outro em seu lugar?

Eram tantas coisas que o preocupavam e agora tiravam o seu sono.

Depois de quase duas horas deitado encarando o teto levantou da cama, vestiu sua capa e saiu do apartamento.

...

 Ao ouvir as batidas na porta de seu apartamento, Sakura que agora estava perdida em seus pensamentos sobre o retorno de um certo Uchiha, largou a xicara de chá que bebia sobre a mesinha de centro da sala e correu até a porta já pegando seu jaleco branco pensando ser um chamado do hospital como tantos outros que recebia quando estava em casa, já era quase que rotina desde que Tsunade resolveu tirar umas férias.

- Tadaima Sakura. Foi a única coisa que Sasuke conseguiu dizer assim que aquele par de olhos verdes vieram de encontro aos seus quando a porta se abriu.

- O... Okaeri Sasuke- Kun. 


Notas Finais


Se alguém quiser ler minha outra fic de Oneshots do Universo Original, o primeiro capitulo é SasuSaku (Meu jeito Uchiha),tem momentos fofinhos, engraçados em família, Sasuke com ciúmes e aquele hot pra nos desvirtuar um pouquinho.

link: https://www.spiritfanfiction.com/historia/konoha-pos-guerra-22686063


Até a próxima, Beijinhos de luz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...