1. Spirit Fanfics >
  2. Maybe I Like You. Nicky >
  3. Um grande castigo

História Maybe I Like You. Nicky - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Um grande castigo


Fanfic / Fanfiction Maybe I Like You. Nicky - Capítulo 6 - Um grande castigo

Dawn conseguiu convencer os meninos de irem dizer que o Pata Fofa teve um tipo de melhora milagrosa para que a mentira não fosse além e ela pudesse cantar o solo e eu voltar para o time, eles concordaram em fazer isso e ela voltou para sala do coral e eu como não iria treinar mais hoje fui trocar de roupa.

Quando estava saindo do vestiário recebi a mensagem de que os meninos estavam no pátio para dar novas notícias sobre o Pata Fofa, então corri para deixar minhas coisas no armário e depois fui até o local onde todos estavam.

Os três subiram nos bancos que havia ali e iriam começar a falar o que a Dawn pediu para eles, porém ela entrou correndo e jogou os três no chão dizendo que o Pata Fofa estava muito pior que antes e com uma tal de tosseLatida. Isso estava muito estranho, primeiro ela surta com eles e depois faz a mesma coisas, se pensar bem isso sempre acontece mas não achei que ela entraria nessa mentira sobre o próprio cachorro.



- Nunca ouvi falar disso. - Mae que estava ao meu lado diz com uma expressão confusa.

- Nem eu. - Olho para Dawn que piscou discretamente para mim. Ela estava mentindo mais que os irmãos.

- É que isso é muito raro, não é Angel? - Eu apenas nego me escondendo no meio dos alunos, não iria me envolver. - Bom, com isso vamos fazer um show beneficente para meu pobre cachorro. E eu vou fazer meu primeiro solo! - Diz mais animada.



Da onde eu estava ela conseguia me ver perfeitamente, eu fazia vários sinais de reprovação para ela que parecia me pedir desculpas com o olhar.

Eu não sei quem era o pior nessa história, o Nicky que inventou a mentira para não ir para diretoria, o Dicky que só concordou com isso para falar e receber abraços da Taylor, Ricky que tem ótimas notas mas mesmo assim colaborou para receber um 10 ou a Dawn que estava odiando isso tudo e agora vai fazer um show beneficente apenas para poder cantar. 

O Pata Fofa tinha péssimos donos e com certeza eu ficaria longe dessa mentira, mesmo que tenha sido afastada do time para dar apoio ao meu "namorado" não vou participar, não mesmo, já estou até imaginando o que irá acontecer se descobrirem.

Quando tudo não poderia piorar, todos do pátio estavam apoiando a Dawn e dizendo que ajudariam em tudo que fosse preciso, estavam mais animado do que a própria garota. Todos saíram de lá e na mesma hora fui até os três garotos que assim como eu queriam respostas da Dawn.



- Tosselatida? - Mae aparece atrás de mim com o Miles. - Isso existe mesmo ou é tudo tramoia de vocês?

- Respondam. - Fico ao lado dela.

- Tudo tramoia? Como assim? - Nicky pergunta.

- A Mae está querendo dizer que é uma grande mentira. - Respondo cruzando os braços.

- Vocês acham que eu inventaria isso só para ganhar um solo? Ou meus irmãos inventaram isso só para não ir para diretoria, ganhar abraços e refazer uma prova?

- É, isso parece tramio dos quatro. - Mae não estava nem um pouco convencida. 

- Mentirosos! - Miles finge um espirro enquanto diz.



Assim como eu, a Mae sempre descobria quando eles estavam aprontando algo e tenho certeza de que agora não seria diferente, pelo menos ela poderia tentar os parar e dar um jeito na situação já que a mim eles não ouviriam.

Antes que pudesse dizer algo a Dawn sai junto com os meninos de lá e me puxa para ir junto, parece que quanto mais eu evito confusão com eles, mais eu acabo me metendo nisso sem nem ao menos fazer esforço.



- Ora, ora... Ora. - Ricky cruza os braços ficando ao lado da Dawn.

- Parece que alguém se aproveitou. - Nicky completa a frase.

- Acho que meu tênis está no pé errado. - Dicky fala cerrando os olhos e a gente apenas o ignora.

- Isso não tem nada haver, Dicky. - O empurro de leve e vou até a Dawn. - Não era esse o plano e... - Paro de falar quando vejo a diretora vindo. - Boa sorte. - Saio de lá.



Mesmo que a diretora fosse falar algo bom para eles, eu não iria ficar perto pois quando descobrisse ela iria fazer sobrar para mim também e não era exatamente isso que eu queria.

Dawn me encontrou e disse que no começo achou que a diretora tinha descoberto eles mas por incrível que pareça ela acreditou pois essa tal de tosselatida realmente existe e a cachorra dela estranhamente teve isso. Acontece que o show vai ser amanhã e ela quer que a Dawn leve o Pata Fofa e foi aí que eu entendi o desespero dela.

Quando as aulas acabaram, eu fui até em casa para deixar as minhas coisas e tomar um banho, depois disso fui até a casa dos Harper's pois Dawn me ligou desesperada pedindo ajuda e é claro que eu não faria isso, apenas queria ver como eles dariam um jeito nisso. Assim que cheguei lá, eles estavam enrolando o Pata Fofa em um monte de faixas brancas, ele estava parecendo um múmia.



- Ninguém do evento vai levar isso a sério. - Falo assim que vejo o cachorro. - Eu tenha pena de você. - Ele late em resposta.

- Eu acho que rola. - Dicky diz animado e Ricky o olha indignado.

- Você é o cara que usa o tênis errado e foi dar parabéns ao Nicky pelo namoro dele com a Angel, que também é mentira!

- Falando nisso, você ainda tem que dar um jeito nisso. - Aponto para o garoto.



Não era algo ruim ser chamada de namorada dele, porém não é dessa forma que eu quero que isso aconteça, quero que seja quando de fato estivermos namorando e não com a mentira de um cachorro que estava agora na nossa frente em perfeito estado.



- Isso tem que dar certo. - Minha amiga estava desesperada enfaixando o cachorro.

- Crianças. - A voz da mãe deles se faz presente, ela havia acabado de chegar. - Estão brincando com o Pata Fofa?

- Sim. - Falamos juntos e eu me escondo atrás do Nicky, era péssima em mentir para ela.

- Ah, Angel eu soube sobre você e o Nicky, fico feliz estava mais do que na hora.

- Para quantas pessoas você contou? - Sussurro.

- O suficiente para parecer real. - Ele sussurra também e pega minha mão. - Só sorria e concorda.

- E porque ele está enrolado desse jeito? - Se aproxima do cachorro.

- Ele já estava assim quando eu cheguei, eles disseram que era uma nova brincadeira. - Falo me fazendo de inocente e eles concordam.



A senhora Harper não acreditava muito neles, porém quando eu dizia algo era mais fácil de a convencer e a mesma acreditou, em mim, estava dando certo meu plano de tirar o meu da reta.



- Isso parece tramoia. - Ela cruza os braços. - Mas só dos quatro.

- Que negócio é esse de tramoia dos quatro? E porque a Angel não está no meio? - Dicky pergunta de forma baixa para mim e o Nicky.

- Não sei, apenas muda de assunto. - Nicky responde no mesmo tom.

- Mãe sabia que a Dawn vai cantar em um show beneficente da escola? 



Todos viramos para o Dicky o olhando com um sorrio e de uma forma que dizia "vamos matar você" a ideia era que ele mudasse de assunto e não o aprofundasse mais.



- Que maravilha! - Fica animada. - Isso é sério, Angel, ela vai cantar? Quando vai ser? Seu pai e eu não vamos perder.

- Não sei, eu estava no treino das líderes, estou sabendo agora. - Forço um sorriso

- Amanhã mas você e o papai não podem ir, porque eu vou ficar muito nervosa se vocês forem lá e vai ser um evento sem cabimento. - Ela tem uma facilidade para mentir.

- Vai ser sobre o que? 

- Pros esquilos. - Minha amiga me olha pedindo ajuda e eu nego.

- Que... São alérgicos a noses. - Ricky diz coçando o queixo.

- Isso é um grande problema.

- Porque só comem isso. - Dicky completa a frase do Nicky.



Apesar da mãe deles ter ficado desconfiada, ela não disse mais nada e foi guarda as compras que havia trazido e logo em seguida o pai deles entrou com um cachorro de pelúcia que era para fazer companhia ao Pata Fofa quando os gêmeos não tivessem tempo para ficar com ele, porém o cachorro não gostou muito do novo companheiro.



- Vocês pensaram no que eu pensei? - Ricky pergunta com um sorriso enquanto todos concordam.

- Eu estou fora. - Me despeço deles indo para casa.



°°°


Eu prefiri passar o dia afastada um poucos deles, pelo menos hoje que seria o dia do show bebificente. Já estávamos todos na escola e eu estava no pátio onde aconteceria tudo apenas esperando eles chegarem. Alguns poderiam me chamar de péssima amiga, mas se convivênssem com eles a anos igual a mim, entenderiam o meu lado.

Eles então chegaram com o cachorro de pelúcia todo engessado e quando tentaram passar a mão no mesmo os gêmeos não deixaram, para melhorar a situação eles disseram que a tosselatida era contagiosa e o Dicky falou que a Dawn havia pegado, então a mesma começou a fingir uma tosse e um latido estranho e eu só ficava me perguntando como que todos estavam acreditando naquilo.

A cada minuto que passava eu começava a achar que só eu tinha consciência do que estava acontecendo pois até a Mae e o Miles estavam acreditando, deram até uma pelúcia em formado de osso para uma outra pelúcia, aquilo estava saindo dos limites.



- Vendo o Pata Fofa todo engessado, me deixa triste por ter pensando que era tramoia de vocês. - Mae diz triste. - Agora eu também acredito no namoro do Nicky e da Angel. - Se vira na minha direção. - Você precisa dar apoio, não fique aí sentada!

- O que?! - A olho.



Eles então foram colocar o cachorro falso em uma cadeira que os alunos que fizeram só para o mesmo e eu fui até lá. Os meninos deram a ideia de contar a verdade porém Dawn sedenta pelo seu primeiro solo os ignorou e bateu na cara deles com a pelúcia de osso que a Mae havia dado.



- Se contarmos agora você está suspenso. - Bate no peito do Nicky. - Você não refaz a prova. - No do Ricky. - Você não tem mais a Taylor. - No Dicky. - E eu perco meu solo. Então agora entrem na dança.



Após eles voltarem a fingir a tal tosse eu me afasto indo para o lado da Mae e do Miles com a desculpa de que não queria pegar aquilo.

Até então o cachorro falso só estava ganhando presentes e depois a Dawn iria cantar e tudo acabaria, mas foi anunciado que umas crianças queriam fazer doações e elas entraram com seus cofrinhos, pude ver o Nicky me pedindo socorro. Aquilo não tinha mais salvação, ainda mais que uma das crianças eram filhos da diretora.

A Dawn finalmente iria cantar até que eu vi seus pais entrando e o pai dela estava com o Pata Fofa no colo, eu comecei a fazer vários sinais para ela mas todos já haviam visto o cachorro ali ficando surpresos e eu entrei na mesma figindo que não sabia de nada. O Pata Fofa então foi até o cachorro de pelúcia mordendo o mesmo e descontando toda a raiva que sentia daquilo.



- A boa notícia, é que o Pata Fofa está bem. - Dawn tanta amenizar a situação.

- Eu sabia que era tramoia dos quatro. - A diretora diz quando pega o microfone.

- Eu estou terrívelmente triste com você, Nicky. Acabou tudo. - Finjo chorar e as meninas do time vem me abraçar. - É, ele mentiu.



°°°


Um lado meu estava muito feliz pois consegui me safar dessa mentira toda e ainda voltei para o time das líderes de torcida, mas a outra parte estava triste com a situação dos gêmeos, na verdade não estava não eu estava me divertindo.

Por conta da mentira nenhum deles levou suspensão ou algo do tipo, porém levaram um belo castigo no qual estava sendo dar banho em cachorros, o senhor e a senhora Harper havia até arrumado um espaço na loja para eles fazerem isso e a melhor parte é que os quatro estavam com roupas de cachorros. O Nicky estava fofo com a roupa de daumata.



- Bom, será que depois do trabalho de banho vocês aprenderam a lição? - A senhora Harper pergunta ouvindo eles confirmarem.

- Então tudo certo. - Nicky larga a toalha depois de terminarem de dar banho no último cachorro.

- Ainda não. - A diretora chega com sua cachorra que era da raça São Bernardo. - Ela precisa de um belo banho.



Assim como quase todos ali eu estava filmando tudo, porém filmava com a câmera do Nicky para o canal dele e isso me deixava ainda mais animada. Caminhei até ele filmando seu rosto que não estava com uma expressão nada boa.



- Primeiro, você está fofo com essa roupa, segundo, que a mentira do namoro acabou e você está fazendo um ótimo trabalho para se desculpar com a outra mentira.

- Obriagada pelo apoio, mas para que esta filmando?

- Para o seu canal. - Respondo sorrindo.

- O que? Não! - Ele tenta pegar a câmera mas eu não deixo.

- Quem quiser, deixa nós comentários se devo o perdoar e dar uma chance. Até a próxima.


Notas Finais


Foi isso, espero que gostem.

Gente, se alguém aqui estiver lendo a fic com o Aidan que eu fiz, estou pensando em refazer ela, então desculpem qualquer coisa.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...