História Matryoshka. MinSung. - Capítulo 10


Escrita por:


Capítulo 10 - 10. Friend Zone.


ⓒⓐⓟⓘⓣⓤⓛⓞ ⓓⓔⓩ:


‡ ʄʀɨɛռɖ ʐօռɛ ‡


Estavam cansados, os dois, passaram a tarde inteira fazendo amor, mal sabiam mas já estava anoitecendo, MinHo nem conseguia pensar em horas quando tinha um JiSung exausto, completamente suado e ofegante subindo e descendo em seu colo se apoiando em seu peito para continuar quicando rápido e com força, os gemidos altos e cabelos grudados a testa pelo suor, o Han já tinha gozado tantas vezes que o mais velho passava a se perguntar como eles ainda conseguiam, sabia que aquela seria a última vez daquele dia pelo estado do rapper que não conseguia mais manter os olhos abertos e tinha dificuldade para subir e descer.


Viu mais uma vez o corpo do loiro se encolher, suas pernas tremerem e ele gritar jogando a cabeça para trás, gozou mais uma vez sujando seus abdomens, JiSung caiu sobre seu peito assim que o maior também se desfez, o Lee o ouviu resmungar algum palavrão e riu fraco se tirando de dentro dele e o abraçou encostando o queixo em seu ombro.


— Temos que tomar banho...


— C-cansad... — o Han murmurou com a voz fraca e falha, tentou repetir a frase inteira mas desistiu de formulá-la corretamente. — Vamos... d-dormir...


— Depois... vou te dar banho agora... — o mais velho o deixou deitado ao seu lado e se levantou o olhando. — Vem.

— Minnie... eu e-estou cansado, não consigo a-andar... — murmurou com um biquinho nos lábios e o acinzentado riu o pegando no colo.

O Lee caminhou até o banheiro e pensou em usar o chuveiro ou a banheira, sabia que no chuveiro ia ser difícil mas rápido, JiSung estava quase dormindo em seu braços, entrou no box do chuveiro e suspirou quando a água quente bateu no topo de sua cabeça.

— Você é tão bonito... — sussurrou o rapper o olhando e passou os dedos por seu rosto, MinHo sorriu e deixou um selinho carinhoso sobre seus lábios. — Hello Kitty.

— Quando vai parar de me chamar assim? — indagou pegando um sabonete e começou a passá-lo em suas costas.

— Quando eu puder te chamar de marido ou pai dos meus filhos eu paro. — disse e sorriu quando o acinzentado soltou uma risada um pouco alta.

— Ah não, JiSung!

— Eu sei que você quer também.

Eles tomaram banho entre várias piadas e risadas, MinHo colocou uma toalha em sua cintura e enrolou o loiro em outra antes de sair do banheiro com ele em suas costas, foi até sua mala e se vestiu colocando uma de suas blusas no menor que estava quase dormindo e pegou uma box na mala do rapper colocando nele.

— Vou trocar os lençóis, pode ficar no sofá. — disse o acinzentado quando JiSung subiu de novo nas suas costas.

— Não quero.

MinHo tirou os travesseiros e lençóis sujos da cama os trocando por outros e arrumando, deixou o loiro ali e pegou as cobertas o cobrindo com cuidado.

— Deita... — pediu manhoso levantando a coberta ao seu lado, o sorriu e se deitou sendo abraçado pelo mesmo. — Obrigado, MinHo...

— Por que está agradecendo?

— Porque foi incrível... queria que minha primeira vez tivesse sido desse jeito, mas foi horrível e assustador.

— Não precisa me agradecer por isso... nem por nada. — os dois sorriram um para o outro e se beijaram antes de se abraçarem para dormir.

‡ . . . ‡


O segurança olhou para JiSung deitado ao seu lado dormindo calmamente, olhou para as horas em seu celular vendo já ser nove e pouco da manhã, voltou a fitar o mais novo e beijou seu rosto antes de se levantar da cama e procurar seu maço de cigarro e esqueiro em sua coisas.


— O que está fazendo? — indagou a voz sonolenta e baixinha do menor, o olhou vendo seus olhos abertos e a carinha amassada.


— Vou fumar... vou pedir para alguém ficar com você.


— Você me trata como um bebê de cinco meses que não pode ficar sozinho, ninguém vai entrar no meu quarto e me matar, sabia?


— Não vou te deixar sozinho, não sei o que fazer se alguma coisa te acontecer. — respondeu pegando o celular e mandou mensagem para HyunJin.


— Oh! Você está preocupado comigo!


— Claro que estou! Se você morrer eu perco meu emprego. — respondeu brincando e o loiro riu se sentando.


— Quero um beijo antes de você ir...


O Lee se aproximou e o beijou brevemente ouvindo alguém bater na porta.


— Já vou voltar. — sussurrou se afastando e andou até a porta a abrindo.


Felix, HyunJin, Christopher e ChangBin adentraram o quarto animados, pareciam estar acordados a horas.


— MinHo chamou uma pessoa e veio o bonde inteiro?


— Bom... eles que quiseram vir junto. — respondeu o Hwang se sentando no sofá.


— Cara, o que aconteceu com o seu pescoço? — indagou Christopher indo até a cama onde JiSung estava deitado sendo acompanhado por ChangBin, os dois se deitaram com ele depois de tirarem seus sapatos.


— Pergunta para o JiSung. — disse abrindo a porta do quarto fazendo o loiro corar.


MinHo saiu e os dois o olharam curiosos enquanto HyunJin e Felix conversavam sentados no sofá.


— Vocês transaram? — perguntou o Bang o olhando curioso e muito surpreso, o Han corou mais ainda e se virou bruços escondendo o rosto no travesseiro.


— Eu não acredito! — ChangBin disse cutucando a cintura do mais novo que apertou os lençóis. — Como foi?!


O loiro levantou a cabeça para o menor e esfregou os olhos fazendo careta.


— Vocês estão perguntando como se eu tivesse perdendo minha virgindade agora.


— É praticamente isso, você só nos falou que sua primeira vez foi muito ruim. — disse o mais velho deitando a cabeça no travesseiro e o abraçou pela cintura cheirando seu cabelo que tinha cheiro de camomila. — Você usa Jonhson's?


— Sim...


— Conta logo para gente como foi.


— Foi bom... muito bom, melhor que minhas outras vezes... MinHo foi incrível, ele é incrível... e tomou bastante cuidado com tudo.


— Tirando a parte romântica... como foi? — indagou o Seo e JiSung fez uma careta maliciosa abrindo um sorriso. — Já entendi...


— E você e o Lix?


ChangBin olhou para o de cabelos negros e sorriu o vendo conversar com o Hwang.


— Estamos bem... incrivelmente bem, ele realmente mudou, não teve nenhuma crise de ciúmes até agora, eu estou tão feliz de ter ele assim tão sossegado... — deitou a cabeça no mesmo travesseiro que os outros dois e beijou a testa do mais novo. — Está tudo perfeito.


Chan esticou o braço e acariciou a bochecha do menor que o olhou.

— E você está bem? — indagou e o ele entendeu do que se tratava.

— Estou... Felix me ajuda em tudo, estou tomando meus remédios, estou ótimo.

— Que bom que está bem. — disse o Han abraçando a cintura do menor. — Fico feliz em ver todos bem...

Ficaram em silêncio abraçados sobre a cama e acabaram os três fechando os olhos, Felix e HyunJin os olharam e riram baixo.

— Isso é estranho... — murmurou o Hwang olhando para o mais velho na cama.

— Isso o que? Eles quase dormindo sendo que a gente acabou de acordar? Também acho.

— Não, minha barriga fica estranha quando eu olho para ele... isso acontece com você?

— Acontecia quando eu olhava para o ChangBin... mas quando nós nem namoravamos ainda, quando eu ficava com o JiSung... eu já era apaixonado por ele.

— Apaixonado? — perguntou confuso franzindo o cenho, o menor o olhou e assentiu levemente com a cabeça. — Mas eu estou falando do Chris, é normal?

— Você está apaixonado por ele?

— Não! Nós somos amigos, no que você está pensando?!

— Não estou pensando em nada, por que está tão "ofendido"? — fez aspas com os dedos rindo de sua reação exagerada. — Foi só uma pergunta...

— Pergunta ridícula! Você é idiota?!

— Calma, surtado! — disse rindo e olhou para os homens na cama que pareciam dormir de tão quietos e calmos.

— Ele é como um irmão para mim. — resmungou cruzando os braços.

— A friend zone já era ruim, agora chamar de irmão, o que tem de errado com você? Fiz só uma pergunta e você já surta me chamando de idiota.

— Vamos parar de falar sobre isso! Não vai levar a lugar nenhum mesmo!

— Foi você perguntou!

— Parem de falar tão alto. — JiSung resmungou da cama apertando mais ChangBin como se fosse seu ursinho de pelúcia.

— Sobre o que estão conversando? — indagou o Bang abrindo os olhos para ver os dois, HyunJin bufou se levantando. — O que foi? Onde você vai?

O Hwang saiu sem responder e o Lee riu cruzando os braços.

— Hyunie é tão estranho as vezes...

— Ele está muito estranho desde que chegamos aqui. — concordou Christopher com ChangBin e bagunçou seus cabelos escuros.

Ouviram um barulho na porta e todos olharam para lá vendo MinHo que fechava a porta.

— O que aconteceu com o HyunJin? — indagou o acinzentado indo até a mala no canto do quarto para pegar uma muda de roupa. — Achei que ele ia me bater quando passei por ele.

— Ele está um pouco estressado hoje... — disse o mais novo.

O Han levantou a cabeça abrindo os olhos e olhou para o acinzentado que cruzou os braços e riu o olhando.

— O que foi?

— Você vai tomar banho?

— Vou... — respondeu indo em direção a porta do banheiro.

— Deixa eu ir junto?! — indagou passando por cima do Seo que quase caiu da cama.

— JiSung! — MinHo repreendeu quando o loiro chegou em si o abraçando pela cintura.

— Acho que é melhor a gente ir embora. — Chan disse se levantando da cama e pegou o mais novo pela cintura o jogando em suas costas.

— Acho o mesmo. — Felix disse se levantando também e os três foram em direção a porta. — Tchau.

— Tchau. — JiSung disse antes deles saírem fechando a porta, o acinzentado riu agarrando sua cintura e o puxou para cima fazendo-o ficar nas pontas dos pés.

— Olha as coisas que você faz, JiSung... na frente deles.

— O que tem? Eles não ligaram...

— Agora eles sabem que transamos e acham que vamos fazer isso de novo.

— Eles estão errados? — provocou com um sorriso malicioso no rosto.

— Para de ser safado! — resmungou dando um beijo em seu maxilar e riu o soltando. — Vamos tomar banho logo.

O maior virou as costas para ele ganhando um tapa forte na bunda.

— Han JiSung! — brigou o olhando e o mais novo riu de um jeito infantil. — Idiota.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...