História Matarias por mim?.(AfterDeath) - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Undertale
Personagens Sans
Tags Afterdeath, Aftererror, Errink, Nightcross
Visualizações 79
Palavras 681
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shounen, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


DJDII SLAAA !! NOM TOU MORTA =3
LEIAM AE ! E SEJAM FELIZES :')
Sorry! Tá curto !
MAR FZR KE NÉ :v
AMO VCS MEUS AMOLES *-*)/*

Capítulo 13 - Música.


Fanfic / Fanfiction Matarias por mim?.(AfterDeath) - Capítulo 13 - Música.

— como? — Error  Perguntou perplexo. Ink sorriu amavelmente e pegou delicadamente a caixa de música das mãos de Error.

—  Fresh me contou e eu a criei. — Ink respondeu observando cada parte da caixa de música.

— aquele parasita! sai contando tudo! — Error resmungou indignado.

— hei! — Ink repreendeu. — Não chame ele assim, veja pelo lado bom... — Ink ergueu a caixinha para o alto. — você voltou a escutar esta bela melodia.  — Finalizou fitando Error satisfeito com seu próprio feito. Error bufou.

— ...posso escutar outra vez? — Error pediu olhando de soslaio a Ink, não gostava de pedir nada a ninguém, muito menos para seu maior inimigo que por alguma razão localizava-se ao seu lado dialogando como se nunca houvesse ocorrido desavenças entre eles.

— claro! — Ink concordou animado. após isto sentou no chão do Anti-void e com sua mão deu leves palmadinhas no piso convidando Error para sentar-se  ao seu lado.

O destruidor vendo que não teria escolha, sentou e passou a encará Ink, o mencionado corou, Error confundiu-se contudo ignorou.

— A música. — Error citou. Ink entendeu e abriu a caixinha novamente. quando os bonecos de porcelana giraram conforme a melodia tinha início,   algo chamou a atenção do Glitch.

— Alma levada pelo vento... — era Ink cantando, tão belo, chegava a cantar tão bem quanto Geno. — coração roubado por um Humano... — O criador fechou os olhos entregando-se de corpo e alma para a música que saía de seus lábios. — ò Terra, ò tempestade, ò céus, ò Luz...


▩━━━━━━◈━━━━━━▩

Gono intimidou-se com a aparência do Sans situado à sua frente. Possuía uma cratera no canto superior de seu crânio, sua orbe  esquerda brilhava um vermelho sangue e o  direito apenas um vazio negro.
o tecido de sua blusa estava manchado de vermelho, seria sangue? ou ketchup?. Geno apertou com força o pano de seu short.


— olá, eu me chamo Geno.  — Geno apresentou-se , um sorriso sinistro preencheu o rosto esquelético do outro. seus dedos tamborilavam no balcão de seu posto.

— Horror. — Geno franziu o Cenho.

— Horror? eu?

— Ahahahahahha — Gargalhava o esqueleto, parando de tamborilar os dedos. — Horror é meu nome.

— desculpa, eu entendi mal. — Geno estendeu sua   mão esquerda para poder comprimentar Horror. — prazer. — Geno Sorria fraternal. Horror abaixou discretamente   sua mão esquerda para trás do balcão e segurou firmemente o cabo de seu machado e o retirou sem Geno notar.

— ...

▩━━━━━━◈━━━━━━▩

— Geno... Geno... por que tinhas que ser assim? — Perguntava-se Reaper, procurando Geno. — tão doce... faz com que todos te queiram, te desejem... — Reaper cessou seus passos. — porém, eres meu... eu me recuso a te perder. — asas negras surgiram das costelas do deus da morte. — seja como for...no fim... — Reaper voou pelos céus inexistentes desta AU, várias penas dispersaram em meio ao bater de asas. — serás meu.

  

" é você que tem
o colo que eu deito e descanso."





▩━━━━━━◈━━━━━━▩


— Ink... quando aprendestes essa música?

— bom... o Fresh também me falou sobre ela... e também eu já escutei o Geno cantando. — Ink confessou coçando a nuca. Error passou a fitar o chão.

— Tem muito tempo que Geno não há canta mais.

— Quando foi a última vez? — Perguntou Ink.

— acho que... uns 5 anos atrás... — Error levou sua mão para seu próprio rosto.— o Geno está mudando, tem estado tão distante.

— ... Error...

Ink eu fiz uma coisa... eu não sei ao certo, contudo eu me arrependo... — Ink segurou delicadamente a mão de Error, a qual provocou uma reação de susto no Glitch, porém logo acalmou-se, não gostava de ser tocado, entretanto por alguma razão não ligava muito em ser tocado por Ink.

— tudo vai dar certo...— Ink entrelaçou seus dedos entre os de Error. — eu estou aqui por você... eu vou escutá-lo.


— Err… eu… Ink eu tentei…


— tome o seu tempo… — Ink apertou fraco a mão de Error. — fale devagar.


— ...


Notas Finais


Sla ficou bem bosta :')
É pq tó sem criatividade :'')
Espero q compreendam
Pq eu nom ser um poço de criatividade como o Ink :''')

Bay pecadores~
🌹


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...